Quinta da Regaleira: o lugar mais místico de Sintra

Alguns anos atrás eu vi uma imagem na internet que me deixou muito intrigado. Parecia uma torre, mas era dentro da terra. Talvez fosse um poço mas tinha escadas e dava para ir até o fundo. Papo de maluco? Nada disso, o tal fosso é conhecido como “Torre Invertida” e fica na Quinta da Regaleira em Sintra.

A torre invertida se chama na verdade “Poço Iniciático” e foi por conta dessa imagem que eu resolvi visitar Sintra pela primeira vez e acabei voltando no ano seguinte.

A Torre Invertida

A Torre Invertida

A Quinta da Regaleira é uma propriedade privada, o nome histórico é Palácio do Monteiro dos Milhões e fica na parte mais baixa de Sintra, foi construída entre 1904 e 1910 e é cheia de lendas e mistérios.

A torre invertida é certamente o que mais atrai as pessoas até lá, ela pode ser acessada por cima, subindo as trilhas até a parte mais alta da propriedade, ou por uma série de longos túneis que dão acesso ao fundo do poço.

Torre Invertida

Torre Invertida

Agora, senta que lá vem história! A torre da Quinta da Regaleira tem várias lendas, dizem que é um lugar místico que une o céu e a terra – ou o paraíso ao inferno – e que já foi usada para rituais pagãos e até mesmo bruxaria.

Eu acho que tudo isso é lenda, ainda mais quando a gente ouve a história do fundador do lugar, Antônio Augusto conhecido como Barão de Almeida. Ele comprou a área que pertencia a Ermelinda Allen de Almeida a Baronesa da Regaleira, para criar ali um palácio digno de contos de fadas e para que tudo ficasse ainda mais marcante, o cara encomendou o projeto para o arquiteto italiano Luigi Manini, que também era cenógrafo. A-há, matamos a charada. É tudo um grande e lindo cenário de mais de 100 anos.

São várias torres e mirantes

São várias torres e mirantes

Mas a Quinta da Regaleira tem mais lugares e cantos interessantes, são vários mirantes, torres, muralhas, jardins e um palácio que a gente consegue visitar uma parte dele. Na verdade eu achei o palácio bem pequeno. A gente imagina que palácios são construções grandiosas né? Mas a Quinta da Regaleira é até acanhada perto de outros palácios.

O palácio

O palácio

O lugar é meio que uma “disneylândia medieval”, com pontes, túneis, torres e lugares assim para explorar e certamente entra na lista de lugares obrigatórios para visitar em Sintra.


Mais imagens


sintra-10

Jardim principal

 

sintra-9

Palácio

 

sintra-7

Fonte da Regaleira

 

Portal dos Guadiões. Tem um túnel que leva ao fundo da Torre Invertida

Portal dos Guadiões. Tem um túnel que leva ao fundo da Torre Invertida

 

Jardim principal

Jardim principal

 

Um dos muitos caminhos

Um dos muitos caminhos

 

Torre da Regaleira

Torre da Regaleira

 


Como chegar a Quinta da Regaleira


Muito fácil e nem precisa contratar transfer ou pegar o ônibus que faz os passeios pela cidade. A Quinta da Regaleira fica na parte mais baixa de Sintra, no pé da serra e dá para ir caminhando tranquilamente desde a estação de trem, passando pelo centrinho da cidade onde fica o Palácio Nacional e seguindo reto até chegar lá. Dá uma olhada no mapa abaixo:

Mas não tem com que se preocupar, é tudo bem sinalizado

Siga as placas

Siga as placas

Agora, se você quer saber como chegar a Sintra, tem esse post abaixo:
Como chegar a Sintra saindo de Lisboa (bate-volta)

A Quinta da Regaleira abre às 10h da manhã e o horário de fechamento é de acordo com a época do ano, vale consultar direto no site. Já a entrada custa 6 euros para adultos e 4 euros para crianças dos 6 aos 17 anos.

Ainda em Sintra você pode visitar o Palácio Nacional da Pena (estou devendo o post) e também o Castelo dos Mouros, leia mais aqui:
Castelo dos Mouros em Sintra, como chegar


Leia mais sobre Sintra


Como chegar em Sintra
Como andar em Sintra
O que fazer em Sintra
Vale a pena ficar em Sintra?
Quinta da Regaleira: o lugar mais místico de Sintra
Castelo dos Mouros
Palácio Nacional da Pena



Confira o nosso post super detalhado explicando as melhores áreas para se hospedar em Lisboa e também lugares para serem evitados, clique aqui.

Eu acho que a melhor região para ficar em Lisboa é nas proximidades da Avenida Liberdade. Nessa região eu me hospedei no Hotel Dom Carlos Park e no Ever City Center. Ambos são ótimos e com bom café da manhã. Ficam pertinho do centro e com fácil acesso ao metrô e trem.

Não distante dali eu já fiquei também no Ibis Saldanha, pois Ibis não tem muito o que errar né? Falando nessa rede, eu também me hospedei duas vezes no Ibis Jose Malhoa. Tem metrô na porta e fácil acesso ao aeroporto.

E para finalizar, também já me hospedei no Hotel Miraparque, em frente ao Parque Eduardo VII, recomendo muito.

Veja também a minha lista com 10 hostels em Lisboa.


Como é passar pela imigração em Lisboa
Como usar o transporte público de Lisboa
Como usar os bondes de Lisboa
Dicas de Portugal para a sua primeira viagem
Quanto custa viajar para Portugal


O que fazer em Lisboa
O que fazer em Lisboa em uma conexão
Belém: como chegar e o que fazer
Bate volta de 1 dia até Sintra
Roteiro em Portugal: do Porto a Lisboa

 










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.