Santuário Nezu em Tóquio, para quem quer paz e tranquilidade

Santuário Nezu

Preciso confessar para vocês que depois de visitar o Templo Asakusa em Tóquio, eu saí de lá super mau humorado. Pois era tanta, mas tanta gente que eu mal conseguia relaxar. Eu precisava de um lugar bem zen para descomprimir. E um amigo tailandês havia me recomendado o Santuário Nezu, um templo budista lindo e que não era tão turístico. O templo fica em Bunkyō, perto do Parque Ueno em uma ruazinha bem escondida.

Eu saí do Asakusa e rumei para o metrô e ao sair a estação Nezu já tinha sentido uma atmosfera completamente diferente. Apesar de Tóquio ser uma metrópole cheia de arranha-céus, avenidas entupidas de carros e multidões de um lado para o outro. Bunkyō parece cidade do interior, mesmo estando em Ueno, um bairro super populoso de Tóquio.

Santuário Nezu

Santuário Nezu

Santuário Nezu

Santuário Nezu

Mesmo não sendo um lugar entulhado de turistas, o Santuário Nezu é um dos mais importantes do Japão. Ele foi construído em 1707 com arquitetura típica Ishinoma-zukuri. E quem caminha em torno dos seus pavilhões não imagina que o Santuário Nezu é considerado uma das jóias do Japão. Além de ser lá que acontece o Festival das Azaléias na primavera (entre abril e maio).

Santuário Nezu

Corredor de Toriis

Logo na entrada da propriedade um enorme Torii vermelho de cipreste japonês recebe os visitantes, ele indica que aquele lugar é sagrado, o correto é fazer uma reverência ao passar por eles.

O espaço do Santuário Nezu não é grande, mas tem pavilhões amplos, lagos com carpas, uma ponte e um corredor de toriis vermelhos. Simples e lindo! Um cantinho de muita paz em Tóquio. Em um lugar assim, não tem como continuar mau humorado, era tudo o que eu precisava.

Santuário Nezu

Corredor de Toriis

Santuário Nezu

Impossível não fazer uma fotinha


Como visitar o Santuário Nezu


A melhor forma de chegar ao Santuário Nezu é de metrô, a estação mais próxima é a Nezu, atendida pela linha C (Chiyoda Line). Recomendo ler o post onde eu explico como usar o metrô de Tóquio.

Saindo da estação basta seguir pela Avenida Shinobazu-dori por algumas quadras. Na ruazinha que dá acesso ao templo tem uma plaquinha branca com letras azuis indicando o templo. Na dúvida, siga o mapa abaixo.

A entrada é gratuita, mas durante o Festival das Azaléias é cobrada uma entrada de 200 Yen. O templo fica aberto das 6h às 17h.


Onde ficar em Tóquio


Se você estiver procurando onde ficar em Tóqui, aqui no blog tem um post bem completo explicando os melhores bairros.

Reservando um hotel pelo Booking.com aqui no Vou na Janela, você ajuda a manter o blog e não paga nada a mais por isso.

***

Se você ainda não decidiu onde ficar em Tóquio, sugiro olhar a caixa de ofertas aqui embaixo. Ela é atualizada automaticamente pelo Booking.com.



Booking.com


Passeios em Tóquio


Compre aqui seus passeios em Tóquio, ganhe tempo e evite filas.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.