O que esperar da cosmopolita Hamburgo na Alemanha

Hamburgo

A cidade de Hamburgo na Alemanha é mais uma daquelas cidades que passa longe da maioria dos roteiros de brasileiros que vão pela primeira vez a Alemanha. Mas a boa notícia é que Hamburgo pode te surpreender no melhor sentido.

Se você já visitou Berlim e achou a cidade “underground” vai perceber que Hamburgo vai bem além. A cidade tem a noite fervida e extremamente musical – é considerada a capital musical da Alemanha – isso em terra de Beethoven e Bach é muita coisa. Até os Beatles moraram lá.


O que fazer em Hamburgo


Hamburgo é a cidade mais rica da Alemanha, pois enquanto Berlim era dividida ao meio e vivia os atrasos de décadas de desenvolvimento, cidades como Hamburgo e Frankfurt prosperavam.

É em Hamburgo que as principais emissoras de televisão, sites, jornais, revistas e agências de publicidade tem suas sedes e é na cidade que vivem as celebridades alemãs.

Hebertstrabe

Hamburgo é plural, é a cidade favorita dos famosos, dos punks e das prostitutas. A cidade tem até a sua versão do famoso Red Light District de Amsterdã, o bairro das prostitutas e lá, a coisa é tão levada a sério que as moças precisam de licença para exercer o ofício.

Quem entra pela primeira vez na Hebertstrabe só não vai jurar que é Amsterdã pois no famoso bairro holandês tem um canal que divide as ruas. Em Hamburgo é um portão que fecha a rua para menores de 18 anos. Eu disse que a coisa aqui é séria.

Os Beatles moraram aqui

Reeperstrasse

Todo esse caldeirão se concentra na Reeperstrasse, a rua onde os Beatles moraram no comecinho da carreira e mitos do rock se apresentaram nas diversas casas noturnas que ainda iluminam as calçadas com seus letreiros de néon.

Tem até um tour que acontece de quinta a domingo que passa pelos lugares onde os Beatles frequentavam, tudo isso por módicos 19 dólares, mas você pode fazer tudo por contra própria, fica tranquilo.

Mas nem de inferninhos e prostitutas vive o centrão da cidade, quem curte soul e jazz vai adorar o Mojo Club ou Kaiser Keller.

O que fazer em Hamburgo: velho bairro portuário

 

Hamburgo é uma cidade portuária, mesmo não estando na costa, o Rio Elba é uma grande via de transporte desde século 9. O bairro onde a cidade nasceu, Speicherstradt era um grande complexo de armazéns de tijolos que hoje abrigam bares, restaurantes, cafés e lojas caras.

Vale fazer um passeio pelo velho bairro portuário, na verdade é o passeio que eu mais recomendo. Quem curte miniaturas pode visitar o Miniatur Wunderland, um museu com réplicas em miniatura da cidade. Dizendo assim pode parecer bobinho, mas é lindo.

Aos domingos o Fishmarkt é o programa mais tradicional da cidade. Uma feira de rua super tradicional e democrática que reúne desde as senhorinhas comprando os ingredientes do almoço de domingo até o povo que acabou de sair dos clubes noturnos e para na feira para matar a larica.

Passeios de barco

Para ver a cidade de um outro ângulo, na Speicherstadt saem barcos que fazem passeios pelo canais que atravessam a cidade. Os canais são tantos, que Hamburgo tem mais de 2 mil pontes, mais que Veneza e Amsterdã juntas. Aposto que você nem sonhava com essa informação.

Lago Alster

Quem vai a Hamburgo não pode deixar de visitar também a Igreja de Saint Michaelis. Um dos símbolos da cidade e que vai além das missas de domingo, a igreja oferece concertos de música. Você vai se encantar com o centenário e imponente órgão de tubos da igreja.

Dica: suba os 453 degraus até o mirante da torre da igreja. Lá em cima uma visão linda da região central, zona portuária e um punhado sem fim de canais e pontes. É alto, é puxado, mas vale muito a pena o sacrifício.

Igreja de Saint Michaelis


Quando visitar Hamburgo


Prefira a primavera, verão e outono. O verão é mais agitado, mas tenha em mente que tudo fica mais caro. O outono eu acho mais bonito, a cidade fica linda e bem mais tranquila. A região ao redor do Lago Alster fica linda, olha a foto acima. No inverno é mega gelado e anoitece super cedo, eu evitaria.


Como chegar a Hamburgo


A melhor maneira é de trem, a cidade está conectada com a malha ferroviária da Alemanha. O trem chega bem no centro da cidade, diferente do aeroporto que fica distante. A Hauptbahnhof também é integrada ao metrô e as principais linhas de ônibus que cobrem toda cidade.


Procurando hospedagem em Hamburgo?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar