Dicas para arrumar a mala e 5 coisas para deixar de fora

Fim da franquia de bagagens

Aquele momento em que todo mundo fica com mil dúvidas na cabeça, o que levar? Quantas calças? Quantos sapatos? Levo meu secador de cabelo?

Mas antes mesmo de começar a separar as roupas, fique atento ao limite de peso e tamanho da bagagem. Se for viajar em classe econômica, na América do Sul é permitido levar até 23 kg; na Europa, Ásia e Estados Unidos, o limite é de duas malas de 32 kg para viagens com início no Brasil.

Se você for viajar com a mala de bordo, algo que eu adoro fazer, em viagens internacionais a sua mala não pode pesar mais de 10 quilos ou 5 quilos para voos domésticos, e estar dentro das medidas estabelecidas pelas companhias aéreas. Lembre-se de que a mala precisa caber no bagageiro da aeronave.

A dica aqui é escolher a mala ou mochila o mais leve possível. Vai levar o computador? Ele pode ser colocado em uma bolsa à parte. Caso você faça algum voo interno, fique atento pois o limite pode ser diferente nesses trechos, e aí o jeito vai ser pagar pelo excesso de bagagem. Também fique atendo às regras das empresas lowcost, elas são super rígidas para bagagens. Despachar uma mala pode sair bem mais caro do que a própria passagem em si.

Sempre que separamos as roupas que pretendemos levar em uma viagem, é natural querer levar as nossas roupas favoritas, vários calçados e no fim, a gente não usa nem a metade. Não dá para levar a casa nas costas.

Separe as roupas que pretende levar, depois reduza pela metade, você não vai usar tudo isso. Pense em peças que combinem entre si, se estiver frio, leve um bom casaco na mão e malhas para usar por baixo, por exemplo.

Arrumar a mala de forma consciente e inteligente já é um importante passo para você ter sucesso na sua viagem. Por isso, existem alguns itens que você precisa deixar de fora, para tornar a sua locomoção mas leve:


Guia de viagens


Preciso confessar, eu adorava guias de viagens e a cada nova viagem, comprava um guia e eles iam ficando empoeirados na prateleira. Para mim, era como um mini troféu ou recordação daquela viagem e se um dia eu decidisse voltar naquela cidade ou país, eu já teria o guia. Mas o problema é que guias são pesados, eu tenho um guia da Alemanha que pesa quase 1 quilo. Pode não parecer muito, mas para quem viaja só com a mala de bordo, esse peso faz muita diferença.

Outro ponto importante é que, com a velocidade da internet e esses maravilhosos blogs de viagem criando conteúdo fresquinho todos os dias, os pobres guias foram ficando ultrapassados.

Por isso meu amigo, o Guia de Viagens é a primeira coisa que você precisa aposentar de vez e nunca mais gastar dinheiro com isso e nem carregar aquele trambolho na sua próxima viagem.


Necessaires grandes


Se tem uma coisa que eu aprendi, é que não dá para levar todos aqueles produtos de toalete na mala. Aqueles frascos enormes de shampoo e condicionador, um hidratante pro rosto, outro pro corpo e quando você menos esperar, a sua necessaire estará pesando uns 2 quilos ou mais e ainda tem a questão de limite de 100 ml para vôos internacionais.

Falando no caso dos shampoos por exemplo, você pode colocar uma quantidade menor naqueles kits com frasquinhos para viagem. Ou você pode comprar um shampoo no seu destino. Mas se você não liga para uma determinada marca do produto, você pode usar aqueles do hotel que honestamente, para mim atende muito bem.

Sempre quando volto de viagem, eu trago os vidrinhos de shampoo e condicionador que sobram nos hotéis, são ótimos para levar em viagens curtas.


Excessos em geral


Se você vai viajar durante 10 dias, por qual motivo vai levar na mala 20 camisetas? Para ter a opção de escolher? Errado! Sua mala vai estar com até três vezes a quantidade de roupas que você conseguiria usar nesses 10 dias de viagem.

Certa vez eu voltei de uma viagem e quando fui desfazer a mala e separar a roupa suja, eu percebi que mais da metade das roupas que eu levei não foram usadas.


Mais de um livro


Você estará viajando, vai estar rodeado de novidades e cheio de coisas para fazer o dia inteiro, sério que você vai levar mais de um livro? Eu sei, ler e maravilhoso e eu também não viveria sem meus livros, mas se você quiser levar mais de um livro, compre um e-book, tipo o Kindle que é simplesmente maravilhoso.


Jóias e objetos de valor


Imagine que você está viajando, levando na mala as suas jóias favoritas, relógios caros e outros objetos de valor. Então, a sua mala é extraviada ou pior, arrombada. E aí aquele seu colar favorito desapareceu e a gente sabe que não tem dinheiro do seguro que pague o valor sentimental de um bem.

Então, antes de viajar, deixe suas jóias e objetos de valor em casa, num cofre, mas nunca leve com você.

 

Alguns posts que vale a pena ler:

Como escolher a mala perfeita
Dicas para arrumar a mala
8 motivos para viajar só com a bagagem de mão
Que roupa levar para lugares frios

banner_site_2

 


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

1 Comentário

  • Responder janeiro 1, 2016

    Cabeça de Frade

    concordo com tudo Fabricio! eu não levo mais nenhum destes trambolhos, digo, excessos! rs. e nem livro levo mais, deixo pra comprar no caminho, levo no máximo um bloquinho pequeno pra desenhar. abraço! ótimas dicas, as always!

Deixe uma resposta