Como planejar uma viagem em apenas 10 passos

como planejar uma viagem

Começar o planejamento de uma viagem pode assustar um pouco a medida que você vai se aprofundando no assunto e descobrindo que são tantos detalhes e que se alguma coisa for esquecida, poderá arruinar a sua viagem. Anos atrás, provavelmente a única maneira de fazer uma longa viagem era procurando os serviços de agências de viagens, hoje a gente consegue fazer tudo por conta própria e de maneira bem mais econômica. Tudo está ao nosso alcance, no computador ou celular.

Para você que está pensando em planejar a sua primeira viagem, vou listar abaixo um passo a passo de como começar o seu planejamento sem se desesperar.


Como planejar uma viagem em apenas 10 passos


Para onde eu vou?

É óbvio, mas o primeiro passo é decidir para onde você quer viajar. Brasil ou exterior? América do Norte, Europa ou Ásia? O seu perfil de viajante pode ser um fator de escolha do seu destino. Lugares mais caros como Londres ou mais econômicos como Budapeste? O Skyscanner tem uma lista bem bacana de 10 cidades mais baratas para viajar, se você tem dúvidas para escolher seu destino, vale dar uma olhada. Nesse momento, é importante você definir um roteiro básico das cidades que pretende visitar, caso seja mais de uma.


Estude seu destino

É muito importante ler ao máximo sobre os lugares que pretende visitar. Comece pelos guias mais básicos e posts em blogs de viagens. Só quem já esteve nesses lugares, pode dizer realmente como é. Use e abuse das resenhas publicadas no Tripadvisor. Pesquise sobre os costumes locais. Você sabia que em Londres e Nova York é proibido ingerir bebidas alcoólicas na rua? Em Santiago os restaurantes não vendem bebidas alcóolicas durante o dia? Que em Singapura é proibido mascar chiclete na rua?


Documentos

Antes de comprar as passagens, confira se todos os documentos exigidos estão em dia. Já viram o post que eu fiz sobre viajar com passaporte ou RG? Alguns países exigem que seu passaporte tenha validade por 6 meses após o fim da sua viagem. Outros lugares exigem 90 dias. Confira seu visto ou dê entrada no pedido, caso seja necessário. A União Européia, por exemplo, assim como muitos países não exigem visto para brasileiros. Também não se esqueça de verificar se o seu país de destino exige que você tenha tomado determinadas vacinas. Em breve vou me aprofundar nesse assunto aqui no blog.


Comprar as passagens

Agora é a hora de comprar as passagens. Esse precisa ser o primeiro investimento, por quê? Pois geralmente as passagens aéreas são a parte mais cara da viagem. Eu fiz um post aqui no blog com “5 dicas para comprar passagens aéreas mais baratas”, vale dar uma olhada. Mas resumindo, eu sempre pesquiso pelos sites de busca e fecho a compra direto no site das empresas aéreas, para fugir das tarifas cobradas por esses sites.


Hospedagem

Aqui a variedade de ofertas é enorme, o seu perfil de viajante vai te ajudar a definir qual será a melhor hospedagem. Os tradicionais hotéis, hostels ou Airbnb? Ou você prefere hospedagens colaborativas como Couchsurfing ou Nightswapping? Neste você pode se hospedar de graça em qualquer lugar do mundo e depois retribuir a gentileza na sua casa.

Definido seu tipo de hospedagem, pesquise muito em sites de busca. E gosto de fechar sempre com o Booking.com ou com o Hoteis.com. Este tem um ótimo programa de fidelidade, onde a cada 10 diárias, você ganha 1. Dica importantíssima: Sempre, confirme sua hospedagem direto com o hotel, preferencialmente por email, para que você tenha uma confirmação oficial.


Que dinheiro levar?

Hora de preparar o bolso e o bom humor, pois do jeito que o nosso Real está desvalorizado frente a outras moedas poderosas, não dá para se desesperar. Sobre quanto dinheiro levar, essa é uma das perguntas mais difíceis de responder. Vai depender do quanto pretende gastar, quais passeios você vai querer fazer, se vai fazer compras, etc. Para servir de parâmetro, eu já fiz uma viagem low-budget na Europa com 40 euros por dia e olha, me virei muito bem.

Antes de fazer o câmbio de moedas, dê uma conferida no site do Banco Central. Eles tem uma ótima ferramenta que lista onde você pode conseguir a melhor taxa de câmbio para comprar e até vender moeda estrangeira

Além disso, é importante levar cartões de créditos para emergências e nunca se esqueça de pedir o desbloqueio deles para uso no exterior junto a operadora antes da sua viagem.


Seguro viagem

Essa é uma parte bem importante do planejamento e que muitas pessoas ignoram. E por que é tão importante? Pois estamos falando do seu bem estar em caso de problemas e porque muitos países exigem o seguro viagem para que você possa entrar. Eu fiz um post bem detalhado sobre esse assunto e com um cupom de desconto para você usar. Dá uma olhada aqui.


Roteiro

Eu não sou o tipo de pessoa que leva um roteiro super detalhado e organizado com as horas contadas, eu gosto de fazer as coisas no meu tempo, também gosto de me perder e descobrir coisas novas, daquelas que não aparecem nos guias de viagens. Mas é legal ter uma listinha básica de atrações para visitar, só para ser quase um lembrete do que fazer.


Transporte

Um ponto importantíssimo do planejamento de uma viagem. Imagine chegar em um país desconhecido e não fazer ideia de como se locomover e chegar ao seu hotel? Tem um ditado que diz “quem tem boca, vai a roma” e é verdade, a gente se vira e descobre uma maneira. Mas pesquisar e já chegar a seu destino sabendo como se locomover é ótimo e você ainda ganha tempo para aproveitar mais a sua viagem.


Fazendo as malas

Você é do tipo de leva a casa dentro da mala? Ou é como eu que prefere levar pouco e ganhar em mobilidade? Eu fiz dois posts aqui no blog que irão te ajudar, o primeiro é “8 motivos para viajar somente com a bagagem de mão” e “dicas para arrumar a mala perfeita”.

Caso você tenha dúvidas ou precise de ajuda no seu planejamento, deixa uma mensagem aqui embaixo que eu te ajudo =)
banner_site_2

 

 

Aqui no blog tem um guia completo de planejamento (clique aqui) e se você quiser ser o ninja do planejamento, baixe o meu ebook Como planejar a viagem perfeita (clique aqui).

Mais posts sobre planejamento você encontra aqui.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

5 Comentários

  • Responder outubro 27, 2015

    Angelica

    Super legal. Me descobri viajante e a cada dia só penso em viajar mais e mais. Tks

  • Olá Fabrício. Parabéns pelo post, ajuda muito os marinheiros de primeira viagem. Gostaria de uma ajuda, estou me programando para viajar em Agosto 2017, para Turquia Marmaris. Pesquiso quase todos os dias sobre o lugar, hotel, pousadas, passagens áreas, enfim… Vou com minha filha de 16 anos, mas não sei o que pode levar na mala, nunca viagem para o exterior, eu tenho muitas dúvidas. Você poderia me ajudar???

    • mm
      Responder novembro 20, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Susan, tudo bem? Leve somente o essencial, agosto é um mês bem quente, a temperatura passa dos 30 graus e não precisa levar muitas roupas pesadas, leve calçados confortáveis (um no pé e um na mala de reserva), chapéu ou bonés também é importante. Leve uma farmacinha com alguns remédios básicos, produtos de higiene pessoal e não se esqueça do adaptador de tomadas.

  • Ola Fabricio , excelente post gostaria de tirar uma duvida acompanho o seu blog a um tempo e claro gosto de viajar seja pra perto ou longe ta valendo mas gostaria de tirar uma duvida estou programando uma viagem pro Japão em abril 2019 porem estou com receio do visto é muita burocracia ? E na questao da passagem aerea pra quem vai viajar e planeja daquia a 1 ano o ideial e comprar com quantos meses de antecedência?

    • mm
      Responder junho 28, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Rafael, tudo bem? Obrigado pelo carinho. Visto para o Japão é bem fácil de conseguir, eles não complicam o processo. Já a passagem, não tem uma fórmula exata, mas o ideal é começar a monitorar com 8 meses de antecedência e comprar uns 4 meses antes. Mas vale ficar ligado se aparecem algumas promoções.

Deixe uma resposta