Como é voar com a EasyJet de Lisboa a Ponta Delgada, Açores

Como é voar com a EasyJet

A Easyjet é a uma das maiores companhias aéreas da Europa no segmento low-cost, apesar de não voar para o Brasil, muitos brasileiros já voaram com eles ou pelo menos já ouviram falar em razão das baixíssimas tarifas e promoções arrebatadoras que eles fazem.  A empresa foi uma das parceiras do blog na viagem para o Arquipélago dos Açores e eu conto nesse post como é voar com a Easyjet.


Como é voar com a Easyjet


A Easyjet opera cerca de 840 rotas em mais de 34 países com uma frota de 250 aeronaves Airbus dos modelos A319 e A320. É realmente uma potência e a partir de Lisboa eles tem uma ótima rede e recentemente começaram a voar da capital portuguesa para Ponta Delgada, nos Açores.

Compra das passagens

Como a companhia foi uma das patrocinadoras da viagem aos Açores, eles emitiram as passagens. Mas a Easyjet tem um site em português e pelo que eu percebi, é bem simples de ser usado. Site: easyjet.com/pt.

Como a maioria das empresas aéreas do segmento low-cost, a sua passagem dá direito apenas a levar uma bagagem de mão (dimensões: 56 x 45 x 25 cm) e é uma mesmo, não vale levar uma mala de bordo e uma bolsa.

Quem tem o cartão EasyJet Plus ou tiver comprado uma tarifa chamada Flexi (que permite um lugar na frente ou espaço extra para as pernas), pode trazer uma segunda bolsa na cabine, como uma bolsa de notebook ou uma bolsa de mulher com uma dimensão máxima de 45 x 36 x 20 cm, que pode ser colocada embaixo da poltrona da frente.

Você também pode comprar o despacho da bagagem de porão, marcação de poltronas e um serviço chamado EasyJet Plus Speedy Boarding, que dá prioridade de embarque.

Curiosidade: essa é a nova pintura deles.

Curiosidade: essa é a nova pintura deles.

Check-in

A Easyjet em geral opera em aeroportos secundários, como a maioria das low-cost, mas como Lisboa só tem um aeroporto, ela opera no Terminal 2 do Aeroporto da Portela. Um terminal que lembra bastante o Terminal 1 do Aeroporto de Guarulhos com embarque na pista e o desembarque curiosamente é feito no Terminal 1.

A Easyjet libera o check-in online um mês antes da viagem, nunca vi isso em nenhuma outra empresa. E o passageiro precisa levar os cartões de embarque impressos.

Eu fiz o check-in e as minhas poltronas já estavam selecionadas, não sei se foi a Easyjet que as escolheu ou foi o sistema que se encarregou disso, mas eram bons lugares.

Como eles providenciaram uma passagem com despacho de bagagem, eu tive que chegar um pouco antes no Terminal 2 de Lisboa para despachar uma mala. O check-in estava vazio, a maioria dos passageiros não despacham malas e o procedimento foi super rápido e o pessoal de terra muito gentil.

Embarque e aeronave

Meu voo estava marcado para sair às 7h30 da manhã e pouco antes das 7 da manhã eles iniciaram o embarque direto na pista e partimos na hora certa.

Embarque no Terminal 2 de Lisboa

Embarque no Terminal 2 de Lisboa

Os passageiros aguardam embarque nesse espaço improvisado pelo aeroporto de Lisboa ao lado da pista.

Os passageiros aguardam embarque nesse espaço improvisado pelo aeroporto de Lisboa ao lado da pista.

Ainda amanhecia quando embarcamos

Ainda amanhecia quando embarcamos

A aeronave dos voos tanto da ida, quanto da volta, eram Airbus A320 (mesmo modelo usado no Brasil pela LATAM, Avianca e agora pela Azul). E desses modelos eles tem duas variáveis: uma com 186 poltronas, que foi o modelo usado no voo da ida e outra com 180 poltronas, que foi usado no voo de retorno a Lisboa.

Interior do A320 da Easyjet

Interior do A320 da Easyjet

Mesmo na aeronave com mais espaço, era um pouco mais apertado que os A320 da Latam, para servir de comparação. Eu tenho 1.77m de altura e no voo da ida foi bem apertado, no voo de retorno eu me senti bem mais confortável. Um incômodo é que as poltronas não reclinam, mas acredite, você vai sobreviver.

Uma característica interessante, é que as aeronaves são muito novas, com interior impecável e absolutamente limpo.

A tripulação dos dois voos era toda formada por portugueses, então, se você não domina o inglês, não terá problemas de comunicação.

O espaço é bem apertadinho

O espaço é bem apertadinho

Voo e serviço de bordo

Após a decolagem e atingirmos a altitude de cruzeiro, a tripulação estava autorizada a começar o serviço de bordo, que é pago. O cardápio é bem vasto, são muitas e muitas opções para todos os gostos e segundo a tripulação, eles tem tudo disponível em todos os voos.

Eu achei o preço bem justo e tinham uns combos bem interessantes, dá uma olhada nas fotos abaixo com as opções e os preços.

easyjet11

Preços do serviço de bordo da Easyjet

easyjet10

Kit infantil

easyet9

Sanduiches

easyjet9

Bebidas

easyjet8

Mais bebidas

Os aviões não tem sistema de entretenimento, mas tem uma boa revista. Eles também tem serviço de vendas de free-shop a bordo.

A viagem pelo Atlântico até os Açores foi bem tranquila, sem turbulências e em duas horas estávamos descendo em Ponta Delgada.

Desembarque na pista em Ponta Delgada

Desembarque na pista em Ponta Delgada

Conclusão

Eu acho que se você optar por voar em uma empresa low-cost precisa estar ciente do que está comprando. Para que eles consigam oferecer preços tão baixos, claramente precisam cortar alguns custos para deixarem os preços tão atraentes. Não existe mágica e ninguém faz milagres.

Nos dois voos que eu fiz a empresa foi super pontual, as aeronaves eram novas e impecáveis e a tripulação extremamente atenciosa, algo que a gente não encontra facilmente em empresas mais tradicionais, com aquele tratamento frio e impessoal.

Chegada em Lisboa no voo de volta

Chegada em Lisboa no voo de volta

Leia mais:
Outras avaliações de companhias aéreas


Em novembro de 2016 eu viajei para o Arquipélago dos Açores e contei com o apoio da EasyJetFUNtastic Azores e Platano Hotels. O Vou na Janela só faz parcerias com empresas em que recomenda seus serviços.

Imagem de capa: Airbus


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar