Esteja preparado para emergências no exterior

emergências no exterior

Ninguém quer passar por dificuldades no meio de uma viagem de longa distância. Imagine perder seu passaporte ou todos os documentos, ficar doente ou ficar sem dinheiro estando centenas ou milhares de quilômetros longe de casa?

Nunca passei pelos problemas listados acima, mas para me precaver, eu sempre tenho comigo uma espécie de kit de contingência para caso alguma zica aconteça.


Emergências no exterior, o que fazer?


Passaporte

Sem ele você não irá alugar nenhum, a menos que você esteja em algum país da América do Sul onde nós podemos entrar e sair só com o RG. Eu sempre tenho comigo todas as páginas do meu passaporte escaneadas, não vai valer muita coisa caso você perca o documento, mas será super útil na hora de pedir um passaporte de emergência. Eu já fiz um post mais detalhado falando disso. Vale a leitura.

Embaixada do Brasil

Sempre saiba qual é a representação diplomática do Brasil mais próxima de onde você estará. Eles podem e devem oferecer todo apoio que você precisará em caso de emergência.

Seguro viagem

Outro item que você sempre precisa considerar quando for viajar. Ninguém quer ficar doente ou passar por algo muito pior durante uma viagem. O seguro viagem te garante não só atendimento médico, mas uma série de benefícios fundamentais em um momento de emergência. Como indenização em caso de perda de bagagem, passagem de volta ao Brasil caso precise voltar antes do fim da sua viagem e cobre também casos mais sérios, como óbitos. Medo! Para saber mais, leia aqui.

Dinheiro e cartões

Eu sempre viajo com um cartão de crédito adicional para caso eu perca o meu cartão principal e possa me virar até receber outro cartão ou retornar ao Brasil. Além disso eu nunca saio com todo dinheiro que eu tenho, só levo o dinheiro reservado para gastar naquele dia, o resto fica trancado no cofre do hotel. Se o quarto não tem cofre, eu deixo bem malocado no fundo da mala e claro, trancada.

Sempre se informe com o seu banco sobre saques no exterior com ou sem o cartão da sua conta. Em bancos estrangeiros que operam no Brasil isso é possível.

Telefones

A gente tem o péssimo hábito de não anotar números de telefones, deixa tudo gravado na agenda do celular, eu mesmo só sei o meu número e olhe lá. Tenha sempre os números de parentes, amigos, da companhia aérea ou do seu agente de viagens salvos em um lugar onde você possa recorrer caso tenha seu telefone roubado ou danificado.

Então, tem alguma dica importante para compartilhar? Conta aqui embaixo.


Aqui no blog tem um guia completo de planejamento (clique aqui) e se você quiser ser o ninja do planejamento, baixe o meu ebook Como planejar a viagem perfeita (clique aqui).

Mais posts sobre planejamento você encontra aqui.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar