Que moeda levar para a Rússia? Vale a pena usar o cartão de crédito?

Que moeda levar para a Rússia

Se você chegou neste post, deve estar se perguntando agora que moeda levar para a Rússia? Correto? Tudo bem, uma dúvida comum quando a gente está planejando uma viagem internacional. Quando a gente viaja para países da zona do euro, ou para os Estados Unidos a resposta é óbvia, mas e na Rússia?

Atenção: O Seguro viagem é obrigatório para viajar para a Rússia. Faça seu seguro viagem aqui com desconto.

Leia mais: Guia da Rússia para a Copa 2018


Que moeda levar para a Rússia?


A moeda oficial da Rússia é o Rublo Russo e por conta da Copa do Mundo da Rússia, a gente consegue encontrar o Rublo em algumas casas de câmbio do país. Mas vale a pena?

Que moeda levar para a Rússia

Bom, não é difícil imaginar que comprando Rublo aqui no Brasil não seja vantajoso, não é mesmo? A Confidence Câmbio vende Rublos no Brasil, onde 1,00 Rublo vale R$ 0,07. Pareceu interessante? Bom, no câmbio do mesmo dia o Rublo vale R$ 0,06 centavos.  Pode não parecer muito, mas se você for comprar 1.000 Rublos a diferença vai ser de R$ 18,75.

Várias casas de câmbio russas aceitam Reais, mas também não é difícil imaginar que a cotação seja ruim, na verdade é péssima. Então, nem pense em levar a nossa moeda para a Rússia.

Que moeda levar para a Rússia: cotação no aeroporto

Outra opção é o Dólar, mas aí existe um complicador histórico e o que eu descobri é que a melhor moeda para levar para a Rússia foi o bom e velho Euro, ainda mais pela proximidade geográfica com a zona do euro. Mesmo considerando a desvalorização que a gente já tem aqui quando for trocar os Reais por Euros, valeu a pena levar os Euros.


Vale a pena usar o cartão de crédito?


Em raras ocasiões eu vou recomendar o uso do cartão de crédito no exterior, mas na Rússia valeu a pena e eu também fiz saques em Rublos.

A matemática é um pouco complicada, mas considerando a conversão de Reais para Euros e de Euros para Rublos, a desvalorização foi maior que os 6,38% do IOF do cartão de crédito e considerando que o plano que eu tenho com o meu banco determina um número de saques no exterior sem taxas, também valeu a pena usar o cartão para sacar Rublos.

Mas aí tem um detalhe importante, na hora do saque o banco informa o valor daquela operação, mas ela pode sofrer alterações até o fechamento da fatura. No meu caso, valeu a pena, mas vocês precisam checar se quando forem viajar, valeria a pena usar ou não o cartão de crédito.


O que eu fiz?


Eu levei Euros, troquei uma pequena quantidade no aeroporto para poder pagar pequenas despesas e encontrei casas de câmbio com cotação bem melhor no centro de Moscou, principalmente próximas da Praça Vermelha. Até que fazendo as contas eu vi que valia a pena usar o cartão para crédito e também para sacar em Rublos, mas este foi o meu caso, ok?

Se você for mais conservador e quer evitar o risco de ter uma surpresa na hora do fechamento da fatura, recomendo levar um cartão de débito, recomendo o Visa Travel Money (VTM) é um cartão de débito pré-pago, e que pode ser recarregável para pagamentos, compras e até saques.


Procurando hospedagem em Moscou


Eu escrevi um post explicando os melhores lugares para se hospedar em Moscou e também onde evitar. Leia o post aqui.

Confira aqui a nossa lista de sugestões de hospedagem em Moscou: clique aqui



Booking.com


Compre aqui seus passeios em Moscou



Resolva aqui a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.