Chegando em Portugal: como é a imigração em Lisboa

Imigração em Lisboa

O Aeroporto da Portela, em Lisboa, é a principal porta de entrada de brasileiros na Europa e isso se deve a grande oferta de vôos diretos que a TAP Portugal opera diariamente ligando 12 cidades brasileiras à Lisboa, além de alguns vôos diretos para a cidade do Porto, no norte do país. Pelo grande número de brasileiros, sempre recebo perguntas sobre como é passar pela imigração em Lisboa, além de dicas de transporte e freeshop. 


Imigração em Lisboa


Eu já passei por Portugal algumas vezes, na ocasião anterior eu entrei pela cidade do Porto e a minha passagem pela imigração foi meio traumática, vale ler o post. Já em Lisboa foi completamente diferente. Eu desembarquei em um vôo que vinha direto de São Paulo e chegamos em Lisboa por volta das 5h da manhã, o aeroporto estava bem tranquilo e somente os passageiros do meu vôo estavam passando pelos balcões do controle imigratório.

Apesar de ter umas 150 pessoas na fila e somente 2 balcões atendendo, o processo foi rápido, o que eu percebi é que poucas pessoas eram entrevistadas e de todos os passageiros, só vi 2 argentinos serem conduzidos para a famosa salinha, o que não significa que eles tenham sido deportados.

Na minha vez eu apresentei o passaporte, já estava com a papelada toda na mão, o oficial da imigração passou o leitor de código de barras e carimbou o passaporte, sem mesmo olhar na minha cara. Quer algo mais maravilhoso que isso?

Se você vai ficar em Lisboa, basta ir reto pelo corredor, seguir as placas de restituição de bagagem e saída. Se você vai fazer conexão para outra cidade (o que era o meu caso nesta ocasião), vire à direita para passar novamente pelo raio-x. Em seguida você já vai estar na sala de embarque e free shop.

Free shop

O free shop de Lisboa não é dos maiores, mas a gente consegue encontrar tudo que a maioria dos lugares do gênero oferecem. Eu fiz um post comparativos de preços de free shops aqui no blog e o de Lisboa foi o que tinha os melhores preços. Dá uma olhada.

Free shop de Lisboa

Free shop de Lisboa

Como chegar ao centro de Lisboa

A melhor maneira de ir do Aeroporto até qualquer parte da cidade é usando o metrô. O Aeroporto de Lisboa é servido pela linha vermelha, que começa no aeroporto e vai até a estação São Sebastião e se conecta às linhas verde, amarela e azul.

A estação do metrô fica fora do prédio do aeroporto, mas bem em frente a uma das saídas. Para encontrar, basta seguir as placas de sinalização.

Plataforma bem vazia

Plataforma bem vazia

Para comprar o bilhete só nas máquinas automáticas, na Europa é bem raro a gente encontrar balcões de venda de bilhetes, mas é bem simples o procedimento de compra. Para facilitar, é tudo em Português, né?

O bilhete é o “Viva Viagem”, a primeira vez que você for comprar o bilhete, terá de pagar 0,50 centavos pelo cartão, que é recarregável. Guarde o cartão para viagens posteriores. A viagem custa 1,40 euro e é válido para até 1 hora após validar nas catracas.

A rede metroviária de Lisboa não é das maiores, mas atende muito bem a quem chega pelo Aeroporto da Portela. Para usar o metro é bem simples, parecido com o daqui de São Paulo. As estações são bem sinalizadas e quase todas tem internet wi-fi grátis.

Mapa da rede metroviária de Lisboa

Mapa da rede metroviária de Lisboa

Um dos problemas do metrô de Lisboa é que poucas estações tem escadas rolante ou elevadores, o que pode ser um tormento caso você esteja com muitas malas, mas entre pagar em média 15 euros para ir do aeroporto até o centro de Lisboa e pagar 1,40 euro para usar o metrô, acho que o sacrifício vale a pena.


Guia de Lisboa para download


Aproveite para baixar a versão em PDF do Guia de Lisboa, para ler no tablet, celular ou computador quando quiser.

O guia para download

O guia para download


Procurando hospedagem em Lisboa?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

125 Comentários

  • Responder junho 13, 2016

    Lu Oliveira

    Bom dia, Fabrício.

    To gostando muito do seu blog. Vou de ferias pra Lisboa no final do ano e gostaria de te fazer uma pergunta… o que esta me deixando encucada é se no aeroporto de Lisboa tem aquela seção de alfândega apos a passagem pela imigração, como a que voce mencionou que passou no aeroporto de Porto? Eu já fui 3 vezes a Lisboa, (2008, 2011 e 2012) porem não consigo me lembrar dessa seção de alfândega apos a imigração. Isso foi uma particularidade do aeroporto de Porto? Pergunto pois meu noivo é mestrando da UnB (vamos levar a declaração de matricula autenticada) e quer levar uma placa que utiliza pra pesquisas, para caso tenha tempo livre, adiantar coisas de artigos. Vamos ficar 20 dias na casa dos meus tios (ele naturalizado português e ela italiana). Todas as vezes que fui a Lisboa a imigração foi tranquila e o máximo que perguntaram foi o que eu iria fazer em Londres. Desculpa pelo textão, mas de acordo com a sua experiência voce acha que o equipamento eletrônico pode causar alguma encrenca por parte deles?

    Desde já gradeco a atenção.

    • mm
      Responder junho 13, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Lu, tudo bem? Tem sim, tanto para quem desembarca, como para quem vai fazer conexão para outra cidade. Se essa placa for um objeto cortante, pode ter problemas até para embarcar com ela na mala de bordo aqui no Brasil. Não é melhor despachar? É um objeto frágil?

  • Responder junho 16, 2016

    Alene

    Fabrício, fiquei assustada com seu post sobre a imigração em Porto. É por onde vou chegar a Portugal. Foi esclarecedor. Vou procurar, assim como você, estar com toda a documentação e comprovantes em dia. obrigada, penso que compartilhar experiências nos ajuda muito a dimunuir situações complicadas.

    • mm
      Responder junho 16, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Alene, tudo bem? Foi traumático! Nunca passei por nada parecido na vida em lugar nenhum do mundo =/

  • Responder junho 24, 2016

    Lu Oliveira

    Oi, Fabrício! Não é cortante, é uma placa de engenharia, pra fazer conexões com aparelhos eletrônicos etc. A preocupação dele é justamente por ser um objetivo nem frágil. Não é cortante e nem parece com uma lâmina, é um board com conexões de aparelhos eletrônicos e possui uma tela. Porem estou tentando convencer meu noivo que nao será necessário trabalhar no período de férias.

    Obrigada pela atenção!

    • mm
      Responder junho 24, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Lu, não sendo cortante, não tem problema nenhum. Eu trabalho em viagens, pois essa é a minha vida, mas trabalhar nas férias é puxado.

      Bjs

  • Responder outubro 10, 2016

    Estefany RF

    Olá Fabrício, venho acompanhando seu blog muito legal. Irei viajar Janeiro com 2 amigas mas me surgiu uma dúvida, fizemos as reservas dos hotéis no nome é no cartão de uma das meninas e eu e a outra menina como vamos comprovar a reserva podemos usar os papeis dela precisa algum documento q vamos ficar no mesmo quarto de hotel?

    • mm
      Responder outubro 10, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Estefany, tudo bem? Vocês 3 podem ir juntas até o balcão de imigração. Não tem problema.

  • Responder outubro 22, 2016

    Beatriz Lima

    Amei tudo aqui!
    Boa noite! 🙂

    Vou para Bélgica em Dezembro, e vamos fazer uma conexão em Lisboa. No caso vamos passar pela imigração e alfândega?! Né isso?

    Eu estou falando no plural,pois vamos ser 3 pessoas rs podemos ir os 3 juntos para o balcão da imigração e alfândega?

    Agradeço,
    Bia

    • mm
      Responder outubro 22, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Bia, tudo bem? A imigração vai ser em Lisboa sim, podem ir os 3 juntos no balcão. Se todos os voos forem com a TAP (ou AZUL em code-share com a TAP) você só retira a mala na Bélgica, nesse caso, a alfândega é feita na Bélgica. E podem ir os três juntos.

      Bjs

  • Responder novembro 1, 2016

    Renata Borges

    Olá Fabricio,

    Queria saber se consigo comprar um chip para o celular no aeroporto de Lisboa. Vou fazer uma conexão e irei para Bruxelas.

    Obrigada, Renata

    • mm
      Responder novembro 1, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Renata, tudo bem? Acha sim, mas seria bom se certificar se eles cobrem a Bélgica. Tem uma operadora, a Lebara que eu já comprei o chip deles e funciona na europa inteira.

      • Responder novembro 1, 2016

        Renata Borges

        Olá Fabrico,

        Mais uma vez obrigada. Vou olhar está operadora.

    • Responder janeiro 12, 2017

      Ricardo

      Ja inaugurou novo sistema em lisboa

      • mm
        Responder janeiro 13, 2017

        Fabricio Moura

        Sim, passei por ele em Novembro. Esse post é anterior.

        • Responder fevereiro 15, 2017

          Sabrina dalfior ongaratto

          Como funciona esse sistema? É aquele que passa o passaporte pela máquina? Está funcionando realmente? Vou em março para Lisboa mas estou morrendo de medo! Li em alguns lugares que mulheres novas e desacompanhadas são “alvo”. Sou servidora pública, isso ajuda em algo?

          • mm
            fevereiro 16, 2017

            Fabricio Moura

            Tá funcionando sim, mas ele é para saída. Todo mundo que chega passa pelo mesmo procedimento normal. Desde que você tenha a passagem de volta, comprovante de hospedagem, seguro viagem, dinheiro e cartões de crédito internacional e vínculo com o Brasil, não tem porque ser barrada.

  • Responder novembro 8, 2016

    Marco Quintanilha

    Fabricio qual o melhor chip para uso na Espanha e em Portugal? Vou fazer Madri, Barcelona, Porto e Lisboa (além de pequenas cidades) e gostaria de saber se vc sabe. Quando fui a Paris comprei um plano da Orange de 1 GB que funcionou maravilhosamente bem tanto na França quanto na Itália. Teria algo similar na Espanha ?

    • mm
      Responder novembro 9, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Marco, tudo bem? Sempre que eu vou pra Europa eu uso o chip da Lebara do Reino Unido, pois ele funciona na Europa toda e até na Ásia, o site é lebara.co.uk e também é vendido em máquinas automáticas (tipo máquina de Coca-cola) em todos os aeroportos. Fora ele, a Vodafone e Orange funcionam muito bem.

  • Responder novembro 21, 2016

    Jordana Correa Seiler

    Olá gostaria de saber se alguém pode me esclarecer uma dúvida! Eu vim de um vôo de São Paulo para o Porto em Portugual com uma conexão de Madrid. Recebi um carimbo em Madrid mas não recebi nenhum no Porto depois peguei um Obinus estou aqui em Lisboa e me disseram que tenho que ter o carimbo de Portugal no meu passaporte já que estou aqui. Já agendei para fazer o tal carimbo mas ainda não entendi a tal importância desse carimbo! Alguém sabe me dizer??

    • mm
      Responder novembro 21, 2016

      Fabricio Moura

      Nãoooo, quem disse isso não sabe o que está falando. O carimbo de entrada vale para TODOS os países que fazem parte do acordo de Schengen e Portugal faz parte, assim como a maioria dos países europeus. Relaxa, você NÃO precisa de carimbo de Portugal, eles só irão carimbar quando você for embora. PS.: Também estou em Lisboa.

      • Responder abril 11, 2017

        Diaz

        Sei que faz muito tempo o questionamento, mas poderá ajudar outros leitores. Caso a pessoa decida morar em Portugal e pleitear uma autorização de residência. Se a entrada na UE foi por outro país e a chegada em Portugal foi por vôo doméstico. É preciso ir ao SEF ou loja do cidadão e declarar entrada. Caso seja feita nos 3 primeiros dias, não terá qualquer custo. Mas caso seja fora desse prazo, será cobrado multa proporcional ao tempo que a pessoa não declarou entrada em Portugal. Para as pessoas que irão se hospedar em hotéis, o sistema hoteleiro já faz essa notificação ao SEF no ato do check-in..

  • Responder novembro 22, 2016

    Priscila Silva

    Olá, tudo bem?
    Estou acompanhando o seu blog e estou adorando.
    Vi que esta em Lisboa e vai para o Marrocos, bom eu também vou passar por esses destinos logo menos, começo a minha viagem em Dezembro, mas estou um pouco ansiosa por conta da passagem pela imigração. Será a minha primeira vez na Europa, acho que estou mais ansiosa do a passagem pela imigração dos EUA hahaha. Vou ficar por volta de uns 68 dias, sou professora então tenho férias longas nesse período do ano. Vou me hospedar na casa de um amigo Português que fez um termo de responsabilidade e autenticou em cartório em Portugal e me enviou pelo correio, vou embarcar com a passagem de volta em mãos, pedi uma declaração falando que tenho vinculo empregatício com a escola e vou autenticar no consulado e posso anexar o meu holerite e calendário do ano letivo de 2017, seguro viagem, dinheiro. Estou esquecendo de algum documento?
    Fico ansiosa pelo fato de ter lido os cometários sobre o questionamento maior em relação a mulheres que passam sozinhas pela imigração.
    Parabéns pelo blog, vou continuar acompanhando para ver as dicas sobre o Marrocos!

    • mm
      Responder novembro 23, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Priscila, tudo bem? A documentação necessária é essa mesma, em toda minha vida só me pediram uma vez algo além do meu passaporte, então, pode ficar mais tranquila. No Marrocos a imigração também foi fácil, não pediram nada, só olharam o passaporte, perguntaram a minha profissão e pronto. Obrigado pela mensagem.

  • Responder novembro 24, 2016

    Taty patricia

    Olá Fabrício tudo bem ? Gostaria de tirar uma duvida pretendo viajar em dezembro com destino a Lisboa mais de lá vou pra França …. Tenho uma duvida …. Em relação a carta de hospedagem. … Já que vou ficar na casa do meu namorado que é português… Mais mora com pais como deve ser feita a carta sendo q o comprovativo de residência dele está no nome do padrasto dele …. É minha primeira viagem … estou reciosa em passar pela imigração …. ** aguardo sua resposta será de muita ajuda pra mim desde já grata !

    • mm
      Responder novembro 28, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Taty, tudo bem? A carta pode estar assinada pelo seu namorado, não tem problema. Eu fiz a imigração em Lisboa duas vezes esse mês, na primeira vez o moço fez as perguntas de praxe e na segunda não me perguntou nada. Vai tranquila.

  • Responder dezembro 6, 2016

    ivete Quintela

    Legal seus textos. Blog de muito conteúdo. Parabéns! Gostei tanto que vou compartilhar alguns dos seus artigos com o Grupo “Vivendo Portugal”. https://www.facebook.com/groups/vivendoportugal/?fref=ts

    • mm
      Responder dezembro 6, 2016

      Fabricio Moura

      Obrigado Ivete, que bom que gostou =)

  • Responder dezembro 26, 2016

    Clelma

    Oi Fabrício, tudo bem? Muito legal seus post. Você saberia me dizer quantos euros gastaria hoje do aeroporto de Lisboa até a região da Praça Marquês de Pombal indo de taxi?

    • mm
      Responder dezembro 27, 2016

      Fabricio Moura

      Oi tudo bem? Eu fiz um trajeto bem parecido em novembro e paguei 8 euros. Fiz o mesmo de Uber e paguei 5,50 euros. Taxi em Lisboa não é caro.

  • Responder dezembro 29, 2016

    Linda

    Ola fabricio gostaria que mim tirasse umas duvidas. Sou brasileira e casada com um portugues porem ainda nao tenho minha residencia porque tive que vir ao brasil e estou retornando a portugal com dois filhos menores em janeiro la tenho endereco comprovado pelo o sef pretendo ficar em lisboa pra ele ir nos buscar meu marido vai mim fazer a carta pros meus filhos vou leva los como turistas e pra mim preciso tambem da carta e oassagem ida e volta? Pois soy casada legalmente? Oque preciso levar pra entrar tranquila com eles? Obrigado

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Linda, tudo bem? O melhor é tentar entrar como turista mesmo, com reserva de hotel (faz a reserva no Booking.com e cancela depois sem multa) e a passagem de volta. Melhor fazer isso e entrar sem dor de cabeça do que ter que voltar.

      • Responder maio 20, 2017

        Vic

        Oi Fabricio,
        Voçê escreveu : “faz a reserva no Booking.com e cancela depois sem multa”.
        Isto significa que posso reservar hotel aqui no Brasil, mostrar reserva no balcão de imigração em Lisboa e DEPOIS cancelar sem multa ?

        • mm
          Responder maio 26, 2017

          Fabricio Moura

          Dependendo do tipo de reserva sim, pode fazer e cancelar até algumas horas antes da chegada ao hotel.

  • Responder janeiro 3, 2017

    Denise

    Oi Fabricio!! Mto legal seu post!! Estou adorando td aqui!! Estou com uma dúvida… meu destino é Roma, tem uma escala em Lisboa (acho!), o tempo de espera é de 1:30h, se por acaso eu perder o próximo voo, a empresa aérea me “encaixa” no proximo voo, ou tenho que pagar? Obrigada!!

    • mm
      Responder janeiro 11, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Denise, tudo bem? Se o voo for pela mesma empresa (ou comprado tudo junto incluindo empresas diferentes) eles são obrigados a te encaixar.

  • Responder janeiro 11, 2017

    Carlos

    Boa noite, meu camarada! Antes de mais nada, parabéns pelo blog. Além de ser muito informativo e explicativo, você escreve muito bem!

    Bom, estou em vias de viajar com minha esposa para Londres em maio de 2017, e devemos passar por Lisboa, que é conexão, contudo, numa espera de 22h (!!!) pelo voo seguinte, para Londres. Aí, gostaria que você me informasse se, ao desembarcar, é possível sair do aeroporto para um rápido passeio e se vale a pena (devemos chegar em Lisboa por volta de 13h e sair às 12h do dia seguinte). Existe algum trâmite? E o retorno para o aeroporto?

    Não querendo exigir demais, principalmente que não será o caso tirando o exemplo acima, nos demais aeroportos do mundo, com o tempo hábil, é possível sair do aeroporto para conhecer a cidade e retornar normalmente? É que nunca passei por uma conexão tão longa, exceto em SP (sou do RJ!)

    Abraços e sucesso!

    • mm
      Responder janeiro 13, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Carlos, tudo bem?

      Pra sair do aeroporto você vai ter que fazer a imigração em Lisboa, mas é super tranquilo e recomendo sim que você saia para conhecer a cidade. Tem uma linha de metrô que liga o aeroporto a cidade, é barato, custa 1,90 euros o trecho. Taxi tb não é caro, custa no máximo 10 euros até o centro da cidade. Eu acho 22h é muito tempo, porque você não passa uma noite em um hotel? Assim você vai conseguir aproveitar um pouco mais da cidade, descansar e chegar descansado em Londres.

      Abraços

  • Responder janeiro 12, 2017

    Luciano

    Eu fui ao Chile com um amigo e no momento de passar pela imigração ele foi até a cabine comigo. A agente de imigração nos olhou de cima em baixo, perguntou de maneira sarcástica se eramos gays. Eu disse que eramos amigos ai ela em tom debochado disse “Amigos claro… você com 26 anos e ele com 40. É muito feio um velho namorar um garoto”.

    Eu fiquei revoltado, minha vontade foi de pegar meu passaporte das mãos dela e voltar imediatamente ao Brasil, naquele momento não tive mais vontade de conhecer o país. Foi uma péssima experiencia. Imigrações em geral são lugares de desrespeito aos direitos humanos.

    • mm
      Responder janeiro 13, 2017

      Fabricio Moura

      Nossa, Luciano. Não acredito! Meu queixo caiu com a sua história. E SE fossem, qual problema? Povinho, viu?!

  • Responder janeiro 14, 2017

    Robson

    Olá, parabéns pelo blog. Tenho uma dúvida e gostaria de tua opinião, eu, meu irmão e a mãe vamos a Lisboa em Fevereiro temos carta convite para cada um, porém eu e meu irmão ficaremos em hotel e a mãe na casa do amigo protugues que emitiu a carta. É aconselhável não mostrar as reservas do hotel para não ficar algo contraditório ou pode mostrar tanto a carta quanto as reservas? Abraço.

    • mm
      Responder janeiro 15, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Robson, acho que eu já respondi a sua dúvida. Não vejo problemas em ficarem hospedados em lugares diferentes. Fale a verdade sempre.

  • Responder janeiro 15, 2017

    Luiz Juvencio de Lira

    Boa noite , estaremos eu e meu marido indo para portugal no final de Janeiro, e vamos ficar 08 dias , passando por Lisboa, Obidos, Fatima, e mais que não me recordo, vamos pela CVC. Gostariamos que nos orientassemos quanto + ou – gastariamos com refeição .

    • mm
      Responder janeiro 15, 2017

      Fabricio Moura

      Em média 10 a 15 euros por refeição, claro, tem lugares bem mais caros.

  • Responder janeiro 28, 2017

    naty

    vou viajar em fevereiro pela 1ª vez a Portugal, sou brasileira e meu marido é português, queremos passar 22 dias la com a família dele, a irmã dele que vive em Portugal me mandou uma termo de responsabilidade, ela tinha tirado o termo do site do SEF mas chegando no notário para autenticar a carta a mulher não aceitou, disse que la tinham um termo deles e que aceitavam somente ele. Andei pesquisando na internet porque ela me mandou fotos do termo e só encontrei o termo quando coloquei termo de responsabilidade para visto, e eu não preciso de visto, porque é somente a visita que vou, terei algum problema por conta disso no SEF ?, e esse termo ja esta em minhas mãos no brasil, e nao da tempo se ela tiver que fazer outro

    • mm
      Responder janeiro 28, 2017

      Fabricio Moura

      Eu acho difícil você ter problemas, mas de qualquer maneira, não dá tempo mesmo.

  • Responder fevereiro 7, 2017

    Monique

    Oi Fabrício!

    Primeiramente, adorei o blog e as dicas!

    Deverei fazer a primeira viagem internacional em junho, a turismo, com minha mãe, em excursão terrestre que vai incluir no máximo uns 2 dias em Lisboa e depois 10 dias na Espanha, por várias cidades. Como é pacote turístico, terei como comprovar com o voucher informando os hotéis, etc.

    Pelo que entendi, de Portugal para a Espanha é tranquilo devido ao Tratado de Schengen, é isso?

    Vi no site da Embaixada que eles podem exigir comprovação de vínculo profissional certificado em cartório ou no consulado! Ao ligar para a Embaixada aqui em Brasília para confirmar essa informação, um senhor (não muito educado) disse que agora, ao invés de autenticar em cartório, é para fazer um apostilamento de Haia (também feito em cartório).

    Sou servidora pública e consegui a declaração do meu órgão. Em tese, esses documentos costumam ter fé pública e daí espero fazer a tal apostila em cartório. Você já enfrentou em alguma viagem a outro país essa exigência?

    Outra pergunta: como vou voltar ao Brasil de Barcelona com conexão em Lisboa, será que nessa conexão tem que passar novamente pela imigração de Lisboa?

    • mm
      Responder fevereiro 12, 2017

      Fabricio Moura

      Monique, vamos lá. 1) A comprovação de vínculo pode ser uma carta do seu empregador, comprovante de pagamento ou declaração do imposto de renda. 2) Você só vai fazer a imigração uma vez, na entrada em Portugal. Na saída eles só vão carimbar a sua saída da Europa.

      • Responder fevereiro 13, 2017

        Monique

        Valeu, Fabrício!

  • Responder fevereiro 13, 2017

    Julio

    Amigoo vou para italia em março com conexao em lisboa de apenas 01h30 de espera sera q da tempo de passar pela imigracao ,vou pela tap nos dois voos … outra duvida eu vou sem dinheiro porque minha mae mora na italia so estou com a passagem de ida e volta e a carta sera q tem algum problema ?? Abraço

    • mm
      Responder fevereiro 13, 2017

      Fabricio Moura

      Dá tempo sim, o aeroporto de Lisboa não é muito grande. Sobre o dinheiro, em todos esses anos só me pediram pra mostrar uma vez e foi no Porto, em Portugal. O ideal era você ter alguns euros em mãos + cartão de crédito internacional pra garantir.

  • Responder fevereiro 17, 2017

    Aninha Paiva

    Fabrício, boa tarde!

    Estamos indo para Zurique em 08/2017, eu e meu esposo. Iremos ficar hospedados na casa da minha cunhada que irá fazer a carta de visita. As dúvidas são as seguintes:

    1 – É obrigatório ter cartão de crédito internacional ou posso apenas levar dinheiro? Como cartão internacional a imigração aceita os cartões pré-pagos (aqueles recarregáveis)?

    2 – Onde posso adquirir o seguro viagem? Qual o valor mínimo que o seguro deve cobrir?

    3 – O que você aconselha levar como moeda? Euros ou francos suíços já que meu destino final é a Suíça?

    4 – Como documentação vamos levar a princípio passaportes, passagens de volta, carta de visita, seguro viagem e dinheiro. Teremos problema com a imigração?

    Obrigada de antemão e desculpa o interrogatório.

    • mm
      Responder fevereiro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Olá, tudo bem? Vamos lá: 1) O cartão e crédito internacional não é obrigatório, porém, é mais uma maneira de você comprovar que pode se manter no país. Os pré-pagos são aceitos; 2) Hoje meu cartão de crédito tem seguro viagem (veja se o seu também tem), se não tiver, eu gosto de usar a Sulamérica, no blog tem um post com cupom de desconto e o valor mínimo é de 30mil euros; 3) Eu levaria Euros e trocaria por Francos lá na Suíça, a cotação dessa moeda aqui no Brasil é péssima; 4) Para garantir, leva uma declaração de IR, não é obrigatório mas comprova vínculo com o Brasil.

  • Responder fevereiro 19, 2017

    Aidê Fátima de Campos

    Legal, caro Fabricio!!
    as dicas muito me ajudaram. To indo com minha filha e neto pra Berlim, com conexão em Lisboa. Vou me preparar!! Obrigada!
    Aidê

    • mm
      Responder fevereiro 20, 2017

      Fabricio Moura

      Opa, vai dar tudo certo =)

  • Responder fevereiro 19, 2017

    Angela

    Olá Fabrício, estou com dúvida em relação à comprovação de renda.
    Eu posso levar extratos da conta corrente do meu cartão que está habilitado para uso internacional ? Meu limite no cartão de crédito é baixo, mas tenho o dinheiro exigido em reais na conta corrente. Não vou levar uma quantia muito alta em euros, apenas 300, pois meu namorado vai trocar quando eu chegar lá , será que tem algum problema ?
    Obrigada

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Angela, tudo bem? Só o cartão, nunca me pediram extrato e também nunca ouvi dizer que tenham pedido. Mas já me pediram pra ver o dinheiro e os cartões uma vez no Porto.

  • Responder fevereiro 27, 2017

    CARLOS ALBERTO

    Fabricio boa tarde
    Sou portugues e moro no Brasil.
    quero ir em Portugal visitar a familia e vou levar a esposa e filho (ambos brasileiros).
    Eu tenho passaporte portugues e eles o brasileiro.Terei algum problema de eles serem barrados pois não vou ficar em hotel e sim em casa de parentes.Concerteza a minha esposa vai ter que passar pela alfandega e eu não.Será que eles vão criar algum problema?Estou perguntando porque não vou á 11 anos e não sei como está o procedimento agora

    • mm
      Responder março 3, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Carlos, tudo bem? Desde que comprovem o vínculo com o Brasil + passagem de volta e carta convite da hospedagem, não tem problema. Sim, vocês vão passar separados mas se der algum problema eles vão te chamar para averiguar. Ah, faça também o seguro viagem para sua esposa e filhos.

      • Responder abril 11, 2017

        Diaz

        Não há necessidade de passarem pela imigração separados(ele na fila de nacionais UE e a família para outras nacionalidades), é permitido estarem juntos. Apesar do seguro de saúde não ser caro, é possível uma economia nesse quesito. Basta dirigir-se ao INSS e fazer os procedimentos do formulário PB-4. O acordo no âmbito da Segurança Social e INSS permite que o brasileiro seja atendido pelo sistema público português(claro que com a devida inscrição de utente). Mas particularmente acho isso bem forreta(coisa de mão-de-vaca)

        • mm
          Responder abril 12, 2017

          Fabricio Moura

          Ótimas dicas, super obrigado!

          • maio 20, 2017

            Vic

            ola Fabricio,
            Sou cidadão Europeu (com visto permanente no Brasil) e minha esposa é brasileira.

            O Diaz escreveu :”Não há necessidade de passarem pela imigração separados(ele na fila de nacionais UE e a família para outras nacionalidades), é permitido estarem juntos.”

            Já foi confirmado ? É verdade ?

          • mm
            maio 26, 2017

            Fabricio Moura

            Até onde eu sei, é separado, inclusive em Lisboa. Quem tem passaporte europeu com chip, é tudo automático.

  • Responder março 6, 2017

    Priscila

    Olá Fabrício tudo bem,meu nome é Priscila.Vou a Lisboa dia 24 de março e volto no dia 6 de abril vou passar férias na casa de amigos,com meus dois filhos pequenos ,é minha primeira viagem e tenho as passagens de ida e volta carta convite seguro viagem,passaportes com autorização para viajar com apenas um dos pais tudo certinho.
    Por eu estar com crianças e mais fácil de passar pela imigração?

    • mm
      Responder março 6, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Pricila, o procedimento é o mesmo pra todo mundo, mas quando viajam crianças só com um dos pais, eles podem querer checar a documentação e autorização das crianças para terem certeza de que está tudo correto.

  • Responder março 9, 2017

    Vero

    Boa noite, Fabricio,

    Muito obrigada pelas dicas. Tenho uma pergunta que ninguen sabe me responder direito (Sou de Uruguay mas residente no Brasil, e os requisitos são os mesmos para os dois paises).

    Tenho passagen SÃO PAULO-LISBOA e LONDRES-SÃO PAULO com um periodo de 35 dias no meio. O plan e encontrarme com meu namorado (ingles) que vai estar com carro em Portugal e fazer a viagem de carro, devagar, até Londres. Tenho seguro medico, estarei levando carta de comprovante de trabalho, cartão de credito, etc.

    O que ninguem sabe responder e si o meu bilhete LONDRES-SÃO PAULO conta como ‘bilhete de retorno’ na fronteira de Portugal?

    Uma outra pergunta, ficarei pouco tempo no espaço Shenghen, e a maior parte do tempo na Inglaterra, porém, não tenho como comprovar quanto tempo irei ficar nos paises do Shenghen. A minha viagem não será planejada até os ultimos detalhes de aonde vou ficar a noite. Tem alguma dica de como apresentar lugares de hospedagem sem ter que pagar, pois ficaría caro demais.

    Muito obrigada pela atenção e ajuda.

    Atenciosamente,

    Vero

    • mm
      Responder março 9, 2017

      Fabricio Moura

      Olá, tudo bem? A resposta é mais simples do que você imagina.

      Sim, o bilhete Londres x São Paulo vale como bilhete de retorno. Certamente você irá sair de Portugal, passar pelo norte da Espanha e entrar no Reino Unido pela França (canal da Mancha), correto? A sua saída do espaço Shenghen será na França e lá eles só vão carimbar o seu passaporte e pronto. Do lado britânico você vai ter que fazer a imigração novamente, mas é tranquilo. Em Portugal eles podem pedir o seu roteiro dentro do espaço Schenghen sim, minha sugestão: faça um roteiro básico com 4 ou 5 cidades, mesmo que não seja as cidades por onde você vai passar no final e faça uma reserva em um hostel em cada uma delas, faça a reserva pelo Booking.com, pois você pode cancelar depois sem multa, só para você ter um plano para apresentar caso o oficial de imigração queira ver o seu roteiro.

      Espero ter ajudado

      Abs.

  • Responder março 15, 2017

    Luisa

    Olá Fabrício!! O meu voo Amsterda-SSA (TAP) foi alterado, agora com escala de 8h20min em Lisboa. Vc acha que dá para fazer algum passeio abatendo dessas 8 horas o tempo de fila imigração, tempo de deslocamento na cidade e o tempo necessário para o novo embarque??? Quanto tempo sobraria e o que seria possível conhecer neste tempo??

    • mm
      Responder março 16, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Luisa, dá sim. O aeroporto de Lisboa é dentro da cidade e tem um metrô excelente. Descontando o tempo dos processos aeroportuários, sobra aí umas 4h-5h para dar um passeio.

  • Responder março 16, 2017

    Luisa

    Obrigada Fabrício!! E o que você sugere conhecer neste tempo??

  • Responder março 23, 2017

    Soraya Alves Almeida

    Oi Fabrício, tudo bem?
    Estou indo com minha filha para Espanha ( vôo direto SP-Madri), já li seu post da imigração espanhola.
    Como é a imigração na estação de trem, vou pegar um trem de Barcelona para Porto e de lá vou para Coimbra e Lisboa e depois volto para Madri. Estou pensando em passar uns dias em Amsterdã, mas imagino que como já tenho 48 anos e minha filha 17, não terei problemas com relação à drogas!!rs
    obrigada

    • mm
      Responder março 28, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Soraya, a imigração vai ser feita só no aeroporto de Madri, depois que você sair do aeroporto, poderá transitar por todos os países da Europa continental que fazem parte do Tratado de Shenghen sem passar novamente pela imigração por até 90 dias. Ou seja, você não vai fazer a imigração de novo em Portugal ou Holanda.

  • Responder abril 10, 2017

    Sandra Sampaio

    Olá Fabricio! Parabéns pelo blog! Ótimas dicas!
    Depois de ler sobre a sua entrada traumática pelo Porto, estou com dúvidas de como proceder. Em meados de outubro vou ao aniversário de uma prima no Porto, porém ficaremos em hotel, eu e meu marido.
    Não encontro voo direto, ida e volta do Porto para o Rio, por isso cogitamos de ficar em Lisboa, por uns dias, em hotel. Caso resolva entrar por Lisboa, para pegar um voo domestico para o Porto, devemos fazer nova passagem pela imigração?
    Qual é o limite de peso de bagagem?

    Desde já, obrigada!
    Sandra Sampaio

    • mm
      Responder abril 12, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Sandra, tudo bem? Foi bemmmm traumático mesmo. Mas olha, entrando por Lisboa é super tranquilo e de Lisboa ao Porto é voo doméstico, não tem que passar novamente pela imigração. De Lisboa ao Porto pela TAP o limite é uma mala de 20kgs, de Low-cost (Ryanair ou Easyjet) a mala é cobrada a parte. Dá para ir de trem também, uma viagem super gostosa que dura umas 3h.

  • Responder abril 13, 2017

    Marcelo Ferraz

    Olá Fabrício. Antes de tudo gostaria de parabenizar você pela atenção que dá aos leitores ao responder a todos. Vou fazer minha primeira viagem internacional para a Holanda com conexão pelo aeroporto de Lisboa (pela TAP). Estou um pouco ansioso. Gostaria de saber onde encontro um mapa do aeroporto pois os que encontro não tem qualquer detalhe. Lendo na Internet achei relatos de pessoas que andaram vinte minutos até a área de embarque depois da imigração e tenho medo de andar para o local errado e perder o voo. É fácil se orientar lá em Lisboa (aeroporto)? As filas atualmente são muito demoradas? e como funciona a questão das malas, só pego elas na Holanda? Desde já agradeço a atenção.

    • mm
      Responder abril 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Marcelo, tudo bem? O Aeroporto de Lisboa não é muito grande e do balcão de imigração até os portões de onde saem os voos para dentro da Europa é um trajeto super curto. Saindo da imigração, você vai sair pela esquerda e na sua frente vai ter um corredor, quem seguir reto vai pegar as malas e desembarcar em Portugal, quem vira a direita vai passar novamente pelo raio-x e e voltar para a sala de embarque (isso que você deve fazer). Dali tem várias placas indicando a direção dos portões de embarque. Dá para se virar sem problemas, fica tranquilo. Abraços!

  • Responder abril 20, 2017

    Larissa Cruz

    Oi,tudo bom?
    Eu sou menor de idade e vou viajar sozinha para a Europa e fazer uma conexão no Aeroporto de Lisboa.
    Depois de passar pela imigração eu vou pegar a sala para um voou domestico ou continuo no internacional?

    • mm
      Responder abril 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Larissa, o caminho é um só. A sala de embarque de Lisboa é unificada, os portões internacionais ficam de um lado e os domésticos (voos dentro de Portugal e outros países da Europa continental) do outro lado. Saindo da imigracão você vai virar a esquerda e vai ter um longo corredor. Quem segue em frente desembarca em Portugal, quem vira a direita (placas de conexões) passa de novo no raio-x e entra na sala de embarque.

  • Responder abril 25, 2017

    Paulo Ricardo Soares dos Santos

    Fiz conexão nesse aeroporto em março de 2015, pena que foi apenas 1 hora e meia de conexão, mas achei ele lindo e inclusive usei o wi fi dele rs.
    Vim de Londres (Heathrow) e estava aguardando o voo para o Brasil (Guarulhos) pela TAP.

  • Responder abril 26, 2017

    Ricardo Amaral

    Olá, Fabrício. Parabéns pelo site! Muitas dicas importantes.
    Eu tenho uma dúvida sobre o processo de imigração…
    Estou indo à Lisboa com esposa e filhos pequenos. Ao passar pela imigração, somos atendidos todos juntos ou em separado? Os comprovantes de hospedagem, carta-convite e passagens de volta precisam estar duplicados para mim e minha esposa ou é necessário apenas uma cópia para ambos?

    Obrigado.

    • mm
      Responder maio 5, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Ricardo, tudo bem? Podem passar todos juntos, famílias podem. Leve só uma cópia dos documentos. Abraços!

  • Responder abril 30, 2017

    Ivanete

    Oi fabracio meu nome é ivanete vou viajar com minhas filhas pra Suíça dia 8 de junho no passaporte delas já tem autorização de viagem vou entrar como turista tenho seguro viagem passagem de ida e vouta e dinheiro preciso de mas algas coisa

    • mm
      Responder maio 7, 2017

      Fabricio Moura

      Precisa do comprovante de hospedagem e dinheiro + cartões de crédito internacionais, de preferência.

  • Responder maio 4, 2017

    Alex

    Oi Fabricio, tudo bem?

    Irei em julho para a Espanha com conexão em Lisboa, terei 4 horas e 40 min livres. Você acha que dá tempo de sair do aeroporto e conhecer algo em Lisboa rapidamente, só pra não passar em branco, ou é arriscado?

    • mm
      Responder maio 7, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Alex, é pouco tempo. Só no desembarque + imigração e raio-x você vai perder 1 hora.

      • Responder maio 25, 2017

        Alex

        Acha que nem o Parque das Nações daria para visitar rapidamente?

        • mm
          Responder maio 26, 2017

          Fabricio Moura

          Só se você for, ficar no máximo 1h e voltar.

          • maio 26, 2017

            Alex

            Melhor do que nada, haha. Vou tentar.

            Obrigado.

  • Responder maio 5, 2017

    Silvanna

    Oi Fabrício como vai? Estou indo pra Manchester em junho para viver com meu namorado. Como é a primeira vez que vôo, estou quase em pânico… Kkkk
    Vamos asdúvidas
    1°- Vou sair de BH com conexão em Lisboa e depois Manchester. Embarco as malas com destino final em Manchester?
    2°- Passo pela alfândega em BH e Manchester?
    3°- É melhor carta convite(Não trabalho em BH) ou contrato de trabalho em Manchester?
    4°- Preciso levar Libras se sim quanto + ou -?
    5°- O que mais além da declaração do INSS, passagem ida e volta, passaporte, documentos pessoais eu devo levar…
    6°- É tranquilo encontrar a imigração no aeroporto e eu preciso passar por lá?
    6°- Minha operadora é a Tim que rooming internacional, preciso de outro chip? Qual?
    Desculpe por tantas perguntas… Kkk Socorro!!!!!!!
    Muito obrigada! Bjos

    • mm
      Responder maio 7, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Silvana, tudo bem? Vamos lá: 1) Se os trechos do Brasil até Manchester foram comprados juntos (imagino que com a TAP), sim, as malas você só retira em Manchester; 2) Só em Manchester; 3) Carta convite, se você mostrar o contrato de trabalhos eles vão pedir o visto de trabalho; 4) Depende muito do seu estilo, em uma viagem de turismo eu recomento 50 libras por dia; 5) Seguro viagem é obrigatório e o IR seria importante também; 6) Só seguir as placas “imigration”; 7) Eu gosto da Lebara, que funciona em toda europa com o mesmo chip e te bons preços. Espero ter ajudado.

  • Responder maio 11, 2017

    Dandara Fernandes

    Olá Fabricio.

    Irei para Amsterdã em Novembro, e minha primeira conexão é em Lisboa – Portugal. Tenho somente 23 anos e vou sozinha. Tenho um amigo lá e ele estará me mandando uma carta convite, já que ficarei hospedada na casa dele. Ficarei 12 dias. É minha primeira viagem. Como tentei meu visto Americano e não consegui estou fazendo essa viagem para tentar novamente. Acha que terei algum problema em Lisboa? Devido a idade e ir sozinha??

    • mm
      Responder maio 13, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Dandara, tudo bem? Não fique assustada, mas mulheres na sua faixa etária e viajando sozinha são visadas pelo pessoal de imigração, por conta do histórico de meninas que no passado tentavam imigrar ilegalmente para Portugal, Espanha e Itália. Dica: tenha em mãos a passagem de volta, a carta do seu amigo (ideal era uma reserva de hotel), dinheiro e cartão de crédito internacional, seguro viagem e se possível, algo que comprove seu vínculo com o Brasil, como um Imposto de Renda, contrato de trabalho ou carta do seu empregador.

  • Responder maio 11, 2017

    luana

    olá Fabrício, estou indo agora dia 21 pra Londres.. vou fazer conexão en Lisboa de 1 hora só ( achei pouco tempo) e vou para Londres
    minha irma mora la a 7 anos, vai me mandar a carta convite, na carta esta falando que estou de férias, e é estou indo conhecer meu sobrinho ( ela teve filho recente fez 1 ano) estou levando a passagem d volta dia 14 de junho, e ate foto d nos duas juntas. e estou levando também 5 mil reais so que em libras.minha irma disse que seguro viagem eu nao preciso fazer pq eu vou estar hospedada com ela.
    o meu cartão internacional deu problema e nao vai chega a tempo . vc acha q pode ter algum problema?
    outra coisa e que estou no seguro desemprego, qual vínculo eu posso levar pra provar que tenho vínculos no Brasil? me ajuda to cm muito medo, vai ser a primeira viagem e sozinha

    • mm
      Responder maio 13, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Luana, tudo bem? Independente de você ficar com a sua irmã, o seguro viagem é documento obrigatório para imigração, uma coisa não isenta a outra. Com esse valor em dinheiro, para esse período de tempo nem precisa de cartão de crédito, mas se você tiver algum cartão velho, mesmo que sem uso, leve, só pra mostrar se pedirem. Sobre o comprovante de vínculo, um contrato de aluguel, imposto de renda, tudo isso serve.

  • Responder maio 11, 2017

    luana

    e outra coisa sou nova ..tenho 27 anos..
    q vc acha q eu devo fazer?

  • Responder maio 13, 2017

    luana

    mas mesmo a minha irmã escrevendo ma carta que estaria arcando com todas as minhas despesas, ainda preciso desse seguro viagem? e outra coisa eu moro com meus pais, não tenho nada no meu nome.
    e cartão de crédito tenho, mas é so nacional.

  • Responder maio 20, 2017

    Vic

    Oi Fabricio,
    Bom dia.
    Sou cidadão europeu e minha esposa é brasileira. Moramos em Brasil.
    Para fazer turismo em Portugal os documentos necessários para a entrada são iguais ?

    • mm
      Responder maio 26, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Vic, tudo bem? Não, ela precisa comprovar que vai retornar ao Brasil, comprovar hospedagem, seguro viagem e em alguns casos eles podem querer ver o dinheiro e cartões de crédito. Minha sugestão: leve algo que comprove o vínculo com o Brasil, como contrato de trabalho, declaração de imposto de renda. Se tiverem filhos, o comprovante da matrícula escolar funciona.

      • Responder maio 29, 2017

        Vic

        Muito obrigado Fabricio.
        Para obter o NIF a gente precisa comprovante de endereço (Brasil).
        Eles querem o original, uma copia autenticada ou um documento apostiliado.
        Este documento tem prazo de validade ?
        Obrigado.

        • mm
          Responder maio 29, 2017

          Fabricio Moura

          O NIF é o equivalente ao CPF para cidadão português ou quem tem nacionalidade e dupla nacionalidade. Que eu saiba ele não tem validade.

  • Responder junho 20, 2017

    Carlos

    Olá Fabricio.

    Sabe se para Portugal e para a Europa em geral, é preciso tomar vacina contra febre amarela antes de viajar?

    Recebi algumas informações desencontradas, gostaria de ter certeza. Já te foi solicitado antes o certificado internacional de vacinação para entrar na europa?

    • mm
      Responder junho 20, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Carlos, não precisa. Europa não exige vacinas de brasileiros.

      Mas, se um dia você quiser tomar, eu recomendo pois desde o ano passado vale para a vida toda.

      Abraços

  • Responder junho 24, 2017

    Caio

    Olá Fabricio!
    Estarei indo a Portugal em Outubro (aeroporto de Lisboa), será a minha primeira viagem internacional.
    Estou com um pouco de medo, pois tenho 24 anos, solteiro. Sou economista, mas comecei a trabalhar com investimentos (agente autônomo), portanto, além do contrato de representação com corretora, não tenho nenhum vínculo trabalhista, nem tampouco IR.
    Seria interessante levar algum comprovante de formação ou relacionado?
    Ficarei em Portugal, Itália e da Itália para Londres (seria recomendado, por causa da imigração de lá?) E de Londres-Paris, Paris para Lisboa novamente. Totalizando 3 semanas.
    Não tenho cartão de crédito internacional também…
    Muito arriscado?

    • mm
      Responder junho 28, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Caio, olha, você precisa comprovar seu vínculo com o Brasil, algum documento que prove que você trabalha no Brasil ou até mesmo um contrato de aluguel, matricula de curso, esse tipo de coisa. O cartão de crédito internacional é bem importante pois ele ajuda a comprovar que você pode se manter naqueles países durante as 3 semanas. Os britânicos são bem chatos com isso.

  • Responder julho 17, 2017

    Heloisa

    Boa noite Fabrício! Me salva. Rsssr. Estou indo dia 25 próximo a Lisboa. Vou pegar um voo de bh a Madrid e Madrid a Lisboa. Meu problema: meu passaporte está carimbado que a 1 ano e 2 meses atrás fiquei 5 meses em Portugal. Não consegui troca-lo por causa da suspensão de emissao da PF aqui do Brasil. Será que consigo entrar? Meu marido é residente na Espanha. Quero ir pra viver com ele. Estou gravida de 4 meses. Será que com a certidão de casamento e o DNI dele consigo entrar. Claro, levando dinheiro e cartões necessários. Aguardo ansiosa sua resposta. Estou descabelado. Obrigada

    • mm
      Responder julho 17, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Heloisa, olha, certamente vão perguntar pq você ficou 2 meses “ilegal” na Europa e isso é motivo para não deixarem você entrar. Acho que vai depender da boa vontade de quem te atender. O corretos seria o seu marido entrar com um pedido de visto de residência para você.

  • Responder agosto 4, 2017

    Ruthrutes@hotmail.com

    Me ajuda com esta dúvida. Graças a tua experiência. Saio de Guarulhos e faço conexão em Lisboa, dai viajo a Luxemburgo onde farei meu passaporte europeu e de Luxemburgo a Londres, Onde ficarei morando pois terei passaporte. Preciso comprar passagem de volta para apresentar em Lisboa? Ou minha passagem de Luxemburgo a Londres resolve. A gradeco

  • Responder agosto 4, 2017

    Ruth Mary rutes

    Viajo de Guarulhos a Lisboa e aí faço conexão e vou de Lisboa a Luxemburgo onde farei meu passaporte europeu e daí vou morar em londres.Minha grande dúvida é se preciso comprar a passagem de volta ou minha passagem de Luxemburgo a Londres seria minha passagem de volta já que saio do espaço SHENguen. Que vc me aconselha a levar em Lisboa.

    • mm
      Responder agosto 4, 2017

      Fabricio Moura

      O correto é ter a passagem de volta para o Brasil, já que, quando você entrar na Europa será com passaporte brasileiro e é isso que conta naquele momento. Depois com o passaporte europeu é outra história.

  • Responder agosto 4, 2017

    Ruth Mary rutes

    Obrigado pela resposta. Então explico que vou a Luxemburgo,a Londres e apresento a volta de Londres. É isso?em Londres tenho contrato de Aluguel de 2 meses.Mas não tenho vínculo empregatício no Brasil pq sai de meu trabalho.

    • mm
      Responder agosto 4, 2017

      Fabricio Moura

      Isso mesmo!

  • Responder agosto 22, 2017

    Katia Ferraz e lima

    Olá Fabrício
    Vamos dia 24 para Lisboa.. só que primeiro vamos para o Algarve. O tempo entre um voo e outro é de 6 horas. vale a pena ir para o centro de LIsboa nesse período? a questão é que o voo chega as 5h39 e aí como é o centro de LIsboa?

    abração
    Katia Ferraz

    • mm
      Responder agosto 22, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Katia, dá tempo sim, mas considerando que você tem que estar no aeroporto pelo menos 1h30 antes do seu voo, vai ter que ser rapidão.

  • Responder setembro 7, 2017

    Renata

    Vou com minha família para a Europa em Janeiro, e estou com algumas dúvidas. Sairemos de Campinas a Lisboa e provavelmente vamos no mesmo dia de Lisboa a Londres (cerca de 4 horas entre os vôos). Como teremos que fazer já que não é conexão? Passaremos por todo o processo de imigracao, alfandega como se fosse desembarcar em Lisboa e na sequencia todo o procedimento de embarque para Londres? Em Londres passaremos pela imigracao novamente?

    • mm
      Responder setembro 13, 2017

      Fabricio Moura

      Exatamente, Renata.

  • Responder setembro 14, 2017

    Cleide

    Oi Fabrício! Estou aterrizada de medo de minha conexão em Casablanca, vou pra Lisboa e terei uma longa espera em Casablanca! Estou cozinha com medo de ir pro hotel oferecido pela Air Março. Tem problemas ficar no aeroporto? Posso passar no raio x e aguardar na sala de embarque? E qual placa seguir, é a connection?

    • mm
      Responder setembro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Poder ficar no aeroporto, você pode, mas não tem nada pra fazer lá. Não precisa ficar aterrorizada, centenas de pessoas fazem conexão lá todos os dias.

  • Responder setembro 14, 2017

    Neri Jose

    Parabéns… Exelente blog, vc tirou varias duvidas, mais gostaria de outros esclarecimento. 1°. Ir do aeroporto de Lisboa para Estaçao Oriente de metro com 2 malas medias seria possivel. (Estou viajando com a esposa). 2°. Com essas malas seria muito complicado viajar de trem para Faro. 3°. Tem Uber em Lisboa? Qual seria o preço ate a Estação Oriente.Agradeço sua gentileza. Abraço

    • mm
      Responder setembro 19, 2017

      Fabricio Moura

      Sobee ir do aeroporto de Lisboa para Estaçao Oriente de metro, possível sempre é, depende do conforto que você espera ter. Sobre a ir de trem pro Faro, é tranquilo, os trens tem lugar para colocar as malas. Sim, tem Uber em Lisboa.

  • Responder setembro 26, 2017

    Matheus

    Fabrcio, Boa noite,

    Estou fechando um contrato de trabalho no Algarve e um contrato de arrendamento em quarteira. Estou indo com minha companheira e temos união estável registrada em cartório. Duas perguntas:
    1- precisarei da passagem de volta, sendo que estou indo morar lá?
    2- minha esposa terá dificuldades quando passar pela imigração? Pois eu que terei o visto de resdência e somente no SEF que solicitarei o reagrupamento familiar.

    • mm
      Responder setembro 27, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Matheus, tudo bem? Recomendo ter a passagem de volta pois só depois de estar em terras portuguesas que vocês irão regularizar a situação. Compra uma passagem de volta com possibilidade de remarcação para não perderam a passagem.

  • Responder outubro 9, 2017

    JUNIOR BOURSCHEID PAULUS

    oi fabricio, gostaria de perguntar se é possivel conseguir emprego em portugal sem ter um bom estudo.só tenho o primeiro grau completo e um curso basico de informatica.porem tenho bastante conhecimento em comercio(MERCADO).trabalhei em posto de combustivel,em mercados e tambem em lavacao automotiva.tenho 26 anos.SERA QUE TERIA ALGUMA OPORTUNIDADE.DESDE JA LHE AGRADEÇO E PARABENS PELO SEU TRABALHO.

    • mm
      Responder outubro 16, 2017

      Fabricio Moura

      Rapaz, emprego em Portugal está cada vez mais difícil.

  • Responder outubro 13, 2017

    Ricardo de Barros

    Sou poeta compositor tem vagas para artista ( trabalho )

    • mm
      Responder outubro 16, 2017

      Fabricio Moura

      Não, Ricardo. Esse é um blog de viagens.

Deixe uma resposta