5 lugares para você ver Londres de cima

Londres de cima

Londres é aquele lugar especial em que a gente precisa aproveitar de todos os ângulos. E nada como ver um lugar de cartão postal, de cima. Para te ajudar na sua visita a capital britânica, eu selecionei 5 lugares onde é possível ver a cidade de cima.


5 lugares para você ver Londres de cima


The Shard

O The Shard é o edifício mais alto da Europa, são 310 metros de altura em 72 andares. É o ponto mais alto que você irá alcançar dentro de Londres. É tão alto que a gente consegue ver além da cidade. Construído na parte sul do Rio Tâmisa, entre a London Bridge e a Tower Bridge, fica na parte mais moderna de Londres, a City. O prédio é um complexo com escritórios, restaurantes, um hotel e três andares de vista panorâmica.

Em dias de tempo firme, a vista vale a pena.

Em dias de tempo firme, a vista vale a pena.

Para visitar o Shard você precisa ter um pouco de sorte. Mas por quê? Justamente por ser tão alto. Londres é famosa pela chuva e pela neblina quase constante, justamente por conta disso a vista é quase sempre prejudicada. Os melhores meses são em julho e agosto, no alge do verão europeu, quando o tempo é melhor e o sol aparece com mais frequência.

A melhor forma de chegar até lá, é pela estação de metro London Bridge, uma das saídas vai direto até o Shard. A entrada para visitação fica nos fundos do edifício, o ingresso mais barato custa £24.95, aproximadamente R$117,00 e pode ser comprado no local ou pela internet.


The Tower Bridge Exhibition

Na minha opinião, a Tower Bridge é a ponte mais bonita do mundo. Foi inaugurada em 1894 para facilitar o fluxo de pessoas no East End de Londres. São duas torres em estilo gótico com 65 metros de altura, unidas por duas passarelas e logo abaixo uma ponte levadiça. É justamente estas passarelas que unem as torres que rende uma das vistas mais peculiares de Londres, de cima do Rio Tâmisa.

A belíssima Tower Bridge

A belíssima Tower Bridge

Dentro da torre existe um passeio chamado The Tower Bridge Exhibition, que conta a história da construção da ponte e visita ao antigo sistema a vapor que fazia a ponte se levantar. Esse sistema foi substituído por um mecanismo elétrico nos anos 70. O passeio começa e uma das torres e termina na outra, é essa passagem entre as torres que garante a bela vista sobre o rio, inclusive em uma parte com o piso de vidro. Na verdade, a vista é o ponto alto do passeio.

A melhor forma de chegar até a Tower Bridge é pela estação do metro Tower Hill, o ingresso custa £8,00, aproximadamente R$37,00.  Sobre a visita e a vista, é bem interessante, mas eu não classificaria como “obrigatória”.


The Emirates Air Line

Talvez você não saiba, mas Londres tem um teleférico. Eu acredito que a maioria desconheça a existência dele em razão da localização. O teleférico fica em Greenwich, ao lado da O2 Arena, parte sudoeste de Londres e um pouco afastado das áreas mais procuradas pelos turistas. O teleférico foi construído pela Emirates Airlines para a Olimpíada de 2012.

O teleférico com a O2 Arena ao fundo

O teleférico com a O2 Arena ao fundo

O passeio é rapidinho, dura menos de 10 minutos e vai da Royal Docks até Península de Greenwich, passando por cima do Rio Tâmisa. São 34 cabines, que podem transportar mais de 2 mil pessoas em cada direção por hora.

Vale a pena o passeio? Se você estiver na região, sim. Se deslocar do centro de Londres até Greenwich somente para fazer o passeio no teleférico, não vale a pena.

O ingresso custa £4,50, uns R$21,00 e pode ser comprado na bilheteria. Como o teleférico está ligado ao sistema de transporte urbano de Londres, a tarifa pode ser paga com o cartão Oyster, o cartão eletrônico usado em viagens dentro da rede de trens e metrô da cidade.


The Monument

O Monumento é uma coluna de 61 metros de altura que foi inaugurada em 1677 para celebrar a reconstrução de Londres, depois do devastador incêndio de 1666 que destruiu a cidade. A coluna fica localizada na Monument Street com a Street Hill.

A vista do Monument

A vista do Monument

Para subir, nada de elevadores. São 311 degraus em uma escadinha estreita e íngreme. Mas a vista vale a pena? Londres é sempre interessante, independente do ponto de vista. Lá de cima, a visão é um pouco prejudicada em razão das telas de segurança. Estas telas foram colocadas depois de uma série de suicídios entre 1788 e 1842.

O ingresso custa £4,00, aproximadamente R$19,00 e pode ser comprado na entrada do lugar.


London Eye

Sem dúvidas, esta é a melhor vista que você poderá ter de Londres. A London Eye fica localizada em um ponto chave da capital britânica, na margem do Rio Tâmisa, ao lado da Westminster Bridge e com uma vista privilegiada do Parlamento e do Big Ben. No ponto mais alto da roda gigante, conseguimos ver a distância em dias de tempo bom o Hyde Park, Palácio Bukingham, Abadia de Westminster, Tate Modern e o que mais seus olhos conseguirem alcançar.

A vista da London Eye

A vista da London Eye

A London Eye, também conhecida como Millennium Wheel (Roda do Milênio) foi inaugurada em 1999 em comemoração a chegada do novo milênio. São 32 cabines, que podem transportar até 15 mil pessoas por dia. O passeio dura exatamente 30 minutos e é extremamente concorrido durante alguns períodos do ano. Quando eu fiz o passeio da London Eye, fui num gélido dia de dezembro e praticamente não existiam filas. Foi quase uma London Eye exclusiva.

london_eye_3

London Eye

A entrada pode ser comprada no local, mas também pela internet. Hoje, a entrada mais barata custa £28,35, aproximadamente R$133,00. Honestamente, eu acho incrivelmente caro diante da desvalorização que a nossa moeda vem sofrendo recentemente. Mas os ingressos já foram mais baratos, quando eu fui, custavam £17,00. Caro ou não, é um passeio praticamente obrigatório em Londres.

Leia mais
London Eye: Passeio obrigatório em Londres


Procurando hospedagem em Londres?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar