Como é voar com a Olympic Air da Grécia no Dash-8 Q400

Olympic Air

Desconhecida dos Brasileiros, a Olympic Air da Grécia é uma subsidiária da Aegean Airlines, a principal companhia aérea grega. A empresa surgiu em da privatização em 2009 da estatal Olympic Air, tradicional companhia aérea de bandeira grega.

A Olympic Air opera voos regionais de curta distância e voos internacionais de baixa densidade na região do Mar Mediterrâneo. A empresa voa com uma frota de aeronaves turboélices ATR-42 e Bombardier Dash-8 das séries -100 e -Q400.

Eu voei com a Olympic Air de Malta para Atenas na Grécia no Bombardier Dash-8 Q400, uma das menores aeronaves que eu já voei.

***

Leia outras avaliações aqui

Olympic Air
Como é voar com a Olympic Air

Como é voar com a Olympic Air da Grécia


Eu comprei a passagem direto no site da Aegean, o procedimento de compra foi simples. A empresa não permite despacho de bagagem nas tarifas GoLight. Entretanto, eles permitem uma mala de bordo de até 8 quilos e um item pessoal, que pode ser uma bolsa ou mochila.

Na ocasião eu paguei o equivalente a 180 reais em um voo direto de Malta para Atenas, o que eu achei um ótimo negócio.


Check-in e embarque

Eu fiz o check-in pelo site da Aegean e optei por receber o cartão de embarque pelo celular. Quando cheguei no Aeroporto de Luqa em Malta, segui direto para o controle de raio-x e sala de embarque. Como Malta e Grécia fazem parte do Espaço Schengen, não existe controle de passaporte nas viagens entre os dois países.

Olympic Air
Área de check-in do Aeroporto de Malta

O aeroporto de Malta é bem pequeno, são poucos portões e estava bem cheio, apesar de estarmos no inverno, baixa temporada. Imagino que deve ser um inferno aquele lugar apertado durante a alta temporada, quando a população de Malta quase triplica.

Olympic Air
Embarque em Malta

O embarque foi em ônibus, já que o aeroporto de Malta não possui pontes de embarque. E como é um avião pequeno, o procedimento foi bem rápido e pontual.


A aeronave

Conforme disse acima, o voo foi operado por um Bombardier Dash-8 Q400. Essas aeronaves são fabricadas no Canadá. Eles estão configurados com 78 lugares distribuídos no layout 2-2. A cabine é bem apertadinha, só para servir de comparação, a área interna é de apenas 2.52 m enquanto a família de E-Jets da Embraer tem 2.74 m de largura interna.

como ir do aeroporto de Malta Olympic Air
Como é voar com a Olympic Air
Olympic Air

Eu tenho 1.77 m e os meus joelhos ficavam encostados na poltrona da frente e olha que estamos falando de 78 lugares, tem companhia aérea que coloca mais de 80 lugares nesses aviões. As poltronas não reclinam, ainda bem, imagina no colega da frente reclinando a poltrona nesse espaço apertado?

Olympic Air
Bem apertado

Decerto estamos falando de uma aeronave simples, sem sistema de entretenimento – apenas a revista do grupo Aegean – e nada de internet a bordo.


Voo e serviço de bordo

Após o embarque rápido a tripulação passou distribuindo balinhas de boas vindas. Achei simpático e me lembrou dos tempos áureo da TAM. Portas fechadas, taxi super curto e decolamos rumo a Atenas para um voo de 2 horas.

Olympic Air
Balinhas de boas vindas
Olympic Air
Curioso que nessas aeronaves podemos visualizar o trem de pouso principal das janelas
Olympic Air
Malta ficando para trás

Subimos rápido, uma das vantagens dessas aeronaves. Cerca 30 minutos depois da decolagem começou o serviço de bordo. Uma grata surpresa, ainda mais depois de voar na Ryanair onde a gente paga até para respirar.

Só tinha uma opção, um sanduíche até generoso de presunto e queijo. Um belíssimo queijo por sinal, parecia um queijo tipo emental. Mais uma grata surpresa, para beber tinham várias opções, incluindo cervejas e vinhos, tinto e branco. O serviço bom já estava compensando o aperto da poltrona. Pensa que acabou? Não! Depois do lanche a tripulação voltou servindo mais bebidas e uma barrinha de cereais grega. 

Olympic Air
Lanche
Olympic Air
Lanche
Olympic Air
Barrinha de cereais grega

Depois fui apreciar o pôr do sol, ler um pouco até que a tripulação anunciou o pouso no Aeroporto Internacional de Atenas. 

Olympic Air
A vista da janela

Desembarcamos na área remota, achei o aeroporto bonito e funcional. Ele foi inaugurado em 2001 para substituir o antigo aeroporto da cidade na esteira das obras para a Olimpíada de 2004. Inclusive tem fácil acesso ao centro da cidade através do metrô de Atenas.

***

Apesar do aperto da aeronave, eu gostei bastante de voar com a Olympic Air. Achei ótimo o serviço de bordo para um voo de 2h, sobretudo quando as empresas não oferecem nem um mísero copo de água. Além do ótimo preço da passagem para um voo direto, detalhes quem compensam qualquer aperto.










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder março 10, 2020

    Paulo

    É tanta aventura nesses aviões por este mundo, hein, Fabrício!

    • mm
      Responder março 10, 2020

      Fabricio Moura

      hahahaha verdade, e vai ter vídeo dessa viagem.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.