A Floresta Sagrada dos Macacos em Ubud, na ilha de Bali

Floresta Sagrada dos Macacos

Quando eu comecei as minhas pesquisas sobre o que fazer em Ubud, um lugar que aparecia em todos os sites e guias era a Floresta Sagrada dos Macacos. Eu sempre digo aqui no blog que lugar de animal é no seu habitat natural, por isso, eu não suporto zoológicos ou passeios que exploram os bichos.

Mas a Floresta Sagrada dos Macacos é o oposto disso. Apesar da gente pagar para entrar, os animais vivem soltos por ali, e muitas vezes acabam saindo da floresta e indo para as ruas e nem sempre o final da aventura é muito feliz.

O “The Sacred Monkey Forest Sancturay” – nome oficial – fica em uma enorme área de mata preservada na área de Pandagtegal em Ubud, no coração da ilha de Bali na Indonésia. O lugar é cheio de enormes árvores, vales, riachos, pontes e templos hindus, religião predominante em Bali.

Um dos macacos mais jovens do bando

Um dos macacos mais jovens do bando

O macaco está entre os vários animais sagrados do hinduísmo, segundo a lenda, um exército de macacos teria salvado Ravana, a mulher de Rama do demônio. Como Rama é considerado um dos avatares do deus Vishnu, os animais passaram a ser abençoados e considerados sagrados.

Na área onde hoje existe a Floresta Sagrada dos Macacos, já haviam templos hindus desde o século 14, quando Ubud ainda era coberta por uma densa floresta e os macacos viviam livremente em toda ilha. Com o crescimento da cidade e aumento das áreas desmatadas para plantação de arroz, os macacos foram ficando confinados na área onde hoje é a Floresta Sagrada dos Macacos.

São mais de 600 macacos ao todo

São mais de 600 macacos ao todo

Dentro da floresta são 3 templos: Pura Dalem Agung (dedicado a Shiva); Pura Beji (dedicado a Ganga) e Pura Prajapati (dedicado a Prajapati) e que funciona como cemitério temporário, enquanto os corpos aguardam a cremação em massa que acontece a cada 5 anos.

De acordo com o último levantamento feito em junho de 2016, 678 macacos vivem na floresta, dividido em seis grupos que ocupam determinadas áreas do lugar. Sabe aquele ditado “cada macaco no seu galho”? É bem isso, os grupos não se misturam e quando se encontram, acontecem algumas brigas que chegam a assustar.

Um dos mais velhos

Muito observadores

Falando nisso, é preciso ter certos cuidados na floresta e logo na entrada uma grande aviso alerta aos visitantes: não carregar sacolas com comidas; não esconder comidas pois eles vão procurar; cuidados com as bolsas e bens pessoais pois eles roubam mesmo; evitar o contato com os animais pois a mordida pode transmitir raiva.

Os macacos costumam pular nas pessoas, especialmente se sentirem cheiro de comida e se isso acontecer não entre em pânico, tente jogar algo comestível no chão, é o que o pessoal de lá recomenda.

Muito carinho entre eles

Muito carinho entre eles

Eu tenho um pouco de fobia de macacos, pois são animais bem imprevisíveis e especialmente os de Ubud, que apesar da carinha de inocente, adoram roubar os visitantes. Por isso, tentava até manter uma certa distância deles, mas é inegável que alguns momentos de carinho e afeto entre eles deixam a gente um pouco comovidos.

Com os devidos cuidados, passear pela floresta explorando todas as trilhas, pontes e passarelas é muito legal. Um ótimo refresco no calorão da Indonésia.

Uma das matriarcas dos vários bandos

Uma das matriarcas dos vários bandos

Trilhas, pontes e passarelas no meio da mata

Trilhas, pontes e passarelas no meio da mata

A floresta é cortada por um riacho

A floresta é cortada por um riacho

Um dos templos principais da floresta

Um dos templos principais da floresta

O mesmo templo, em outro ângulo.

O mesmo templo, em outro ângulo.

Caminhos lindos para se perder

Caminhos lindos para se perder


Como chegar a Floresta Sagrada dos Macacos


A floresta fica na Jalan Monkey Forest, Padangtegal em Ubud. Se você estiver hospedado em Ubud, dá pra ir facilmente a pé. Mas qualquer taxista da ilha vai saber como chegar lá, mas negocie o valor antes.

A entrada custa 50.000 rúpias (R$12,00) e funciona das 8h30 às 18h. Mas o melhor momento é no período da manhã quando está menos cheio. Eu cheguei lá por volta das 9h e estava super tranquilo.

Mais informações no site: http://www.monkeyforestubud.com/


Onde ficar em Ubud


Aqui no blog tem um post onde eu explico onde se hospedar em Ubud, recomendo a leitura aqui. Existe um outro post mais geral com dicas de hospedagem em várias partes de Bali. Leia aqui.



Booking.com


Reserve aqui os seus passeios em Bali



Tudo sobre Bali


Planejando a sua viagem

Tudo o que você precisa saber antes de ir para Bali
Dicas da Indonésia para a sua primeira visita
Onde ficar em Ubud
Onde se hospedar em Bali
Chegando na Indonésia: visto e imigração

O que fazer em Bali

O que fazer em Bali (roteiro de 3 dias em Ubud)
A Floresta Sagrada dos Macacos
Ritual de limpeza em BaliComo escolher onde se hospedar em Bali


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.