Quanto custa viajar para a Torres del Paine na Patagônia?

Quanto custa viajar para a Torres del Paine

A Patagônia chilena é um dos lugares mais lindos que eu já visitei, mas confesso que os preços foram um pouco além do que eu imaginava. Se você está planejando uma viagem para lá, deve estar se perguntando agora quanto custa viajar para a Torres del Paine, né? 

Eu já tinha visitado o Chile algumas vezes e nunca achei um país barato, mas para quem vive nas capitais brasileiras está acostumado com os preços mais altos, não vai se assustar com o Chile.


Quanto custa viajar para a Torres del Paine


Para fazer o câmbio, ainda na preparação para a viagem, eu me baseei nos gastos das últimas viagens e também considerando que a Patagônia e o Parque Nacional Torres del Paine é bem mais cara do que Santiago.

Chegando lá, foi um susto atrás do outro. É praticamente impossível comer pagando menos de 8.000 pesos (uns R$45,00), uma long neck Austral, a cerveja típica de lá, custa 3.000 pesos (uns R$18,00) e não pense que as outras brejas são mais baratas, uma Heineken não sai por menos de 2.000 pesos (R$12,00).

Algumas coisas o preço até justifica, eu cheguei em Punta Arenas de madrugada, o taxi do aeroporto até o hotel (bandeira 2 com taxímetro ligado) custou 11.000 pesos (uns R$68,00) e considerando o horário e a distância de 25 quilômetros percorrida, a gente até acha barato quando só queremos uma cama para dormir.

Torres del Paine

Vale cada centavo

Uma garrafa de água você vai pagar desde 700 pesos na rua (R$4,00) até uns 1.800 pesos (R$10,00) em restaurantes e bares. E é aquela garrafinha de 510ml, ok?!

Por outro lado, tem coisas nem tão exorbitantes assim. O ônibus de Punta Arenas até Puerto Natales, ponto de entrada do Parque Nacional Torres del Paine custa 11.000 pesos ida e volta (R$66,00) para uma viagem de 3 horas.

Eu me hospedei em um hostel com café da manhã, que custou 13.000 pesos a diária (R$78,00), não era o Four Seasons mas tava valendo.

Visitar o Parque Nacional Torres del Paine foi o objetivo dessa viagem, e não foi nada barato. Existem diferentes maneiras de conhecer o parque e como eu só tinha um dia, optei por um passeio full day com 12 horas de duração. Pelo tour eu paguei 25.000 pesos (R$150,00) e não inclui a entrada do parque, só para entrar custou 18.000 pesos (R$108,00).

Para comer lá dentro, no restaurante que todos os guias levam os turistas, um grelhado custa 21.000 pesos (R$126,00).

Mas vendo as coisas pelo lado bom, o que eu procuro fazer sempre, conhecer o Torres del Paine, não era um sonho, mas um desejo antigo. Foi uma experiência única e no fim das contas, valeu cada centavo e todo o esforço para chegar até lá.

Leia também:
Roteiro na Patagônia: Punta Arenas e Torres del Paine
Torres del Paine: como chegar e como é a visita
Patagônia e Torres del Paine: quanto custa
Punta Arenas e a estrada para o fim do mundo


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

10 Comentários

  • Responder novembro 8, 2016

    Alberto Borges

    Olá Fabrício,
    Obrigado pela informação disponível.
    Sou de Portugal, mais propriamente dos Açores e estou a planear uma viagem ao Chile e vou a Puerto Natales com intenção de visitar o parque Torres del Paine.
    Fiquei com a impressão que é um lugar caro!
    Pergunto, é fácil reservar um tour diário no local ou aconselhas reservar com antecedência?
    Cumprimentos.
    Alberto Borges

    • mm
      Responder novembro 9, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Alberto, tudo bem? Olha que interessante, eu vou estar em Ponta Delgada na próxima semana. Bom, eu achei o sul do Chile um pouco caro, principalmente em comparação com a região de Santiago e Buenos Aires na Argentina. Apesar de um pouco caro, é uma experiência única e realmente vale a pena. Na rua principal de Puerto Natales tem várias pequenas agências que organizam os passeios, eu deixei pré agendado com uma agência e só fechei na véspera. Mas daria para contratar o tour na hora sem problemas e eu fui na alta temporada.

      Boa viagem!

  • Responder dezembro 17, 2016

    Mateus Roston

    Boa tarde amigo, adorei seu relato, você poderia me informar o gasto total desde a saída do Brasil é a volta? Obrigado!

    • mm
      Responder dezembro 17, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Mateus, tudo bem? Na época eu gastei no total uns 4 mil, mas era alta temporada lá (hoteis mais caros) e eu tive um problema com um dos hotéis e tive que antecipar meu voo de volta, que custou na época 220 dólares.

  • Responder Março 19, 2017

    Valéria

    Olá Fabrício!!!
    Estou programando minha 1a viagem p o Chile em Janeiro, e gostaria de saber se há a possibilidade de fazer Torres Del Paine e Lago Grey (glaciar) no mesmo dia…não pretendo longas trilhas, é mais p contemplação. Você conhece alguma operadora de turismo lá?

    Desde já agradeço..

    Abçs ,
    Valéria

    Meu Whatsapp é: 21 986350592

    Se puder me ajudar…😆

    • mm
      Responder Março 23, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Valéria, dá sim! O Lago Grey é dentro do Parque Torres del Paine e ele fica ao lado das torres. No blog tem um post sobre esse passeio, dá uma olhada lá. Eu fiz os passeios com essa: http://www.tourexpress.cl, mas existem muitas agências no centro de Puerto Natales e vale dar uma pesquisada.

  • Responder Março 4, 2018

    Flávia Fleury

    Olá!

    Gostaria de saber em qual agência de turismo vc comprou TDP e Perito Moreno.

    • mm
      Responder Março 4, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Flávia, eu fiz Torres del Paine com a Tour Express. Eu não fui a Perito Moreno.

  • Responder Abril 1, 2018

    Andréia de Sousa Domingues

    Olá Fabrício, boa noite! Você comentou que se hospedou em um hostel com café da manhã, que custou 13.000 pesos a diária (R$78,00), poderia me fornecer o nome do hostel? Você ficou hospedado todos os dias em Puerto Natales? Você foi de carro de até o parque? Obrigada.

Deixe uma resposta