Como tomar a vacina nos Estados Unidos: o que você precisa saber

Como tomar a vacina nos Estados Unidos

A notícia de que alguns estados e cidades americanas oferecerão a vacina contra o Covid-19 de forma gratuita para os turistas é no mínimo tentadora. Mas como tomar a vacina nos Estados Unidos e como tudo isso vai funcionar?

***

Por mais tentadora que seja esta notícia, a gente sabe que não estamos no momento ideal para fazer viagens internacionais. Inclusive, muitos países no mundo continuam fechados para brasileiros. Além de que, viajar para fazer turismo e tomar a vacina nos Estados Unidos não é algo tão simples e tão pouco barato, além dos dilemas éticos.

O turismo de vacina já era uma tendência apontada ainda em 2020. Tal prática está sendo condenada por entidades internacionais e pela OMS (Organização Mundial da Saúde) pois enquanto alguns países têm vacinas sobrando, outros ainda não conseguiram sequer vacinar as suas populações mais vulneráveis.

Entretanto, os Estados Unidos vêm sendo vistos pelos latinos como uma espécie de oásis da vacina. Basta chegar, tomar a sua vacina e pronto. E o que permite ao país vacinar os visitantes, é que o governo americano adquiriu quase três vezes o número necessário de doses para imunizar a sua população. E vacinar os visitantes é uma maneira de aquecer a indústria do turismo. Não tem cafezinho grátis não, minha gente.

E se você não vê dilemas éticos, está disposto a gastar uma bela quantia em dólares e quer saber como tomar a vacina nos Estados Unidos, eu vou te explicar.

Como tomar a vacina nos Estados Unidos
Estados Unidos vêm sendo vistos pelos latinos como uma espécie de oásis da vacina

Como tomar a vacina nos Estados Unidos


Primeiramente, você vai precisar de visto para entrar nos Estados Unidos (veja como eu emiti o meu). O ponto é que, a emissão de novos vistos está suspensa desde os primeiros meses da pandemia. Portanto, caso você não tenha o visto americano, pode esquecer a ideia de tomar a vacina nos Estados Unidos.

Outro ponto que não custa lembrar, é que você precisa ter o passaporte válido. Se o seu passaporte estiver vencido ou deve vencer nos próximos 6 meses, ele precisa ser renovado. 

Contudo, a entrada de passageiros vindos do Brasil segue proibida nos Estados Unidos. Dessa forma, quem deseja viajar para o país, precisa fazer uma quarentena de 2 semanas em outro país que permita a entrada em território americano. E neste caso, o mais indicado é o México.

Depois de permanecer duas semanas em território Mexicano, é preciso fazer um teste do tipo RT-PCR na véspera da viagem, pois ele será exigido na entrada nos Estados Unidos. Obviamente que o teste tem que dar resultado negativo para a Covid-19.


Onde tomar a vacina?

Os estados da Flórida e da Califórnia estão vacinando sem pedir comprovante de residência nos Estados Unidos. Entretanto, é a cidade de Nova York que vem atraindo os olhares e o interesse das pessoas.

Recentemente, o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse em entrevista à GloboNews que a cidade está pronta para vacinar os turistas, inclusive os brasileiros. O plano do prefeito é espalhar postos de vacinação pelos pontos turísticos mais famosos da cidade, como o Central Park, o Empire State Building, Times Square, Brooklyn Bridge, entre outros.

Como tomar a vacina nos Estados Unidos
A Brooklyn Bridge receberá um dos pontos de vacinação

Porém, antes mesmo desses postos entrarem em funcionamento, já é possível tomar a vacina em uma ampla rede de farmácias, supermercados, estações de trem e metrô e até em lojas de departamento. Basta instalar em seu telefone celular o app da prefeitura de Nova York e verificar o ponto de vacinação mais próximo e agendar a visita no mesmo dia.

A vacina em questão será a da Janssen – desenvolvida pela Johnson & Johnson –  e que é administrada em apenas uma dose. Ou seja, o turista não precisará permanecer em território americano para tomar a segunda dose.

***










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.