Tijuana e a porta de entrada para a Baja Califórnia, México

Baja Califórnia

Semanas atrás eu escrevi um post sobre a minha experiência em Tijuana do ponto de vista do muro que separa a cidade (e o México) dos Estados Unidos. O post é esse: Tijuana, México: onde o “muro de Trump” já existe desde 1989 e vale a leitura. Mas, apesar de Tijuana não ser uma cidade interessante, eu prefiro vê-la como a porta de entrada para a Baja Califórnia e não a porta de saída do México para os Estados Unidos.

Se você pretende fazer um giro pela Baja Califórnia, algo que eu recomendo muito, Tijuana é um bom começo. A cidade é grande, tem um aeroporto movimentado e com fácil acesso. A gastronomia é impecável, realmente uma cidade onde a gente consegue comer muito bem e pagando pouco, é tudo bem mais barato que na Cidade do México, por exemplo.

Patriotismo com bandeiras gigantes

Acreditem, foi lá que a Salada Caesar foi inventada, no restaurante de mesmo nome e que fica na rua principal da cidade. O bacana é que os caras preparam a salada na mesa, na nossa frente, fazendo um passo a passo.

Saindo de Tijuana,  basta pegar a estrada rumo ao sul para descobrir belezas pouco exploradas, principalmente por nós, brasileiros. A Via Escenica (foto de capa) que começa na cidade e segue para Ensenada e de lá até o extremo sul da península da Baja Califórnia é um exemplo. É onde o deserto árido se encontra com o mar, a estrada contorna as falésias salpicadas de praias desertas de um azul inigualável.

Mirante entre Tijuana e Ensenada

No meio do caminho uma vinícola, com mirante no alto de um penhasco com a vista mais bonita da região. Certamente você não sabe, mas Tijuana tem boas vinícolas. Seu vinho é forte, marcante e de sabor único. A Cuatro Cuadros fica meio escondida, mas o GPS ajuda muito nessas horas e apesar de ser uma região afastada, o sinal de celular é ótimo.

Bar mirante da vinícola Cuatro Cuadros

Ensenada, Baja Califórnia

Seguindo para o sul, a cidade de Ensenada tem um centro movimentado. Navios de cruzeiro despejam turistas nas ruas, a enorme bandeira quase onipresente em todas as cidades mexicanas dá as boas vindas. A cordialidade e receptividade dos mexicanos com seus visitantes é algo lindo.

Quer mais uma informação interessante? Foi em Ensenada que as Margaritas foram criadas. Um dos drinks mais famosos e apreciados no mundo foi criado lá e dois bares, o Cantina Hussong’s e o Bar Andaluz disputam o título de pai da criação.

Eu visitei o Andaluz, que funciona onde existiu o Hotel Playa y Casino Bar e funciona no mesmo lugar até hoje. Parada mais que obrigatória.

Bar Andaluz

A original

Ensenada é uma cidade bonita, é gostoso passear pelo seu Malecón e se você se animar, pode fazer um passeio de barco para observação de baleias, algo bem comum na região e o preço também é convidativo.

Mas o que mais me impressionou nesse passeio foi a beleza natural da região. O contraste do deserto com o mar é algo surreal. Certamente eu voltarei a Baja Califórnia para explorar melhor, principalmente a parte sul da península.

Baja Califórnia

O encontro do deserto com o mar

Pôr do sol cênico


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar