O que fazer em Oslo na Noruega (roteiro de 2 dias)

A capital norueguesa foi o meu terceiro e último destino no país. E estamos falando de uma das cidades mais seguras e desenvolvidas do mundo. Hoje eu compartilho com vocês o meu roteiro com o que fazer em Oslo em um roteiro compacto de 2 dias.

***

Uma das cidades mais verdes do mundo, em Oslo 40% da sua área não pode receber construções. Localizada na baía de um fiorde, a cidade esbanja qualidade de vida. Além disso, são parques, museus, arquitetura e um transporte público impecável.

Antes de entrar no texto com o que fazer em Oslo, vou deixar aqui embaixo alguns links para ajudar na sua viagem à Noruega.

Onde se hospedar em Oslo
O que fazer em Bergen
Onde se hospedar em Bergen
Como ver a Aurora Boreal na Noruega
O que fazer em Tromso
Onde se hospedar em Tromso

Aliás, recomendo assistir o meu vídeo com o que fazer em Oslo. Nele eu mostro em detalhes todos os passeios que eu fiz na cidade.

Vídeo: o que fazer em Oslo

Como chegar em Oslo


De trem

É possível chegar em Oslo de trem vindo de algumas cidades, como Copenhague (Dinamarca), Estocolmo (Suécia), Gotemburgo (Suécia) e Bergen (Noruega). Os trens são operados pela VY, a empresa de trens da Noruega que possui um serviço confortável e com bons preços. As passagens podem ser compradas no site da VY com até 60 dias de antecedência. Todos os trens chegam e parte da Oslo S, a estação central de trens da cidade.

Trem da VY

De avião

Não existem voos diretos do Brasil para a Noruega, entretanto é muito simples chegar a Oslo fazendo conexão em alguma cidade europeia como Lisboa (TAP), Paris (Air France), Frankfurt (Lufthansa), Londres (British Airways), Madrid (Iberia e Air Europa), Roma (ITA), Zurique (Swiss), Amsterdam (KLM) ou até mesmo em Istambul (Turkish Airlines).

Todas estas empresas operam no Aeroporto de Oslo Gardermoen, distante 56 km da cidade. Exceto a KLM que também tem voos para o Aeroporto Oslo Torp Sandefjord que fica bem ao sul de Oslo, distante 118 km da cidade.

Tenha bastante atenção na hora de comprar a sua passagem, pois o melhor aeroporto para chegar é o Aeroporto de Oslo Gardermoen.

Aeroporto de Oslo Gardermoen

Onde ficar em Oslo


Escolher onde ficar em uma cidade desconhecida sempre gera dúvidas. Eu me hospedei perto da Oslo S, pois facilitaria demais a minha vida, pois eu cheguei em Oslo vindo de Bergen e deixei a cidade a caminho de Estocolmo, todos os trajetos realizados de trem.

Por conta disso, eu me hospedei no Radisson Blu Plaza, que fica ao lado da Oslo S. Existe uma passarela suspensa que vai da estação até praticamente a porta do hotel, assim, eu nem precisei passar pela rua para chegar ao Radisson.

Radisson

Outros hotéis

Eu adoro os hoteis da rede Clarion, eu me hospedei em um deles em Tromso e foi sensacional. E o Clarion Hotel The Hub fica coladinho na Oslo S, portanto, localização impecável.

O Clarion é um hotel 4 estrelas, ainda assim, com conforto de um 5 estrelas e preços muito atraentes. Arrisco a dizer que, considerando os preços da Noruega, o Clarion tem um excelente custo benefício.

Para quem busca um pouco mais de economia, mas sem abrir mão do conforto, recomendo o Comfort Hotel Grand Central. Além disso, ele fica exatamente em frente a entrada principal da estação, tem quartos confortáveis e um excelente preço. 

Ao lado dele fica o Comfort Hotel Xpress Central Station, que é da mesma rede e oferece diárias de até 30% mais baratas. Eu gosto bastante da decoração dele, mais clean e moderna, seguindo o tradicional estilo escandinavo.

Na mesma região recomendo o Scandic Oslo City, que é da mesma rede do hotel que eu me hospedei em Bergen. Essa rede Scandic possui ótimos hoteis espalhados por toda a Noruega e vocês podem confiar de olhos fechados.

Outra dica é o Karl Johan Hotel, que fica na Karl Johan, a rua mais famosa de Oslo e coladinho no Palácio Real de Oslo. Trata-se de um hotel 4 estrelas classudo com excelente localização. Apesar de não estar exatamente em torno da Oslo S, mas a caminhada até lá é curta. Uma ótima opção para se hospedar no meio dos principais cartões postais da cidade.

Veja mais dicas de onde ficar em Oslo aqui

O que fazer em Oslo

Internet na Noruega


Ao invés de comprar um chip telefônico em cada um dos países, eu tenho optado por usar o e-Sim, o chip virtual da Airalo. A compra é simples, dá pra fazer tudo pelo app e ainda gerenciar o uso da franquia de dados. Pelo app eu consigo também recarregar os créditos caso os meus dados tenham acabado. E a conexão é impecável, o 5G funcionou muito bem na Europa inteira. 

Eu também já usei Airalo na África e na Ásia, até mesmo no Laos, um dos países mais pobres e mais isolados do mundo, o sinal funcionou muito bem.

Aqui eu explico como comprar o e-Sim da Airalo e ainda tem um cupom com 3 dólares de crédito na sua primeira compra.


O que fazer em Oslo


Karl Johans Gate

Eu recomendo começar o seu roteiro com o que fazer em Oslo pela Karl Johans, a principal rua da cidade. A Karl Johans vai da estação central de trens até a praça Slots Plassen e o Parque do Palácio, que ficam coladinhos no Palácio Real de Oslo.

A Karl Johans é uma grande rua de comércio, com lojas que vão do fast fashion à grifes de luxo como Chanel e Louis Vuitton. Restaurantes caros e badalados de um lado e McDonalds e Burger King do outro lado da rua.

O que fazer em Oslo
Karl Johans

Digamos que a Karl Johans é uma rua no mínimo democrática que possui também bons hoteis, galerias de arte e ao lado dela fica a Catedral de Oslo. 

É também nesta rua que todos os anos é montado o Christmas Market de Oslo, portanto, se você estiver passando pela cidade nos meses de Novembro e Dezembro, recomendo muito visitar o mercado de natal da cidade.

O Teatro Nacional fica na Karl Johans

Palácio Real de Oslo

E já que estamos falando da Karl Johans, conforme eu adiantei, no fim dela fica o Palácio Real de Oslo, sede da monarquia norueguesa e lar da família real da Noruega. O monarca atual é o rei Harald V que ocupa o trono norueguês desde 1991.

O que fazer em Oslo
Palácio Real de Oslo

O Palácio Real de Oslo foi construído entre 1824 e 1848 e pode ser visitado, porém, ele só abre para a visitação no verão (junho a setembro) e as entradas podem ser compradas pela internet, a vendas começam no dia 1 de março. 

Embora ele não possa ser visitado durante os demais meses do ano, recomendo conhecer a parte externa do palácio, que é onde acontece a troca da guarda, todos os dias às 13h30.

O que fazer em Oslo
Karl Johans vista do Palácio Real de Oslo

Oslo Ópera House

Se de um lado temos uma cidade com sua arquitetura clássica, em contrapartida temos edifícios modernos e arrojados, e um deles é a Oslo Ópera House. Inaugurada em 2008, toda construída em mármore branco e vidro, o prédio parece que está saindo das águas do fiorde que banha a cidade.

O que fazer em Oslo
Oslo Opera House

No dia em que eu estive em Oslo (novembro de 2023), a visitação interna estava fechada, ainda assim é possível visitar toda a parte externa do prédio e também subir até os seus mirantes, de onde temos uma belíssima vista da cidade.

O que fazer em Oslo
Um dos prédios mais arrojados de Olso
O que fazer em Oslo
Vista de cima da Oslo Opera House

Fortaleza de Akershus

Definitivamente a Fortaleza de Akershus não pode ficar de fora do seu roteiro com o que fazer em Oslo. A construção dela começou em 1299, quando Bergen deixou de ser a capital do país, sendo Oslo a nova capital da Noruega.

A obra foi encomendada pelo rei Haakon V, incluindo um castelo que serviu de residência para a família real. Além disso, uma das principais funções da fortaleza era defender o porto de Oslo e a entrada da cidade. Todavia, a Fortaleza de Akershus também funcionava como prisão.

Entrada da Fortaleza de Akershus

A boa notícia é que para visitar toda a parte externa da fortaleza a gente não paga nada e só isso já vale demais a visita. Entretanto, para conhecer o museu, a igreja e o castelo da fortaleza, a entrada é paga.

Recomendo muito fazer o tour completo da fortaleza, que percorre todas as partes mais importantes e conta histórias bem curiosas do lugar. Vocês podem comprar o tour através deste link.

O portão principal da fortaleza abre às 6h e fecha às 21h. Já os demais portões abrem às 7h e ficam abertos até as 21h.

Pátio interno
Área de defesa

City Hall Square

A prefeitura de Oslo, chamada de Rådhuset, é um prédio bem esquisitão, com arquitetura austera e pouco atraente. Entretanto, a praça em frente a prefeitura é um lugar muito bacana para conhecer.

Ali ficam várias barraquinhas de comidas e coisas típicas. No lado oposto fica o píer de onde saem vários passeios de barco, inclusive eu recomendo muito o passeio pelo fiorde de Oslo. Afinal, onde mais teríamos uma ótima oportunidade de conhecer os famosos fiordes noruegueses?


Oslofjord

Certamente um dos passeios obrigatórios na Noruega é conhecer um dos seus famosos fiordes, estas formações únicas que são sinônimo de Escandinávia. Existem mais de mil fiordes na Noruega e um deles, o Oslofjord fica pertinho de Oslo. Existem vários tipos de passeios e vocês podem reservar aqui.

Um dos barcos que fazem o passeio do Oslofjord

Vigeland Park

O Vigeland Park é o grande parque e principal área verde de Oslo. Distante cerca de 2 km do Palácio Real de Oslo, o parque ocupa uma área de 300 mil metros quadrados no meio da cidade.

Além de ser uma área verde extremamente bem cuidada, o parque é sobretudo um enorme museu ao ar livre que conta com quase 200 peças esculpidas e também idealizadas pelo criador do parque, Gustav Vigeland. As peças narram a trajetória do ser humano, do nascimento à morte. 

O Vigeland Park é um dos lugares mais bonitos e agradáveis para visitar na capital norueguesa. Em suma, não pode ficar de fora do seu roteiro com o que fazer em Oslo.

Vigeland Park

Museu do Navio Viking

As raízes do povo noruguês estão fortemente atreladas aos vikings. Os ancestrais noruegueses eram excelentes construtores de barcos e durante séculos exploravam os mares do norte chegando até a antiga Constantinopla, hoje Istambul.

Contudo os vikings eram bárbaros que atacavam os pequenos vilarejos, queimavam igrejas, matavam, saqueavam e estupravam as mulheres.  Por consequência, habitavam e desenvolviam comunidades nestes lugares atacados. E embora façam parte da cultura do país, muitos noruegueses não gostam de serem relacionados a esta ancestralidade. Perfeitamente compreensível, não é mesmo?

Todavia, essa parte da história está bem contada no Museu do Navio Viking em Oslo. O museu conta com 3 barcos do século 1 incrivelmente bem preservados. Estes barcos foram encontrados enterrados, pois os vikings tinham o costume de sepultar pessoas importantes da sua sociedade nestes barcos, como um sarcófago mesmo. Semelhantemente aos costumes egípcios.

O museu fica em Bygdøy, uma península em Oslo e a maneira mais fácil de chegar é pegar o ônibus número 30 que passa ao lado da estação central.

Museu do Navio Viking

Mais passeios em Oslo


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, sou designer gráfico que cansou da vida no escritório e decidiu abraçar o mundo. Nestas andanças já foram 65 países e a sede por novas descobertas é cada vez maior. Venham descobrir o mundo comigo!

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.