O que fazer em Ponta Delgada, Arquipélago dos Açores

O que fazer em Ponta Delgada

A cidade de Ponta Delgada na Ilha de São Miguel no Arquipélago dos Açores é o ponto de partida para quem deseja se aventurar pelo arquipélago. É como se fosse a capital, também é a maior cidade e com melhor infra estrutura para receber o turismo.

Apesar de funcionar como ponto de partida e base para percorrer a ilha, Ponta Delgada tem alguns lugares bem legais para visitar e dá para fazer praticamente tudo em um dia. Dependendo da hora da chegada do seu voo, dá para aproveitar o restante do dia para conhecer a cidade.


O que fazer em Ponta Delgada


Portas do Mar

Em 2008 a orla de Ponta Delgada passou por um enorme processo de revitalização e se tornou um dos lugares mais agradáveis da cidade. Ótimo para caminhar, apreciar a arquitetura açoriana, olhar ao fundo os vulcões da ilha e se o dia estiver favorável, tomar um banho de mar em uma piscina natural.

Portas do mar

Portas do mar

Este foi o primeiro lugar que eu fui logo após desembarcar em Ponta Delgada e apesar de ser outono, quase inverno, o dia estava em torno dos 25 graus e tinha uma galera tomando banho de mar nessa piscina.

Galera tomando banho

Galera tomando banho

Vulcão ao fundo

Vulcão ao fundo

A área tem vários restaurantes, bares e a marina, de onde saem os barcos de passeios de observação de cetáceos. Só para ter uma ideia, os Açores reúnem aproximadamente um terço das 86 espécies de cetáceos do mundo. Desde a gigante baleia azul, que pode chegar a 27 metros de comprimento e pesar 120 toneladas, aos golfinhos que volta e meia dão o ar da graça próximo a orla.

Arquitetura típica

Arquitetura típica


Portas da cidade

Um conjunto arquitetônico que representa as portas da cidade. Antigamente quando foram construídas, elas ficavam junto ao mar e era por aqui que todos que chegavam a Ponta Delgada passavam. Em 1952 elas foram retiradas do seu lugar original para dar passagem a uma nova avenida.

Portas da Cidade

Portas da Cidade


Igreja Matriz de São Sebastião

Até quem não gosta de turismo religioso vai se apaixonar por essa igreja cheia de personalidade e história. A arquitetura dela tem estilo gótico com influências do estilo Manoelino e Barroco.

Algo que chama bastante atenção em Ponta Delgada é a semelhança entre a arquitetura açoriana com as cidades históricas de Minas Gerais e Parati e não é coincidência, já que fomos colonizados por portugueses e muitos açorianos migraram para o Brasil séculos atrás.

Torre da Igreja

Torre da Igreja


Forte de São Brás

Em uma das extremidades da orla de Ponta Delgada fica o Forte de São Brás e dentro dele funciona o Museu Militar dos Açores. A construção é muito bem preservada e data do século XVI que foi erguida para defender a cidade e piratas e corsários.

Forte de São Brás

Forte de São Brás

Além de um enorme acervo militar, o bacana do forte é explorar as muralhas e apreciar a vista sensacional de Ponta Delgada.

A entrada custa 3 euros (adultos) e 1 euro (crianças e adolescentes), ele fica aberto de segunda a sexta das 10h às 18h e nos finais de semana das 10h às 13h30 e de 14h30 às 18h.

Dica: saindo do forte, dê a volta por trás dele e chegue ao antigo porto, tem uma escada que leva a uma muralha de onde a gente tem uma vista ótima da cidade.

Vista da parte de trás do forte

Vista da muralha do antigo porto

Salão de armas

Salão de armas

Detalhe dos corredores

Detalhe dos corredores

Pátio interno

Pátio interno

Vista de cima das muralhas

Vista de cima das muralhas

Detalhe da escadaria atrás do Forte de São Brás

Detalhe da escadaria atrás do Forte de São Brás


Jardins

Saindo do centro de Ponta Delgada tem dois jardins que vale a pena a visita, em um deles é onde fica o Palácio de Santana, que é a sede administrativa da ilha e os jardins são abertos a visitação. A entrada custa 1 euro.

Ao lado dele fica outro jardim super bonito, o Jardim Botânico José do Canto, outro lugar que também vale a visita.

ponta-delgada-17

Jardim Botânico José do Canto


Andar pelas ruas

Esse é um dos meus programas favoritos em qualquer lugar, em Ponta Delgada foi o que eu fiz numa tarde de domingo com as ruas vazias eu pude apreciar melhor a arquitetura açoriana.

O centro é cheio de pequenas ruas, lembra bastante as vielas de Lisboa, mas saem os azulejos e entram os elementos arquitetônicos do barroco, parece muito com as nossas cidades históricas.

ponta-delgada-15

Lembra muito as cidades histórias de Minas Gerais

ponta-delgada-12

Ruas estreitas como na maioria das cidades portuguesas

ponta-delgada-11

Poderia ser Minas Gerais ou Paraty, não é?


Louvre Michaelense

É mais uma dica de onde comer e tomar um bom café do que uma atração turística. O lugar é um café todo com decoração retrô que nos leva de volta a décadas atrás. Um ambiente super agradável e com preço excelente.

Mais informações: https://www.facebook.com/louvremichaelense/

Ambiente retrô

Ambiente retrô


Outros roteiros nos Açores


Roteiro das Sete cidades e Lagoa do Fogo no Arquipélago dos Açores
Roteiro pela região de Furnas na Ilha de São Miguel nos Açores
Trilha da cachoeira do Salto do Prego em Faial da Terra


Em novembro de 2016 eu viajei para o Arquipélago dos Açores e contei com o apoio daEasyJet, FUNtastic Azores e Platano Hotels. O Vou na Janela só faz parcerias com empresas em que recomenda seus serviços.

Imagem de capa: FUNTastic Azores


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar