Como é voar dentro da europa com a TAP Portugal

Tap

Muitas pessoas que lêem meu post sobre como é voar para a Europa com a TAP, me perguntam como é o serviço da empresa portuguesa dentro da Europa, já que é bem comum o passageiro que vem do Brasil apenas fazer a conexão em Lisboa ou no Porto e de lá, seguir para outro destino no continente europeu.

Eu já fiz alguns vôos com a TAP e com a Portugália, a subsidiária regional da TAP que em breve passará a se chamar TAP Express e receberá aeronaves Embraer e ATR vindas da Azul. Para quem não sabe, o fundador da empresa brasileira, David Neeleman comprou boa parte da TAP.

Eu vou falar aqui de dois trechos que eu fiz com a TAP, de Lisboa a Berlim e de Munique a Lisboa. A razão? Os dois vôos foram feitos em horários diferentes, trazendo alterações no serviço de bordo.

Nas rotas domésticas e do norte da África, a TAP Portugal opera com aeronaves Airbus A319, A320 e A321, as aeronaves não tem sistema de entretenimento e bordo, somente telas compartilhadas que eventualmente exibem programinhas e ou mapas de vôo.  O espaço entre as poltronas é bem apertado e tem exatamente a mesma distância (pit de 30 polegadas) dos A320 domésticos da TAM, para servir de parâmetro para você que já deve ter voado com a TAM dentro do Brasil.

Interior do A320

Interior do A320

As poltronas são revestida em couro e já apresentam um belo desgaste, eu costumo anotar o número de registro das aeronaves para consultar depois a idade do avião. O CS-TNK do vôo Lisboa x Berlim voou pela primeira vez em 2000, já acumula quase 16 anos de operações e o CS-TMW do vôo Munique x Berlim foi fabricado em 2001, já vai completar 15 anos de uso. Mas isso é muito relativo, aviões podem voar por muito mais tempo desde que tenha uma boa manutenção e a TAP se tornou uma das referências em manutenção de aeronaves depois da quebra da Varig.

Espaço para as pernas, eu tenho 1.77m e foi bem apertadinho

Espaço para as pernas, eu tenho 1.77m e foi bem apertadinho

Vôo Lisboa x Berlim

O primeiro trecho saiu às 9h10 da manhã, o embarque foi feito na área de embarque doméstico do Aeroporto da Portela. O avião chegou de um outro vôo, os passageiros desembarcaram e nós embarcamos em seguida. Era nítido que não houve tempo de limpar o avião e de fato, o A320 estava bem sujo, com farelos de biscoitos ou pão entre as poltronas. Na hora me lembrei daquela matéria que falava que a mesinha do avião é uma das partes mais sujas das aeronaves.

O vôo partiu pontualmente, o comandante fez o PA avisando por onde passaríamos, inclusive sobrevoando Paris, mas as nuvens eram tantas que não deu para ver nada.

Café da manhã

Café da manhã

Cerca de 30 minutos após a decolagem a tripulação começou o serviço de bordo. Como era um vôo matutino, foi servido um café da manhã, ou “pequeno almoço”, como eles dizem. Veio um sanduíche frio de presunto e queijo, um croissant, um iogurte e geleia de pêssego. Para beber tinha os tradicionais café e chá, além de sucos e água.

Para um vôo de 3h30 até o aeroporto Schoenefeld em Berlim, foi bem satisfatório no meu caso, mas para quem é mais fominha, vale levar um lanchinho na bolsa.

Como eu disse, essas aeronaves não tem sistema de entretenimento individual, são telas compartilhadas que mostram um filme ou programas, além do mapa de vôo. O audio fica disponível pelo controle do braço da poltrona, mas a TAP não oferece fones de ouvido nesses vôos, leve o seu. Além disso, tem a revista da TAP.

Vôo Munique x Lisboa

O interessante de embarcar em Munique é que empresas que fazem parte da aliança Star Alliance, como a TAP, podem usar o Terminal da Lufthansa. E entre as comodidades, o terminal oferece para todos os passageiros – independente da classe de vôo – máquinas de café e chá com mais de 20 tipos de bebidas, água, jornais, revistas, computadores e wi-fi. Adorei isso!

Comodidades do terminal da Lufthansa

Comodidades do terminal da Lufthansa

Esse vôo saiu de Munique no começo da tarde, às 13h40 e por conta disso, logo após a decolagem a tripulação começou a servir um almoço rápido, uma meia refeição com prato quente.

Não tinham opções, foi servido um frango com batatas e um molho de ervas que estava sensacional, pão acompanhado de manteiga e de sobremesa laranja picada. Para beber tinha vinho, cerveja, refrigerantes, sucos e água. Para comida de avião, estava bem bom!

Almoço

Almoço

Depois do almoço eles ainda serviram café e água. Para um vôo de 3h10, eu achei um ótimo serviço de bordo.

Mesmo sem entretenimento de bordo, não deu para ficar entediado, o tempo estava claro e o vôo sobrevoando o sul da Alemanha, França e Espanha foi bem bonito. Inclusive ao decolar de Munique a gente consegue ver os Alpes a distância.

O vôo chegou pontualmente a Lisboa, desembarcamos na pista e seguimos de ônibus para o terminal.

Voar dentro da Europa com a TAP foi um boa surpresa, eu já fiz trechos internos com a KLM e Air France e foram bem abaixo disso.

Os alpes

Os alpes

Leia também:
Como é voar para Europa com a TAP
Chegando em Portugal por Lisboa: imigração e transporte
Como é passar pela imigração portuguesa no Porto


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar