El Caminito: o cantinho mais colorido de Buenos Aires

Caminito

El Caminito é um dos lugares mais visitados de Buenos Aires, mas atenção, ele pode ser uma decepção para quem chega lá esperando algo grandioso e se depara com uma ruazinha de poucos metros e poucas das tão famosas casas de zinco.

El Caminito fica no Bairro de La Boca, no sul de Buenos Aires e pertinho do Estádio da Bombonera, do Boca Juniors. A região portuária era dominada por imigrantes italianos que vieram para o país no século 19 trabalhar na região e eles construíram suas casas conhecidas como “conventillos” com sobras de zinco e as pintavam com a tinta que sobrava da pintura dos navios nas oficinas do porto.

El Caminito

El Caminito

Por isso o Caminito tem essas casinhas coloridas, mas nem sempre foi assim. Naquela mesma rua curva, passava uma linha de trem que foi removida no fim dos anos 1920 e depois o lugar ficou abandonado.

Na década de 1950, um grupo de moradores, incluindo o famoso pintor Boca Quinquela, decidiu restaurar a região. Foi o pintor que batizou a rua como “Caminito” nome de um popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto.

El Caminito

El Caminito

Em 1959, El Caminito virou um museu a céu aberto, sem portas, que ajuda a contar a história de Buenos Aires e dos imigrantes que trabalharam na construção da cidade.

Apesar de ser uma região muito visitada por turistas durante o dia, o restante do bairro é um pouco perigoso, especialmente a noite (leia mais aqui).


Como chegar ao Caminito


A região não é atendida pelo metrô, a forma mais econômica é de ônibus, as linhas número 29, 33, 64, 53 e 152 passam na entrada da rua. Você também pode ir de taxi se achar mais cômodo. Sobre como usar os transportes públicos de Buenos Aires, recomendo ler esse post: clique aqui.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar