Dicas para passar pela imigração na Europa sem medo

Uma das dúvidas mais recorrentes entre os brasileiros que viajam para o exterior diz respeito aos procedimentos de imigração na Europa. Existe o fantasma da imigração severa, que submete as pessoas a várias perguntas cabulosas e que por qualquer motivo já mandam a gente para a temida “salinha”, ou pior, de volta para casa. Entre as imigrações mais temidas estão a britânica e a espanhola. Mas será que o bicho papão é desse tamanho todo mesmo?

Nesse post, quero falar um pouco sobre as minhas experiências ao passar pela imigração em diversos países do continente e dar algumas dicas para você não ter problemas na imigração na Europa e que servem também para qualquer lugar do mundo.

Para quem pretende ficar um período longo Europa sem ser deportado, vale ler esse post:
Como ficar mais de 90 dias na Europa sem ser deportado

Baixe o nosso guia de Lisboa e Sintra


Como funciona a imigração na Europa


A União Europeia hoje é formada por 27 países, já considerando o anúncio recente de saída do Reino Unido e dentro da Europa existe o Acordo Schengen, que permite que com apenas um visto de entrada, o turista brasileiro viaje entre os países participantes sem precisar passar pela imigração novamente por até 90 dias e são eles:

Países que fazem parte

Países que fazem parte

Um exemplo: Você embarcou no Brasil com destino a Alemanha pela TAP Portugal, ou seja, você vai fazer uma conexão em Portugal (Lisboa ou Porto) antes de seguir para o seu destino final na Alemanha, ambos países integrantes do Acordo Schengen. Por tanto, vai ser em Portugal que você fará a sua imigração e enquanto viajar entre os países do Acordo Schengen, não precisará se submeter a esse procedimento novamente.

Outro exemplo: Você embarcou no Brasil pela Iberia com destino a Londres, seu país de destino não é um país que faz parte do Acordo Schengen e não é por que o Reino Unido saiu da UE, sempre foi assim. Você não vai fazer a imigração em Madri, a não ser que sua escala seja longa e queira sair do aeroporto, caso contrário, você só fará a sua imigração chegando em Londres e caso volte para a Europa continental para passear, terá que fazer a imigração novamente no país de entrada.

 


Minhas experiências com a imigração na Europa


Eu já passei pela imigração na Europa um punhado de vezes e até hoje só tive problemas uma vez. Foi na cidade do Porto, no norte de Portugal e eu já falei desse caso aqui no blog, quem quiser ler na íntegra é só clicar aqui. Mas para fazer um breve resumo, o agente de imigração me fez dezenas de perguntas, contou meu dinheiro, verificou com os hotéis se as minhas reservas existiam, viu que eu tinha visitado Amsterdã e perguntou se eu já tinha usado drogas e depois ainda pediu pra eu falar 10 pontos turísticos do Porto e de Lisboa, cidades por onde eu passaria.

Pensa que acabou? Que nada, depois de ter o passaporte carimbado com visto e retirar a minha mala na esteira, fui convidado a visitar a salinha da alfândega. Lá, reviraram a minha mala completamente, olharam dentro de calçados, todos os cantinhos e fizeram mais perguntas constrangedoras. Foi uma experiência muito ruim e a pior de todas até hoje.

Sete meses depois eu voltei a Portugal e fiz a imigração em Lisboa, dessa vez eles não fizeram nenhuma pergunta, carimbaram meu passaporte e pronto. Assim como já aconteceu da mesma forma três vezes em Londres, inclusive na minha primeira viagem com passaporte novinho. Também já passei de forma relâmpago em Amsterdã, Frankfurt e Munique.

Eu passei o réveillon de 2015 para 2016 em Madri, vamos entender que a viagem aconteceu menos de 2 meses depois de uma série de atentados em Paris e a segurança estava muito rígida na Espanha. Na imigração no Aeroporto de Barajas, aquele que todo mundo tem medo, fizeram perguntas de praxe e pronto.

Uma coisa que eu acho que pode ter ajudado muito, até mesmo nas viagens pela Ásia é o visto americano, eu já notei que quando eles percebem que eu tenho o visto no meu passaporte , já carimbam sem fazer perguntas.

 


Lista de documentos para apresentar na imigração


A imigração na Europa é uma caixinha de surpresas, não existe um protocolo igual entre os países, cada lugar pode proceder de forma diferente. Mas é bom ter todos os documentos em mãos.

 

Passaporte

É o único documento válido para a entrada na Europa, na verdade o RG só serve entre países do Mercosul, para qualquer canto do mundo é o passaporte e sem ele você nem vai embarcar aqui no Brasil. Fique atento a validade dele, para os países da Europa continental, que fazem parte do Acordo de Schengen, o documento precisa ter validade de 3 meses após a sua data de saída do continente. Para o Reino Unido, o período é de 6 meses.

Comprovante de retorno ao Brasil

Leve com você o voucher da companhia aérea para comprovar o seu retorno ao Brasil. Mas não vale arquivo digital, tem que ser impresso e com boa qualidade.

Comprovante de hospedagem

Imprima todos os comprovantes de hospedagem, se possível, envie um email para o hotel antes da sua partida pedindo a confirmação da sua reserva e leve esse email com você. Para quem vai se hospedar em Airbnb, leve o comprovante impresso e se você vai ficar na casa de alguém, precisa levar uma carta convite escrita no idioma local ou em inglês.

Se você vai ficar hospedado em Wordpackers, onde irá trabalhar em troca de hospedagem, tome cuidado com o que vai dizer na imigração, pois o visto de 90 dias é para turismo, não para quem vai trabalhar de alguma forma, mesmo que seja não remunerado.

Seguro viagem

O seguro viagem é obrigatório para entrada na Europa e ele precisa ter a cobertura de no mínimo 30 mil Euros e leve a apólice impressa em inglês. Para mais informações sobre seguro viagem, dá uma olhada nesse post: Seguro viagem: por que eu preciso disso?

Comprovante financeiro

Os agentes de imigração podem questionar como você pretende se manter na Europa durante a sua viagem e a gente comprova isso com dinheiro, cartões de crédito, débito e cheques de viagem. Já ouvi casos deles pedirem para ver a última fatura do cartão de crédito para comprovar o limite, também ouvi relatos onde os agentes quiseram ver um extrato da conta corrente da pessoa.

Comprovante de vínculo com o Brasil

Para comprovar seu vínculo com o Brasil, serve uma carta do seu empregador dizendo que você está de férias e viajando naquele período. Se você tem uma empresa, leve os documentos que comprovem isso como o Contrato Social, pode levar uma cópia do seu Imposto de Renda também.

Outros documentos

Se você vai fazer outros trechos dentro da Europa, seja de avião, trem ou ônibus, leve com você também esses comprovantes impressos, eles podem ser pedidos.

Se você tem todos os documentos certinhos, não tem motivos para ter medo de ser deportado. Quem viaja com intenções de imigrar ilegalmente, não leva a maioria do que é pedido. Também fique calmo, não demonstre nervosismo na hora da entrevista e responda somente o que for perguntado, não queira jamais puxar assunto ou tentar ser simpático. Não é o lugar para isso.

Leia mais:
Todos os posts sobre aeroportos e imigração


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

173 Comentários

  • Responder agosto 11, 2016

    Thales

    Vou para Alemanha e vou pela KLM estou indo com seguro viagem, Carta convite só escaneada aqui e 200 Euro na carteira e um travel money… Acho que com isso eles não implicam muito não né ? Liguei para a embaixada da Holanda perguntei se precisa de algum selo ou ela ser enviada para o Brasil eles me disseram que nao , so com os dados assinada e escaneada.
    Estou ansioso minha primeira viagem internacional.
    Já passou na Imigraçao na Holanda ?

    • Responder agosto 11, 2016

      admin

      Oi Thales, tudo bem? Está correto, não tem razão para implicarem. Já passei sim, tem um post no blog que fala como é, dá uma olhada. Vai dar tudo certo.

  • Responder agosto 12, 2016

    Thales

    Oi eu já vi o seu post e adorei… Mais sempre bate aquela insegurança né, primeiro voo internacional nao sei como funciona e tals essas coisas. E as perguntas , vou ir para lá em novembro e quero fazer tudo certinho nos papeis aqui para nao ter problema na hora rs.
    Ah para que serve aquela digital que eles pegam na imigraçao ? que informaçao tem lá ? E o meu cadastro pelo computador ?

  • Responder agosto 19, 2016

    Ricardo dos Santos Lima

    Olá, belo post. gostei muito. Mas tenho uma duvida quanto a imigração. Vou para alemanha em 28/09 e volto 28/11. Sao paulo pra Frankfurt e depois Berlin. Tenho seguro viagem , travel card com 250 Euros e 800 Euros em cash e carta convite da minha amiga alemã. com isso terei algum problema na imigração ? sei que é relativo , mas com sua experiencia , sera que passarei de boas?

    • mm
      Responder agosto 20, 2016

      Fabricio Moura

      Opa, relaxa e vai tranquilo! Não se esqueça de levar impresso o comprovante da passagem de volta.

  • Responder agosto 29, 2016

    rose

    olá, obrigado adorei as dicas que pena que foi tarde demais, pois minha primeira viagem a Europa, passei a maior constrangimento em Portugal,foi toda revistada,e ainda ouvir criticas! ufa! esta passou, na segunda viagem, cair na besteira de contra um bilhete via Suriname, meu passaporte tinha acabado de trocar por outro! esta viagem nunca vou esquecer em toda minha vida! a policia suspeitou de mim, e lá me pegaram, me levaram pra uma sala,só não tirei toda a roupa porque infelizmente,a policia teve dor de mim naquele exato momento, pedir o voou, a policia foi investigar e me interrogar, ate ligaram pra minha família no Brasil,pois que tiram a plena certeza que não devia nada, simplesmente me pediram desculpas e me colocaram em outro voou, rumo a Amsterdã, essa ufa! passou achei que ia chegar em Amsterdã, me enganei! lá foi outro pesadelo, ao chegar no aeroporto, a policia estava a minha espera, me levaram pra uma sala, me fizeram um monte de perguntas psicológicas, cheguei numa manha, só sair do aeroporto de noite,fizeram o meu namorado assinar um termo!, e devolveram minha mala toda,e todo os meus cremes foram mexido e enfim foi uma loucura e me liberam, achei que tinha acabado, no dia seguinte a policia ligar me intimando pra ir ate a delegacia, perto da Bélgica, e lá fiquei por umas três horas, ao final a policia aperto minha mão e me pediu desculpa e colocou uma etiqueta no meu passaporte,na terceira viagem, foi Portugal, Amsterdã, a policia olhou no meu passaporte aquela etiqueta e deixou eu passar livre ate hoje não sei o que significa, aquilo, enfim hoje viajo sem nenhum problema,================

    =========================================================================================================================================================================================================================================================

    • mm
      Responder agosto 29, 2016

      Fabricio Moura

      Rosangela, amiga, que pesadelo! Fiquei chocado e com muita dó do que você passou.

  • Responder agosto 29, 2016

    Mauricio

    Olá, tenho uma dúvida e se não for incomodo, gostaria de sua posição… Irei viajar em dezembro com duas primas e iremos ficar na casa da nossa tia no interior da Espanha. No caso da imigração, a carta convite deverá ser feita para cada um de nós ou poderá ser apenas uma carta para nós 3? E como funcionaria, iríamos os 3 passarmos juntos na imigração?
    Outra dúvida: Iremos fazer a imigração em Lisboa, a carta convite deverá estar em espanhol ou português?
    Muito obrigado. 🙂

    • mm
      Responder agosto 30, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Maurício, tudo bem? Normalmente só casais ou pais e filhos podem passar juntos na imigração, mas se for em um horário de muito movimento, os agentes podem chamar até quatro pessoas que estiverem viajando juntas ao mesmo tempo, para desafogar o processo. O correto é cada um ter uma carta convite e se forem chamados individualmente, explicar que estão viajando acompanhados. Como a imigração será em Lisboa, a carta pode ser escrita em Português. Boa viagem =)

  • Responder setembro 6, 2016

    Luciana

    Boa noite Fabrício
    Então, pretendo visitar um amigo em stemmen, próximo à Hamburgo na Alemanha.
    Estou dando preferência em voar pela klm de preferência com conexão em amesterdan.
    Bom, eu li todas as suas dicas, e me bateu medo, primeiro: não trabalho fixo e não estudo, eu trabalho com eventos mas tenho o mei ( serve para alguma coisa?) , segundo: a carta que meu amigo teria que escrever é digitada?. Terceiro: meu cartão de crédito tem limite mínimo ( não uso ele para nada, pago tudo à vista, no caso a viagem eu levaria uma grana, dinheiro vivo, uns 2000 euros para gastar lá em 8 dias ) eles implicariam com isso?. Me diz qual a chance de dar m…???

  • Responder setembro 25, 2016

    Regiane

    Fabrício. Obrigada pelo texto!! No caso do wolrdpackers o que você sugere, já que não tem comprovante de hospedagem. O fato de ter um local para ficar ( casa de amigos ) facilita? O que é melhor indicar a casa de amigos ou o worldpackers. Vou usar as duas opções e fiquei na dúvida agora do que falar na imigração. Obrigada!!

    • mm
      Responder setembro 25, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Regiane, tudo bem? Casa de amigos é melhor que Worldpackers, pq o visto que eles dão é de turismo, mesmo Worldpackers sendo na maioria das vezes uma troca, você estará trabalhando sem autorização em outro país.

  • Responder outubro 26, 2016

    Renata Borges

    Olá,
    Estou indo no próximo mês pra Luxemburgo, vou me hospedar na casa de um amigo. Vou desembarcar em Bruxelas, onde ele estará me aguardando. MInha dúvida é a seguinte, a carta convite deverá ser endereçada ao agente de imigração de Portugal? Portanto deverá ser feita em português? Ou em francês, endereçada ao agente de imigração de Bruxelas. Chego em Lisboa, onde deverei fazer a imigração, correto?
    Obrigada,
    Renata

    • mm
      Responder outubro 26, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Renata, tudo bem? Sim, você fará a imigração em Lisboa e a carta pode estar escrita em português. De Lisboa a Bruxelas já é considerado voo doméstico. Boa viagem.

      • Responder outubro 27, 2016

        Renata Borges

        Boa noite Fabrício,

        Muito obrigada pela atenção e pela resposta.

        Abraços,
        Renata

  • Responder dezembro 2, 2016

    Clarissa

    Olá!
    Eu e meu namorado vamos viajar para a Europa em fevereiro e pretendemos ficar lá por três meses “mochilando”, passando por alguns países. É a primeira vez que nós dois saímos do continente, por isso eu tenho uma série de dúvidas e ficaria super grata se tu pudesse responder pelo menos algumas.

    1. Pensamos em começar nossa viagem pela Alemanha, por ser um país bem central. Estou acompanhando o preço das passagens e as mais baratas são com conexão em Madri ou em Istambul. Estava cogitando a ideia de ir por Istambul, pois tenho muito medo da imigração espanhola. Nesse caso, faríamos dois trâmites migratórios, na Turquia e na Alemanha, certo? Você conhece a imigração da Turquia para me dizer se é um pouco mais tranquila?
    2. Como vamos fazer uma viagem relativamente longa e de forma independente, sem agencia de turismo ou roteiro definido à ferro e fogo, não teremos como reservar hospedagem para todo o percurso. Pensamos em fazer uma reserva de alguns dias apenas para a primeira cidade, no caso, Berlim. Será que há algum problema?
    3. Vamos viajar com Travel Money e algum dinheiro vivo. No entanto, pensamos em colocar todo nosso dinheiro em apenas um cartão, o do meu namorado. Eu posso ter algum problema na fronteira por isso? Ou podemos passar os dois juntos?
    4. Estou terminando meu mestrado agora em dezembro e, depois disso, estarei sem vínculo estudantil ou de emprego aqui no Brasil. Isso pode dificultar em algo?
    5. Tens alguma indicação de empresa que faz seguro-viagem?

    Obrigada,
    Clarissa

    • mm
      Responder dezembro 2, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Clarissa, tudo bem? Vamos lá! 1) Não, você só vai fazer a imigração na Alemanha, Turquia é trânsito. 2) Sim, se o oficial de imigração pedir pra ver os comprovantes de hospedagem e você não tiver, pode ser motivo para barrar a sua entrada. Dica: reserva via Booking que você pode cancelar depois ou mudar a hospedagem sem pagar multa. Se quiser dar um help pro blog, tem uma caixinha na sidebar do blog, a gente ganha comissão e você não paga mais nada por isso <3; 3)Pode passar os dois juntos, mas é melhor dividir o dinheiro em dois cartões, imagina se vocês perderem esse cartão?! 4) Raramente pedem um comprovante de emprego, mas vão perguntar a sua profissão, não diga que é estudante. 5) Eu gosto da Sulamérica e no blog tem um post com cupom de desconto excelente.

  • Responder dezembro 4, 2016

    Joilca Ramos

    Olá minha família pretende ir a Porto no final do mês porém somos aposentados e ficaremos na casa de parentes. O que podemos comprovar para ficarmos tranquilos além da passagem de volta? Obrigada. Jô

    • mm
      Responder dezembro 4, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Joilca, tudo bem? Leve a carta convite, seguro viagem, dinheiro e a passagem de volta.

  • Responder dezembro 12, 2016

    Mateus Lopes

    Oi, Fabrício!

    Uma dúvida: estou indo estudar na Espanha em janeiro. Já tenho um apartamento para morar, mas só vou assinar o contrato de aluguel quando chegar lá. E meu colega de quarto estará lá no dia em que eu chego, então tenho a intenção de ir direto para casa. Ainda assim, você recomendaria fazer uma reserva em hotel que cobrisse os primeiros dias, caso peçam na imigração? Porque li que a carta convite só vale para estadias curtas, e vou morar no país por 6 meses.

    Obrigado!

    • mm
      Responder dezembro 13, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Mateus, tudo bem? Você já vai viajar com o visto de estudante? Se for, não tem tanto problema assim, só explicar que o contrato não está assinado ainda e se possível, leve emails que comprovem a sua negociação com o dono do apartamento.Também não se esqueça dos comprovantes financeiros e seguro viagem.

      Abs.

      • Responder dezembro 13, 2016

        Mateus Lopes

        Sim, vou com visto de estudante. Por via das dúvidas, tirarei cópia da minha negociação pelo apartamento, então.

        Obrigado!

  • Responder dezembro 12, 2016

    Mateus Lopes

    Mais uma pergunta: viajarei com a TAP para Madri, realizando uma conexão em Lisboa. Assim, farei a imigração em Portugal?

    Obrigado!

    • mm
      Responder dezembro 13, 2016

      Fabricio Moura

      Sim, faz a imigração em Lisboa.

  • Responder dezembro 14, 2016

    Clarissa

    Oi! Muito obrigada pelas resposta! 🙂
    Voltei com mais algumas dúvidas. Nós compramos nossas passagens. Em vez de iniciar na Alemanha como anteriormente planejado, vamos começar pela Itália, mas também com conexão na Turquia. Vamos ficar quase 11 horas lá esperando o próximo voo. Mesmo com esse intervalo de tempo não será necessário fazer o trâmite migratório lá? A outra dúvida que tenho é a seguinte: podemos ficar até 90 dias em um prazo de 180 dias como turista dentro dos países que fazem parte do acordo Shengen, certo? No caso da gente sair dessa área por alguns dias, poderemos retornar para a zona Schengen ou seria necessário esperar o intervalo de 180 dias? Por exemplo, ficar 2 semanas na Itália, aí sair e ficar mais duas semanas na Croácia e depois voltar para Itália.

    Obrigada,
    Clarissa.

    • mm
      Responder dezembro 15, 2016

      Fabricio Moura

      Em Istambul vai ser só trânsito mesmo. Eu tive um caso semelhante ao seu no mês passado, eu estava em Portugal (visto e 3 meses) e fui passar uma semana no Marrocos, na volta para Lisboa (onde eu só ia fazer conexão mas como voava por companhias diferentes precisava retirar a mala), eles me deram mais um visto de 3 meses só pra eu sair da área comum do aeroporto e embarcar de novo.

  • Responder dezembro 21, 2016

    Thatiana

    Oi Fabricio,

    Eu e meu esposo estamos indo para Xangai e Bangkok agora dia 25/12, faremos uma conexão de 9h em Frankfurt e queremos passear pela cidade dia 26/12. Encontrar um casal de amigos que moram lá.
    Estamos indo com o seguro viagem para a Europa, temos as reservas de voos impressas e dos hotéis que ficaremos em Xangai e Bangkok. Acha que teremos algum problema na Alemanha?

    at

    • mm
      Responder dezembro 26, 2016

      Fabricio Moura

      Problema nenhum, tudo simples e fácil, podem ficar tranquilos.

  • Responder dezembro 28, 2016

    Marina Araceli

    Oii Fabricio!

    Parabéns pelo seu site, muito bom conteúdo 🙂

    Tenho uma dúvida e gostaria de ver se vc pode me ajudar… Tenho passagem de ida e volta de Londres para o Brasil, indo dia 01 de fevereiro, e voltando dia 1 de março. Durante este meio tempo vou visitar Berlim com um amigo britânico.

    Ele tem apartamento em Berlim, mas reside em Londres…

    Neste caso, seria necessário carta convite feita por ele, informando que ficaremos no seu apartamento em Berlim? Será que posso ter problemas por causa disto?

    (Levarei comprovante de que estou de férias, comprovante de condições financeiras para me manter, passagem de volta para Londres, e comprovante da minha acomodação lá)

    Obrigada!

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Marina, tudo bem? Pede pra ele fazer uma cartinha, pois como ele é cidadão europeu, vocês vão passar separados pela imigração. No mais, você está com tudo certinho, não vai ter problemas.

  • Responder dezembro 28, 2016

    Marina Araceli

    Ah! Apenas complementando algumas informações no meu comentário anterior…

    Minha ida para Londres terá conexão em Paris.

    Passarei uns dias em Londres (onde tenho acomodação paga por 30 dias) e irei à Luxemburgo (passarei 2 dias lá e depois voltar pra Londres)

    E depois disso irei à Berlim (onde ficarei 3 dias) e retornarei à Londres.

    Agradeço muito se puder me ajudar 🙂

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Então, acho que dificilmente você terá algum problema. Vai tranquila. =)

  • Responder janeiro 3, 2017

    Vivian

    Olá Fabrico, você acha fui barrada no aeroporto .novembro do mês passado em Lisboa. Você acha que terei problema tentando entrar por outro país? Quero passar 8 dias apenas de férias. Sou estudante, vc acha que isso pode implicar com os agentes da imigração? Esse é meu único vinculo no Brasil. Beijinhos.

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Olha, os caras tem tudo registrado em sistema, pode ser que mesmo entrando por outro país eles tenham essa informação. Leve todos os comprovantes (passagem de volta, hotel, dinheiro, seguro viagem) que você não vai ter problemas.

  • Responder janeiro 3, 2017

    Kenia

    Tenho uma pergunta!! Estou indo a milao em fevereiro de 2017 com conexão em madri.. estou indo pela 1 vez numa viajem internacional a convites dos parentes.. eles que estão me ajudando com todo custo.. se me pararem só vou ter as passagens de ida e volta e a carta convite. Você acha que eles podem implicar não vou levar dinheiro.

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Olha, eles podem pedir pra ver o seu dinheiro e cartões de crédito sim, em toda minha vida só me pediram isso uma vez, mas pode acontecer.

  • Responder janeiro 3, 2017

    Gabriela Rocha

    Oi, Fabricio. Tudo bem? Adorei suas dicas.

    Estou indo para a Suiça pelo Worldpackers. Vou pela AirFrance, por isso faço escala em Paris. Fico receosa pelas duas imigrações, pois tenho a passagem de ida já comprada mas como vou para trabalho voluntário não tenho reserva de hotel. Será que eles vão implicar?

    Obrigada!

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Gabriela! A imigração vai ser só em Paris. NÃO diga que vai trabalhar pois o visto é só para turista, mesmo que seja um trabalho em troca de hospedagem. Dica: faça uma reserva no Booking e cancela depois sem custo.

  • Responder janeiro 8, 2017

    Henrique

    Olá Fabrício,

    Estou indo em fevereiro para Frankfurt e minha conexão será em Lisboa, neste caso a entrevista será lá, correto? Pretendo ficar 90 dias mochilando no território shengen, inglaterra e irlanda. De Dublin irei para os EUA, você acha que terei algum problema em mostrar que minha passagem de volta é para os EUA? Obrigado desde já.

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Henrique, tudo bem?

      Sim, a sua entrevista vai ser em Lisboa. Quando você sair do espaço Schengen (Inglaterra e Irlanda), vai ter que fazer a imigração novamente e não tem problemas em sua passagem ser para os EUA.

  • Responder janeiro 13, 2017

    Mayara

    Oi Fabrício, obrigada pelas as dicas. Estou indo para Paris em Fevereiro com mais 4 pessoas. A hospedagem será airbnb, porém quem vai pagar um amigo francês que mora em Paris. Ou seja, o comprovante de hospedagem será no nome dele (que também ficara hospedado conosco no período). Como eu posso comprovar que eu ficarei hospedada nesse apartamento se o comprovante não estará no meu nome?
    Obrigada!

    • mm
      Responder janeiro 15, 2017

      Fabricio Moura

      Você pode levar o comprovante no nome dele, não tem problema. Mas para te deixar mais tranquila, o dono do imóvel pode fazer um email dizendo que você irá se hospedar no imóvel no período específico.

  • Responder janeiro 17, 2017

    ANA CAROLINE

    Oi Fabrício,

    Tenho um namorado que mora em Estocolmo (ele é nascido lá) e por isso tenho estado com uma certa frequência na Europa – mas sempre viagens curtinhas, e volto para o Brasil. Por isso, tenho dúvidas se posso ter problemas na imigração por essas idas mais frequentes.

    Minhas últimas entradas por lá foram as seguintes:
    – 27 de maio 2016: duração de 20 dias
    – 01 de agosto 2016: duração de 07 dias
    – 10 de novembro 2016: duração de 06 dias
    – 27 de dezembro 2016: duração de 07 dias

    Nunca tive problemas em nenhuma dessas entradas, sempre foram tranquilas.

    Tenho mais uma viagem marcada para o dia 27/fevereiro 2017 que durará 07 dias.

    Documentos que levarei comigo:
    – Carta da empresa onde trabalho informando que tenho emprego fixo aqui no Brasil;
    – Seguro saúde internacional;
    – Carta convite do meu namorado informando que ficarei na casa dele (bem como cópia do passaporte dele);
    – Extrato bancário para comprovação de renda + limite do cartão de crédito;
    – Euros em espécie.

    Minhas dúvidas são três:
    – Você acha que posso ser barrada na imigração por estar com mais frequência por lá, mesmo as viagens tendo duração de poucos dias?
    – Estando poucos dias eu posso entrar na Europa mais vezes, correto? Digo, existe a regra de que são permitidos 90 dias num período de 180 dias. Mas no meu caso, que fico apenas poucos dias, tudo bem eu não esperar 06 meses para entrar na Europa de novo, certo?
    – Se me questionarem o que farei por lá, não posso falar que farei turismo em Estocolmo pela milésima vez, rs, pois isso soará (e será) uma mentira. Posso falar que tenho um namorado que mora lá? Isso não deveria ser um problema, certo?

    Te aguardo.

    Muito obrigada,

    • mm
      Responder janeiro 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Ana, tudo bem? Vamos lá:
      1) de forma alguma, eu já entrei e saí da Europa mais de uma vez na mesma semana.
      2) não, como disse, eu já entrei em Portugal duas vezes na mesma semana e em ambas as entradas com visto de 90 dias.
      3) pode sim, comprovando que você vai voltar ao Brasil e que tem vínculos aqui, não tem razão para barrarem você.

  • Responder janeiro 22, 2017

    kenia larissa

    Fabricio, boa tarde! Adorei o conteúdo do site, tenho dúvidas, estou indo para Italia em 27/06/17 com retorno em 12/07/2017 visitar um irmão, estamos indo eu, meu pai, minha mãe e minha irmã, não falamos inglês fluente e iremos realizar conexão em Amsterdã pela KLM, gostaria de saber se estando com todos os documentos em mãos como passaporte, seguro, hospedagem e passagem de volta teremos algum problema, fui orientada em levar uma carta escrita em inglês para apresentar a migração informando que não falamos inglês porém com as descrições dos documentos que possuímos, extrato do cartão e etc. Acha que teríamos algum problema?

    • mm
      Responder janeiro 23, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Kenia, tudo bem? Ninguém é obrigado a falar outro idioma, mas que ajuda isso não resta dúvidas. Eu nunca ouvi casos onde o turista mostra uma carta pro agente de imigração informando que não fala o idioma local ou inglês, mas acho que pode funcionar. Se for te deixar mais tranquila, faça a carta dizendo que vocês não falam inglês, que estão indo para Itália visitar o seu irmão e volta no dia tal.

  • Responder janeiro 30, 2017

    Douglas

    oi Fabricio tudo bem? Estou indo para Paris em Abril, meu pai mora na França a 11 anos, ele tem todos os documentos certinho no país, ele está vindo mas minha madrasta me buscar, então, estarei indo do Brasil para França com ele, a imigração sera em Lisboa, ele não fez carta convite, mas estará trazendo o comprovante do apartamento dele tudo certinho, os documentos dele etc.. estarei indo com seguro viagem, passagem de volta e uns 500 euros ou então o extrato do cartão de meu pai, passarei 15 dias, será que a imigração será tranquila?

    • mm
      Responder fevereiro 1, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Douglas, não tem razão para dar errado, pode ficar tranquilo.

  • Responder janeiro 30, 2017

    Elisabeth Martins

    Olá Fabrício vou fazer uma viagem em Junho com meu esposo para a Espanha entrada por Madri vou ficar 15 dias é a primeira vez na Europa somos aposentados ele 70 anos e eu 65 sei que a imigração do aeroporto de Barajas é mto rígida tenho os comprovantes dos hotéis é preciso levar os extratos do recebimento da aposentadoria ? Grata espero sua resposta

    • mm
      Responder fevereiro 1, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Elisabeth, tudo bem? Não precisa, eles não pedem para ver isso.

  • Responder fevereiro 10, 2017

    Julia

    Olá, Fabricio.
    Tenho uma dúvida sobre visto de estudante para Portugal.
    Gostaria de saber se é possível comprar passagens de ida e volta para um destino diferente daquele do qual vc irá estudar. Por exemplo, tenho carta de aceite da universidade em Porto no mês de julho (a partir do dia 15 para ser mais exato), mas o meu trabalho no mestrado só vai começar mesmo no primeiro dia de maio. Eu posso, por exemplo, comprar passagem de ida pra algum outro país pra visitar a familia uns dias antes de começar o mestrado? Meu itinerário seria Rio – Suíça (1 a 2 semanas) – Porto (durante 3 meses para o mestrado – já tenho reserva do apartamento) – Suíça (por 1 semana) e de volta ao Rio. Vc acha eles podem encrencar com a minha passagem pela Suíça sendo q eu terei visto para estudar em Portugal?
    Obrigada! 🙂

    • mm
      Responder fevereiro 12, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Julia, tudo bem? Não vejo problemas desde que você comprove quando vai voltar da Suíça e onde vai se hospedar lá.

  • Responder fevereiro 10, 2017

    Julia

    Melhorando, vc acha q a imigração pode encrencar se o meu país destuno for a Suica, sendo que eu vou estudar em Portugal?

  • Responder fevereiro 16, 2017

    Anna

    Olá, Fabrício.
    Não sei se tu vais conseguir me ajudar, mas vamos lá: eu sou gerente da empresa da minha família. Com registro na CTPS e tudo. Viajo para Londres semana que vem e estou levando um contracheque, a minha CTPS, cartão de crédito e comprovação do limite, dinheiro para a estadia, comprovantes das reservas e passagens de ida e volta.
    Tu achas que eu preciso ainda assim de uma Carta do empregador? E precisa ser timbrada e tudo ou só um declaração com os dados e assinatura do proprietário?
    E parabéns pelo blog! =)

    • mm
      Responder fevereiro 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Anna, tudo bem? Eu recomendo sempre levar uma carta do empregador em papel timbrado e em inglês, pois para os caras lá fora, a nossa Carteira de Trabalho, Contracheque e até documentos como RG, CPF e CNH para eles não significam nada. Das três vezes que eu fui a Londres, antes de trabalhar só no blog, eu levei uma carta do meu empregador da época, mas nunca pediram nada, mas eu levava mesmo assim só por garantia. Não se esqueça também do seguro viagem que é obrigatório.

  • Responder fevereiro 19, 2017

    Ingrid

    Boa tarde fabrício. Parabéns pelo blog me esclareceu muita coisa.
    Estou de viagem marcada para a sérvia em março, com entrada por paris. Pelo que entendi como meu destino final nao faz parte do tratado minha imigracao será na sérvia e nao na frança, correto?
    Pelo que pesquisei a servia nao exige seguro viagem apenas carta convite ( visitarei meu namorado) voce aconselha fazer mesmo assim pois tem chance de me pedirem na frança? Obrigada desde já

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Ingrid, tudo bem? No caso você só vai fazer imigração na Sérvia, em Paris você não vai sair da área de trânsito internacional, você só faria a imigração em Paris se fosse sair do aeroporto ou se tivesse que retirar a bagagem e despachar de novo. Sobre o seguro viagem, mesmo não sendo obrigatório eu recomento para a sua segurança. Eu já fiquei doente no exterior e o que me salvou foi o seguro viagem.

  • Responder fevereiro 22, 2017

    Eduardo

    Olá Fabrício, tudo joia?Eu e minha família vamos para Paris e Portugal agora em março, tenho duas dúvidas :

    1- Pretendo levar somente Euros em espécie, tenho cartão pré pago mas as taxas cambiais não são muito atraentes, será que há problemas em levar somente dinheiro na hora da imigração?

    2- Tenho uma filha de 5 anos, ela têm passaporte mas não têm identidade, o RG é cobrado também?

    Valeu

    • mm
      Responder fevereiro 22, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Eduardo, tudo bem? 1) Não é obrigatório, mas é só uma maneira a mais de comprovar que você pode se manter na Europa durante a viagem. 2) Não, o único documento válido para Brasileiro no exterior (fora o Mercosul) é o Passaporte.

  • Responder março 1, 2017

    Caique

    Olá Fabrício!
    Ano que vem eu e minha família ( somos 4 no total ) vamos para Paris com pacote turístico com tudo pago. Gostaria de saber como é a imigração na Europa no caso de uma familia?
    Pretendemos levar 5 mil reais para outros gastos, o que acha desse valor?
    Obrigado!

    • mm
      Responder março 3, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Caique, imigração em família é fácil, passa todo mundo juntos e os caras não complicam.

  • Responder março 13, 2017

    Mila

    Olá Fabrício, tudo bem?!

    Muito bom o seu site/blog, está ajudando muito. Parabéns!
    Tenho uma duvida. Irei para Alemanha em Dezembro/2017 e ficarei até Fevereiro/2018 na casa de uma amiga( Férias da universidade que estudo). Entre os documentos que para comprovação de vinculo no Brasil, posso levar a declaração da Universidade informando que sou estudante?! ( No caso meu contrato de trabalho encerra em Outubro/2017 estarei desempregada). Pretendo levar também 2000 euros ( divididos em especie e travelcard). Dá certo?!

    • mm
      Responder março 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Mila, tudo bem? A declaração da Universidade serve sim, mas não diz que está desempregada. No mais, tudo certo.

      • Responder março 15, 2017

        Mila

        Obrigada!!! 🙂

  • Responder março 13, 2017

    Fabio Carneiro

    Olá Fabrício,
    Estou indo com a minha esposa em abril e desceremos em Madri pra imigração.
    Nao encontrei a opcao pra imprimir o seguro viagem em outro idioma, fiz pela Alianz.
    Obrigado

    • mm
      Responder março 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Fabio, pode ser em inglês, geralmente existe essa opção.

  • Responder março 13, 2017

    Shirley Rodrigues

    Olá, Fabrício, adoro seu blog, vivo xeretando aqui pra tirar minhas dúvidas! Viajarei em julho para Paris com meu marido e faremos conexão em Frankfurt, como é nossa primeira viagem para Europa (antes só tínhamos viajado pelo Mercosul, com RG msm), estou um pouco preocupada pq nosso passaporte nunca foi carimbado, vc acha q seria um problema? Como é imigração em Frankfurt? E, por último, a questão racial (meu marido é negro) pode ser um problema na imigração europeia? Obg!

    • mm
      Responder março 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Shirley, tudo bem? Sobre o passaporte eu não vejo problemas, a primeira vez que eu fui em Londres meu passaporte era novinho e isso não foi problema. Leve toda documentação necessária e vai dar tudo certo. A imigração em Frankfurt é tranquila, o aeroporto é um grande hub com muita gente indo e vindo, por conta disso eles agilizam o processo. Sobre a questão racial tb não existe nenhum problema.

  • Responder março 14, 2017

    Shirley Rodrigues

    Muito obg pela ajuda, Fabrício!!! Fico muito mais tranquila! :*

  • Responder março 31, 2017

    Lizandra

    Olá Fabricio. Tudo bem?
    Eu e meu namorado estamos pensando em fazer uma viagem em novembro, e vamos fazer um tour por dentro da Europa. Começando por Londres. Ele trabalha aqui no Brasil e vai fazer um curso por la, eu apenas faço faculdade, não trabalho. Podemos passar juntos pela imigração? Posso ter algum problema por não falar muito bem o ingles e não ter emprego?
    Enfim, posso ter algum problema por estar apenas acompanhando ele e fazer um turismo?

    Desde já, muito obrigada.

    • mm
      Responder abril 2, 2017

      Fabricio Moura

      Podem passar juntos sim, não tem problema. Desde que você comprove seu vínculo com o Brasil, não tem erro.

  • Responder abril 5, 2017

    Alícia

    Boa tarde Fabrício, tudo bem?

    Irei a Áustria, para um congresso no próximo mês. Meu namorado também irá.
    Temos uma carta do evento nos convidando para ficar na Europa durante os dias do congresso.
    Além disso, temos seguro saúde, passagem de volta e comprovante de vínculo.
    Minha dúvida é: O hotel está no nome dele, será que isso pode ser um problema no momento de eu passar pela imigração (será na Alemanha)?

    Muito obrigada.

    • mm
      Responder abril 12, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Alícia, tudo bem? Podem passar juntos na imigração e não tem problema o hotel estar no nome dele.

  • Responder abril 5, 2017

    amanda cristina freitas silva

    Fabricio, Boa tarde!

    Tenho uma dúvida referente como é o procedimento de Imigração para trabalho. O q devo levar? Iriamos eu e o meu marido e duas crianças para o sul de Portugal. Tenho q ver a casa que irei alugar aqui no Brasil? Quanto em euro devo levar para comprovar estabilidade? Tem algum documento específico para as crianças?

  • Responder abril 14, 2017

    Thaís

    Boa noite, Fabrício!
    Parabéns pela atenção com os leitores, e pelos textos maravilhosos!

    Eu tenho uma dúvida, eu meu marido e meu bebê de 7 meses viajaremos no começo de maio para Madrid, ficaremos lá por uma semana. Estamos indo com dinheiro em espécie, reserva do hotel, seguro de saúde e passagens de volta. É suficiente? Um conhecido que mora lá disse que a imigração tem sido bem rígida no aeroporto de bajaras. No entanto, pensei em escolher um voo com escala em Lisboa (não sei como é a imigração lá, talvez seria mais seguro), ou você acredita que dinheiro, passagem de volta e reserva de hotel é suficiente para não termos problemas?

    • mm
      Responder abril 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Thaís, tudo bem? Sim, vocês estão com tudo que eles pedem, mas, para te dar uma segurança maior, leve algo que comprove seu vínculo com o Brasil. Uma cópia do Imposto de Renda, ou carta do seu empregador (se estiver contratada), contrato de compra ou locação de imóveis, tudo isso serve. Já passei por Lisboa umas 6 vezes e lá realmente é mais tranquilo.

  • Responder abril 16, 2017

    Jackson Alves

    Olá! Vou em maio para Europa e minha última cidade é Paris, chegarei por volta 8h30 e com saída pro Brasil 23h30. Como terei uma conexão longa vou sair pra aproveitar a cidade. A saída no aeroporto não precisará passar por nenhum controle? Só quando eu voltar pra embarcar pro Brasil?
    Estarei vindo de Berlin pela KLM e quero saber se as malas vão direto pro Brasil? (Volto pela Air France).

    Parabéns pelo site!

    • mm
      Responder abril 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Jackson, tudo bem? Vamos lá: 1) Você só vai fazer o controle de saída quando for entrar na sala de embarque em Paris para pegar seu voo para o Brasil. Quando você chegar a Paris, poderá sair do aeroporto sem problemas. 2) Se os trechos desde Berlim ao Brasil foram comprados juntos, sim, a sua mala segue direto para o Brasil desde Berlim, a Air France e KLM são do mesmo grupo.

      Abraços e obrigado pela mensagem.

  • Responder abril 17, 2017

    Bárbara

    Oi Fabricio tudo bem?
    Vou para Munique em julho e meu voo fará conexão nos Eua. Meu visto está ok!
    Minha dúvida é a seguinte: voos saindo dos EUA passam por esse procedimento de imigração ao adentrar na Europa?

    • mm
      Responder abril 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Bárbara, tudo bem? Sim, chegando na Europa você vai passar pelo procedimento normal de imigração.

  • Responder abril 28, 2017

    Catarina

    Ola ! queria um help rs
    Vou em junho para a italia (ficarei hospedada na casa de amigos da familia) e volto em agosto para o brasil , ja estou com passaporte em mãos e carta convite (feita pela amiga da minha mãe) todos são italianos então na há problemas ao entrar com essa carta né? ah e outra , nessa carta ela esta assumindo responsabilidade pela minha comprovação financeira pois não tenho muito dinheiro entao eles ficaram responsáveis por mim , e no caso eu vou levar somente uns 500 euros em mãos, tem algum problema por causa desse valor ou não? ah probabilidade deles implicarem em questão de valores ? afinal ela declarou na carta que é responsável por mim e vai me sustentar esses 47 dias que ficarei la…

    • mm
      Responder maio 7, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Catarina, não tem problemas. Na carta precisa ter todos os contatos deles, caso o pessoal da imigração decida ligar para confirmar a informação. E 500 Euros não é pouco dinheiro para 47 dias.

  • Responder maio 2, 2017

    Cíntia d souza

    Olá viajei para Portugal eu e meu esposo em novembro e voltei em dezembro passamos juntos na imigração e deu tudo certo na entrada…só q somente eu voltei ele ficou em Portugal agr estou indo de novo sera q vao me pergunta do meu esposo por eu ter entrado com ele dá outra fez? Gostaria muito da sua opinião

    • mm
      Responder maio 7, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Cíntia, tudo bem? Eles podem perguntar o motivo da sua visita e se você disser que irá visitar seu marido e se por acaso ele estiver ilegal no país, vocês podem ter problemas com a imigração.

  • Responder maio 9, 2017

    Eric

    Olá, viajarei à Itália final do ano com conexão de 17 horas em Paris com saída as 6:20 horário local, e pretendo não me hospedar em lugar algum, apenas conhecer pontos turísticos e retornar ao aeroporto ao anoitecer para aguardar o voo, a falta de um comprovante de hospedagem em Paris pode me prejudicar?

    • mm
      Responder maio 13, 2017

      Fabricio Moura

      Não, pois a sua passagem é com destino a Itália, você só tem uma conexão longa. Vai tranquilo e aproveite seu dia em Paris =)

  • Responder maio 22, 2017

    ana flavia

    Oi, eu estou indo para Croácia mês que vem pela Swiss, vou ficar na casa do meu namorado e não vou levar muito dinheiro porque vou ficar com ele la, vou levar só uns 100 euros. Não tenho reserva de hotel nem nada, nem carta convite. acha que eles podem embaçar la na hora da imigração?

    • mm
      Responder maio 26, 2017

      Fabricio Moura

      Se pedirem essas informações na imigração eles podem complicar a sua entrada sim. Uma vez em Portugal contaram todo meu dinheiro pra ver se eu tinha como me manter lá, é um absurdo, mas eles podem fazer isso.

  • Responder junho 1, 2017

    Laura

    Ola, boa tarde.

    Alguém poderia me dizer se o aviso de férias da empresa pode ser em português?

    • mm
      Responder junho 1, 2017

      Fabricio Moura

      Em inglês.

  • Responder junho 7, 2017

    Thamires

    Fabricio.
    Estou bem preoucupada. Eu e meu namorado estamos querendo ir em Dezembro, as minhas ferias de trabalho.
    Porém, não iremos com nenhum hotel comprado, visto que meu namorado tem dupla nacionalidade e casa na Espanha. Então ficaremos por lá e decidiremos oque fazer lá.
    Recebemos um pouco mais de um salario minimo, mas guardamos dinheiro durante um tempo para a viagem.
    Acha que podem me barrar ?

    • mm
      Responder junho 9, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Thamires, poder barrar eles podem, mas isso não se aplica exclusivamente ao seu caso, eles podem barrar qualquer pessoa mesmo. Leve a passagem de volta, comprovante de vínculo com o Brasil, seguro viagem, o dinheiro para gastar e vai dar tudo certo.

  • Responder junho 7, 2017

    Nelson

    Boa noite, Fabricio
    Em novembro eu farei uma viagem para a Tailandia, com conexão em Madrid de 2 horas e meia e uma conexão em Pequim de 16 horas. Me tira uma dúvida, eu não vou ter que passar pela imigração em Madrid, certo?

    • mm
      Responder junho 9, 2017

      Fabricio Moura

      Se o trecho do Brasil até a Tailândia foi comprado junto, não precisa, é só conexão mesmo.

  • Responder junho 11, 2017

    diego

    Fui na Europa só uma vez, em Madrid. Nem olharam na minha cara e carimbaram. Estava cheio de carimbo da américa do sul no meu passaporte. rsrsrs
    Irei em Outubro novamente, chego em Lisboa mas farei muitos trajetos.

    Será Lisboa – Roma – Atenas – Sofia- Bucareste – Istambul – Copenhague – Lisboa.

    Farei imigração na chegada em Lisboa, Em Istambul e em Copenhague, TA CERTO?

    vou com passaporte novo, melhor levar o antigo tb né, caso dê algum problema acho válido mostrar.

    • mm
      Responder junho 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Diego, exatamente, você fará a imigração em Lisboa, Istambul e Copenhague. Sim, leve o passaporte antigo, eu sempre faço isso, até pq meu visto americano está nele.

  • Responder junho 12, 2017

    Dora

    Olá Fabricio! Vou fazer um curso na Espanha em Julho, e desembarco em Madrid. Quero dar um pulo em Liverpool para visitar uma amiga. Já fui uma vez para lá e fiquei hospedada na casa dela. Minha dúvida é, vou passar pela imigração no aeroporto de Madrid com os comprovantes do curso que farei, depois viajarei para Liverpool e ficarei apenas 2 dias lá. Vc acha que terei algum problema na imigração da Inglaterra por serem poucos dias? E por ser estudante brasileira apenas fazendo um curso de um mês na Espanha?

    • mm
      Responder junho 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Dora, problema nenhum! Tendo a sua comprovação de retorno pra Espanha e o propósito da sua visita no Reino Unido, não tem problema nenhum.

  • Responder junho 15, 2017

    Gisele

    Olá! Estou indo para a croacia e estou com dúvida quanto ao lugar da imigração. Farei conexão em Frankfurt e depois vou para meu destino final que é Dubrovnik. Terei cerca de 1:30h de conexão entre esses voos. A croacia não faz parte dos países do tratado, logo eu irei fazer a imigração somente na croacia? Ou farei tanto em Frankfurt quanto na croacia? Obrigada!

    • mm
      Responder junho 15, 2017

      Fabricio Moura

      Provavelmente não, só na Croácia mesmo.

  • Responder junho 19, 2017

    Jaqueline Almeida

    Olá Fabricio, tudo bem?
    Gostaria da sua ajuda para solucionar algumas duvidas.
    Em outubro deste ano, farei um mochilao por 5 capitais Europeias
    1)No momento só curso a faculdade EaD e não tenho uma renda fixa, isso pode ser um problema no momento da imigração?
    2) Tenho um imovel aqui no Brasil, levar uma xerox da escritura me ajudaria em algo?
    3)Tenho uma pessoa que me ajudara com os custos da viagem, deve levar algum comprovante dessa ajuda?
    4) Faço minha conexao para Londres em Madrid, com 2:15 para a troca de avião, esse tempo seria suficiente ou deveria trocar por um voo com conexao maior? ( o próximo voo tem conexao de 22hrs)

    • mm
      Responder junho 22, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Jaqueline, tudo bem? Leve a cópia da escritura pois serve como comprovação de vínculo com o Brasil, leve também a sua matricula da faculdade. Sobre a ajuda da viagem não precisa comprovar e sobre o tempo de conexão, sim, é suficiente pois vc não fará imigração em Madri, só em Londres.

  • Responder julho 14, 2017

    Brenda

    Olá, gostaria de saber se a imigração na Turquia é tranquila.

    Estou indo aproveitar minhas férias e vou ficar na casa de um amigo que trabalha em Istambul desde março desse ano. O ideal seria pedir para ele escrever uma carta ?

    Eu sou estudante e não trabalho, eles implicam com isso?

    Vou levar o comprovante da passagem de volta impresso caso precise.

    Desde já agradeço!

    • mm
      Responder julho 17, 2017

      Fabricio Moura

      Imigração em Istambul é rígida, por conta do medo deles com ataques terroristas, mas brasileiros não tem muita dificuldade não. Leva a cartinha do seu amigo, passagem de volta, dinheiro e seguro viagem.

  • Responder julho 14, 2017

    Carol

    Olá, faço minha viagem em janeiro do ano que vem, neste momento não estarei trabalhando e nem estudando. Que outro documento pode comprovar meu vínculo com o Brasil?

    • mm
      Responder julho 17, 2017

      Fabricio Moura

      Contrato de aluguel serve.

  • Responder julho 17, 2017

    Daniela

    Ola Fabricio,
    Vou a Europa pela primeira vez em agosto. Noruega com conexao em Amsterda.
    Passaporte novo (passaporte anterior so com viagem para Argentina e Chile), passagem de ida e volta, seguro viagem, 1500 euros em cash e cartoes de credito.
    Vou ficar na casa de um amigo que trabalha na mesma empresa que eu so que na Noruega ( vale lembrar que a empresa é Norueguesa), tenho cracha da empresa.
    Perguntas: Carta Convite Não Oficial é realmente necessaria ?
    O Consulado aqui e a UDI la disseram que não é necessario.
    Extrato da Conta e da Fatura do Cartão ???????? Serio que preciso disso ?????? Não seria invasão de privacidade ????
    E seu eu fizer uma reserva no AirBNB ou Booking e cancelar depois, so pra garantir ??????
    Esto tensa !
    Bjs…

    • mm
      Responder julho 20, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Daniela, tudo bem? A Carta convite é um comprovante de hospedagem, por isso muitos países pedem. Extrato da conta e fatura, sim! Podem pedir para comprovar que você pode se manter naquele país. Sobre ser invasão de privacidade, cada país tem suas regras, eu não vejo isso como “invasão de privacidade”, conheço pessoas que tiveram revista íntima, isso é invasão de privacidade.

      • Responder outubro 8, 2017

        ANDRE ROBERTO LEITE PINTO

        Mas Fabricio e se eu nao tiver a fatura do meu cartao de credito e ela for digital como o NuBank? Pode mostrar o aplicativo?

        • mm
          Responder outubro 9, 2017

          Fabricio Moura

          Serve sim.

  • Responder julho 18, 2017

    Lis

    Fabricio,

    Vou pra Paris, com conexão em Lisboa, minha imigração será em Lisboa, correto?
    Em Paris vou ficar na casa de uma amiga, ela fez uma carta convite e me mandou por correio, porém ela não foi registrada, tem algum problema?
    para comprovar vínculo com o Brasil, posso levar meu papel de férias que a empresa entrega?

    Obrigada.

    • mm
      Responder julho 20, 2017

      Fabricio Moura

      Sim, imigração em Lisboa. Não precisa autenticas, mas tem que estar em português ou inglês, pois sua imigração vai ser em Lisboa.

  • Responder julho 20, 2017

    Luan Lopes

    Fabricio,
    Tenho 17 anos e estou indo para Madrid dia 25 com minha tia, ela é legalizada e tem a residencia na Espanha. Estou levando comigo uma autorização de viagem assinada pelos meus pais que me permite viajar com minha tia, na mesma também indica o endereço dela em Madrid, sabe dizer se essa autorização serve como comprovante de hospedagem? Preciso comprovar dinheiro também?
    Obrigado.

    • mm
      Responder julho 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Luan, tudo bem? Essa autorização serve sim, como você é menor de idade, a sua tia precisa colocar na carta que ela é a responsável por você (inclusive financeiramente) durante a sua viagem. Certamente na autorização dos seus pais também deve constar essa informação.

  • Responder julho 21, 2017

    Henrique

    Olá, boa noite!
    Estou indo pra Barcelona mês que vem, com conexão em Paris, já teve experiência nesta imigração? Como foi?

    Obrigado!

    • mm
      Responder julho 21, 2017

      Fabricio Moura

      Boa noite! É tranquilo, leva os documentos certinhos e pronto.

  • Responder julho 21, 2017

    Janaína Faé

    Olá!!
    Em janeiro irei para Londres com minha irmã e minha mãe. Algumas dúvidas:
    – Podemos passar juntas pela imigração, já que minha mãe não fala inglês?
    – Minha mãe é aposentada, precisa comprovar essa condição? De que forma?
    – Durante nossa estadia, teremos dois voos para outros países, com passagens aéreas já compradas. Poderemos ter alguma complicação por conta disso na imigração?
    Obrigada!

  • Responder julho 25, 2017

    Alex Figueiredo

    Ola Fabrício. Parabéns pelo site e dicas. Estou indo a Marrocos em uma viagem de trabalho e faço escala em Paris. Dúvidas:
    1) passo pela imigração apenas em Marrocos.
    2) documentos que estou levando:
    2.1- passaporte
    2.2 – passagem de ida e volta
    2.3 – email dos meus colegas da minha empresa que irão me receber em marrocos indicando o nome do hotele as datas mas não possuo o voucher.
    2.4 – seguro viagem.
    Precisa de mais algum documento?

    Após minha estadia em Marrocos eu vou para a Espanha com um amigo de empresa e da Espanha volto ao Brasil.

    Voce indica algum cuidado especial que devo tomar em relacao a documentos?

    Obrigado pelo auxílio.

    • mm
      Responder julho 25, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Alex, tudo bem? Imigração só no Marrocos e na Espanha.

      Tá tudo certinho quanto aos documentos, na Espanha vale você levar um comprovante de vínculo com o Brasil só pra garantir. Um IR, contrato de aluguel, contrato de trabalho, etc. E claro, dinheiro para se manter durante a visita.

  • Responder julho 30, 2017

    Mario

    Boa noite, Fabrício tenho uma dúvida, meu namorado e eu estamos indo para Lisboa, a taxa para o travei está alta, teria algum problema levamos apenas em espécie aproximadamente 7k £ cada?

    Ou seria ideal apenas uns 3k € E o restante no cartão.

    Estamos indo com a carta convite, seria interessante fazermos reservas em hotel.

    O retorno está previsto em 20 dias. Mas confesso que não predentemos voltar.

    Teríamos algum problema? O que me sugere?

  • Responder julho 31, 2017

    Sarah Fernandes da Rocha

    Olá, Fabrício.
    Irei passar pela imigração em Barajas no próximo mês, meu passaporte é novo, nunca foi carimbado. Irei passar 15 dias de férias na casa de uma amiga na holanda. Ela vai fazer a carta convite, tudo direitinho. Eu sendo servidora pública, o contra-cheque impresso, junto com o extrato do imposto de renda, pela internet servem como comprovante de emprego? Fiquei sabendo que aqui eles não fornecem uma carta pra dizer que sou servidora.

    • mm
      Responder julho 31, 2017

      Fabricio Moura

      Servem sim Sarah! Fica tranquila e boa viagem.

  • Responder agosto 2, 2017

    Mayara

    Boa tarde Fabricio! Vou para Barcelona com minha mãe em setembro e ficaremos hospedadas pelo Airbnb.. acha que esse comprovante pode trazer problemas na imigração em Bajaras? Li alguns artigos que dizem para não apresentar comprovante de Airbnb.. agora não sei o que fazer. Aguardo um retorno obrigada!!

    • mm
      Responder agosto 2, 2017

      Fabricio Moura

      Problema nenhum Mayara, pode ir tranquilamente.

  • Responder agosto 6, 2017

    Joyci

    Olá, Fabrício!
    Meu namorado e eu pretendemos viajar pra Lisboa no final de Setembro. Vamos com 2.000 mil euros, e sem cartão de crédito. Teremos algum problema na imigração? Iremos com a carta convite, seguro viagem e passagens de volta. Outra coisa, sou estudante e ele terá saído do emprego nesse período, como podemos comprovar vínculo com o país? E sendo namorados, poderemos passar juntos na imigração? Desde já, obrigada!

    • mm
      Responder agosto 8, 2017

      Fabricio Moura

      Tranquilo Joyci, podem passar juntos sim. Quanto ao dinheiro, tudo certo. Comprovar vínculo, se tiver uma declaração de IR ou contrato de aluguel, podem levar.

  • Responder agosto 19, 2017

    George

    Olá Fabricio,
    Estou indo agora em outubro para Dublin, meu voo sai de Guarulhos para Frankfurt… terei apenas uma hora de conexão nesse aeroporto, o voo chega às 15:00 e as 16:00 já decola para Dublin.
    Você sabe me informar se passo por imigração em Frankfurt? Caso sim, é tranquilo? Da tempo suficiente de pegar o outro voo? Estou indo sozinho, e tenho um pouco receio de me perder…
    Att,
    George

    • mm
      Responder agosto 19, 2017

      Fabricio Moura

      Oi George, tudo bem? O tempo é muitoooo curto, mas você não vai fazer a imigração em Frankfurt, só em Dublin. O problema é que um mínimo atraso já te fará perder o voo.

  • Responder agosto 23, 2017

    YAGO ALVES FARIAS

    Tudo bem , vou para Europa mais precisamente suíça em outubro , tenho a carta convite , levarei uns 500,00 francos, tenho uma micro empresa aqui no brasil, Bilhete de volta , ficarei na casa de um amigo o qual ajudei quando ele morava no Brasil , meu voo é de Fortaleza – Zurique com escala em Frankfurt, e eu não tenho o seguro viagem e só sei falar português , terei problemas na emigração?

    • mm
      Responder agosto 28, 2017

      Fabricio Moura

      Tem que ter seguro viagem, eles podem mandar você de volta se não tiver. Bom, você precisa saber se comunicar com a imigração, inglês é fundamental.

  • Responder agosto 24, 2017

    Pâmela Oliveira

    Boa noite Fabricio. Vou viajar agora em setembro pra encontrar meu marido (não somos casados oficialmente, só moramos juntos) que está fazendo um intercambio em Dublim (Irlanda).
    1-Eu ficarei na casa de família que ele fica lá, como ele virá no inicio do mês para cá, ele irá trazer a carta convite, então ele não terá o carimbo do correio, será que tem algum problema?
    2-Vou ficar 89 dias e pretendemos viajar pela Europa, só que não fizemos reservas nenhuma e, como não falo nada em inglês, eu fiz uma carta explicando tudo isso, será que o fato de não ter as reservas, mais falar que vamos fazer esse tour, pode me prejudicar? Será que seria melhor deixar isso de fora?
    3-Não tenho como comprovar meu vinculo com o Brasil, acabei minha faculdade ano passado, não estou trabalhando e não tenho nenhum imóvel, será que pode ser um problema?
    4- Estou levando o passaporte, a carta convite, passagem de volta, os documentos dele que comprovam o intercambio, seguro viagem, cartão de credito e dinheiro (um total de 1500 euros), será que será o suficiente, devo me preocupar com alguma coisa?
    Desde já agradeço sua atenção,
    Obrigada

    • mm
      Responder agosto 27, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Pâmela, tudo bem? 1) Não tem problema; 2) Sim, o ideal é ter um roteiro minimamente detalhado; 3) Sim, tem que ter pelo menos um IR ou contrato de aluguel; 4) Quanto a isso, tudo certo.

  • Responder setembro 3, 2017

    Julia

    Olá Fabrício, tudo bem?

    Irei à NY em Dezembro de 2017, e esta será a minha primeira viagem internacional. A viagem será com a minha mãe e os meus irmãos, porém eu vou partir do Brasil com destino a NY e eles irão de Portugal, pois moram lá, ou seja, farei o trajeto sozinha. Podes me dar algumas dicas, pois a imigração americana é bem rígida, além do mais a viagem será custeada pela minha mãe, mas tenho trabalho fixo e faço universidade aqui.

    Tô super apeeensiva e espero que possas me ajudar.

    • mm
      Responder setembro 4, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Julia, tudo bem? Leve todos os comprovantes (hotel, passagem de volta, seguro viagem e um comprovante de vínculo com o Brasil, pode ser um IR). Fale sempre a verdade e dê respostas curtas e diretas.

  • Responder setembro 4, 2017

    Vera Lúcia

    Olá Fabrício! Muito boa suas dicas no post.Uma dúvida na imigração na Europa,quando uma pessoa viaja acompanhada do conjugue as perguntas serão feitas aos dois ao mesmo tempo ou só um responde e mostra os documentos de ambos? Essas perguntas são feitas no idioma inglês? Ou seja a pessoa tem que saber responder nesse mesmo idioma?Obrigada!

    • mm
      Responder setembro 4, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Vera, depende do país. Alguns lugares vai um por vez. A entrevista é geralmente no idioma local ou inglês.

  • Responder setembro 8, 2017

    Douglas Amorim

    Bom dia fabricio. Gostei muito da sua pagina! Parabens! Bom, vamos as perguntas!

    Eu e minha noiva iremos para genebra agora em setembro/2017, e nosso voo é rio de janeiro/genebra com escala em lisboa. Eu e ela não conversamos em inglês ou francês, entedemos algumas escritas e pretendemos usar o Google tradutor durante toda viagem. A minha duvida é.
    1- É em lisboa que passaremos pela imigração antes de ir para a Suíça?
    2- Caso a imigração seja em lisboa, as perguntas que serão feitas, serão feitas em Portugues (portugal)?
    2- Teremos que passar por outra entrevista na chegada a genebra?
    3- Estou levando passaportes validos, apolice do seguro em ingles, passagem de trem (genebra/paris), comprovante de passagem (paris/ sao paulo), comprovante de aluguel de veiculo em inglês, comprovantes de reserva de hoteis, cartão de crédito internacional, EUR 250 e carteira internacional para dirigir. Com esses documentos e comprovantes na mão, posso ir tranquilo?

  • Responder setembro 10, 2017

    Ingrid

    – Oi adorei as dicas tenho uma dúvida, bom irei pra casa do meu namorado ele mora em Portugal, lisboa ele irá me mandar a carta convite…
    porem nao tenho trabalho fixo sou autônoma, eles irão cismar comigo por conta disso?
    preciso realmente de seguro viagem?

    • mm
      Responder setembro 13, 2017

      Fabricio Moura

      Podem sim, eles podem interpretar que você está indo morar com o seu namorado, já que você não tem emprego fixo. Sim, seguro é fundamental, eles podem te impedir de entrar sem o seguro.

  • Responder setembro 10, 2017

    Camil

    Oi Fabrício.
    Estou com uma viagem marcada para 2018 e passarei pela Inglaterra, Escócia e Irlanda, nessa ordem. Retornarei para o Brasil saindo de Dublin com conexão em Londres. Será necessário fazer imigração nos dois lugares? E saindo da Escócia para a Irlanda também precisarei fazer nova imigração?
    Obrigada e ótimo post.

  • Responder setembro 15, 2017

    julia

    Ola Fabricio!!Parabéns pelos posts!Vou p Itália em setembro c conexão em Frankfurt.Gostaria de uma dica para me orientar rápido no aeroporto pois minha conexão e pequena 1:40 min.E sei que o aeroporto e enorme!E um detalhe que complica muito , não falo inglês e nem alemão .

    1-Como me localizar e achar rápido os balcões da imigração para não perder tempo?

    2-Passando pela imigração vou atrás do portao de embarque certo , e o Raio x ?

    • mm
      Responder setembro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Julia, e só seguir as placas indicando o controle de imigração. Não tem erro, dificilmente você vai se perder.

  • Responder setembro 17, 2017

    Cleide

    Olá Fabrício! Parabéns pelo blog.
    Vou pra Lisboa o3/10, retorno 01/11, farei conexão com espera de + – 9 hr em Casablanca, porém algumas dúvidas!
    1- O hotel pra hospedagem pela Air Março,é seguro sair e voltar aeroporto, ou passo ficar no aeroporto aguardar embarque pra Lisboa?
    2- Tenho seguro pra 15 dias, será que terei n problemas?
    3- Não tenho vínculo empregatício no Brasil, saí emprego e vou dar um giro antes iniciar outro, por tanto não tenho carta de comprovação
    4- vou levar todos documentos, incluso carta convite portuguesa e comprovação de residência fixa no Brasil, levarei dinheiro em espécie,será que terei problema com imigração por causa seguro e contrato trabalho?
    5- Se eu ficar no aeroporto, preciso passar imigração? É seguro ficar aeroporto Casablanca a noite? Estou indo sozinha e dá um medinho

  • Responder setembro 18, 2017

    Gabriel

    Olá Fabricio, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo site. É incrivel! Essa será minha primeira viagem internacional. Consegui tirar 90% das minhas duvidas em relação a bagagem, imigração e lugares para se visitar.

    Estou com uma dúvida em relação a conexão.
    Vou para Munique com conexão em Amsterdã. Eu devo passar pela imigração em amsterdã ou em Munique, ou nos dois lugares?

    Na conexão em Amsterdã ficarei somente no aeroporto, não sairei para a cidade.

    Um abraço e muito obrigado!

    • mm
      Responder setembro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Gabriel, a sua imigração será em Amsterdã.

      Abs.

  • Responder setembro 23, 2017

    Eduardo Henrique

    Muito bom. Tirou várias dúvidas que eu tinha. Ajudou bastante. Eu tenho uma dúvida: Posso usar um cartão pré pago visa como comprovante financeiro? Como poderia comprovar de maneira segura?

    • mm
      Responder setembro 23, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Eduardo, tuod bem? Sim, pode. Mas leve o comprovante do crédito do dinheiro no cartão, a casa de câmbio te entrega isso.

  • Responder outubro 4, 2017

    Eliane Silva da cunha

    Olá ,estou indo para Itália e vou fazer conexão em Madri ,irei ficar na casa da minha irmã q mora em Milão ,poderia me tirar a dúvida sobre a carta convite ?ela pode fazer e me mandar por e-mail?vou ficar lá 25 dias já tenho passagens ,seguro ,só não trabalho e não estudo ,através de qual documento posso levar para comprovar vínculo com o Brasil ?
    Seu blog é um máximo ,tira bastante dúvidas .

    • mm
      Responder outubro 4, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Eliane, tudo bem? Pode mandar escaneada pra você imprimir, pois precisa constar a assinatura dela e a carta tem que ser feita a mão.

  • Responder outubro 9, 2017

    Alan Vieira

    Bom dia,
    Irei agora em novembro para Amsterdam, Londres e Paris. Porém a conexão será em Frankfurt/Amsterdam e Paris/Frankfurt, como é a minha primeira ida à Europa e não falamos inglês, gostaria de saber por quais países iremos passar pela imigração? Estou tenso por não falar inglês!

    Obrigado.

    • mm
      Responder outubro 9, 2017

      Fabricio Moura

      Pelo que eu entendi, a sua primeira imigração será em Frankfurt e novamente em Londres. Voltando de Londres você vai ter que fazer a imigração de novo em Paris. Infelizmente não tem como fugir do inglês, você vai ter que se comunicar com os oficiais de imigração.

  • Responder outubro 10, 2017

    Daniele

    Ola Fabricio, tudo bem?
    Eu meu esposo e filha vamos fazer nossa primeira viagem fora do Brasil e confesso depois de ler os comentarios fiquei com medo e algumas dúvidas…
    Iremos dia 24/11 com retorno 10/12 pela companhia Turkish Airlines saindo de guarulhos ate Istambul e depois destino em Lisboa onde ficaremos ospedados em casa de parentes, nós mudamos de cidade recente então demos baixa em nossas carteiras vamos fazer essa viagem e depois que voltarmos procurar emprego na nova cidade o que fazemos nesse caso como não teremos como comprovar renda no Brasil? Como vamos ficar ospedados na casa dos parentes eles vão mandar a carta convite é necessário mandar uma carta para cada um de nós? Iremos com uns 2000 euros mas não tenho conta no banco nem cartão de crédito com limite alto será que teremos problemas com a imigração? Aguardo e ja agradeço sua atenção desde ja.

    • mm
      Responder outubro 16, 2017

      Fabricio Moura

      Daniele, comprovar a renda, você comprova com os seus 2.000 euros + cartão de crédito se tiver. O vínculo com o Brasil você comprova (além do contrato de trabalho ou matrícula escolar) com cópia de contrato de aluguel ou imposto de renda.

  • Responder outubro 13, 2017

    Cláudia Simone

    Olá Fabrício, estou indo para Itália em férias passar 10 dias em Nápoles e Sorrento, é a minha primeira viajem internacional, e sozinha, só falo italiano e português, e a minha conexão será em Zurique, estou um pouco tensa, vou levar o meu roteiro traduzido para inglês, passagem de volta, comprovantes das reservas pagas dos hotéis onde ficarei, seguro viagem e € 2.500 em espécie, não levarei cartão de crédito.
    Estou um pouco apreensiva, tem alguma indicação ou consideração?
    Parabéns pela página, ela é ótima e tem me ajudado bastante. Muito obrigada.

    • mm
      Responder outubro 16, 2017

      Fabricio Moura

      Vai tranquila, Cláudia, não se preocupe. Imigração em Zurique é super tranquila.

  • Responder outubro 17, 2017

    Evelyn

    Fabricio, bom dia! Gostaria da sua opiniao. Vou viajar com meu marido a turismo alguns dias na Alemanha. Iremos embarcar em um voo direto para Frankfurt. Acontece que meu passaporte esta na validade minima de seis meses mas está com meu nome de solteira ainda. comorei as passagens também usando nome de solteira para ficar igual ao passaporte. O restante dos meus documentos brasileiros ja estão com nome de casada. Sera que terei algum problema com a imigração? Não terei mais tempo de renovar o passaporte pois a passagem esta comprada para a primeira semana de novembro.

    • mm
      Responder outubro 20, 2017

      Fabricio Moura

      Problema nenhum, o único documento válido no exterior é o passaporte.

  • Responder outubro 18, 2017

    Virgínia Carvalho

    Olá Fabrício, acabo de conhecer seu blog, maravilhoso! Pretendo pedir algumas dicas. Vou para Lisboa e tenho conexão em Madri, onde ficarei por volta de 19 horas. Pelo que entendi, posso sair do aeroporto, mas vi num blog que seria bom saber se ao sair do aeroporto terei que pagar nova taxa de embarque quando retornar, e se preciso de um visto temporário para passageiro em trânsito? Procede a informação? Como é muito tempo de espera, acho necessário sair, mas estou apreensiva com os procedimentos num local que não conheço. Desde já agradeço sua ajuda.

    • mm
      Responder outubro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Virgínia, tudo bem? A sua imigração vai ser só em Lisboa, o trecho até Madri já é considerado doméstico. Sim, você pode sair do aeroporto e não, você não vai pagar outra tarifa de embarque. Vai tranquila, eu já fiz isso umas duas vezes em conexões longas em Lisboa. Só que a sua mala despachada vai seguir direto para Madri.

  • Responder outubro 23, 2017

    Lilian

    Olá!
    Estou indo para Itália em dezembro/2017(primeira viagem internacional). Estou com algumas dúvidas em relação à carta-convite. Meu companheiro que é Italiano reside aqui no Brasil comigo desde 2015 (União Estável). Vamos viajar juntos para Itália com conexão em Portugal. Ele tem residência fixa na Itália que no caso é da mãe dele que está esperando pela gente. Neste caso ele pode escrever a carta convite ou tem que ser a mãe dele? Pensamos em enviar o modelo da carta via correios e no caso tem que ser em português por conta da escala em Lisboa (mas ela não entende português) e isso complica. O único comprovante de hospedagem que temos é de Roma de dois dias, mas no total vamos ficar 22 dias na Itália. Pretendemos passear pela Itália por algumas cidades perto da cidade da mãe dele e que da onde ela mora da pra ir e voltar no mesmo dia. Sem a necessidade de se hospedar em algum hotel.
    Vou fazer o seguro viagem, tenho cartão internacional, vou levar 1200 euros, tenho a reserva da passagem de volta. Pensei em levar contracheque e o recibo da entrega do imposto de renda.
    O que você aconselha?

    Muito obrigada!!

  • Responder outubro 27, 2017

    Danielle Menezes

    Fabricio, o blog é excelente!! Morria e não sabia que precisaria de vinculo aqui no Brasil para ir para Europa, iria me ferrar lindamente rs. Peço sua ajuda para algumas questões.
    Estou indo para Portugal e França em dezembro, e estou com um frio na barriga, afinal será minha primeira viagem internacional rs, e lá se vão as perguntas:
    1 – Saio do Brasil dia 14/12, chegando em Lisboa dia 15/12, e sempre quis saber: A gente que tem que procurar a imigração para posteriormente sair do aeroporto, ou é meio que passagem obrigatória? Sem passar por lá é impossível você sair do aeroporto?
    2 – Eu tenho visto americano, me confortou um pouquinho lendo seu post, porém nunca fui para os Estados Unidos rs, e meu namorado irá comigo, e pelo contrário, já foi negado 2 vezes, por isso até desistimos por enquanto. Poderá ter problemas?
    3 – Fiz todas as minhas reservas pelo Booking, só o comprovante basta? Ou seria bom o email de comprovante dos hoteis tambem ? Irei passar por alguns lugares em portugal, mas fiz reserva em todos que irei dormir.
    4 – Pretendo levar tudo em dinheiro, e limite no cartão apenas para o carro. A pagina do banco mostrando o limite basta? Preciso também comprovar se tenho dinheiro no débito, mesmo não pretendendo utiliza-lo?
    5 – Ai vai a pergunta que mais me preocupa: Vou para Paris dia 26/12, terei que passar pela imigração novamente? Não falo inglês, e esse medo esta me consumindo rs. Caso não precise, é só sair normalmente do aeroporto, como sairia em qualquer voo domestico aqui no Brasil?
    6 – Ultima pergunta, prometo, na volta, pegarei o voo em Paris e farei conexão em Lisboa. Sempre vi em blogs falando da chegada na Europa, mas e a saida? Como proceder? Precisa passar em algum lugar? Se sim, precisarei passar em Paris e Lisboa? Minha conexão é demorada em Lisboa, posso sair e entrar do aeroporto sem problemas? Preciso pegar minhas malas?

    Desculpa o textão, mas desde já agradeço muito !!!

  • Responder novembro 9, 2017

    Araujo

    Olá, Parabéns pela iniciativa de ajudar a tantas pessoas!
    Eu estou indo para a Alemanha em Janeiro, a conexão vai ser em Air France, o destino final é Berlin Tegel… Eu não tenho nenhum comprovante de vinculo com o Brasil pois estou desempregada e Não tenho contrato com nada, Você acha que a imigração de Paris é Rígida? provavelmente a imigração vai ser por lá, o que acha?.

    • mm
      Responder novembro 14, 2017

      Fabricio Moura

      Sim, a sua imigração será em Paris e eles são rígidos sim, ainda mais depois dos atentados que aconteceram na França. O IR serve como comprovante de vínculo.

  • Responder novembro 9, 2017

    Araujo

    Outra pergunta!
    A carta convite é suficiente para eu não precisar mostrar a minha conta do Brasil?
    Eu Penso em Levar dinheiro mas em reais! Talvez eu encontre alguém para comprar em Euros. Sua recomendação neste caso.
    Obrigada.

    • mm
      Responder novembro 14, 2017

      Fabricio Moura

      Carta convite é para comprovar que você tem onde se hospedar, não tem a ver com a comprovação financeira. É bom você ter um cartão de crédito e dinheiro em mãos, eles podem pedir para ver.

  • Responder novembro 14, 2017

    Bruna Leal

    Fabrício, boa noite!
    Viajo 30/11 para Valencia, na Espanha, onde fico na casa de uma amiga que lá reside,é legalizada, casada com um espanhol. De lá, após um dias, vou para Berlim e depois Amsterdã. A viagem foi planejada em cima da hora e só agora me dei conta da carta convite. Como meu vôo a TAP vai fazer conexão em Lisboa, ainda assim necessito da carta convite?
    Para os demais locais tenho as reservas de hotel, trechos internos de avião e trem em mãos, além dos outros documentos já citados por você. Caso seja necessário a carta convite, imagino que não dê mais tempo para chegar, o que vc aconselha? Fazer mesmo só uma informal, que ela me manda scaneada assinada?
    Ah, tenho visto americano com alguns carimbos dos EUA.
    Desde já, MUITO obrigada!!

    • mm
      Responder novembro 14, 2017

      Fabricio Moura

      Sim, precisa da carta convite pois a sua imigração será em Lisboa. Pode ser escaneada sim.

  • Responder novembro 14, 2017

    Rhayfa Andressa

    Fabricio Adoreei todas as dicas, mas como todos também tenho dúvidas hahah
    Eu e meu namorado saimos do Paraná, com conexão de 22 horas em Lima ( onde vamos dormir e fazer passeios durante este tempo) dai outra conexão em Madri de 3 horas e depois vamos pro Destino final Roma.
    Obs: é nossa primeira viagem internacional

    1. As malas sabe me informar se vão direto pra Roma?
    2. Eu sou estudante e meu namorado autônomo, eu levo declaração de matrícula pra comprovar vínculo com o Brasil? E meu namorado IR?
    3. Uma colega ali falou que ia levar €2500. Isso não é muito? Li e pesquisei bastante sobre qual a quantidade que pode-se levar, e encontrei no máximo R$ 10 MIL. comente sobre isso por favor!? 😣
    4. Com tanta escala ondr vai ser a Imigração?

    Obrigada

    • mm
      Responder novembro 14, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Rhayfa, tudo bem? 1: Sim; 2: Sim; 3: Depende de quantos dias você vai ficar; 4: Lima e Madri.

  • Responder novembro 16, 2017

    Vítor

    Fabrício, boa tarde!
    Estou com viagem marcada para Bélgica nas datas 23/01 a 26/02, pelo Worldpackers. Essa será minha primeira viagem internacional e estou um pouco receoso quanto aos processos da imigração em Bruxelas. Estou levando 900€ em dinheiro e mais cartão de credito. Acha que é suficiente para apresentar? Além disso estarei levando os documentos da hospedagem, e meus vínculos ao Brasil (faculdade, inglês…). Se puder me dar umas dicas do que falar na hora da imigração, será de grande valia haha

  • Responder novembro 22, 2017

    Helio Fertonani Junior

    Não sei se foi sorte, mas minhas experiencias de imigração na Europa foram extremamente calmas. A primeira coisa que notei foi que somos observados ainda na fila, ao me apresentar para a imigração sozinho, imediatamente o oficial me pediu para chamar meu “amigo”, provavelmente ele nos observou conversando o tempo todo na fila. De qualquer forma as perguntas foram simples, objetivas e no final houve espaço ate para piadinhas e gargalhadas. Eu fiquei impressionado de forma positiva, mas de qualquer forma eu tinha uma pasta repleta de documentos que podiam comprovar qualquer resposta que eu havia dado.

    • mm
      Responder novembro 22, 2017

      Fabricio Moura

      Eu só tive um caso negativo no Porto, no mais sempre foi tudo bem tranquilo. Na Ásia então, sempre foi MEGA tranquilo.

Deixe uma resposta