Chegando em Singapura: visto, imigração e transporte

Chegando em Singapura

Tá pensando em visitar Singapura? Vai passar alguns dias ou até mesmo algumas horas em uma longa conexão antes de seguir para outro destino? Saiba que o visto, imigração e transporte para quem estiver chegando em Singapura é muito simples.

Na verdade, cidadãos brasileiros não precisam de visto previamente emitido para entrar em Singapura, basta ter um passaporte válido, passagem confirmando a saída da cidade-estado e comprovante de hospedagem.

Vamos a um passo a passo de como funciona o procedimento:


Chegando em Singapura


Visto e imigração

Você vai chegar em Singapura pelo Aeroporto Internacional Changi, eleito o melhor aeroporto do mundo pelo quinto ano consecutivo.

Eu cheguei em Singapura em um voo vindo de Bangkok, ainda no avião, a tripulação distribuiu o formulário de imigração em Singapura. O formulário deve ser preenchido com letras de forma e usando caneta azul ou preta.

Chegando em Cingapura: formulário de imigração

Chegando em Singapura: formulário de imigração

 

Chegando em Cingapura: formulário de imigração

Chegando em Singapura: formulário de imigração

As perguntas são super simples e o cartão é dividido em duas partes, uma parte ficará com o oficial de imigração e a outra deve ficar com o visitante e ser devolvido quando for deixar o país, eles disseram, mas não recolheram o meu quando eu fui para a Indonésia.

No formulário vem escrito em letras garrafais: “Morte aos traficantes de drogas” e vai se acostumando, Singapura é cheia de leis e regras, como a proibição de mascar chicletes na rua.

Saindo do avião, basta seguir as placas “Arrival”, descer as escadas rolantes e seguir para a imigração.

Chegando em Cingapura: siga as placas "arrival"

Chegando em Singapura: siga as placas “arrival”

O procedimento é simples, eles recolhem o passaporte e o formulário de imigração. Não me pediram mais nada e não fizeram nenhuma pergunta. O oficial colhe as digitais através de um leitor digital e tira uma foto. No balcão ficam balinhas de boas vindas.

O visto de permanência em Singapura tem validade de 30 dias.


Atenção: O Seguro viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Faça seu seguro viagem aqui com desconto.


O passo seguinte é recolher a bagagem (caso você tenha despachado, obviamente), aproveite inclusive para trocar dinheiro nas casas de câmbio dentro da área de desembarque pois a cotação é melhor que na rua.

Em seguida alguns passageiros são escolhidos aleatoriamente para passar com as malas pelo raio-x antes de sair da área fechada do aeroporto.

Chegando em Cingapura: imigração

Chegando em Singapura: imigração


Transporte do aeroporto para a cidade

São várias opções de transporte do aeroporto até a cidade e na área de desembarque tem algumas placas que indicam os valores de cada um dos serviços. Os preços em maio de 2017 era esses:

– Ônibus: 2 SGD (R$ 4,80);
– Metrô: 2 SGD  (R$ 4,80);
– Van: 9 SGD (R$ 21,60) e vai até o hotel
– Táxi: 28 SGD (R$ 68,00) a 38 SGD ( R$ 91,00) o preço varia dependendo do trânsito;
– Carro de luxo: 55 SGD (R$ 132,00);
– Van para grupos de até 8 pessoas: 60 SGD (R$ 144,00).

Basta escolher o seu tipo de transporte e seguir as placas, o aeroporto é muito bem sinalizado. Na verdade, tudo em Changi é muito perfeito e funcional.

Definitivamente a melhor opção para ir do aeroporto até a cidade é o metrô, o MRT, abreviatura de Mass Rapid Transit, que atende o Aeroporto Internacional Changi com a linha verde. Para usar o metrô de Singapura é muito fácil e aqui no blog tem um post super completo para te ajudar:

Como usar o metrô de Singapura

E como o metrô chega a todos os pontos da cidade, certamente vai ter uma estação perto do seu hotel.


Vídeo



Reserve aqui seus passeios em Singapura



Confira o nosso post completo com dicas de onde ficar em Singapura clicando aqui ou siga as dicas abaixo.

Quando falamos de lugares para se hospedar em Singapura a primeira imagem que vem em mente é o espetacular Marina Bay Sands, um dos hotéis mais famosos e desejados do mundo. E a fama dele se deve ao luxo e a sua piscina, que é nada menos que a maior piscina de borda infinita no topo de um prédio em todo o mundo.

Nesta mesma região fica o The Fullerton Hotel Singapore, um hotel cinco estrelas incrível e que tem uma das melhores localizações de Singapura.

Do outro lado da Marina Bay fica o The Ritz-Carlton Millenia Singapore e além de todo o luxo de um Hilton, ele tem uma das melhores vistas de Singapura.

Se você não quiser gastar tanto no Hilton, coladinho nele fica o Marina Mandarin Singapore, que tem a vista igualmente boa

Chinatown, como o nome diz, é o bairro chinês de Singapura. Ele fica coladinho em Marina Bay e tem hotéis igualmente excelentes e mais baratos. Nessa região fica o excelente Orchid Hotel, um quatro estrelas super confortável, com uma piscina deliciosa.

Pertinho dele fica o Amara Singapore, eu já me hospedei no Amara de Bangkok e é maravilhoso. Um cinco estrelas com preço de 3 estrelas.

Para quem pretende ficar em hostel, as cápsulas são a melhor opção pois garantem mais conforto e privacidade que os hostels. A mais famosa delas é a MET A Space Pod, que tem filiais em Boat QuayChinatown e na Arab Street. Vale dizer que todas tem ótima localização, apesar de que eu acho a de Boat Quay melhor localizada. 

Em Chinatown tem um hotel cápsula bem famoso, o Galaxy Pod e o bacana é que ele tem cápsulas para casais a partir de R$ 190,00. Nada mal, heim?


Chegando em Singapura: visto, imigração e transporte
Como usar o metrô de Singapura
Regras e leis de Singapura, cuidado para não ser multado
Onde ficar em Singapura


O que fazer em Singapura
Gardens by the bay e as super árvores de Singapura
Cloud Forest
Bairro Árabe de Singapura
Little India, o bairro indiano de Singapura
Singapore Flyer, a roda gigante mais alta do mundo
Parque Marina Barrage


O seguro viagem é obrigatório para visitar Singapura, além de ser é altamente recomendável caso você tenha algum incidente e precise se auxílio médico ou apoio. Faça o seu seguro viagem aqui com desconto.










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

1 Comentário

  • Responder fevereiro 27, 2020

    Luciane

    Adorei saber os preços aproximados dos tipos de transporte em Singapura. Esse é o tipo de informação que ajuda muito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.