CN Tower em Toronto: a terceira torre mais alta do mundo

Voltando de Vancouver para São Paulo eu tinha uma longa conexão em Toronto, o que possibilitou que eu conhecesse um pouco da cidade. E na hora de escolher o que visitar em Toronto, claro que eu coloquei a CN Tower no topo da minha lista.

Inaugurada em 1976, a CN Tower – Canadian National Tower – é o principal ponto turístico de Toronto. Mas a sua fama vai além, com seus 553 m de altura, durante 34 anos ela foi a estrutura mais alta do mundo. Hoje o título pertence ao arranha-céu Burj Khalifa em Dubai com impressionantes 828 metros de altura.

CN Tower
CN Tower

A CN Tower pode não ser a torre mais alta do mundo, mas nem por isso ela perdeu o seu brilho ou deixou de ser um lugar interessante para conhecer em Toronto. E a sua estrutura colossal pode ser vista de todos os cantos de Toronto, até mesmo do aeroporto da cidade.

E o seu maior atrativo é a vista. Lá de cima temos uma visão em 360 graus de Toronto. Dizem que em dias de céu claro é possível avistar até as Cataratas do Niágara, distante mais de 100 km. Verdade ou mito, a vista da CN Tower é sensacional. Um passeio que eu realmente recomendo fazer em Toronto.

CN Tower
A torre é colossal

Como chegar na CN Tower


Como eu estava no aeroporto de Toronto, eu peguei o UP Express, o trem que liga o aeroporto até a Union Station no centro da cidade. E a CN Tower fica ao lado da Union Station, uma caminhada curtinha de 8 minutos. Na dúvida, use esta estação como ponto de partida para chegar na CN Tower.

Outra opção um pouco mais distante para chegar na torre é usando a estação St. Andrew do metrô de Toronto, a distância é de cerca de 900 metros.

Veja a localização no mapa abaixo:


Como visitar a CN Tower


Eu comprei a entrada nas máquinas de autoatendimento na entrada da torre. Existem também algumas bilheterias, mas comprar nas máquinas é muito simples e não tinha ninguém na fila. 

CN Tower
Entrada da torre

Existem dois tipos e ingressos, o General Admission dá acesso a o Observation Deck. Um mirante todo envidraçado e a 342 metros de altura. Logo abaixo dele fica um segundo deck que acessamos por escadas, ele é aberto e fechado com grades. Em algumas partes ele tem piso de vidro, a vista é bem bacana. Em dias frios a gente congela nesse deck e o vento parece que vai nos arremessar longe.

A General Admission para o Observation Deck custa 38 dólares canadenses para adultos, 38 dólares idosos e 28 dólares para crianças.

CN Tower
Observation Deck
CN Tower
Deck inferior
CN Tower
Piso de vidro
CN Tower
Vista

A segunda opção de entrada é o General Admission + SkyPod, que dá acesso ao Observation Deck e ao SkyPod. Um mirante bem menor e quase no topo da torre, a 447 metros de altura. Mas se você tem medo de altura, é algo a ser evitado.

Esta entrada é um pouco mais salgada, e custa 53 dólares canadenses para adultos, 49 dólares idosos e 43 dólares para crianças.

Mas se você não tem medo de altura, e busca uma experiência mais radical, pode fazer o Edge Walk. Uma caminhada por uma plataforma acima do Observation Deck ao ar livre e a 365 metros do chão. A experiência é super segura, todo mundo fica preso em cabos e com monitoramento de perto do pessoal da torre. Mas honestamente, eu não teria tanta coragem. E o preço começa em 195 dólares canadenses! Eu não disse que era barato!

CN Tower
Explicando a CN Tower

Vale a pena visitar a CN Tower?


Sim! Vale super, por ser uma das estruturas mais altas do mundo, e claro, pela vista sensacional que a gente tem lá de cima. Se você está com dúvidas sobre qual ingresso comprar, eu acho que o SkyPod não vale o investimento. A vista do Observation Deck já é uma grande atração.

CN Tower
Detalhe do módulo principal da torre
CN Tower
Downtown de Toronto

Reserve um passeio em Toronto


 










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.



Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

1 Comentário

  • Responder janeiro 29, 2020

    Leonardo

    Quais as perguntas frequentemente feitas na imigração para Holanda?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.