Como foram os 15 dias na Europa só com a mala de bordo

mala de bordo

Desde o começo desse ano, eu tenho tentado viajar de forma mais simples e mais leve. A espinha dorsal dessa decisão é a bagagem. Deixei as malas maiores encostadas, comprei uma mala de bordo e comecei a defender essa ideia. Aqui no blog eu já fiz um post com 8 razões para viajar com a mala de mão, vale dar uma conferida.

Desde então, fiz algumas viagens domésticas e um bate-volta em Buenos Aires viajando com a mala de bordo, mas o desafio maior estava por vir: 15 dias na Europa só com a malinha.

Para muitos, essa é uma ideia simplesmente impensável, mas a quantidade de pessoas que viajam dessa forma é bem maior do que eu imaginava e isso eu pude observar já no aeroporto mesmo.

Eu fiz um vídeo pouco antes de sair de casa pro aeroporto para você entender a dinâmica da arrumação da mala:

Agora que vocês entenderam a dinâmica da arrumação da mala, vou falar dos erros e acertos.


Erros de viagem


Subestimei o frio

Eu já viajei para lugares bem frios, peguei -10 graus em Ushuaia no extremo sul da Argentina e mesmo acompanhando a previsão do tempo para a Alemanha antes de viajar, não imaginei que sentiria tanto frio assim. Como eu mostro no vídeo, eu levei uma segunda pele térmica, suéter de lã, moletom e um casaco de couro mas não dá para vestir tudo de uma vez né?

Chegando em Berlim, a temperatura estava em torno de 5 graus e uma sensação de bem menos e depois esfriou ainda mais. Faltou um casaco mais apropriado para esse frio todo, tive que correr para uma Primark mais próxima e comprar um casado decente e maravilhoso que custou só 18 Euros.

Mais de um calçado

Tinha previsão de neve e eu me preocupei mais em levar um segundo tênis de couro do que um casaco mais pesado. Bom, não nevou mas fez frio pra caramba. Logo, não usei o segundo par de tênis que ocupou um espaço precioso na mala.


Acertos


A quantidade de roupas

A gente realmente não precisa de mais roupas do que eu mostrei no vídeo e lavar peças menores como cuecas e meias na pia do banheiro foi uma ótima saída. Para lavar camisetas e calças, eu usei uma lavanderia express que custou bem pouco (5 euros por lavagem + 3 euros pelo sabão e amaciante) e em 1h30 a roupa já estava lavada e seca. Para uma viagem de duas semanas, eu só precisei lavar as roupas uma vez e acho que ainda dá para simplificar ainda mais a quantidade de peças.

Necessaire pequena

Esse foi um bom acerto, os hotéis em que e fiquei tinham também alguns amenities, o que foi ótimo. Também comprei uma cera de cabelo em Frankfurt por 2,95 euros e que aqui no Brasil é vendida por mais de 60,00 reais. Chocante! Só senti falta do cortador de unhas, e como é um objeto cortante, eu não poderia levar na mala de bordo.


Resumindo


Viajar só com a mala de bordo provou ser super possível, como o mais sensato para quem não quer ter trabalho arrastando peso para cima e para baixo.

Se você quer se juntar ao time dos que viajam leve, dá uma olhada nesses posts abaixo:

Arrumando a mala: 5 coisas para deixar de fora
Como escolher a mala perfeita
8 motivos para você viajar só com a bagagem de mão
Dicas para arrumar a mala


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

11 Comentários

  • Responder dezembro 28, 2015

    Alexandre

    Acabei de fazer uma viagem ao Chile apenas com uma mochila pequena. A melhor coisa que poderia ter feito! Foi apenas uma semana, mas ainda sim não precisei repetir roupa e nem lavar nada. (Acho que ainda consigo diminuir a quantidade de peças! rsrs).

    É incrível a comodidade que se tem carregando apenas uma bagagem! Peguei ônibus e metrô em horário de pico e não precisei me preocupar em arrastar rodinhas por aí. Fora a facilidade de fazer viagens internas (como Santiago-Valparaíso-Viña del Mar) sem chamar atenção com uma mala grande e pesada.

    • mm
      Responder dezembro 28, 2015

      Fabricio Moura

      Exatamente Alexandre, não tem coisa melhor. É se sentir livre.

  • Responder dezembro 28, 2015

    Mauriceia

    Vou para a Noruega e Almanha, 20 dias, e tb vou só com uma mochila, valeu as dicas!

    • mm
      Responder dezembro 28, 2015

      Fabricio Moura

      Depois, conta pra gente como foi.

  • Responder março 3, 2017

    Adriana Santos

    Boa Tarde, Fabrício!
    Obrigada e parabéns por suas dicas!

    Quais as medidas de sua mala e o peso?
    Vou viajar pela Tap com mala de bordo para até 8kg.

    Att.
    Adriana

    • mm
      Responder março 4, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Adriana, tudo bem? Essa mala mede 33cm de largura, 46 cm de altura e 21cm de profundidade. Eu levei 11 quilos nela e passou tranquilamente, nem pesaram. Também levei a mesma mala para uma viagem de 3 meses pela Ásia, mas aí não deu. Destruiram ela no barco de Phi Phi para Phuket e eu tive que comprar outra =(, aí comprei uma média pois valia mais a pena.

  • Responder abril 10, 2017

    Thiago Pereira

    Fabrício
    Primeiramente quero parabenizar pelo excelente trabalho.
    uma curiosidade. fui procurar uma bolsa dessas para comprar, só que achei o valor muito caro, na faixa de R$300,00. É isso mesmo?

    • mm
      Responder abril 12, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Thiago, tudo bem? Obrigado pela mensagem. O preço é mais ou menos esse mesmo, mas dá pra encontrar opções mais em conta. Na LePostiche eu vi por 199,00.

  • Responder julho 25, 2017

    Vanessa

    Oi Fabricio, tudo bom?

    Adorei as dicas. Vou viajar para a Europa e quero só levar uma mala de bordo! A questão toda é a mala….comprei um modelo da Sestini que no site está marcando 49 x 34 x 20 sem as rodinhas e as alças. Mesmo sendo um pouco menor do que as companhias low cost pedem estou com um pouco de receio. Você sabe se eles ficam pesando e medindo as malas?

    • mm
      Responder julho 25, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Vanessa, tudo bem? Eu fui com uma mala ligeiramente maior que essa e não tive problemas. Os caras só medem se a mala for visivelmente bem maior do que o permitido.

      • Responder julho 25, 2017

        Vanessa

        Ufa! já tava nervosa aqui, querendo trocar de mala, rs. É que pesquisei muito, mas quando vi o tamanho de fato estava diferente do site…pq não contava as alças e rodas… acho que vai ficar no limite 54 x 40 x 20….enfim, tomara que dê certo. Por quais companhias você viajou?

Deixe uma resposta