Roteiro na Patagônia: Punta Arenas e Torres del Paine

Roteiro na Patagônia

A Patagônia Chilena e o Parque Nacional Torres del Paine são um dos lugares mais bonitos do mundo, isso não resta dúvidas. Não é tão longe do Brasil, volta e meia tem promoção de passagens aéreas para o Chile e por isso, resolvi fazer esse roteiro na Patagônia chilena de Punta Arenas até Torres del Paine, passando pela pequena Puerto Natales.

Como chegar

Para explorar essa parte da Patagônia, a melhor maneira é começar pela cidade Punta Arenas, no extremo sul do Chile. Não existem vôos diretos do Brasil até lá, a viagem é via Santiago e a LAN tem várias frequências diárias entre a capital do Chile e Punta Arenas.

Na minha viagem eu comprei todos os vôos no site da TAM e todos foram operados pela LAN, que como todo mundo sabe, estão se fundindo para formar uma única empresa, a LATAM Airlines.

Vôo da LAN sobrevoando os Andes

Roteiro na Patagônia: Vôo da LAN sobrevoando os Andes

A Sky Airline também tem vários vôos diários entre Santiago e Punta Arenas e dependendo das tarifas, pode ser uma boa opção.

A viagem do Brasil até Punta Arenas dura em média 8 a 9 horas considerando o tempo de conexão em Santiago, por isso, vale a pena ficar um dia na cidade para descansar antes de seguir viagem até o parque.


Roteiro na Patagônia


Dia 1: Punta Arenas

Punta é a última cidade chilena antes da Antártica, é um lugar de passagem mas mesmo assim, tem algumas boas atrações e a cidade é bem pequena, dá para fazer tudo a pé. É o lugar ideal para começar esse roteiro na Patagônia.

Comece o dia visitando o Mirante do Cerro de La Cruz, um dos pontos mais altos da cidade e de onde a gente tem uma ótima vista da cidade e do litoral. Observe os lindos telhados coloridos das casinhas, os moradores pintam assim para dar uma alegrada durante o rigoroso inverno quando tudo fica coberto de neve.

Mirante do Cerro de La Cruz

Roteiro na Patagônia: Mirante do Cerro de La Cruz

Desça o mirante a siga em frente pela Calle Monseñor Jose Fagnano e passe pela Plaza Muñoz Gamero, onde sempre tem uma feirinha de artesanato. Ali do lado fica a Catedral de Punta Arenas e o Palácio Sarah Braun, a mansão mais luxuosa da cidade e que hoje funciona como museu.

Aproveite para almoçar na Calle Gobernador Carlos Boires, ali tem restaurantes para todos os gostos e bolsos. De comida típica até restaurantes asiáticos.

Depois do almoço siga pela Calle Julio Roca em direção ao mar, a costanera. Desse ponto, seguindo pela direita não tem muita coisa para ver, mas pela esquerda tem um longo calçadão que segue a costa ao longo do mar do Estreito de Magalhães.

Antigo pier

Roteiro na Patagônia: Antigo pier

Aqui você vai ver alguns piers antigos abandonados que hoje servem de lar para várias aves marinhas. Com a maré baixa, o legal do passeio é seguir pela praia, que aqui não tem areia, só pedras. Dica importante: use calçados confortáveis.

No fim da tarde a maré começa subir, faça a volta pelo calçadão e aproveite um dos muitos bancos e cadeiras para relaxar e apreciar o por do sol.

Praia de pedras

Roteiro na Patagônia: Praia de pedras

Dia 2: Puerto Natales

A melhor maneira de ir de Punta Arenas até Puerto Natales é de ônibus, Três empresas fazem a rota, a Bus Sur, Buses Pacheco e a Buses Fernandes, todas cobram os mesmos preços, 6.000 pesos o trecho ou 11.000 pesos ida e volta. Procure sair o mais cedo de Punta Arenas para aproveitar o resto do dia em Puerto Natales, a viagem dura cerca de 3 horas.

A pequena Puerto Natales

Roteiro na Patagônia: A pequena Puerto Natales

Puerto Natales é uma cidade pequena, bem menor que Punta Arenas e dá para fazer tudo a pé, inclusive o caminho da rodoviária até o seu hotel ou hostel. Também não tem muito o que fazer, a não ser apreciar o belo litoral.

A Calle Manuel Bulnes é a principal rua da cidade, aproveite para almoçar por ali, já que seu ônibus deve chegar a cidade por volta do horário do almoço. Nesta rua também tem várias pequenas agências que vendem o passeio até o Parque Nacional Torres del Paine, e se você não reservou pela internet, vale comprar de uma vez.

É a maneira mais cômoda de conhecer o parque é fazer um tour de 1 dia, como eu fiz. Todas agências tem praticamente o mesmo preço, 25.000 pesos pelo tour, além dos 18.000 para entrar no parque. As empresas pegam os passageiros nos respetivos hotéis e os levam de volta no fim do dia.

Ao fundo já vemos alguns picos cobertos de neve

Roteiro na Patagônia: Ao fundo já vemos alguns picos cobertos de neve

Cena comum em Puerto Natales

Roteiro na Patagônia: Cena comum em Puerto Natales

Depois do almoço, siga pela Calle Manuel Bulnes em direção ao mar, chegue pela costanera, ela reserva um dos trechos mais bonitos do litoral chileno. Faça o passeio pela costa de ponta a ponta, dá para visitar o pier da Marinha do Chile e chegar bem pertinho de alguns navios de guerra da Armada Chilena.

Aproveite para apreciar o por do sol, que dependendo da época do ano acontece bem tarde, por volta das 22h.

Dia 3: Torres del Paine

Os tours para o Parque Nacional Torres del Paine saem bem cedo de Puerto Natales, por volta das 8h da manhã os ônibus já passam na porta do hotel.

Lago Pehoé

Lago Pehoé

O passeio dura todo o dia e começa com a visita a Caverna do Milodón que fica na estrada entre a cidade e a entrada do parque. O tour segue pela estrada de terra e para no mirante do Lago Toro, em seguida é feito um passeio pelo Lago e Geleira Grey, com uma longa caminhada pela praia de pedras e uma trilha morro acima até o mirante de onde podemos ver um iceberg e a geleira grey ao fundo.

Depois o passeio segue por estradas sinuosas emolduradas por lagos de água azul turquesa antes da parada para o almoço em um camping onde existe um restaurante, bem caro por sinal.

Ainda mais perto das torres

Ainda mais perto das torres

Após o almoço o tour faz uma parada no Salto Grande, uma queda d’agua que fica perto do maciço do Torres del Paine, passamos por mais um mirante e damos a volta nas torres, visitamos o vale dos Guanacos e saímos do parque. O passeio ainda vai até a fronteira com a Argentina onde paramos em um restaurante para lanche.

Post completo sobre como é o passeio aqui:
Torres del Paine: como chegar e como é a visita

Saindo de Puerto Natales existem vários ônibus que vão até Rio Galegos, El Calafate e até Ushuaia na Argentina. Você pode combinar a sua viagem com algum destino na Argentina antes de voltar, eu recomendaria muito ir até El Calafate e fazer outro roteiro na Patagônia, opções não faltam.

Leia também:
Torres del Paine: como chegar e como é a visita
Patagônia e Torres del Paine: quanto custa
Punta Arenas e a estrada para o fim do mundo
Hospedagem em Punta Arenas: Hotel José Nogueira
Todos os posts do Chile


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar