Jardins e parques de Londres: meus 7 lugares favoritos

parques de Londres

A Inglaterra é um lugar verde, com enormes campos espalhados pelo país. É muito comum a gente assistir alguma série ou filme britânico em que alguma cena se passa no campo, parques ou jardins. Quem viu O Diário de Bridget Jones? Alice no País das Maravilhas? Downton Abbey? Quem ouviu os Beatles cantarem “Sitting in an english garden, waiting for the sun” em I Am The Walrus? É algo muito ligado a cultura britânica.

E claro, Londres é uma cidade verde, uma das mais metrópoles mais verdes que eu já conheci. Por todas as ruas e bairros, a capital britânica está cheia de pequenos e grandes jardins e parques. De lugares super famosos como o Hyde Park, até lugares menos conhecidos dos visitantes, como Primrose Hills, esses são meus parques favoritos de Londres.


7 jardins e parques de Londres


St.James Park

Ele é o mais antigo dos parques reais de Londres, fica ao lado da The Mall, a avenida que liga a Trafalgar Square ao Palácio de Buckingham e talvez por isso, as pessoas fiquem tão encantadas com o palácio já visto a distância, que dão uma ignorada no parque.

O St.James Park tem uma vista linda dos fundos da Downing Street (foto de capa do post), London Eye, a torre do Big Ben e o Parlamento. Mas um detalhe super bacana desse parque e que a maioria das pessoas passam batidas é a uma árvore que foi plantada em 1996 pelo então presidente da África do Sul e símbolo máximo do Apartheid, Nelson Mandela.

St.James Park

St.James Park

Plaquinha que identifica a árvore que foi plantada pelo Mandela

Plaquinha que identifica a árvore que foi plantada pelo Mandela


Green Park

Logo a frente do St.James Park e coladinho no Palácio de Buckingham fica o Green Park. Tem portões lindos, em ferro preto com detalhes dourados. É um dos mais floridos, uma área com muitas árvores e imensos gramados na outra extremidade, perto da estação de metrô que leva o mesmo nome do parque.

Um dos portões do Green Park

Um dos portões do Green Park

Green Park

Green Park

Green Park

Green Park


Hyde Park

É o mais famoso, mais visitado e mais fotografado. Em uma comparação, o Hyde Park está para Londres assim como o Central Park está para Nova York e o Parque do Ibirapuera está para São Paulo.

É lá onde os britânicos vão tomar sol nas pernas depois de longos meses de inverno e onde acontecem vários festivais de música e concertos nos verões.

Comece o passeio pelo Marble Arch ou pelo Wellington Arch se você vem da região do Palácio de Buckingham, este é o meu modo favorito de chegar ao parque.

parque-londres-8

Cisnes do Hyde Park

Os esquilos estão espalhados por todos os parques de Londres

Os esquilos estão espalhados por todos os parques de Londres


Kensington Gardens

Coladinho no Hyde Park fica os Kensington Gardens, na verdade a gente nem percebe quando acaba um e começa o outro, tanto que a área era uma continuação do Hyde Park até que o Rei Guilherme IV transformou o lugar nos jardins do Palácio de Kensington.

Na divisa entre os dois parques fica o Memorial da Princesa Diana e não longe dali o Memorial do Príncipe Albert, em frente ao Albert Hall, já fora da área dos jardins.

parque-londres-9

Memorial do Príncipe Albert


Regents Park

Um pouco ao norte dessa área do Hyde Park e Kensington Gardens fica o Regents Park e foi lá que uma vez eu tive a visão épica de Paul McCartney andando de bicicleta e quase tive um pequeno ataque cardíaco. Claro, o eterno Beatle estava com dois seguranças e eu jamais atrapalharia o lazer dele, mas vontade não faltou.

O paisagismo do Regents Park lembra muito o paisagismo francês, é um dos mais belos parques de Londres.

Regent's Park

Regent’s Park


Primrose Hills

Esse é um parque super tranquilo, fica coladinho no Regents Park e como ele fica numa colina, tem uma visão linda de Londres. Dá para ver a city (centro financeiro da cidade), London Eye mais distante e até região da Kings Cross.

De lá, a gente também consegue ver o mais bonito pôr-do-sol da cidade, com a massa verde do Primrose, logo abaixo o Regents e a cidade ao fundo.

Primrose Hills

Primrose Hills


Kew Garden

O Kew Garden ou Royal Botanic Gardens já fica um pouco afastado do centro de Londres, no lado sudoeste da cidade, mas com fácil acesso de trem.

Ele é o maior jardim botânico do mundo, o lugar ainda é um centro de referência mundial no estudo de botânica. São várias estufas, prédios que abrigam museus, coleções e muita, mas muita área verde.

Dos parques de Londres, o Kew Garden é o mais afastado, mas vale muito a pena

Dos parques de Londres, o Kew Garden é o mais afastado, mas vale muito a pena


Como chegar


Todos esses parques de Londres são acessíveis por metrô ou trem. Como muitos são ao lado uns dos outros, dá para sair de um parque e já entrar no parque seguinte. A maioria deles tem mais de uma estação, é só olhar no mapa abaixo qual a melhor opção para você.

Para saber como usar o metrô de Londres, clique aqui.

Leia mais:
Todos os posts sobre Londres


Procurando hospedagem em Londres?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

4 Comentários

  • Responder março 3, 2017

    Maykel

    Tbm tem o Queen Elizabeth Olympic Park, que foi moldado para as olimpiadas de 2012 e o famoso Grenwich Park com belas vistas da “The City” 🙂

    • mm
      Responder março 3, 2017

      Fabricio Moura

      Ótimas dicas, mas esses eu não conheço. Obrigado =)

  • Responder abril 12, 2017

    Débora Lacerda Fernandes

    Amo vc ❤

    • mm
      Responder abril 13, 2017

      Fabricio Moura

      Também tem amo <3

Deixe uma resposta