Celular derruba avião?

celular derruba avião

“Telefone celular derruba avião?” Pergunta essa que aflige todo mundo que viaja e que essa semana voltou a tona quando a TAM anunciou que após autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), concluiu o processo de liberação de aparelhos eletrônicos como celulares, tablets e computadores em modo avião ou equivalente em todas as fases do vôo em toda a sua frota de 160 aeronaves, menos no Airbus A350 que ainda está em fase de liberação. 

Celular derruba avião?

Vamos entender que, perto da história da aviação comercial, a tecnologia por trás de telefones celulares é muito nova e está em constante evolução, o primeiro iPhone só foi lançado há menos de 10 anos atrás. Como não existia nenhum estudo ou testes que comprovassem que os sistemas dos aviões poderiam sofrer interferência vinda de dispositivos móveis, eles foram proibidos de serem usados por pura precaução.

Europeus já liberaram o uso do celular em aviões há um bom tempo e nos Estados Unidos, alguns estudos estão sendo feitos desde 2006 e claro, nenhum comprovou que celular derruba avião.

Claro, se os aparelhos fossem tão nocivos para a segurança do vôo, eles simplesmente seriam confiscados antes do embarque, não é verdade? Se até um inocente vidro de xampú pode ser barrado, por que os celulares não?

Por outro lado, uma matéria publicada em um site gringo que agora não me recordo qual (desculpa aí), disse que uma das razões é ajudar a manter os passageiros sob controle nos momentos mais críticos do vôo, pouso e decolagem. Faz sentido, imagine uma evacuação de emergência e o povo todo usando o celular?

Agora, verdade seja dita, não conheço ninguém que desligue o celular durante o vôo. Eu até deixo em modo avião, até porque, lá em cima não funciona mesmo e ajuda a economizar bateria. Serei preso por isso?

Me lembrei de um caso onde o ator Alec Baldwin foi retirado a força de um avião nos Estados Unidos pois ele se recusou a desligar o celular enquanto jogava “Words With Friends” antes da decolagem. O celular dele não derrubaria o avião, mas normas são normas e os americanos são ótimos para fazer valer as regras.

As empresas aéreas tem pressionado os órgão de aviação para autorizar o uso dos aparelhos durante o vôo, por trás dessa comodidade para o passageiro, tem dinheiro envolvido. A TAM por exemplo, lançou um sistema de entretenimento que pode ser acessado pelos gadgets dos passageiros, no lugar de instalar telas individuais em cada uma das poltronas da frota de aeronaves Airbus A319, A320 e A321, eles colocam um servidor a bordo com o sistema carregado e que pode ser acessado via wi-fi, e isso representou uma economia absurda de custos de implementação do TAM Entertainment. Mas de nada serviria se não fosse permitido o uso de dispositivos a bordo, não é mesmo?

O fato é que em breve essa proibição vai acabar e todo mundo poderá usar os telefones a vontade a bordo e para finalizar: não, celular não derruba avião.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar