O que fazer na Ilha do Marajó: conheça a pequena Soure

O que fazer na Ilha do Marajó

O Brasil tem muitos lugares especiais, quase intocados e longe dos olhos dos turistas. Lugares em que podemos ter contato com um Brasil único e autêntico. Um país muito diferente do que estamos acostumados aqui na região sul e sudeste. A Ilha do Marajó é um desses lugares, que encanta por sua simplicidade. Tão genuíno quanto o povo marajoara. Que tem seus costumes, sua música e seu ritmo. Hoje eu mostro para vocês um pedacinho desse Brasil, veja aqui o que fazer na Ilha do Marajó.

***

Antes de mais nada, ilha do Marajó é imensa. Não é o tipo de lugar em que se conhece em um dia. Certamente levaria meses ou anos para conhecer minimamente o Marajó. Com uma área de aproximadamente 40.100 km², ela é a maior ilha costeira do Brasil. Natural ficar em dúvida sobre para onde ir e o que visitar. Portanto, eu escolhi Soure, a pequena cidade localizada na Baía do Marajó, no encontro com o Oceano Atlântico. Perto o suficiente de Belém, apenas 2 horas de lancha rápida. Contudo, tão distante como um outro país.

Antes de entrar no post sobre o que fazer na Ilha do Marajó, vou deixar aqui algumas dicas importantes sobre como chegar e onde ficar na Ilha do Marajó. Dessa maneira você conseguirá planejar melhor a sua viagem.


Como chegar na Ilha do Marajó


Os barcos com destino a Soure partem do Terminal Hidroviário de Belém. São dois tipos de serviços: o barco de linha que é mais barato, entretanto é mais lento. E as lanchas, que são um pouco mais caras, contudo a viagem é bem mais rápida.

Os barcos de linha custam R$20 o trecho e fazem a viagem em 3h30. Já as lanchas rápidas custam R$50 e cobrem a distância de 87km entre Belém e Soure em 2 horas. 

Para mais detalhes sobre como comprar a passagem e como é a viagem, recomendo ler o post completo onde eu explico como chegar na Ilha do Marajó.

O que fazer na Ilha do Marajó
O que fazer na Ilha do Marajó

Onde ficar em Soure


Apesar de ser um lugar bem pequeno, Soure tem uma boa oferta de pousadas super charmosas e aconchegantes. É o caso da Pousada O Canto do Francês, a pousada é linda, super confortável e fica em um lugar muito lindo da Ilha do Marajó. Certamente vai agradar.

Outra dica é o Hotel Marajó, que tem acomodações confortáveis bem no meio da natureza e com preços excelentes. Ou a Pousada Marajoara super charmosa e também aconchegante.

O que fazer na Ilha do Marajó
Onde ficar

O que fazer na Ilha do Marajó (Soure)


Primeiramente, a Ilha do Marajó é o tipo de lugar onde a gente vai para descansar e descomprimir. Não é aquele tipo de lugar cheio de pontos turísticos onde precisamos fazer uma lista com o que fazer e o que visitar.

Soure é uma pequena e encantadora vila, com muitas ruas de terra ou grama. Abraçada pelo Rio Paracauari e a Baía do Marajó no encontro com o Oceano Atlântico. Onde relaxamos na sua orla salpicada de coqueiros observando o vai e vem dos barquinhos rio acima.

O que fazer na Ilha do Marajó
Soure
O que fazer na Ilha do Marajó
Barquinho descendo o rio

Praia do Pesqueiro

Pegue um mototáxi (R$ 15 ida e volta) para te levar até o lugar mais visitado de Soure, a Praia do Pesqueiro. O caminho em uma estradinha no meio da mata emoldurada por árvores, palmeiras e campos de arroz que me transportaram novamente para a Ásia e nem estou falando do calor.

O que fazer na Ilha do Marajó
Estradinha até a Praia do Pesqueiro

A Praia do Pesqueiro é linda, uma imensidão de areia branca com várias barraquinhas de sapê, onde servem um peixe de comer rezando. Sabe aquele peixe que foi pescado na hora e preparado ali mesmo? Simples e incrivelmente saboroso. Não deixe de pedir também uma porção do queijo do Marajó.

O que fazer na Ilha do Marajó
Praia do Pesqueiro
O que fazer na Ilha do Marajó
Praticamente deserta

Quando cheguei lá, a praia estava vazia. A maré estava baixa e tinha formado inúmeras piscinas de água transparente na longa faixa de areia em direção ao mar.

O que fazer na Ilha do Marajó
Crianças brincando na praia
Como chegar na Ilha do Marajó O que fazer na Ilha do Marajó
Casinha abandonada
O que fazer na Ilha do Marajó
O que fazer na Ilha do Marajó: Praia do Pesqueiro

Búfalos por todos os lados

A Ilha do Marajó é famosa por seus búfalos, estima-se que existam mais de 600 mil deles. Seja no meio da mata, ou no meio das ruas de Soure, a passos lentos como uma enorme SUV de quatro patas. Estes animais não são naturais do Brasil, há quem diga que eles se salvaram de um naufrágio no século XIX vindo da Indochina para a Guiana Francesa. Mas a versão oficial é de que eles foram importados da Índia nos anos 30 do século passado e a sua população explodiu desde então.

Você pode ver os animais soltos em todas as partes de Soure, entretanto na Fazenda São Jerônimo o visitante pode conhecer melhor esses animais. Contudo, é preciso cuidado.

O que fazer na Ilha do Marajó
Búfalos por todos os lados, contudo, é preciso ter cuidado
O que fazer na Ilha do Marajó
É provável que você os veja até no centro da cidade

Cerâmica marajoara

A Cerâmica Marajoara é conhecida e apreciada, inclusive fora do Brasil. Portanto, não deixe de conhecer a Casa de Artesanato Arte Mangue Marajó, onde podemos apreciar a produção das peças e também comprar coisas lindas e originais da tradicional arte do Marajó. 

Confesso que se tivesse mais espaço na mala eu teria comprado muitas coisas, todavia eu garanti um prato decorativo e três vasos lindíssimos que guardo na minha casa com todo o carinho do mundo.

O que fazer na Ilha do Marajó
Cerâmica marajoara
O que fazer na Ilha do Marajó
Artesão
O que fazer na Ilha do Marajó
matéria prima

Carimbó

Durante a visita a Casa de Artesanato Arte Mangue Marajó eu escutei um som de batuque e vozes cantando uma melodia única. Eram os alunos de uma escola ensaiando o Carimbó na sombra de um teto de zinco.

O giro das moças era embalado pelo trio formado pelo tambor, o ganzá e do maracá. Rodopiando sem tirar os pés do chão com longas saias de tecido de chita. Uma coreografia hipnotizante e em outras palavras, algo totalmente paraense.

O que fazer na Ilha do Marajó
Carimbó

O som, a alegria, os pés no chão e a simplicidade de um lugar tão mágico que se tornou marcante na minha memória. Um dia eu volto, para ficar um pouco mais, eu prometo!

O que fazer na Ilha do Marajó
Carimbó

***


Onde ficar em Belém (dicas de hospedagem)
Como chegar na Ilha do Marajó


O que fazer em Belém do Pará
O que fazer na Ilha do Marajó
Como é a visita ao mercado Ver-o-peso em Belém
Passeios de barco em Belém do Pará
Bate-volta de Belém a Ilha do Marajó e Praia do Pesqueir










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.

Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.