Não viajo porque sou rico, viajo porque me programo

viajo porque me programo

“Nossa, como você viaja tanto, deve ser rico”. Eu já perdi a conta de quantas vezes ouvi essa frase ou algo parecido e eu respondo: Não sou rico, não tenho um super salário, mas sou organizado e me planejo.

Como a maioria de vocês, eu trabalho de segunda a sexta, tenho 1 hora de almoço e pego o metrozão lotado todo dia pra ir de casa ao trabalho. Saio com os amigos, tomo minhas biritas, vou a restaurantes que eu gosto e ao cinema com regularidade e mesmo assim consigo viajar para a gringa umas três vezes por ano.

Mas como diabos isso é possível? Não tem milagre, tem muito foco e planejamento. A vida é feita de escolhas: se sair de balada é o que você mais gosta de fazer, você de certa forma trabalha para isso. Se você curte cinema e coleciona DVDs e Blu-rays, você trabalha para isso. Viajar é a minha maior paixão, essa é a minha prioridade.

Viajar também não significa luxo. Ir para Londres não quer dizer que você ficará hospedado no Ritz, não quer dizer que você voará de primeira classe ou que vai comer nos restaurantes mais caros. As pessoas tem uma concepção um pouco errada de viagens.

Todas as minhas viagens eu começo a me planejar com até 7 meses de antecedência, pesquisando lugares, acompanhando o preço das passagens e hotéis. Monto um orçamento base para saber quanto eu vou precisar para a tal viagem. Divido esse valor pelos meses até data da viagem e assim eu sei de quanto dinheiro vou precisar economizar todos os meses para poder viajar.

Se eu preciso economizar X dinheiros por mês, eu não vou ao cinema toda semana, não vou comer no meu restaurante favorito todo sábado. Já parou pra pensar quanto custa no fim do mês aquele cafezinho com um docinho depois do almoço? Faça as contas!

Não falo de abrir mão das coisas boas da vida e “deixar de viver” para juntar dinheiro, falo de saber equilibrar os forninhos para em sete meses, estar embarcando rumo ao destino dos sonhos. Se você é como eu, vai pensar muito antes de comprar um iPhone 6, sabendo que com esse dinheiro dá para comprar uma passagem para qualquer canto do mundo.

É muito comum ir chegando a data das férias e você decidir para onde vai viajar em cima da hora. Erro fatal! Os preços estarão lá em cima e como você não se planejou, vai ter que parcelar a viagem em sabe-se lá quantas vezes. Aquela dívida no cartão de crédito vai te acompanhar por meses e te impedir de poupar para sua próxima viagem.

Viajar com regularidade requer foco e objetivo. Essa é a sua prioridade? A vida é cheia de escolhas e se viajar é a sua prioridade, comece a pensar mais nisso antes de ter aquele descontrole no shopping e sair de lá com bolsas e mais bolsas de compras, trocar de celular a cada 6 meses ou mergulhar em dívidas para andar de carro novo.

Leia também:
Como economizar dinheiro para viajar
10 passos para você planejar uma viagem
8 dicas para economizar em viagens
Dicas para economizar com hospedagens


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


Precisa de ajuda? Leia esse post: Quero viajar, me ajuda?


banner_site_2

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

214 Comentários

  • Responder outubro 9, 2015

    Edirlei

    Parabéns pelo texto Fabricio.
    sempre pensei exatamente como você escreveu e quando as pessoas faziam essa pergunta eu dizia o mesmo.

    me identifiquei muito com as suas palavras e faço exatamente isso para conseguir fazer minhas viagens.

    Desde 2013 quando me casei, não consigo mais parar de viajar e conhecer lugares maravilhosos que existem nesse mundo. Só esse ano são três viagens internacionais para 10 países.

    Me planejo muito e faço a conta de tudo que precisarei, de todo o roteiro a ser feito e tudo que cabe no orçamento, geralmente volto de viagem sem ter nenhuma conta a pagar, pois já pago antes da viagem.

    parabéns pelo seu site.

    • mm
      Responder outubro 9, 2015

      Fabricio Moura

      Nossa, somos muito parecidos nesse ponto. Eu to indo dia 21 para a terceira viagem internacional do ano e quando colocar o pé no avião já terei tudo pago. Organização e planejamento é fundamental. Que bom que gostou do site, obrigadão pela visita e continue viajando muito.

  • Responder outubro 19, 2015

    Isabela Bastos

    Belo texto!
    Ultimamente eu deixei de tentar explicar. Algumas pessoas simplesmente não querem saber. 🙂
    Para os amigos próximos eu apenas digo: “sabe aquele vestido de R$400? aquela sua blusa de malha de R$200? Então, elas não fazem parte da minha vida. No lugar delas eu invisto em passagens, hotéis e restaurantes.”

    • mm
      Responder outubro 19, 2015

      Fabricio Moura

      Isso mesmo Isabela! Sabe aquela balada de fim de semana que você não gastaria menos de R$200,00? Imagine isso durante um ano? Ou pagar 2mil num iPhone? Com esse valor eu compro uma passagem pra Europa. =)

  • Responder outubro 19, 2015

    Lorena

    Agora que entendemos as economias, o grande dilema é: como você consegue 3 folgas por ano no trabalho? 🙁

    • mm
      Responder outubro 19, 2015

      Fabricio Moura

      Divido as férias e como trabalho até bem tarde, sempre tenho folgas para tirar. =) Esse ano vou ter 4 “férias”.

  • Responder outubro 20, 2015

    Leandro Melo

    Sensacional o seu texto… Na verdade o site por inteiro!

    Vou tentar me espelhar nessas suas atitudes para que eu consiga viajar. Infelizmente, por enquanto, ganho bem pouco, e esse pouco serve para pagar minhas despesas, faculdade e o meu casamento que está por vir. Mas, a partir do ano que vem, quero planejar e colocar metas para que eu consiga fazer pelo menos 1 viagem internacional a cada ano. Eu sei que vou conseguir, se eu fizer o que disse no texto.

    Grande abraço!!!

  • Responder outubro 20, 2015

    Sérgio Rodrigues

    Compartilhado Fabrício … Parabéns ! 😃

    • mm
      Responder outubro 20, 2015

      Fabricio Moura

      Brigaduuuu!

  • Responder outubro 20, 2015

    Janine

    Eu divido minhas férias, trabalho nas eleições para ganhar folgas, tenho greve quase todo ano, feriados… E me planejo assim. As passagens para o réveillon em Jericoacoara, que agora estão na faixa dos 1500 reais, comprei em abril, por 740 reais. Planejamento é fundamental.

    • mm
      Responder outubro 20, 2015

      Fabricio Moura

      Isso mesmo, planejamento é fundamental! To pensando em ir pra Jeri também =)

  • Responder outubro 20, 2015

    Lizandra

    Excelente texto Fabricio! Viajo desde 2010 e já tive a oportunidades de morar e conhecer diversos países! Planejamento e disciplina é tudo. Na próxima semana, rumo a Cartagena e cidades vizinhas! 🙂

  • Responder outubro 21, 2015

    Kabashima Junior

    Parabens pelo post Fabricio,falou tudo! Tenho um canal sobre viagens no youtube, se puder dar uma passada lá o nome do canal é Kabashima Junior! É isso ai mesmo, tudo é questão de prioridade, estilo de vida e assim por diante.

  • Responder outubro 21, 2015

    Ivani

    Parabéns ,ótimo texto..moro no Japão a 18 anos esse ano vou com um casal de amigos para paris,Londres !!

  • Responder outubro 21, 2015

    Fabrício Cohen

    Fala xará, sou igual a vc pois a coisa que mais gosto é viajar, estarei indo em janeiro de 2016 para Los Angeles, ultimamente tenho viajado muito aos EUA! Faz tempo que não viajo para lá, vc tem alguma dica de como vou para Holywood?

  • Responder outubro 21, 2015

    Katia Alayete

    Parabéns ótimo texto. me vi nele, a frase que sempre falo a todos: a vida é feita de escolhas e a minha é viajar sempre.

    • mm
      Responder outubro 21, 2015

      Fabricio Moura

      Simmmmm! Isso mesmo. Obrigado pelo comentário.

  • Responder outubro 21, 2015

    Rafael

    Ótimo texto Fabrício! Nunca viajei para o exterior, mas tenho muita vontade. Sua tática me inspirou a planejar a primeira viagem para o ano que vem. Estou agora em um emprego novo e tenho bastante tempo para acumular a grana e monitorar os preços de hospedagens, passagens, etc…Você recomenda algum lugar em específico? (Preferência pela língua inglesa :p)

    • mm
      Responder outubro 21, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Rafael, tudo bem? Até um tempo atrás eu ia dizer Londres, mas a libra está proibitiva em relação ao real. Em geral, em toda a Europa a gente consegue se virar muito bem com o inglês, então, a minha dica é Leste Europeu. É barato, o povo é incrível e os lugares são foda. Pensa em Bulgária, Polônia e República Tcheca.

  • Responder outubro 21, 2015

    Mayana

    Meu tipo de gente!
    Tenho duas viagens agendadas pros próximos meses e, supostamente, deveria estar trancafiada em casa para economizar. Mas dá SIM para continuar vivendo antes e depois de viajar. Basta se organizar, ter consciência do que você e como você gasta e assim você pode adiar a troca de um celular pra continuar saindo 1x por fim de semana e, ao mesmo tempo, economizar pra quitar o hotel antes de viajar. A vantagem de planejar viagem BEM antes da data é essa: muitas vezes quando embarco já paguei todas as parcelas da passagem e da hospedagem. Não existem dívidas astronômicas para castigar quem se planeja, após as viagens!

    • mm
      Responder outubro 21, 2015

      Fabricio Moura

      Isso mesmo Mayana, disse tudo. Eu embarco hoje para a Alemanha, comecei a planejar essa viagem em abril, quando colocar os pés no avião já vou ter tudo pago. Meu tipo de gente =)

  • Responder outubro 21, 2015

    Raquel Teixeira

    Muito bom o texto!!!! Ano passado fui passar uns dias no Chile e 3 meses depois embarquei em uma viagem de Volta ao Mundo por 14 países. Todo mundo ficou se perguntando como que eu consegui o dinheiro, que eu era rica e coisas do gênero. Falavam tanto que eu me estressei e gravei um vídeo sobre como economizar dinheiro. Sabe o que mais fiquei chocada? Das pessoas virem me falar que nunca tinham feito aquilo na vida, que não pensavam daquela forma, etc.
    Falta às pessoas saberem ter educação financeira e planejamento para atingir objetivos, ao invés de parcelar infinitas vezes no cartão de crédito. O link do vídeo: https://youtu.be/E4KOXX00lj0

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Nooooossa Raquel, que sensacional!!!

      Obrigado pela mensagem!

      • Responder outubro 24, 2015

        Alessandra Gonçalves

        Olá, Fabricio e Raquel! Eu gostaria muito de assistir esse vídeo, mas o link não aparece pra mim. Vc poderia me mandar? Obrigada!

  • Responder outubro 21, 2015

    Paulo Sergio Lima Rodrigues

    Fabricio,

    Muito legal o seu texto.

    Serve inspiração para muitos que gostamos de viajar, porém não fazemos pois ficamos reclamando todo o tempo e não planejamos.

    Obrigado

  • Responder outubro 21, 2015

    Márcia

    Isso mesmo, planejamento é tudo, tem gente que ganha bem e mesmo assim não consegue fazer nada sempre alegando que esta sem dinheiro e no final das contas é falta de planejamento mesmo, preciso começar a fazer isso já que gosto de viajar, obrigado pelas dicas.

  • Responder outubro 21, 2015

    Letícia

    Oi Fabrício. Não costumo comentar em blogs mas neste seu post não tive como! Parece que este texto foi escrito por mim! É exatamente o que faço! Ainda não consigo viajar umas 3 vezes por ano para fora, mas pelo menos 1 sim. Parabéns pelo texto!!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Letícia, obrigado pelo carinho. Siga em frente que você consegue, antes eu só fazia 1 viagem também.

      Obrigado pela mensagem!

  • Responder outubro 21, 2015

    Vitor Martins

    Excelente artigo e linhagem de pensamento, foi assim em 17 anos de viagens já estive em 44 nações e em algumas 2 e 3 vezes , em quatro continentes( só falta oceania ). Para explorar outros lugares, não é necessário ficar hospedado no Hilton. Atenção aos paises do leste que se visita, e que tipo de cidades….é barato, mas pode ser perigoso!
    Estive na Austria recentemente e mais no final do ano estarei na Dinamarca. Infelizmente, os orçamentos quase nunca são cumpridos, mas vale a experiencia e a vontade eterna de conhecer e fazer quilometros….

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Sensacional, Vitor!

      Obrigado pela mensagem!

  • Responder outubro 21, 2015

    Ingrid

    Tem alguma planilha de gastos que você pode disponibilizar?
    Dicas de sites para comprar passagens ou até mesmo roteiros já prontos.
    Estou querendo ir p/ Portugal em maio de 2016 e já queria me planejar financeiramente.
    Obrigada! 🙂

  • Responder outubro 21, 2015

    Carina

    Hummmm só fiquei com inveja dessas 3 (4!) férias por ano….. Tb quero! Só me falta tempo livre pra viajar mais!
    Parabéns pelo site! 🙂

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Eu acabo acumulando muitas folgas e juntando, dá para sair de férias 3x por ano.

      Obrigado pela mensagem!

  • Responder outubro 21, 2015

    Monique

    Faço como você, e sempre quando me questionam eu conto como eu faço. Mas as pessoas meio que não querem acreditar, elas continuam achando que eu sou ricahahahahahaha. Meu unico problema é que aqui onde eu trabalho não rola essas folgas é super severo.

  • Responder outubro 21, 2015

    Valéria De Fátima Corrêa

    Olá!

    Vou começar a me planejar mais,pois viajo todo ano, uma vez para o exterior, mas sempre decido em cima da hora, isso me deixa com dívidas até a próxima viagem!!!
    Obrigada pelas dicas.

  • Responder outubro 21, 2015

    Edivaldo Ferreira

    Primeiro parabéns Fabricio. Você faz exatamente o que eu e minha mulher fazemos. Esta é também a nossa filosofia. Nosso objetivo é uma viagem internacional por ano e planejo com mais de 6 meses de antecedência e por isso consigo preços bem mais baixos de trens na Europa e passagens aéreas. Além de comprar U$ ou Euro aos poucos e com antecedência. Em março fomos á Alemanha e em fevereiro iremos para Washington. Tudo planejado e organizado. Quando chego das viagens e não tenho a menor preocupação com dívidas em cartões etc já está tudo pago. Minha única preocupando é começar a planejar a próxima. Boa viagem pra todos nós!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      E planejando, não sai caro! Esse é o pulo do gato que a maioria não entende. Tenho amigos que vão pensar em viajar 15 dias antes de sair de férias.

  • Responder outubro 21, 2015

    Aldema M Mckinney

    Uma delícia ler o teu texto. Pensei logo! aí está um menino com escolhas de ” gente grande”! Tenho 72 anos. Viajo há 40 anos. Depois de aposentada ( professora universitária), passei a fazer 4 viagens internacionais a cada ano e, atualmente, ampliei meu tempo de permanência em cada país – estive, no primeiro semestre, 3 meses na Espanha, país que eu já conhecia bem. Muitas e muitas vezes, escutei essa observação sobre “ter muito dinheiro…”. Às vezes respondo: olhem bem para mim…não uso nada de “acessórios”, uso tênis e jeans, não vou a restaurantes nem festas, não tenho secretária…e , assim, posso sustentar bem minha paixão : Viajar! A vida é feita de escolhas. Nada contra, portanto, a quem gasta seu $$ de outra forma. Eu escolhi viajar. Também programo com antecedência, leio muito, estudo bem meus roteiros…enfim…procedo como tu. Costumo dizer, entretanto, que sou ” militante” em incentivo a viagens. Ensinei a meus filhos – e estou ensinando a meu neto – que o mundo é redondo, bonito e fácil de andar…No meu blog, onde escrevo há quase 10 anos ( http://www.correndomundo.blogspot.com ) vais encontrar nossas semelhanças. Boas viagens! Be happy.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Nossa, adorei muito o seu comentário. Vou ler seu blog. Obrigado pelo carinho, quero ser como você.

  • Responder outubro 21, 2015

    Marilene

    Só planejo a viagem não sai ,vou me organizar melhor.

  • Responder outubro 21, 2015

    Hession Dayan

    Esse texto me define!! Só posso dizer que a meta para viagens em 2015 está sendo cumprida com sucesso e olha que essa lista inclui EUA, Peru, Fernando de Noronha, dentre outros! E para 2016 vamos dobrar a meta! Hahaha… Mas a verdade é que com planejamento dá pra fazer tudo, mesmo com nosso câmbio não muito favorável. Excelente artigo o seu, parabéns!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Nossa, Noronha, que inveja!

  • Responder outubro 21, 2015

    Rafael

    Muito bom parabéns. Também tenho pensado muito nisso ultimamente, quero viajar mais adoro praias e surf. E o teu texto caiu como uma luva para mim agora, nossa foi certeiro.
    Mas me da uma luz ai, como você geralmente monta essa logística de gastos? Planilhas, sites de busca de hospedagens mais baratas, você deve ter uma linha a seguir para planejar tudo isso.

    Mas mesmo assim parabéns, ótimo texto.

  • Responder outubro 21, 2015

    Jennifer

    Adorei Fabrício!
    Fui pra Califórnia agora em setembro (minha 1ª internacional) voltei sem nenhuma conta pra pagar e já tô programando Colômbia pra abril. Com planejamento e eleição de prioridades tudo é possível.
    Trago almoço todos os dias pro trabalho, não compro mais nada que não esteja precisando muiiito, escolho datas e lugares pra sair, economizo no que dá e dá pra viajar 🙂 hehe

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Nossa, que orgulho de pessoas como você =)

  • Responder outubro 21, 2015

    Ane

    Gente que tem rodinha nos pés que nem eu!
    ADOREI o texto! Viajar também é o meu hobby e conhecer esse mundão é o que me faz sentir de fato viva! Sempre me organizo também, pesquiso absolutamente tudo com antecedência, monto roteiro da viagem, comparo valores de passagens, hotéis, atrações/passeios, um lugar bacana pra comer, e também como me locomover. No final, é seguir o plano, e se na hora algo mudar, a gente cria o plano B no ato! No mais, boa viagem e curta muito a Alemanha Fabrício!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Obrigadoooo!

  • Responder outubro 21, 2015

    Benedita

    quero muito ir para o Egito, mas falo português como vou sozinha tenho medo de me perder .como faço ,e oque devo fazer quando chegar la …..isto é a .minha preocupação ……..Obrigado

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Você fala inglês? No Egito o inglês é bem aceito. Sendo mulher e viajando sozinha, não recomendo se hospedar em hostel e também não acho legal fazer passeios sozinha. Em vários lugares do mundo isso não seria problema, mas em alguns países, como na India, Filipinas, Egito, Tailândia, não é legal. Mas não fique com medo.

  • Responder outubro 21, 2015

    Érika Paula

    Muito bacana!
    Esse estilo de vida é mais “fácil” para quem mora no Sul e Sudeste do Brasil, aqui no Nordeste as passagens são beeeem mais cara.
    Mas com planejamenro tudo da certo.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Sim, mas tem uma tendência de abertura de mercado no Nordeste. A TAM vai abrir um hub internacional (Fortaleza ou Recife), tem várias empresas européias que voam para o Nordeste. A TAP mesmo tem uma presença forte por aí. Boa sorte!

  • Responder outubro 21, 2015

    Pâmela Rocha

    Estou pegando gosto pelas viagens e fazendo pequenos passeios pelo Brasil. Quero algo maior, com mais dias e lugares interessantes. Algum lugar bacana para alguém viajar sozinho e sem muita experiência?

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Para quem ta começando, eu recomendo a Argentina ou Portugal. São países muito tranquilos para brasileiros.

  • Responder outubro 21, 2015

    Darlene AP machado

    Texto mais do que perfeito.Adorei e penso assim.

  • E quem não se identifica, né!
    Viajar é uma das nossas prioridades e requer, sim, programação. Não é sacrifício abdicar de algumas saidinhas a mais e outras coisinhas para a compensação de outra bela experiência em qualquer lugar do mundo!
    Parabéns pelo post!

  • Responder outubro 21, 2015

    Kaique

    Nossa Eu Gostei muito do seu Texto,tipo eu tenho 17 anos meu sonho e viajar pelo mundo, eu acabo o colégio ano q Vem eu ja comecei a conhecer melhor os lugares q quero viajar, como lugares turístico, lugares q tudo mundo comenta em grupos de viajante, mas eu me identifiquei muito no seu Texto 🙂

  • Responder outubro 21, 2015

    Luciana

    Excelente!

  • Responder outubro 21, 2015

    Cínthia Kulpa

    Parabéns pelo Post!
    Realmente faz toda a diferença o planejamento e a paixão por viajar.
    Faço, em média, três viagens por ano, também.
    É claro que os amigos acreditam que estou muito bem de grana, mas deixo quieto.
    Não adianta tentar mostrar o caminho para quem não quer abrir mão de alguns gastos.
    E quando viajo, procuro fazer apenas um lugar e suas imediações.
    Curto muito o lance de me aprofundar nas culturas locais.
    Boa viagem e continue postando pra gente! lol

  • Responder outubro 21, 2015

    Joyce Moura

    Obrigada pela dica “parente” objetivo e muiiito útil, amo viajar também, renasço sempre. Abraços do Pará!!!!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Suuuuper obrigado, prima. rs

  • Responder outubro 21, 2015

    Karin

    Você disse tudo!!! Adorei seu texto… Parabéns!!!!

  • Responder outubro 21, 2015

    Vanessa Estrela

    Fabrício, parabéns!!!
    Faço minha as suas palavras.
    Sempre respondo “quais são as suas prioridades? A minha sempre será viajar”.
    Excelente texto. Já compartilhado.

  • Responder outubro 21, 2015

    Nadilma

    Nossa, Fabrício, que texto excelente!

    Vivo respondendo o mesmo às pessoas. Amo viajar! Cresci dizendo que meu sonho era ter a possibilidade de viajar pelo mundo, e hoje sei como realizar meu grande sonho (é o que tenho feito).
    É totalmente possível fazer uma viagem e não gastar muito. O segredo está em saber economizar e planejar.
    Engraçado é que vejo pessoas me dizendo que querem viajar, mas nunca tem dinheiro e que tudo caro, etc, porém possuem roupas de marcas caras, celulares caros e não percebem que o dinheiro gasto com tais bens materiais poderia ser investido numa, ou em várias, viagem.
    Fico feliz em saber que existem pessoas que seguem a mesma linha de raciocínio que eu, e que conseguem se realizar nessa prática maravilhosa.
    Afinal, “se fosse para ficar no mesmo lugar teríamos raízes no lugar de pés”!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Simmmmm, disse tudo.

  • Responder outubro 21, 2015

    SH

    É bem assim… Enquanto uns viajam uma vez e ficam 5 dias em resorts mil estrelas ou comem em restaurantes luxuosos e voltam com as malas lotadas de roupas de grife…
    Eu viajo para a Europa e fico 30 dias ou viajo várias vezes para lugares que não conheço no Brasil e fico em albergues ou hotéis sem luxo algum, como somente para matar a fome e volto com a mala cheia de histórias e conhecimentos…
    Ah e tem aqueles que não viajam porque não têm dinheiro, mas deixam horrores todo o mês em boutiques, trocam de carro sempre, investem a grana de uma vida toda em uma mansão só para satisfazer o ego e não fazem sacrifício algum. Se você não é rico ou não ganha bem para ter certas regalias, você precisa planejar e fazer escolhas, além de renunciar muitas outras…

  • Responder outubro 21, 2015

    Adelma

    Nossa até parece que fui eu que escrevi o texto. Tudo haver. Sempre digo, não é o quanto você ganha, e sim como você gasta o que ganha. Não me privo de nada.

  • Responder outubro 21, 2015

    William Nogueira

    Excelente artigo Fabricio !!!

    Me identifiquei bastante com o lance do hotel de Londres e o lance das nossas pequenas economias durante o ano que nos ajudam com isso. Algumas pessoas que gastam fortunas para ir trabalhar de carro todo dia em SP, irão te julgar por fazer uma viagem dessas, porém não vão ver quantos metros ou apertos no dia-a-dia você passou para isso. Falo por experiência, trabalho todo santo dia de moto na grande SP (loucura, mas com responsabilidade tudo dá certo), quando tenho amigos que gastam fortunas para ir trabalhar de carro todo dia, parece pouco, mas em 12 meses com certeza paga pelo menos as passagens para você e a esposa na economia…

    Eu particularmente prefiro ficar com o meu carro velhinho, morar de aluguel e economizar uma graninha todo mês e ir pra lá com as despesas pagas e conhecer bons lugares.

    Algumas pessoas preferem trocar de carro todo ano, fazer uma dívida no cartão para comprar um celular novo ou sabe-se lá o que.

    Meu único arrependimento é ter começado a viajar tarde, mas nunca é tarde….

  • Responder outubro 21, 2015

    Pauline

    Muito bom o texto! Gostei! Mas com certeza não é a realidade de td mundo. Explica como uma pessoa que, diferente do que você disse, deixa de viver (não sai para balada, não vai ao cinema, vida social zero, não compra roupas de marca, celular última moda nem supérfluos) não consegue viajar? Pode até argumentar que não precisa ser rico, o que eu até concordo, mas convenhamos que um salário bem alto é preciso!

  • Responder outubro 22, 2015

    Luciana

    É bem assim mesmo….eu e meu marido descobrimos os prazeres de viajar….ele me pergunta qual seu perfume favorito e sem duvida respondo….o cheiro de combustível de avião queimando!!!!!…uma dica básica….VC conhece Isla de San Andrés?… O caribe colombiano…..um paraíso na terra….ano que vem vamos fazer 4 viagens por ano …mas nos organizamos com ate 11 meses de antecedência… Assim dá!!!

  • Responder outubro 22, 2015

    Felipe

    O negócio é botar a mão na massa. Muita gente deixa de viajar pq confude as coisas, não planeja, não coloca metas, sente receio pq uma hora a viagem acaba e pensa que gastou a toa, enquanto comprar um bem material dura mais, só que estão enganadas. Um iPhone dura em média 3 anos, um carro uns 8 anos… uma viagem dura a vida inteira, as lembranças nunca morrem. Enquanto minhas pernas estiverem boas viajarei, sozinho se for preciso, mas não troco uma viagem por carro, engarrafamento, seguro, combustivel… rsrsrsr

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Disse tudo Felipe

  • Responder outubro 22, 2015

    Leo Araújo

    Como que voce consegue viajar 3x ao ano (pra gringa) se cada viagem voce planeja com 7 meses (Todas as minhas viagens eu começo a me planejar com até 7 meses de antecedência).

    Pra viajar 3x ao ano pra gringa tem que ter grana sim. Porém vc tem como economizar e planejar uma viagem mas tudo depende de quanto voce ganha e qual o seu gasto mensal (obrigações)

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Eu to sempre economizando e planejando mais de uma ao mesmo tempo.

  • Responder outubro 22, 2015

    Tatiana

    Desde o primeiro parágrafo, cada palavra que eu li parecia ter sido escrita por mim! Eu também já perdi as contas de quantas vezes ouvi “Nossa, como você viaja tanto, deve ser rico”. Ao invés de responder, vou passar o link desse post pras pessoas, hahahaha. Ótimo texto, parabéns!

  • Responder outubro 22, 2015

    Teca

    faço minhas as suas palavras!! todo mundo acha q sou milionária tb! Imagina, se sem grana já viajo um monte, imagina se eu fosse rica! srs

    abraços e boas viagens pra ti!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Obrigadão! E tem rico que não aproveita o dinheiro que tem.

  • Responder outubro 22, 2015

    Trix

    Realmente, não precisa ser rico. Porém, têm pessoas com mais condições que outras.
    Quem ganha um salário mínimo e ainda sustenta uma casa, é impossível. Infelizmente!
    De qualquer forma, parabéns! Quem sabe um dia… rs (em breve)
    Valeu o incentivo.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Sim, você está certo mas não desista nunca.

  • Responder outubro 22, 2015

    Valtair Gomes

    Ótimo texto!
    Acabo de chegar de uma viagem de 32 dias pelo Brasil, 6 estados, 19 cidades. E fatura do cartão a vencer = R$ 0,00.
    E já com próxima planejada, com embarque em julho. Deste vez Holanda, Dinamarca é Suécia.
    Como você bem disse: Tudo é uma questão de escolha.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Exatamente! Eu estou agora em Berlim, quando coloquei o pé no avião, já estava tudo pago. E que venham outras =)

  • Responder outubro 22, 2015

    Fabrício

    Fabrício, o que vc diz pra quem quer viajar pra Europa ou EUA e fala inglês fluente, aliás, inglês péssimo.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Olha, na primeira vez que eu fui a Londres meu inglês era lamentável e eu me virei muito bem. No fim das contas, todo mundo se entende.

  • Responder outubro 22, 2015

    Flavia

    Nossa, super me identifiquei!! Não ligo para bolsas, sapatos e roupas, tenho o que é necessário. Por ser mulher às vezes sou mal compreendida. Mas digo o mesmo que você: a vida é feita de escolhas!! E a minha é viajar!! Meu marido embarca nas minhas ideias e vou planejando tudo até a viagem sair! Adorei seu texto e rumo à próxima viagem!!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Flavia, estou nela. Cheguei hoje em Berlim. =)

  • Responder outubro 22, 2015

    Edízia

    Muito bom! Concordo plenamente! É preciso descobrir quais são suas prioridades, certamente a minha tb é viajar.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Simmmmm! E eu escrevo na Hauptbahnhof em Berlim. Viajar é a nossa vida, né?

  • Responder outubro 22, 2015

    Renata

    A única diferença é que só posso dividir minhas férias em 2 períodos e sempre fico atenta pra juntar com algum feriado pra poder esticar mais.
    Escrevo nesse momento do trem, viajando de Salzburgo para Viena…
    Abraços!

  • Responder outubro 22, 2015

    Lucas Cruz

    Me desculpa a franqueza. Matéria interessante falando sobre sua paixão e tal, maaas… Uma pessoa que escolhe abrir mão de cinema toda semana, de almoçar no restaurante favorito também toda semana e de comprar um iPhone 6 pra realizar suas viagens já é uma pessoa rica. Você sabe qual é a realidade do seu país? Se você não é rico eu sou miserável…

  • Responder outubro 22, 2015

    Luís

    Fabrício, cara, como dizem por aqui, você falou e disse! rs É exatamente isso. É bom saber que há mais seres da nossa espécie. No meu caso, sou tão não rico que minha programação começa com cerca de 10 meses de antecedência. E mesmo viajando em alta estação, os preços na hora da compra são bem melhores devido à compra bastante antecipada.

    Grato por compartilhar sua história.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Luís, fico muito feliz em encontrar mais pessoas como nós.

      Abração!

  • Responder outubro 22, 2015

    Claudia Pessoa

    Adorei o texto! Antes tarde do que nunca no meu caso. Só agora estou conseguindo avançar nos meus planos de viagem. Ano que vem estou de partida para meu primeiro intercâmbio e espero que isso seja uma de milhares de experiências do tipo. Viajar é melhor do que ter qualquer bem material ctz =D

  • Responder outubro 22, 2015

    Grazielle Salatino

    Teu texto está ótimo, Fabrício! E compartilho da ideia e do planejamento. Estou agora no Aeroporto de Bogota, voltando da 4 viagem do ano, todas planejadas com no mínimo 5 meses de antecedência! Viajar é viver!! Parabéns pelo texto é site. Beijos

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Grazielle, tudo bem? 5 viagens? Que sonho!

      Obrigado pela mensagem

      • Responder outubro 23, 2015

        Grazielle Salatino

        Sim, 2 pelo Brasil e 3 pra exterior. 2 mais longas e as outras 3 aproveitando um feriado mais esticado! Acabei de chegar, e já quero planejar a próxima! Boa viagem pra ti, Fabrício! Aproveita!

  • Responder outubro 22, 2015

    Geraldo Martins Alves

    Parabéns pelo texto. Desde 2000 venho conhecendo lugares incríveis exatamente planejando e economizando. Esta é a minha escolha. Economizando USD 4,00 por dia vamos, eu e minha esposa, fazendo nossa reserva para viajar. É assim desde 2000. Em 2016 vamos rodar 20 dias em Portugal. Em 2017 vamos rodar durante 20 dias com um Motorhome nos EUA. Em 2018 faremos Laos, Vietnan e Camboja. Não somos ricos, trabalhamos 08 horas por dia, 05 dias por semana.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Geraldo, tudo bem? Planejamento é tudo né?

      Obrigado pela mensagem

  • Responder outubro 22, 2015

    Juliana

    Gostei muito!!! Acaba de ganhar uma nova leitora!! Parabéns e por favor continue dando dicas pra nós, iniciantes!! rs

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Que bom que gostou Juliana, adoro poder ajudar.

      Obrigado pela mensagem

  • Responder outubro 22, 2015

    Guilherme Magalhães Pereira

    Nossa, texto muito pertinente. Viajo sempre e ouço coisas bem bizarras, sem noção mesmo!!! Costumo dizer que gasto nas viagens com alimentação o mesmo que gasto no dia a dia, pois meu foco é o passeio por lugares novos e não o restaurante 5 estrelas!!! Nisso eu vou economizando muito e aproveito para fazer compras pagando bem menos do que na minha cidade!!!! Aproveito a liquidação!!!! KKKKKKK

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Exatamente Guilherme! Obrigado pela mensagem

  • Responder outubro 22, 2015

    Carla Lamenha

    Fabricio, parece que fui eu quem escreveu o texto. É exatamente a mesma coisa. Destinos mais especiais pesquiso durante anos, como estou fazendo agora para ver a Aurora Boreal. No próximo ano talvez não faça viagem internacional por conta do dólar na estratosfera mas, esse ano fiz 3 viagens internacionais que foram programadas no decorrer de 2014.
    Boas viagens!!!

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Nossa, Aurora Boreal deve ser incrível mesmo. Ano que vem devo ir pra Tailandia, apesar da passagem ser cara, lá é tudo bemmm barato.

      Obrigado pela mensagem

  • Responder outubro 22, 2015

    Janaina

    Adorei o texto, parece que alguém (você) entrou na minha mente e transcreveu exatamente como eu penso e também como ajo no planejamento das minhas viagens, com a diferença que eu não tive “coragem” ainda de escrever sobre elas.
    Parabéns Fabricio, ganhou mais uma seguidora.

    • mm
      Responder outubro 22, 2015

      Fabricio Moura

      Obrigado Janaina =)

  • Responder outubro 23, 2015

    Sonia

    Fabrício, legal este seu valor de vida. Eu também viajo bastante e não sou rica.
    Tenho uma observação de português no título de seu post: o correto é: “VIAJO NÃO PORQUE SOU RICO, VIAJO PORQUE ME PROGRAMO”.

  • Responder outubro 23, 2015

    paulo

    Tem que ter vírgula depois do primeiro viajo, Sonia. Eu não gosto de viajar, justamente porque deixa as pessoas pobres, às vezes mesquinhas. Sugiro fazer um meio termo: Viaje uma vez ao ano. Abraços.

  • Responder outubro 23, 2015

    Marcia Leal

    Nossa, esse texto é perfeito!
    Não sou rica, pelo contrário sou uma assistente administrativa,que consigo viajar sempre.
    Minhas viagens internacionais, não foram muitas,apenas Argentina, Paraguai e Buenos Aires.. Mas pelo Brasil,já conheci o Sul todo,Sudeste e agora estou caminhando no Nordeste.
    Ano que vem,já estou programando ir para a Europa.
    Mas,as pessoas sempre falam mesmo: Tá rico,viaja tanto….respondo :Eu me programo para isso.

  • Responder outubro 23, 2015

    CARLA

    Faço da mesma forma que você, Fabricio, desde 1995. Viajo também pelo menos 3 vezes ao ano e as pessoas pensam que sou rica. Eu respondo o seguinte: sabe aquela grana preta que vc torra no salão? Pois é, eu não. Eu como as unhas para não pintar, meu marido pinta o meu cabelo e só muito de vez em quando eu corto o cabelo por 15 pilas. Voilà! Prefiro Paris a ter que gastar grana em bobagens de última geração tecnológica ou roupinhas caras de grife. Estive na Alemanha no início desses ano e comprei lindo vestidos a 5 Euros (o Euro estava uns 3 Reais), ou seja, paguei 15 Reais. Onde eu compraria roupas bacanas por 15 Reais no Brasil? Ademais, prefiro encher meus olhos com lindas paisagens, minha mente com o conhecimento de novas culturas e cansar meus pés ao subir as escadas de castelos da Europa e, por fim, encher a pança com um caussolet bem quentinho em algum lugar da França…
    Sim, isso é perfeitamente possível!

  • Responder outubro 23, 2015

    CARLA

    Me perdoem pela digitação. Alguns erros de concordância não foram propositais. Ah! Dizer que como as unhas para não pintar é um jeito jocoso de dizer que economizo meu dinheiro e não gasto com coisas desnecessárias. Afinal, você pode fazer isso em casa mesmo.
    Abcs a todos!

  • Responder outubro 23, 2015

    Luis Alexandre

    Primeiramente parabéns pelo post, eu super me identifico com suas palavras. As pessoas não intendem como é possível viajar 3X no ano ao exterior. Este ano consegui concretizar isso com planejamento e muita economia, recentemente cheguei da Califórnia, já com planejamento na próxima, e com a fatura do cartão praticamente zerada. Quem é apaixonado por viagem faz da economia do dia a dia um prazer, com a certeza de que será recompensado com as lembranças de suas viagens !!

  • Responder outubro 23, 2015

    Vanessa Carvalho

    Excelente texto! Obrigada por compartilhar sua experiência, vou procurar seguir suas dicas! Grande abraço!

  • Responder outubro 23, 2015

    Juliana Afonso

    Ai… te amo… vc falou exatamente o que penso….

  • Responder outubro 23, 2015

    Elaine Lopes

    Adorei as dicas, meu sonho é fazer um curso de inglês na europa, mas vou me planejar pq tbm quero conhecer fernando de noronha e as maravilhosas praias do nosso nordeste,como tenho família vai ser mais fácil e todos se sacrificarão.

  • Responder outubro 23, 2015

    Simone

    Sou professora universitária e viajo muito para congressos fora e dentro do Brasil 99% das vezes pagando do meu bolso, sempre que dá dou uma esticada, faço que nem você compro a passagem com 4-5 meses de antecedência, assino sites que mostram promoções de passagens… descobri que alugar um ap é quase sempre é mais barato que hotel, faço um orçamento de dias x dinheiro gasto e vou comprando moeda estrangeira todo o mês até para fugir da flutuação do cambio. Não consigo fazer 3 destinos fora em um mesmo ano, pois, como só tenho férias para valer em temporada as vezes fica caro demais para mim. Mas vou umas duas com certeza. Fora as experiências aqui no BR mesmo… Prefiro mil vezes ter um carro menos luxuoso, e não viver fazendo baladas caras e extravagância em shopping, mas poder tomar o cafezinho com doce que você mencionou em Paris ou Amsterdã!
    Abraços e continue explorando o mundo!

  • Responder outubro 23, 2015

    Jivia Brandão

    Certa vez, quando mostrava fotos de viagem, uma colega, num tom de crítica, chamou a atenção por eu estar usando a mesma roupa que usei em uma viagem anterior. Então, na maior elegância, eu repliquei: mas o país é outro. Questão de foco.

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Já me perguntaram “pq vc não compra um iPhone mais novo?” Eu: pq eu não preciso, meu foco é viajar.

  • Responder outubro 24, 2015

    Luiz Oliveira

    Boa noite!!Como a maioria dos posts anteriores e igual ao seu, tbm passo por questionamentos de como eu viajo, de onde tiro dinheiro, etc… julgamentos de pessoas que gastam fortunas em FDS, lanches com valores nas alturas, compras em shopping, e uma tentativa frustrada de ostentar uma imagem do q nao sao de vdd. Eu prefiro MIL VEZES me programar, fzr meus cortes e me abster de alguns pequenos luxos,e poder converter isso em viagens. Temos dividas igual a qqr mortal, pago meu carro, meu apartamento, minhas contas com sacrificio… Ja cheguei a ouvir perguntas se eu me prostituia(mas parece q ninguem sabe q existe CONCURSO PUBLICO e eu passei em 2), ou houve um primo que me questionou se em minha viagem de 20 dias pela Europa eu gastei menos de 30 mil. COMO ASSIM 30 MIL… com esse valor eu faria MUITO mais coisa, as pessoas nao tem ideia de como eh possivel viajar… P Europa por exemplo eu me programei com exatos 7 MESES, e qdo chegou a data da viagem, estava tudo pago. Seu post foi excelente para demonstrar para todos que NAO HA MISTERIO EM FZR ISSO

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Isso mesmo Luiz, as pessoas não tem noção de como pode ser barato e de como é possível. Me perguntaram se com 10 mil reais dava pra ir pra Colombia, eu disse: “cara, com esse dinheiro você vai pra Tailandia, basta saber usar”. Eu estou agora em Berlim, quando coloquei o pé no avião, já estava tudo pago, mas comecei a me planejar com 7 meses de antecedência e assim faço com as outras e vamos viajando por ai.

      Abraços!

  • Responder outubro 24, 2015

    Heleysânia Marinho

    Muitoooo bom seu texto Fabrício.
    Estou com planos para começar a viajar,só que meu tempo é muito corrido e fico insegura de procurar hotéis por conta própria e não curti muito.Queria sua opinião sobre agências de viagem.Claro que me organizando e fechando pacotes com antecedência.

    Adoro suas dicas 😀

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Oi tudo bem? Eu não gosto de viajar por agência, já viajei e sempre me senti sendo passado para trás. Quando o preço era bom demais, vinha um hotel muito ruim mascarado. Por exemplo, a TAM viagens me vendeu um super hotel em Londres e chegando lá, não tinha banheiro no quarto. Além de que, o quarto em si só cabia uma cama de solteiro e uma mesinha, mais nada. Eu gosto de fazer tudo por conta própria e nunca me arrependi.

  • Responder outubro 24, 2015

    Cristiano Marinho

    Nossa Fabrício, esse seu artigo foi uma verdadeira inspiração. Sempre fiz isso aqui pelo Brasil mesmo, porque meu sonho era de conhecer as belezas do nosso país. Agora vou desbravar esse mundo de Deus aê fora… Você poderia me dar uma dica de qual lugar seria melhor para ir em uma primeira viagem internacional, de acordo com suas experiências? Obg…

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Cristiano, tudo bem? Eu acho Argentina, Chile e Portugal lugares perfeitos para quem está pensando em fazer a sua primeira viagem internacional. Argentina e Chile por conta do custo, além de serem lugares incríveis. Portugal para quem ainda não tem familiaridade com outros idiomas, além de que Portugal é um país incrível.

  • Responder outubro 24, 2015

    Luma

    É interessante porque viajar é bem fácil e bem complexo ao mesmo tempo. Fácil porque depois da primeira viagem para fora do país, perdem-se os medos e a pessoa se dá conta de como dá para simplificar. Complicado porque não é para todo mundo, e realmente vai ter gente que nunca irá entender. Conheço pessoas ótimas que ‘são louças para viajar’, mas só se for no maior luxo. No mundo tem espaço para todos, cada um com suas prioridades. Eu me encontrei nesse jeito de viver, porque troquei o trabalho fixo por um projeto itinerante de voluntariado profissional em música e comunicação. Em lugar de passear nas férias, meu atual trabalho é assim, itinerante, o que pra mim está sendo uma grande aula de ciências sociais a céu aberto.

    Adorei seu texto, espero que tenha os próximos, aguardarei 🙂

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Luma, tudo bem? A minha ideia para os próximos anos é abandonar o trabalho fixo e viver freelando pelo mundo. É totalmente possível e estarei fazendo o que eu gosto, que é viajar e trabalhando no meu tempo.

  • Responder outubro 24, 2015

    Saulo Xavier

    Opa, Fabrício!! Gostei bastante do seu texto!! Desci a barra de rolagem inteirinha aqui à procura de alguma resposta que me levasse a projetar um planejamento para o Sudeste da Ásia e aí, já quase no finzim da página, encontro uma resposta sua dizendo que você pretende ir pra Tailândia ano que vem. Cara… Super me interesso por roteiros para aquela região… Daí… Pergunto: 1) como está sendo o seu planejamento de poupar para essa viagem?! Vc poderia compartilhar comigo mais informações por email?! 2) como vc escolheu a cia aérea para voar até lá?! Foi só preço mesmo ou vc viu alguma coisa à mais na hora de se decidir?! 3) quando que vc vai?! Pretendo ir também ano que vem, mas, com um detalhe: irei em família, 4 pessoas no total. Daí… Perguntou: alguma dica sua pra nós nesta fase de planejamento final antes de partir?! 4) e o seguro viagem internacional de curto prazo?! Vc inclui ele em suas viagens?! 5) qual lugar VC escolheu pra fazer conexão indo pra lá: Londres, Ams, Dubai, Joannesburgo, Macau, Seul, Paris, Frankfurt, NY?! Tem tantos lugares que a gente fica meio que zonzo na hora de escolher!!! Cara… Gostei mesmo do seu blog e espero um dia como jornalista poder escrever sobre esse tema também!!! E sigamos poupando, planejando e viajando!! Mais uma vez, parabéns pelo post, pelo blog e obrigado pela atenção! Abraço. SX.

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Saulo, tudo bem?

      Cara, tenho muitas respostas para as suas perguntas. Me manda um email pelo formulário do blog que a gente vai se falando. Te ajudo sim!

  • Responder outubro 24, 2015

    Natalia

    Muito bom o texto!
    Mas assim, quanto é seu salário?! Pq duvido que vc consiga fazer tudo isso que disse ganhando um salário! No mínimo vc deve ganhar 2.000 , 3.000 . Fora que deve morar com os pais, e não paga muitas contas de casa, também não deve ter filhos né! Desculpa a sinceridade, mais não consigo imaginar alguém que paga contas de casa, tem filho, saúde, educação ,com a merreca de salário de hoje em dia, conseguir fazer esse planejamento. Mas muito bom seu texto, pra quem não tem compromissos de ser dona de sua própria casa.

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Olha Natalia, moro em SP onde todos sabemos que o custo de vida é super alto, sou solteiro e não tenho filhos isso é um ponto a meu favor, mas pago aluguel como a maioria das pessoas e pago caro, além de todas as outras despesas que uma pessoa normal tem. Como eu disse, não é milagre, é planejamento.

    • Responder outubro 26, 2015

      Andre

      Natália, como vc gostou do texto, sugiro que vc apenas se inspire nele pra planejar sua próxima viagem, mesmo com as adversidades que enfrentamos, deixando de lado essa visão crítica (e porque não invejosa) ao autor do texto. Não importa se é pro exterior ou pro litoral do seu estado, a viagem por si só nos enriquece intelectualmente, dentre outros benefícios. O problema é do autor se ele tem condições em viajar várias vezes pro exterior, ele também trabalha pra chegar até aí, e ter família e dívidas decorrentes é uma escolha, assim como você e eu escolhemos e arcamos com as consequências. Eu almejo viajar pro exterior mesmo com esposa, filho e dívidas, fazendo exatamente o que o autor fez. Cabe a cada um ter a inteligência de saber planejar e ter foco, sem ficar se vitimizando e gastando energia a toa por causa do sistema. Além disso, deveriamos agradecê-lo por ele compartilhar essas dicas conosco. Abraços e tudo de bom!

      • mm
        Responder outubro 26, 2015

        Fabricio Moura

        Obrigado Andre, por um mundo com mais pessoas como você.

        • Responder outubro 27, 2015

          Bianca

          Natália, eu tenho um filho e sou separada. Eu sou a responsável por todas despesas da casa, e realmente meu salário não é lá tão ruim. Mesmo assim, consigo viajar todo ano com meu filho (claro que as vezes uma viagem mais longa, mais cara, e muitas vezes um fim de semana de alegria pelas redondezas). Como o Fabricio ressaltou, uma questão de planejamento e prioridades.

          Mesmo quando eu era estudante eu planejava e conseguia viajar, fazia uns bicos e todo dinheiro que conseguia ia para a viagem (claro que nesse tempo era mais fácil, já que não tinha a responsabilidade da casa, mas também não ganhava muita coisa já que fazia uns bicos aqui e ali e os presentes de natal e aniversario sempre foram: ajuda pra viajar!)

          Se não consegue ir até Nova Iorque, vá até a cidade vizinha, comece aos poucos, separe todo mês um pouquinho… às vezes a gente gasta com tanta besteira…como o Fabricio falou também… sabe aquele cafezinho e o doce depois do almoço? Aquela unha e cabelo toda semana?

          Prioridade, planejamento e foco!
          Boas Viagens!

  • Responder outubro 24, 2015

    Constantino

    Perfeito o texto, não existe fórmula mágica apenas foco no que se deseja. Parabéns. Fabrício, não estou conseguindo achar VC no face cara. Como faço?

    Obs.: Os link q tem aqui estão dando erro.

  • Responder outubro 24, 2015

    Luciana Emanuelle

    Muito legal sua postagem. Também penso assim… mas para mim é um pouquinho mais complicado (casada e com 2 filhos.. pensa). Mas estamos conseguindo fazer 1 BOA viagem ao ano, sempre com muito planejamento antecipado, até pq com filhos, imprevistos podem (E SEMPRE) acontecer (EM). Já estamos planejando nossas férias para julho/16 e janeiro/17, pois a de janeiro do ano que vem, já está paga. Ainda não tivemos a oportunidade ($$$) de ir para o exterior… mas quem sabe em 2018…

    • mm
      Responder outubro 24, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Luciana, vocês são bem organizados mesmo. Já pensando em 2017, que bacana isso.

  • Responder outubro 24, 2015

    Lucas

    Beleza quanto à programação financeira. Mas você não explica o tempo que você tem para ir ao exterior 03x por ano sendo assalariado e trabalhando em regime CLT. Tem 03 férias por ano ou troca de emprego 03x por ano também?

    • mm
      Responder outubro 25, 2015

      Fabricio Moura

      Divido as férias em 3 partes (meu trabalho permite isso) e somo as folgas que acumulo ao longo do ano.

      Abraços e boa sorte

  • Responder outubro 26, 2015

    Vanessa

    Fabrício desde de pequeno escutava suas histórias e me lembro muito bem de você dizendo que iria viajar muito e ser piloto de avião. Fico feliz de ver você realizando tudo o que sonhou. Saudades.

    • mm
      Responder outubro 26, 2015

      Fabricio Moura

      Simmmmm! Passou um filme na minha cabeça agora. Foi uma luta, mas eu consegui. Bjão

  • Responder outubro 26, 2015

    raquel

    mora na holanda
    e acabei de chegar de ferias do brasil.
    vi lugar lindos .
    como nao pensei em visitalos ,quando morava ai.
    principalmente foz do iguacu.

    • mm
      Responder outubro 26, 2015

      Fabricio Moura

      A gente não dá muito valor ao que temos né? Pena isso, eu pretendo em 2016 viajar mais pelo Brasil.

  • Responder outubro 26, 2015

    Cristina Paiva

    Amei o texto Fabrício. Sou assim também e agora no feriado estou partindo para minha 3º viagem internacional (Rosário- Argentina) também. Esse ano já teve Machu Pichu e show da nova turnê do U2 em Nova York. A nossa única diferença é que como sou autônoma fica mais fácil decidir quando ir ?Há 7 anos passo o réveillon fora e planejamento é a chave da economia para poder viajar na época mais cara do ano. Começo em fevereiro a escolher hotel,roteiros e aí quando chego no final do ano estou com tudo prontinho.

    • mm
      Responder outubro 26, 2015

      Fabricio Moura

      Cristinaaaa, você foi ver o U2 em NY? Que bacana!!!! Ainda não consegue ver o U2 fora do Brasil, mas tudo por conta de logística mesmo.

  • Responder outubro 26, 2015

    Aryadne Zonetti

    Oi Fabrício! Que texto maravilhoso!
    Eu canso de explicar essa matemática das viagens para as pessoas, mas é exatamente como você descreveu aí.

  • Responder outubro 26, 2015

    Daiane Rosa Macedo

    Só uma coisa, você disse que leva até 7 meses planejando cada viagem, e que consegue viajar umas 3 vezes por ano (pra gringa).

    7 x 3 = 21 meses. E o ano só tem 12 meses.

    Ficou meio controverso, primeiro você tentou dizer que leva tempo pra se planejar, mas ao mesmo tempo disse que consegue viajar umas 3 vezes no ano.

    • mm
      Responder outubro 26, 2015

      Fabricio Moura

      Daiane, eu programo mais de uma viagem ao mesmo tempo. Viagens longas e caras demandam mais tempo, viagens curtas demandam menos tempo.

      Abraços.

  • Responder outubro 26, 2015

    Ana

    Olá Fabricio
    Adorei o seu texto. É ótimo poder viajar né.
    Eu passei um ano na Alemanha, fui para lá como Au pair na intuição de viajar e não fazer dinheiro. Trabalhava durante a semana e no fim de semana saia para viajar. Com os míseros 260 euros que eu ganhava consegui ir para Londres,Roma,Veneza,Paris, Áustria e inúmeros lugares da Alemanha. Mas é claro sempre planejando todas as viagens antes para conseguir passagens aéreas ou idas de ônibus baratas, pois o que eu ganhava não era muito. Mas vale muito apena, poder conhecer esse mundo lindo que temos e ainda mais essa Europa que é um espetáculo.

    • mm
      Responder outubro 26, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Ana, cada cidade, cada país é uma nova experiência, algo que a gente guarda pra vida toda, não é mesmo?

      Obrigado pela mensagem =)

  • Responder outubro 27, 2015

    Bianca

    Muito bom! Planejamento é a palavra de ordem! Desde que me entendo por gente gosto de viajar, herança de mãe e pai!
    Uma dica que dou também para alguns amigos é que quanto mais se viaja, mais se pode (e se quer) viajar… então, sabe aquelas milhas acumuladas? geralmente as utilizo para viagens nacionais, e compro as internacionais com cartão de crédito.. assim ganho 2x, nas milhas voadas e na compra em si…
    Bons voos!

    • mm
      Responder outubro 27, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Bianca, é uma ótima tática mesmo.

      Obrigado pela mensagem.

  • Responder outubro 28, 2015

    Amanda Magdalla

    Olá, Fabrício!
    Adorei seu texto e, também como você, antes de comprar qualquer coisa penso nos lugares que eu conseguiria viajar com o valor daquele objeto. Escrevi um texto semelhante no meu blog há uns meses atrás, também sou uma viajante do mundo ahha

    Dá uma olhadinha no meu texto também:
    http://deportadadescomportada.blogspot.com.tr/2015/07/porque-achar-que-quem-viaja-para-o.html

    Abraços and keep writing 🙂

    • mm
      Responder outubro 28, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Amanda, muito bom seu texto, me identifiquei com esse trecho “não dá pra passar a vida toda num emprego que você odeia” =(

  • Responder outubro 29, 2015

    Marcela Nascimeto

    Faça três viagens por ano com salário de professor do município do Rio …. só mágica! Só quem pode gastar 200,00 numa balada ou comprar um celular a cada seis meses pode viajar três vezes por ano. E essa não é a realidade de 80% da população brasileira. Então, por favor, não venha me dizer que você é o mais organizado do mundo e quem nunca viajou não o faz porque gasta na balada.

    • mm
      Responder outubro 29, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Marcela, tudo bem? Pq tanta agressividade? Sabe quanto um Designer ganha em SP e sabe quanto o custo de vida que temos? Não sou o mais organizado do mundo, só quero incentivar as pessoas a buscarem pelos seus sonhos.

      Abraços e paz!

  • Responder outubro 29, 2015

    Felipe One

    Estou muito contente em ler sobre essa experiência de vida.
    Tenho muita, mas muita vontade de viajar e nunca consegui juntar grana para tal. Porém vi que minha vontade de viajar é bem maior que qualquer outra coisa, resolvi viajar com o que eu tinha e me senti realizado. Mas por falta de planejamento e tudo mais, acabei voltando endividado hahaha.
    Sou designer (gráfico – freelancer), desde que voltei dessa viagem, não penso em outra coisa, a não ser: “Economizar pra viajar… Economizar pra viajar… ”

    Ótimo texto, parabéns!

    Minha viagem: http://bit.ly/1P0buPj

    • mm
      Responder outubro 29, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Felipe, tudo bem? Que bacana a sua viagem. Eu também sou Designer e sei o quanto sofremos hahaha, mas continue viajando cara.

      Abs.

  • Responder outubro 30, 2015

    Edilamar

    Fabrício

    Sua matéria foi espetacular…. Registrou o meu pensamento…
    AMO viajar, ver o mundo acontecer e estar junto de td isso. Cada viagem me faz reviver e querer mais da vida… Uma sensação que não da para descrever, apenas SENTIR…. VC explicou que quem viaja não significa q é rico. Mas inteligente no planejar e fazer o q para maioria não vê como possível, o nosso sonho realizar…
    Parabéns pela matéria clara, objetiva e sensata….

    Sucessos
    Abç

    • mm
      Responder outubro 30, 2015

      Fabricio Moura

      Obrigado Edilamar! Coloquei meu coração nesse texto. Sou assim, vivo pra isso e que bom que não estou sozinho =)

  • Responder outubro 30, 2015

    Karin

    Nossa, me identifiquei 100% com você. acho que uma das maiores burrices que alguém pode fazer é viajar “no cartão” chega de viagem e passa o resto do ano pagando aquilo. Todas as viagens que fiz sempre foram pagas com antecedência, e algumas vezes me vi com dinheiro extra e podendo fazer coisas que não tinha planejado fazer, mas sendo capaz por ter sido organizada antes de viajar.
    Parabéns pelos texto.

    • mm
      Responder outubro 30, 2015

      Fabricio Moura

      Exatamente, conheço pessoas que pagaram uma viagem em 12 meses. :O

      Obrigado pelo comentário 🙂

  • Responder novembro 2, 2015

    Carlos Magno Guerra

    Cara. Concordo com tudo que disse.
    Mas já desisti de explicar. Fica até chato. Rsrs. Deixa pensarem que sou rico.
    Mal sabem que a nessas viagens os passeios quase todos são a pé. Em Paris conhecemos tudo que tinha só caminhando. E no país da gastronomia a gente comia sanduba. No japao ficamos em um quarto de hotel com cinco pessoas sem cama, dormindo no tatame. Na Austrália o hostel ficava na zona boemia, Rsrsr. Na Bélgica dormimos no aeroporto pra economizar uma diária. Na Alemanha, na oktoberfest, dividimos os quartos. 5 mulheres pra um lado, 6 homens pra outro. Ficou super em conta. Mas tudo valeu muito a pena. Conheci o mundo quase todo nesse seu ritmo. Sem luxo, sem frescuras mas com muitas histórias. Eliminar o consumismo supérfluo e fazer o que se gosta. Deixem pensar que sou rico. Vou continuar viajando.

    • mm
      Responder novembro 2, 2015

      Fabricio Moura

      Exatamente! Ando muito a pé, economizo com transporte e ainda conheço as cidades, cada canto. Comprar coisas nos mercadinhos pra comer no quarto e economizar restaurante, comer sanduba sim e com muito prazer! Fica em hotel meia boca, hostel, dormir no aeroporto, sei bem o que é tudo isso e quer saber? Faço quantas vezes for necessário. =)

      Obrigado pela mensagem.

  • Responder novembro 3, 2015

    Rachel Mariotto

    Perfeito!
    Meu único problema são as férias… Como sou professora, é sempre no período mais caro do ano!!
    Esse ano ia pra Machu Picchu, no meio do semestre mesmo, mas comecei em uma escola nova, então nem rolou… Ano que vem TENHO que ir, senão adoeço… rs

  • Responder novembro 3, 2015

    janaina

    Olá… Fabrício….
    Adorei seu texto…sempre digo isso aos meus amigos…me identifique com todos os comentários… Tbm comprei passagens em abril, para viajar em janeiro, qdo vejo que está caro a passagem aérea para o lugar que desejo, se acho para outro lugar mais em conta, adio um e vou para o mais barato, aproveito as promoções, cadastro meu e-mail para receber promoções… E se me aparece…agarro com tudo…rsss…e viajo com minha filha, eu e ela..pesquiso muito, tudo, no mínimo detalhe, e com pouco dinheiro, o suficiente, não passo perrengue também, sou organizada e preparada para imprevistos, já sei para onde vou em janeiro, carnaval, e julho…tudo pesquisado, sempre com minha filha…não compro roupas caras, aproveito promoções das grandes marcas, para a roupa durar tbm…RSS…brinquedo caro nem pensar, coloco isso na cabeça da minha filha, digo: esse brinquedo vale um final de semana em algum lugar, o que prefere!???ele prefere passear…e assim vou tocando a vida… Sem privações gigantescas, economizar não é ficar sem fazer nada, ao invés de shopping, vá ao parque jogar vôlei, andar de bicicleta com a filha, soltar pipa, o SESC sempre tem teatro de graça… E nisso economiza e continua se divertindo…

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Disse tudo Janaina! Quem quer, dá um jeito. Hoje um amigo meu disse “meu sonho é conhecer a Europa” mas não faz ou nunca fez nada para isso. Então não é sonho.

  • Responder novembro 3, 2015

    Mônica

    Oi, Fabrício! Excelente texto! Parabéns pela objetividade.
    Aplico este planejamento no meu cotidiano. Às vezes, até me apaixono por algo numa vitrine, mas me pergunto se estou REALMENTE precisando daquilo e faço a conversão do valor para dólar ou euro. Resultado: raramente compro o item “apaixonante”… rsrs E a pesquisa também é fundamental para conseguir bons preços de passagens e hospedagem, assim como a antecedência. Já fiquei 9 dias em Roma, por exemplo, pagando menos do que se tivesse ido para Fortaleza.
    A próxima já está em planejamento: rota cervejeira na Holanda, Bélgica e Alemanha! :o)
    Boas viagens e aproveite bastante!
    Um abraço,
    Mônica

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Monicaaaaa, eu acabei de voltar de Munique, você precisa incluir na sua rota! Cervejas MARAVILHOSAS!

      • Responder novembro 8, 2015

        Mônica

        Oi, Fabrício!!! Claro que Munique está no roteiro!! Oportunidade de desgustar na fonte Paulaner, Augustiner e Hofbräuhaus, entre outras! rsrs
        Ainda bem que ando à pé a maior parte do tempo em minhas viagens… dá pra queimar as calorias!!! ;o)
        Já anotei várias dicas desta sua viagem para Alemanha.
        Um abraço e bom domingo!!

  • Responder novembro 4, 2015

    Ivisson

    Fabrício, você é uma inspiração, cara!
    Acabo de voltar de uma viagem maravilhosa com minha noiva, estamos na fase de procurar casa e tentar conciliar a próxima viagem ano que vem. Em 3 dias já pensei em pular a próxima para 2 anos, para dar tempo de ajeitar tudo, mas encontrei seu blog e esse texto que já me fizeram mudar de ideia para conseguir fazer o próximo ano 🙂

    Estamos pensando em fazer uns 4 países da europa, queria saber como vc faz com as passagens, sempre vamos para a viagem com os gastos pagos, mas sempre acabamos parcelando as passagens dependendo das promoções.

    Outra coisa, vc já fez em uma única viagem, Espanha, Turquia, Grécia e Egito? Se fez, tem alguns números para me encorajar (ou desanimar rsrs?) desde já, obrigado e continue esse belo trabalho!

    PS: veja a configuração da cor dos links nos comentários pois eles estão brancos, mesma cor de fundo, então não dá para as pessoas enxergarem, só quando clica no link q ele muda de cor, ficando visível.

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Ivissom, que bacana cara! Fiquei muito feliz com a sua mensagem. E mais feliz ainda por encontrar mais e mais pessoas como você que corre atrás, se planeja e faz grandes viagens. Parabéns! P.S.: vou ver o link, valeu!

  • Responder novembro 5, 2015

    Carolina

    Vi alguns comentários de pessoas questionando “ah se vc pode escolher entre comprar um iphone e viajar vc é rico sim”. Eu acabo de voltar de um intercâmbio de 1 ano nos EUA. Sabe como conquistei isso? Fui au pair (um nome mais fofo pra babá). Tenho pós graduação e por 1 ano abri mão de tudo isso pra viajar e aprender um novo idioma. Por isso eu digo, quem quer SEMPRE vai arrumar um jeito. Excelente texto 😉

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Questão de prioridades né? É como você disse, quem quer, SEMPRE vai dar seu jeito.

  • Responder novembro 5, 2015

    Gisele

    Amei o teu texto e compartilho dessas opiniões. O meu problema hoje nem é tanto a grana, pq isso eu sempre acho que a gente dá um jeitinho, mas férias mesmo. A empresa que eu trabalho sempre dá 15 dias no final do ano, entre o natal e o ano novo. Como essa época é muito cara para qualquer lugar do mundo acabo viajando para mais próximo da minha cidade, praia que eu amo, mas não é um lugar diferente. Os outros 15 dias sempre viajo para algum lugar novo, seja dentro ou fora do Brasil. Sem contar feriados que sempre que dá eu peço uma folga no trabalho. Aconteceu esse ano de eu tirar 30 dias e fazer uma Eurotrip por 5 países, mas aí todo 2014 eu tirei só 15 dias de férias, são prioridades. Também prefiro tirar mais dias e fazer uma mega trip do que atravessar o oceano para ficar 10 dias, mas isso é uma opção minha mesmo. Parabéns pelo texto e vamos seguindo na busca de mais carimbos no passaporte!!!

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Gisele, obrigado pela mensagem 🙂

  • Responder novembro 5, 2015

    jaqueline santana

    Ola Fabrício, adorei seu texto.
    Eu não ganho tão bem, mas sempre costumo de planejar.
    Guardo um pouquinho todo mês.
    Esse final de ano vou para Paris. Ano passado tb fui.
    Como levo pouca grana, costumo comer lanches, andar mto a pé, ir ao Carrefour e comprar coisas lá. Minhas viagens são nesse naipe, por isso talvez que eu consiga. rs
    Agora, vc viaja tanto, não tem medo de voar? Ai meu Deus, eu tenho e muito…kk
    abraços

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Jaqueline, eu faço exatamente como você. Quando chego em uma cidade, a primeira coisa é procurar um mercado e fazer uma comprinha. Medo de voar? Nem um pouco, ontem fiz Lisboa x São Paulo, MUITAAAAA turbulência, mas já estou acostumado.

  • Responder novembro 5, 2015

    Dani

    “comece a pensar mais nisso antes de ter aquele descontrole no shopping e sair de lá com bolsas e mais bolsas de compras, trocar de celular a cada 6 meses ou mergulhar em dívidas para andar de carro novo.” Eu não gasto dinheiro com nada disso, nem se quer gasto dinheiro com bebidas alcoólicas e mesmo assim continuo não tendo dinheiro para viajar.

    • mm
      Responder novembro 5, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Dani, coloque no papel todos os seus gastos dia a dia e veja onde consegue cortar.

  • Responder novembro 6, 2015

    Lolo

    Fabrício adorei seu texto, pois comigo acontece a mesma coisa, como temos duas férias ao ano por conta do trabalho de turno e por dividir as férias em dois, todos pensam que somos ricos por estar sempre viajando. Fazemos o mesmo que vc, planejamos sempre com antecedência.
    Um abraço.

  • Responder novembro 6, 2015

    Liliana

    Fabrício,

    Parece que as palavras saíram da minha boca. Faço o mesmo que você há 12 anos, prefiro gastar meu dinheiro com algo que ninguém jamais poderá me tirar: os amigos que faço nas viagens e as experiências que tenho ao redor do mundo. A conta corrente é normal, mas minha vida é RICA com tudo o que vivi, vi e experimentei. Sou uma pessoa 100% feliz com cada centavo investido nessas aventuras. Parabéns pelo artigo !!

  • Responder novembro 9, 2015

    Rafaela

    Adorei seu texto Fabricio e penso exatamente igual e é por esse motivo que estou desde agora me preparando para uma primeira viagem internacional! Parabéns pelo pensamento.

    • mm
      Responder novembro 10, 2015

      Fabricio Moura

      Que bommmm Rafaela! Parabéns!

  • Responder novembro 11, 2015

    Carlos Baptista

    Parabéns pela matéria , seu pensamento é igual ao meu , quando falo que vou conhecer determinado lugar as pessoas falam que estou sonhando e que quando este sonhe se realiza , eles perguntam qual é a mágica , eu repondo determinação , paciência e tempo, para se comprar , planejar e juntar o dinheiro , e que venha 2016 que os roteiros ja estão prontos e passagens compradas. abs

    • mm
      Responder novembro 11, 2015

      Fabricio Moura

      Maravilhoso Carlos!

  • Responder novembro 16, 2015

    Marcia

    Qdo. vi seu post no face “Não viajo porque sou rico, viajo porque me programo” tratei logo de postar; é justamente o que as pessoas pensam, que viagem é só pra rico. Tenho 53 anos e falta pouco para me aposentar e tenho vontade de trabalhar com viagens, não para ter lucro, mas para levar as pessoas a viajarem por preços acessíveis e eu tb irei nessa, é claro. Já viajei por alguns países e muitos lugares no Brasil e não tem nada neste mundo, para mim, melhor do que uma viagem. Não pude largar tudo e cair no mundo de mochila nas costas qdo. era mais jovem e não o farei agora com a minha idade, tenho muito bom senso, mas farei todas as viagens que forem possíveis enquanto viver. Parabéns pelas suas postagens e pelas suas viagens. Viajar é o que me faz feliz!
    ps.última viagem foi para Lençóis Maranhenses em setembro passado, férias do trabalho, que divido 15 e 15 dias com emendas de feriados.

    • mm
      Responder novembro 16, 2015

      Fabricio Moura

      Isso mesmo Marcia, viajar renova a nossa alma! Quero muito ir para o Maranhão, quem sabe ano que vem?!

      Obrigado pela mensagem.

  • Responder novembro 16, 2015

    wanderley lucena

    isto mesmo!!! viajar é tudo de bom , eu e minha esposa viajamos 3 vezes por ano no minimo e vez em sempre damos outras escorregadas, para onde o dedo cair no mapa , eu não sou louco sou apaixonado por viajem abraço a todos !!!!

  • Responder novembro 18, 2015

    Leila Nascimento

    Olha Fabrício… Me identifiquei com seu texto de uma tal forma que me deu uma injeção de ânimo para hoje!! rsrsrs… Sempre fui apaixonada por viagens mas meus pais nunca tiveram grana para bancar esse tipo de “luxo” então, somente comecei a viajar quando comecei a me bancar… E tenho amigos que falam exatamente isso “mas vc só viaja!”… Costumo brincar com eles que eles só veem as pingas que eu tomo e não os tombos que eu levo.. hahaha. Fico dias e mais dias pesquisando os melhores preços, a melhor época, o melhor custo-benefício, economizo para investir naquilo que valorizo e AMO que é viajar!! E tem mais… Como vc falou, viajar não significa ter que ficar no melhor hotel, fazer todos os 55 mil passeios que o roteiro propõe e sim, adequar a viagem ao seu bolso e ao seu estilo… Beijão

    • mm
      Responder novembro 18, 2015

      Fabricio Moura

      Oi Leila, é isso mesmo. Adorei isso que você disse “eles só veem as pingas que eu tomo e não os tombos que eu levo”. Vou guardar pra vida!

      Beijão!

  • Responder novembro 20, 2015

    tiago

    Vdd comecei a viajar pra fora do brasil agora e com planejamento td eh possivel…. fui pra argentina e uruguai com td pago 6 meses antes da viagem… ano que vem pretendo ir pra bolivia e peru… uma dica eh guardar grana no tesouro direto… minimo de 30 reais por mes….. abracao

  • Responder novembro 21, 2015

    Leandro Toledo

    Exato. Minha filosofia é calcular quanto eu preciso ter para fazer a viagem e divido por quanto tempo eu tenho que economizar. É saber abrir mão das coisas com inteligência.

    O que atrapalha mesmo é o custo da moeda, dependendo do destino (libra, dólar, euro..) ou do custo do lugar! Eu fui à Austrália esse ano, mas o custo foi alto pela distância, não pelo dólar ou pelo custo local… Assim como os países escandinavos que são caríssimos…

    Muito legal seu post.

    Abraços!

  • […] Vale a pena a leitura desse texto: NÃO VIAJO PORQUE SOU RICO, VIAJO PORQUE ME PROGRAMO […]

  • […] mencionado no episódio: Artigo do Vou na Janela Melhores Destinos: […]

  • Responder fevereiro 11, 2016

    Priscila Ota

    Falou tudo!!
    Post muito bom e que ajudará muita gente a realizar sonhos até então impossíveis de se conquistar..
    Parabéns!!

    • mm
      Responder fevereiro 11, 2016

      Fabricio Moura

      Obrigado, Priscila =)

  • […] na Janela Artigo Não Viajo porque sou rico, viajo porque me programo Aplicativo Melhores Destinos Android ou Iphone Artigo sobre as gangues de ladras romenas que […]

  • Responder fevereiro 12, 2016

    Eliana Moura

    Parabéns Fabricio e obrigada por compartilhar de forma tão clara suas experiências. Eu sempre disse isso aos amigos e familiares que alegavam ser caro viajar. Sabendo se planejar você pode até curtir um hotel estrelado, mas se o objetivo é poder ver o mundo, conhecer pessoas e culturas diferentes , um hotel de 2/3 estrelas atende ou até mesmo um hostal, pensão etc. Eu sempre reservava meu salário férias para as mesmas. Amo uma frase, que não sei o autor ” Viajar é trocar a roupa da alma” , por isso faço uma poupança de mudança de guarda-roupa da minha alma .

    • mm
      Responder fevereiro 14, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Eliana, super obrigado pela mensagem.

      É isso mesmo, “viajar é trocar a roupa da alma”, é do Mario Quintana =)

  • Responder fevereiro 17, 2016

    emanuela

    Nao chamo de rico..
    Mas digo e mesmo após o seu texto, repito: quem pode, pode neh.. Fazer oq..

    Porque?
    Bom, nao eh todo mundo que toma cafezinho, que vai a baladas ou a barzinhos..
    Tem pessoas q tem o básico, compra o básico e o dinheiro que sobra é para emergências médicas.. Principalmente para quem tem filhos..

    As vezes a forma que a pessoa diz em relação a viagens pode ser contraditória a realidade..
    Mas nao pq ela realmente pensa isso.. Apenas pq gostaria de ter mais oportunidades para tais viagens..

    São coisas simples.. Tem gente que pode.. Tem gente que não pode.. E não é questão de planejamento..
    Para quem só tem o básico e nao lhe sobra.. Nao tem como economizar do básico para viajar..
    Eu mesma.. Já economizei o básico para viajar.. Apenas ate a praia .. E ao interior umas duas vezes.. Porem deixei de comer, pois as vezes.. Respirar outros ares é uma necessidade, que pra mim faz bem.

  • Responder fevereiro 18, 2016

    Claudete Santos

    Nossa presciso ser assim tem algum estudo a possa me ajudar ou apenas força de vontade sou muito anciosa e isso atrapalha minha vida acabo saindo do controle

  • Responder fevereiro 20, 2016

    Igor

    “Me programo com 7 meses de antecedência “… depois : ” viajo pra gringa 3 vezes ao ano”
    Onde o ano tem 21 meses?

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2016

      Fabricio Moura

      Simples, Igor, eu sempre estou programando mais de uma viagem ao mesmo tempo. Leia direito =)

  • Responder fevereiro 27, 2016

    Felipe

    Também sou adepto a teoria de que com planejamento dá pra viajar, mas isso não é assim tão fácil. Pra quem mora nas capitais e tem um salário mediano facilita muito, mas no interior o bicho pega. Por exemplo, uma simples passagem de ônibus da minha cidade natal para Belo Horizonte (capital mais próxima) custa mais de 400 reais e mesmo você não indo até BH você precisa andar 200 km para chegar no aeroporto mais próximo, que nem voos para outros estados tem. Se você falasse 3 viagens nacionais bacanas eu acredito que isso poderia se encaixar na realidade da maioria, agora 3 internacionais a pessoa tem que ter uma vida razoável (ganhar pelo menos 2,0 ou 2,5 mil, salário que não faz de ninguém rico mas que muitos não ganham), ser solteiro ou não ter filhos.

  • Responder março 28, 2016

    Taíse

    Oi, Fabrício!

    Adorei ler seu texto.
    Penso como você, e tenho a mais plena convicção de que estamos corretíssimos.

    Um abraço e ótimas viagens!

  • Fala Fabricio, blz?

    Ouvi seu blog sendo mencionado no Podcast “Despachados” e vim aqui conferir!!

    Se programar é essencial, economizar, deixar de lado os restaurantes caros, celular pós-pago…enfim, consumir conscientemente. Aí é aproveitar as promoções, feriados, finais de semana e se jogar.

    Parabéns pelo blog!

    Abraços

    • mm
      Responder abril 20, 2016

      Fabricio Moura

      Opaaaa Guilherme, tudo bem? Exatamente! Viajar é a minha prioridade, economizar pra isso é fundamental.

      Valeu pela visita =)

  • […] o contexto para indicar o texto Não viajo porque sou rico, viajo porque me programo, publicado no blog Vou na […]

  • Responder abril 30, 2016

    Pamela Harada

    Olá Fabricio! Me identifiquei demais com o post!
    Teu blog já vai pros meus favoritos!
    Parabéns e continue contando mais das suas viagens =)

    • mm
      Responder maio 1, 2016

      Fabricio Moura

      Obrigadooo Pamela =)

  • Responder setembro 27, 2016

    Maria Paula

    Adorei o post! Tenho uma duvida…. quantos dias separas para cada viagem? se são 3x ano.
    Eu adoro viajar mas ando planejando mal…. Obrigada!

    • mm
      Responder setembro 27, 2016

      Fabricio Moura

      Oi, tudo bem? Na época que escrevi o post eu trabalhava em uma agência de comunicação, na ocasião a gente conseguia dividir as férias em 3 partes e somadas as folgas que eu acumulava, dava pra fazer viagens de 12 ou 13 dias, até 15 dias se fossem muitas folgas acumuladas, pois sempre trabalhava até a madrugada. Vida de agência é assim.

  • Responder outubro 24, 2016

    Viviane

    Nossa. acabei de escrever um post sobre isso! https://deboapelomundo.wordpress.com/2016/10/23/sobre-viver-e-viajar-por-viviane/
    Parabéns pelo site!!!

Deixe uma resposta