Conheçam Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos

cidade azul do Marrocos

Se você fizer uma pesquisa sobre o Marrocos nos mecanismos de busca ou no Pinterest, certamente encontrará, antes mesmo de rolar a página, algumas fotos da belíssima  Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos.

Provavelmente você ficará bem impressionado com as casinhas azuis já desbotadas, vielas com vasinhos de flores e cantinhos perfeitos para aquela foto linda para o seu Instagram.

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos fica escondidinha no meio das montanhas Rif no norte do Marrocos. E sim, toda a cidade é colorida em tons de azul e quanto mais desbotados, mais charmoso fica.

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos

A cidade vista de fora

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos

A cidade azul do Marrocos foi fundada em 1471 por judeus e mouros que vieram da Espanha, geograficamente, esta parte do Marrocos fica bem próxima do Estreito de Gibraltar e conectada ao sul da espanha.

Existem algumas teorias explicam o porquê a cidade ser pintada de azul, uma delas diz que foram os judeus que migraram da europa na época da Segunda Guerra Mundial e que pintavam as casas de azul por ser a cor que representa a religião. Há quem diga também que a cor ajuda a espantar os mosquitos. A terceira teoria, a mais poética de todas, diz que as casas são azuis pois é a cor do mar.

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos

O bacana de Chefchaouen é explorar a cidadezinha e depois escalar as montanhas ao redor, de onde você terá vistas espetaculares de um dos lugares mais bonitos do Marrocos.

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos

Detalhes super coloridos

Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos


Como visitar a cidade azul do Marrocos


Chefchaouen fica afastada das grandes cidades como Marrakech, Casablanca e a capital, Rabat. Não existe ligação ferroviária e a maneira mais comum de chegar até lá é de carro particular, ônibus ou tour.

Se você não quiser alugar um carro, até porque dirigir nas estradas do Marrocos não é nada simples, pode pegar um ônibus. Existem saídas de Casablanca (6 horas de viagem), Fez (5 horas de viagem), Rabat (5 horas de viagem) e Tanger (3 horas de viagem). É a maneira recomendada para quem deseja passar mais de um dia na cidade.

Mas se você quiser fazer um bate-volta, a melhor opção é contratando um tour:

  • Saindo de Fez: a viagem demora 3 horas e você tem 4 a 5 horas para explorar a cidade. Reserve este passeio aqui.
  • Saindo de Tanger: a viagem leva 2 horas e você terá de 5 a 6 horas para conhecer a cidade. Reserve este passeio aqui.
  • Saindo de Rabat: a viagem dura 4 horas e você terá apenas 2 horas para conhecer a cidade. Acho que não vale a pena, mas se você quiser, pode reservar este passeio aqui

Na minha opinião, vale a pena passar pelo menos 1 dia cheio na cidade, ou um tour saindo de Tanger, pois este te dará 6 horas para conhecer a cidade.

Se você decidir ficar em Chefchaouen, recomendo se hospedar dentro da Medina. Veja a lista de hotéis aqui.

Ou você pode consultar na caixa de ofertas abaixo:



Booking.com


Chegando no Marrocos: visto, imigração e transporte
Dicas do Marrocos para a sua primeira viagem
Casablanca e Marrakech: como andar e onde ficar
Como é viajar de trem pelo Marrocos
10 coisas que você precisa saber
O Marrocos me decepcionou até onde eu deixei


O que fazer em Marrakech
Guia de Marrakech
Onde ficar em Marrakech
Como é se hospedar em um tradicional riad em Marrakech
Palais de la Bahia
Jardim de Majorelle casa de Yves S.Laurent
Compras nem Marrakech
Medina e o Souk de Marrakech


O que fazer em Casablanca


Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos


O seguro viagem não é obrigatório para visitar o Chile, no entanto, é recomendável que você tenha essa proteção. Faça aqui o seu seguro com descontos especiais. Use o cupom de desconto de 5% para os leitores: VOUNAJANELA5.










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.