8 viagens internacionais baratas para você fazer em 2021

Puerto Vallarta conhecer em 2018

Com o dólar nas alturas e o nosso pobre real cada vez mais desvalorizado, economizar durante as viagens se torna cada vez mais necessário. Escolher países baratos ou destinos onde a nossa moeda vale um pouco mais é uma estratégia inteligente. Neste post eu mostro para vocês uma lista de sugestões de viagens internacionais baratas para você fazer em 2020.

***

Antes de entrar na lista com a minha sugestão de viagens internacionais baratas, importante dizer que eu fiz esse apanhado com base em viagens que eu fiz. Lugares que eu visitei, especialmente nos últimos dois anos e constatei que são realmente mais baratos.

Tem países em quase todos os continentes, na América Latina, Europa, África e Ásia. Alguns lugares – dada a sua distância – as passagens podem ser caras, mas o custo com hospedagem, alimentação e passeios compensam.

Recomendo ler os posts abaixo:
10 países em que eu já estive e onde o real vale mais
As 8 cidades mais baratas da Europa que eu já visitei
8 países baratos para viajar em qualquer época do ano


8 viagens internacionais baratas


Buenos Aires, Argentina

Eu começo a lista das viagens internacionais baratas pela Argentina, um clássico entre os viajantes brasileiros. E sua capital, Buenos Aires, muitas vezes é o primeiro lugar escolhido para uma aventura fora do Brasil. 

A moeda oficial da Argentina é o Peso e 1 Real vale 14 Pesos. Para quem tem dólares guardados, a vantagem é ainda maior pois 1 dólar vale 59 pesos. O problema é que a inflação na Argentina é sempre uma caixinha de surpresas, mesmo assim, a Argentina entra na lista das viagens internacionais baratas para 2021. 

Dá para aproveitar muito de Buenos Aires sem gastar uma fortuna e se hospedar em bons hotéis com diárias em torno de 150 reais.

Recomendo ler os posts sobre a Argentina aqui no blog.

viagens internacionais baratas
Buenos Aires

Quito, Equador

A moeda oficial do Equador é o Dólar americano, entretanto, o custo de vida lá é bem baixo. E por conta disso, com pouco dinheiro a gente consegue fazer muitas coisas no Equador. Só para te dar um exemplo, a gente encontra facilmente restaurantes onde uma espécie de “menu executivo” com entrada, prato principal, suco e sobremesa custa 5 dólares.

E o Equador é um país incrível, eu fiquei encantado com centro histórico ricamente preservado de Quito, com igrejas e catedrais belíssimas. Além dos vulcões e lagoas cor de esmeralda. Mas algo que me deixou apaixonado foi a gentileza e educação do Equatoriano, que reflete no tratamento com os estrangeiros e na cidade limpa e bem cuidada.

Falando em hospedagem, existem hostels bacanas em Quito por 80 reais a diária ou hotéis muito legais por 170 reais a diária para o casal.

Cotopaxi viagens internacionais baratas
Vulcão Cotopaxi no Equador

Puerto Vallarta, México

Puerto Vallarta e a Riviera Nayarit não tem a fama de Cancun, Playa del Carmen e da Riviera Maya, mas para quem procura praias mais tranquilas, sem multidões de turistas e com preços mais atraentes, Puerto Vallarta é uma boa opção.

Em Vallarta você consegue ter um bom jantar por uma média de 50 reais ou se hospedar em um hotel bacana por 180 reais e hostels por 40 reais a diária.

E depois de explorar Puerto Vallarta, você pode seguir para a Riviera Nayarit e eu recomendo a pequena Sayulita, uma das vilas mais charmosas da riviera. 

Aqui no Vou na Janela tem um post recheado com dias com o que fazer em Vallarta e dicas de hospedagem e como planejar a sua viagem.

viagens internacionais baratas
Pôr do sol na Playa de Los Muertos em Puerto Vallarta

Vilnius, Lituânia

Vilnius foi a cidade mais barata que eu já estive na Europa, apesar da moeda local ser o Euro, o dinheiro rende muito. Só para você ter uma ideia, a corrida mais longa que eu fiz de Uber custou 3 euros. Um jantar legal em um restaurante do centro histórico vai custar em torno de 15 euros.

Vilnius é a capital da Lituânia, um pequeno país do extremo leste europeu e bem desconhecido dos brasileiros. Junto da Letônia e Estônia, elas formam os Países Bálticos. E Vilnius é a cidade mais populosa do país e tem apenas 600 mil habitantes, para você ver como é uma cidade pequena. Vilnius fica no vale Rio Neris, cercada por muitas colinas verdes e montes. É uma das cidades mais verdes que eu já visitei nessa parte do mundo.

Recomendo ler o post com dicas com o que fazer em Vilnius e com organizar a sua viagem.

O que fazer em Vilnius viagens internacionais baratas
Vilnius

Cracóvia, Polônia

A Polônia é um dos países mais baratos da Europa, e eu já estive lá duas vezes, inclusive recentemente fiz um roteiro por várias cidades polonesas. A moeda local é o Zloty e a cotação é praticamente 1 para 1 – ou seja – 1 Real, vale 1 Zloty. Mesmo sendo a mesma cotação, o nosso pobre real tem o poder de compra maior que o Zloty. E nós percebemos isso quando colocamos a mão no bolso. 

Por exemplo, na Polônia reservamos hotéis três estrelas por preços até 40% menores que em outros países europeus. Comer e beber também é muito barato, assim como ingressos de atrações, passeios e transportes terrestres.

E Cracóvia é a cidade mais visitada da Polônia, o que atrai tanta gente é o seu centro histórico ricamente preservado, as igrejas belíssimas, castelos e o antigo campo de concentração nazista de Auschwitz-Birkenau. Entretanto, mesmo que você não queira visitar Auschwitz, Cracóvia tem muito o que ver e fazer.  

Recomendo ler o post sobre Cracóvia e todas as minhas dicas.

O que fazer em Cracóvia viagens internacionais baratas
Cracóvia

Marrakech, Marrocos

Eu já falei algumas vezes aqui que eu não morri de amores pelo Marrocos. Na época da minha viagem, eu falei sobre os problemas que eu tive com o assédio em Marrakech, algo que me incomodou muito. Mas isso não tira o fato de ser um país muito barato e interessante.

A moeda oficial do Marrocos é o Dirham Marroquino e 1 Real vale 2,36 Dirhams. É tão barato que a quantidade de turistas europeus no Marrocos é enorme. Eu também fiz algumas comprinhas lá, coisas que eu não encontraria em outro lugar e claro, foi tudo muito barato.

Marrakech é uma cidade com muitos lugares interessantes para visitar, quem quiser sair da cidade, ainda existem vários tours pelo deserto que são vendidos em qualquer esquina da cidade e até mesmo os hotéis podem arranjar um tour de última hora.

Todos os posts sobre o Marrocos estão aqui

O que fazer em Marrakech Onde se hospedar em Marrakech viagens internacionais baratas
Marrakech

Luang Prabang, Laos

O Laos foi o país mais barato que eu já passei e alguns preços são quase inacreditáveis. Uma das razões é que o Kip Laosiano, a moeda oficial do país, é muito desvalorizada internacionalmente. Hoje, 1 Real vale 2.254,46 Kips! Não, você não leu errado.

No Laos eu fiquei hospedado em um hotel super gostoso com diárias pelo equivalente a 70 reais bem no centro de Luang Prabang. Comer e beber é barato e os passeios também.

Eu costumo dizer que Luang Prabang é uma pequena jóia preservada. A cidade é linda, sem aquelas multidões de turistas, com templos lindos e cachoeiras belíssimas. Um dos lugares mais especiais que eu conheci na Ásia.

Recomendo ler o post onde eu dou todas as dicas do Laos.

viagens internacionais baratas
Vista do Monte Phousi em Luang Prabang

Kuala Lumpur, Malásia

Kuala Lumpur é uma das cidades mais interessantes da Ásia e também uma das mais baratas, tanto que já estive lá duas vezes. E claro, eu não poderia deixar de incluir a capital malásia na minha lista de sugestões de viagens internacionais baratas para você fazer em 2021.

Lar das Petronas Towers, que já foram os prédios mais altos do mundo e do místico Batu Caves. Em Kuala Lumpur você consegue ficar em hotéis 5 estrelas por preços de hostels na Europa. Ou fazer uma belíssima refeição gastando menos de 50 reais. A moeda da Malásia é o Ringgit Malaio e 1 Ringgit vale 1 real.

Recomendo a leitura do post com todas as dicas para planejar a sua viagem para Kuala Lumpur na Malásia.

viagens internacionais baratas
Kuala Lumpur na Malásia

***










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.