Little India: o bairro indiano de Kuala Lumpur, Malásia

A população da Malásia é formada por maláios de origem muçulmana na sua grande maioria, chineses e indianos. Aposto que você não sabe, mas existem pedacinhos do país que foram dominados também por britânicos e portugueses e que ainda guardam a herança dessas nacionalidades. Kuala Lumpur tem seus guetos, o dos chineses na Petaling Street e o bairro indiano, a Little India.

Apesar de não ser um lugar turístico, a Little India acaba atraindo muitos visitantes de fora interessados em ter contato com a cultura indiana. A presença deles é tão forte e importante na Malásia, que o principal templo do país, Batu Caves é um templo hindu. Eu já visitei duas vezes e mostrei aqui com vídeo como é a experiência

Leia mais:
O que fazer em Kuala Lumpur em 3 dias
20 coisas para fazer em Kuala Lumpur
Onde ficar em Kuala Lumpur
Como se locomover em Kuala Lumpur

O que mais chama a atenção em Little India é justamente a diferença daquelas poucas ruas para o resto da cidade. Kuala Lumpur é dominada por torres envidraçadas, shoppings de luxo, trens rápidos e monotrilhos, mas basta atravessar uma rua e entrar na Little India Brickfields, a rua principal que se estende por algumas quadras, para tudo mudar.

Little India

Mercado de flores

Mercado de flores

O bairro é totalmente comercial, com lojas uma do lado das outras e que vendem de tudo. São dezenas de lojas de roupas – indianas é claro – mercadinhos, eletrodomésticos, lojas de CDs e muitas agências de viagem que vendem pacotes para a Índia, onde mais?

É um lugar de sotaques, sons e cheiros indianos, todas as lojas tem pequenos altares, sempre muito incenso aceso, as barraquinhas de especiarias também estão por toda parte e pasmem, a Coca-Cola vendida nos mercadinhos é Made in Índia e pelo mesmo preço do refrigerante produzido na Malásia.

Little India

O bairro indiano também é o melhor lugar para provar a autêntica cozinha típica da Índia, sempre com uma música muito alta tocando, eles gostam, mas é bastante incômodo. Digamos que é no mínimo, pitoresco.

Mesmo sendo um lugar bem visitado por turistas, os olhares de estranhamento quando passa um ocidental por ali. Mas é todo mundo muito gentil. É uma visita que vale muito a pena.

Roupas indianas para indianos

Roupas indianas para indianos


Como chegar a Little India


A Little India fica do lado da KL Sentral, a estação central, a principal estação de trens, metrô, ônibus e monotrilhos de Kuala Lumpur. Além de tudo isso, ainda tem um shopping lá dentro.

Como a estação ocupa uma área imensa, pegar a saída correta é fundamental e eu me perdi algumas vezes lá dentro.

A saída para Little India fica ao lado do acesso às plataformas do monotrilho, se você chegar lá pelo monotrilho é só pegar a saída mais próxima. Se você chegar de trem ou metrô, basta seguir as placas indicativas para o monotrilho, atravessar o shopping e chegar até lá. É tão grande que a gente caminha uns 20 minutos lá dentro.

***


Confira o nosso post com todas as dicas de hospedagem em Kuala Lumpur. O Vou na Janela é parceiro do Booking.com e reservando um hotel aqui, você ajuda a manter o blog e não paga nada a mais por isso. =) Mas vou deixar algumas dicas aqui embaixo.

Na minha primeira viagem, eu fiquei no Hotel Transit e foi uma decisão certeira. O hotel fica em frente a Pudu Sentral, um terminal de ônibus intermunicipais e com acesso ao metrô. O quarto era muito bonito e confortável, o café da manhã era relativamente ok, mais para o paladar asiático, mas eu comi bem. Os funcionários eram muito atenciosos e prestativos. O hotel também tem um bom restaurante com preços bem honestos.

Na minha segunda viagem eu fiquei no Hotel GTower, um hotel 5 estrelas bem pertinho das Petronas Tower. O hotel fica dentro da GTower, um prédio que tem escritórios comerciais, restaurantes e um bar muito bacana no terraço. Mas não se preocupe com o barulho, o hotel é muito silencioso e tem um elevador exclusivo. Os funcionários eram muito, mas muito atenciosos e prestativos. Faziam de tudo para agradar e receber bem.

Outros hotéis recomendados nesta mesma região:
Mandarin Oriental, Kuala Lumpur
JW Marriott
Le Apple Boutique Hotel
Holiday Inn Express Kuala Lumpur City Centre


O que fazer em Kuala Lumpur em 3 dias
Como se locomover em Kuala Lumpur
Como é passar pela imigração na Malásia
Como é a visita as Petronas Towers
KL Tower em Kuala Lumpur
Batu Caves: o templo hindú perto de Kuala Lumpur
Little India: o bairro indiano de Kuala Lumpur










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.