Comparativo de free shops: São Paulo, Lisboa e Munique

free shops

Você é daqueles que quando vai viajar, não resiste a uma passadinha no free shop (apesar da crise) e sempre sai dali com uma sacolinha? Então você não está sozinho e precisa ler esse post.

A verdade é que quando vermos os números menores nas etiquetas, muitas vezes esquecemos que em cima daquele valor em euro ou dólar, tem uma conversão que machuca o nosso bolso e temos a tendência em achar que por ser um free shop, tudo vai ser mais barato do que nas lojas tradicionais. Errado!

Na minha última viagem, eu passei pelos free shops do Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos, Lisboa e Munique. Como tinha algumas horas de espera pelos meus vôos, pude dar uma bela conferida nos preços e fazer um comparativo com os três free shops. Em alguns casos, eu também comparei com os preços da revista de bordo da TAP Portugal, uma das empresas que eu viajei e que tem esse serviço de venda a bordo em vôos intercontinentais.

Dos três aeroportos, adivinha onde eu encontrei os preços mais caros? Sim, em Guarulhos. Mas na grande maioria dos casos, não era uma diferença pequena, beirava ao absurdo. Por exemplo um óculos de uma marca famosa sendo vendido pelo equivalente a R$561,50 e o mesmo óculos em Lisboa por R$322,30.

A única vantagem em Guarulhos foram as bebidas, um bom exemplo foi a garrafa de 1 litros da Vodka Absolute, pelo equivalente a R$ 69,61, contra o equivalente a R$109,48 em Lisboa.

Ainda sobre comprar no free shop de Guarulhos, outros pontos importantes: a possibilidade e conversão pelo dólar do dia (sem surpresas depois no cartão) e o parcelamento, algo que não existe lá fora. Tirando isso, nunca compre nada aqui além de bebidas.

Os melhores preços que eu encontrei, na grande maioria, foram em Lisboa. Um item que chamou muito a minha atenção foi um kit original para câmeras GoPro com bastão e controle remoto que aqui custava em torno de R$600,00 e em Lisboa custava 79 euros, uns R$320,00 na conversão de hoje (7 de Novembro de 2015).

Outro absurdo que eu encontrei no free shop daqui foram os chocolates. Sério, não é possível venderem uma caixa de bombons Garoto por 12 dólares, algo que custa uns 8 reais em qualquer mercadinho de esquina aqui no Brasil. Ou uma barra de chocolate Milka por 16 dólares e que você compra no Pão de Açúcar por 15 reais.

Para ilustrar melhor a diferença de preços, dá uma olhada no comparativo abaixo:

One Million, Paco Rabanne

One Million, Paco Rabanne

CK Free, Calvin Klein

CK Free, Calvin Klein

Lacoste (a imagem de Lisboa não é o mesmo perfume de Munique e São Paulo, mas essa linha tem o mesmo valor para todas as fragrâncias)

Lacoste (a imagem de Lisboa não é o mesmo perfume de Munique e São Paulo, mas essa linha tem o mesmo valor para todas as fragrâncias)

212 VIP Men, Carolina Herrera

212 VIP Men, Carolina Herrera

CK One, Calvin Klein

CK One, Calvin Klein

CH, Carolina Herrera

CH, Carolina Herrera

Invictus, Paco Rabanne

Invictus, Paco Rabanne

Serum Genefique, Lancôme

Serum Genefique, Lancôme

Vodka Absolute

Vodka Absolute


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar