Burj Khalifa em Dubai: o prédio mais alto do mundo

prédio mais alto do mundo

Na minha rápida passagem por Dubai eu tive que escolher a dedo o que ver, já que o tempo era bem curto, apenas uma conexão mais longa. Eu estava voltando de Bangkok e tinha pouco menos de 24 horas na cidade e visitar o Burj Khalifa, o prédio mais alto o mundo, não poderia ficar de fora dos meus planos.

Não basta ser o prédio mais alto do mundo, o Burj Khalifa é realmente impressionante, de qualquer ponto de Dubai, a gente consegue ver o prédio até do aeroporto que fica afastado do centro da cidade. Ele é também uma das primeiras imagens que a gente vê do avião quando está chegando em Dubai.

O prédio mais alto do mundo

O prédio mais alto do mundo

O Burj Khalifa é realmente onipresente e ele foi construído para impressionar o mundo e mostrar o poderio dos Emirados para o mundo. O prédio nasceu como Burj Dubai, mas depois do investimento do Khalifa bin Zayed Al Nahyan, xeque dos Emirados Árabes, o prédio foi renomeado para Burj Khalifa (Torre do Khalifa em português) e foi inaugurado no dia 4 de janeiro de 2010 como o prédio mais alto do mundo com 828 metros de altura e nada menos que 160 andares.

Olhando de baixo, nem dá pra ver o topo

Olhando de baixo, nem dá pra ver o topo

O Burj Khalifa fica no meio da área conhecida como Downtown Burj Dubai, um complexo comercial e residencial de alto luxo ao lado da Marina e do Dubai Mall, o shopping mais luxuoso que você um dia vai ver na sua vida.

O Burj Khalifa tem dois decks de observação, o “At the top” que fica no 124º andar e o “At the top sky” que fica no 148º andar e os preços variam bastante, na verdade subir no topo do mundo é bem caro e se deixar para comprar na hora pode ser mais caro ainda.

Para visitar o primeiro deck, entre as 8h30 e 19h30 comprando antecipadamente custa o equivalente a 34 dólares americanos, na hora, o preço pode passar de 100 dólares, isso se você encontrar entradas, pois o lugar é muito concorrido. Das 19h30 até as 22h a entrada custa o equivalente a 95 dólares e comprando na hora pode passar de 200 dólares.

Entrada do deck de observação e a loja de lembrancinhas do Burj Khalifa

Entrada do deck de observação e a loja de lembrancinhas do Burj Khalifa

Essa é a hora mais concorrida, por conta do pôr do sol, mas o prédio também abre as 4h30 da madrugada nos finais de semana para quem quiser ver o nascer do sol lá de cima.

Eu tive muita sorte e consegui a entrada para às 18hs por apenas 20 dólares, uma promoção que o site fez por conta de uma data comemorativa que honestamente não faço ideia de que data era aquela, mas tava valendo. (para comprar, clique aqui)

Apesar de ser um prédio impossível de não ser encontrado, achar a entrada correta do Burj Khalifa não é fácil, ele tem 4 entradas e uma delas fica no Dubai Mall e é lá que fica a entrada para quem vai visitar o deck de observação. O problema é que o shopping é imenso e eu me perdi algumas vezes até achar o acesso que fica no Lower Ground, embaixo da Fashion Avenue, que é a ala com as marcas mais luxuosas do mundo.

Balcão de vendas

Balcão de vendas

A primeira dica é chegar pelo menos 1 hora antes do horário, a gente gasta bons minutos andando dentro do shopping e para subir tudo mundo passa por um rigoroso procedimento de segurança, além das enormes filas.

A subida é rápida, tão rápido que dá uma pressão medonha nos ouvidos, até maior do que aquela que a gente sente durante os pousos e decolagens, é a bendita da diferença de pressão.

Mas e a vista do prédio mais alto do mundo?

Sim, a vista é incrível, mas é tão alto que a gente não consegue ver direito as ruas e os carros. Só vê uma massa de concreto, areia e verde dos jardins artificiais abaixo do Burj Khalifa, mas olhando pro horizonte, dá pra ver a imensidão do deserto dos Emirados Árabes, aquela massa de areia a perder de vista.

Olha a vista

Olha a vista

Dá pra ver Dubai em 360 graus

Dá pra ver Dubai em 360 graus

Dá pra ver o oceano azul, as Palm Islands que são aquelas ilhas artificiais em forma de palmeiras construídas no mar para abrigar condomínios de luxo. Dá pra ver os imponentes e inconfundíveis Airbus A380 da Emirates passando perto e pousando no Aeroporto Internacional de Dubai.

Realmente, a visita ao prédio mais alto do mundo é obrigatória, como tudo em Dubai, é de encher os olhos, mas também custa caro no bolso. Eu penso assim: quantas vezes vou ter a oportunidade de ver isso de novo? Por tanto, amigos, vale muito a pena.

Imagem de capa: divulgação


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar