O que fazer em Colônia, na Alemanha (roteiro de 2 dias)

O que fazer em Colônia

Quando a gente pensa em viajar pela Alemanha, logo vem em mente cidades como Berlim, Munique, Frankfurt… fora desses roteiros mais tradicionais, o país está cheio de cidades lindas, povoadas de história e tão atraentes como muitas outras. É o caso de Colônia, no lado oeste do país e não muito distante da fronteira da Holanda.

A história de Colônia é interessantíssima, para começar, a cidade nasceu no Império Romano e recebeu esse nome a pedido da toda poderosa Agripina. A irmã de Calígula, um dos mais sanguinários e ensandecidos imperadores romanos.

Quer mais uma curiosidade? Foi em Colônia que a água de colônia foi criada, mais precisamente no número 4711 da Rua Clockengasse, pertinho do Reno. É o número da casa que batiza essa fragrância centenária que conquistou até Napoleão.


O que fazer em Colônia


Comece a sua viagem com o pé direito, rumo ao que mais interessa, a gigantesca Catedral de Colônia. Ela começou a ser construída em 1248 e só ficou pronta em 1880 e chegou a ser considerada o maior prédio do mundo.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Colônia foi bombardeada inúmeras vezes e a catedral foi atingida 14 vezes e manteve-se de pé, até que foi totalmente restaurada em 1956.

O que fazer em Colônia, Alemanha

Linda por fora e magnífica por dentro, a Catedral impressiona com seu teto altíssimo, cúpulas, rosáceas e vitrais lindíssimos. Mas o que mais me impressionou – e foi algo que eu nem sabia que realmente existia – foi a urna funerária que abriga os restos mortais dos Três Reis Magos, sim, aqueles que levaram presentes para o Menino Jesus recém nascido.

O que fazer em Colônia, Alemanha

Se quiser, chegue cedo e assista a missa da manhã, um momento único para quem visita Colônia. Vale a pena, mesmo que você não seja católico.

Do ladinho da catedral ficam dois bons museus, o Ludwig de arte contemporânea e o Museu Romano, que conta a história da cidade de quando ela fazia parte do império romano. Se tiver tempo, visite os dois. Tem um ingresso combinado que super vale a pena.

O que fazer em Colônia, Alemanha

Depois bater perna pela cidade antiga, atravesse o Rio Reno para fazer fotos incríveis da cidade, andar pela margem do rio onde ficam vários mercados – entre eles o Fischmarkt, Alter Markt, Rathausplatz e Neumarkt – que são excelentes para almoçar, tomar uma tradicional cerveja alemã ou um belo vinho. Coma o pretzel com casquinha crocante e salpicado de sal grosso.

Perto dali fica o Rheinpark, um parque lindo com uma imensa área verde que oferece uma vista ainda mais linda de Colônia. Se você for no outono, com todas as folhas em tons de amarelo e dourado, vai se apaixonar pelo Rheinpark.

O que fazer em Colônia, Alemanha

Depois do parque, que tal ver a cidade de cima? Colônia tem um teleférico, o Cable Car que passa por cima do Rio Reno e proporciona uma visão sensacional da cidade e custa 4 euros (7 ida e volta).

O trajeto é curtinho, ele sai do Rheinpark, atravessa o rio e termina do lado do Zoológico e do Jardim Botânico, outro lugar que vale muito a visita e perfeito para você terminar a sua tarde em Colônia.

Termine a noite no Belgian Quarter. É a parte mais jovem da cidade, cheia de lojas de designers, bons cafés, pubs pra tomar aquela cerveja alemã e restaurantes legais. O preço dessa área é um pouco mais caro, mas sempre tem boas opções para todos os bolsos. Se a grana tá curta, sempre tem uma boa pizza pela frente por 2 euros a fatia.

O que fazer em Colônia, Alemanha: centro da cidade

No segundo dia, que tal um pouco mais de história? Lembra que eu contei no começo do post sobre as famosas Água de Colônia? Na cidade tem duas casas que produzem a lendária fragrância e podem ser visitadas.

A primeira de todas, a 4711 (onde tudo começou) e a Casa Farina, que fica no número 21 da Obenmarspforten e tem até um museu dedicado ao perfume. Vale visitar e comprar com preços bem abaixo do praticado no mercado.

O que fazer em Colônia, Alemanha: a famosa 4711

Depois, volte para as margens do Rio Reno, notou como tudo gira em torno dele? O lugar é cheio de feirinhas de antiguidades, cacarecos curiosos (nada de xing-lings, amém!) e muitas barraquinhas de comida.

Para o almoço, tem opções para todos os bolsos, de pratos mais elaborados até hot-dogs com enormes salsichas alemãs com muita mostarda por 1 euro. Salva a vida do viajante sem dinheiro.

Depois do almoço vale muito se perder pelas pequenas e apertadas ruas do centro antigo como a Salzgasse, pertinho do Rheingarten, outro parque na beira do rio cheio de coisa bacanas pra ver e comer – nossa, só tô pensando em comida.

O que fazer em Colônia, Alemanha: Kranhäuser

No fim do dia, nada como terminar seu passeio por Colônia na Harry Blum Platz, a praça que fica cheia de barraquinhas de comidas e bebidas e que na primavera e verão tem uma programação cheia de coisas pra fazer, como de cinema ao ar livre e shows de música e dança.

Mas, se você passar por lá no outono ou inverno pode ficar um pouco decepcionado, o jeito é admirar os Kranhäuser. Os prédios modernos em forma de guindaste que são símbolo da nova arquitetura moderna alemã e reluzem no fim do dia.


Quando visitar Colônia


Prefira a primavera, verão e outono. O verão é mais agitado e alegre, também é tudo mais caro por ser alta temporada. O outono eu acho mais bonito, a cidade fica linda e bem mais tranquila. Eu evitaria o inverno, neva e faz um frio absurdo.


Como chegar a Colônia


A melhor maneira é de trem, a cidade está conectada a toda fantástica malha ferroviária da Alemanha. A Hauptbahnhof, a estação central de trens fica do lado da Catedral de Colônia. É de lá que saem e chegam todos os trens de outras cidades e países.

A Hauptbahnhof também é integrada ao metrô e as principais linhas de ônibus que cobrem toda cidade.


Procurando hospedagem em Colônia?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar