Chegando em Quito, no Equador: visto, imigração e transporte

Chegando em Quito

Quando eu planejava a minha viagem para o Equador, tive um pouco de dificuldade de encontrar informações atualizadas sobre o aeroporto e transporte para a cidade, aquele tipo de informação básica para quem estiver chegando em Quito. Esse post vai jogar um pouco de luz nessa escuridão e ajudar você a planejar a sua viagem para o Equador.

O novo Aeroporto Internacional Mariscal Sucre foi inaugurado em 2013, ele substituiu o antigo aeroporto de Quito que ficava no meio da cidade e tinha problemas de expansão e de segurança. Muitos acidentes e incidentes aconteceram ali, como o Airbus A340-600 da Iberia que varou a pista e ficou completamente destruído. Por sorte, não atingiu as casas o que poderia ter sido uma tragédia.

O Aeroporto Internacional Mariscal Sucre é novo, moderno e bem confortável, o que é uma ótima notícia para quem estiver chegando em Quito. O lado ruim, é que ele fica muito distante da cidade, aproximadamente 40 quilômetros até Mariscal ou 45 quilômetros até o centro antigo de Quito.

Chegando em Quito


Chegando em Quito


Se você vem do Brasil, as companhias mais usadas são a Latam (via Santiago ou Lima), a Avianca (Via Bogotá ou Lima), e Copa Airlines (via Cidade do Panamá) e a Gol, em um voo direto de São Paulo.

Visto e imigração

Cidadãos brasileiros em viagem de turismo não precisam de visto para viajar para o Equador para uma permanência de até 90 dias. Se o motivo da sua viagem for trabalho ou estudo, ou alguma outra razão, você precisa entrar em contato com o consulado para solicitar o visto apropriado para a sua viagem.

Brasileiros também não precisam de passaporte para ir para o Equador. A carteira de identidade é aceita, falando nisso, veja aqui a lista de países onde brasileiros não precisam de passaporte para entrar.

Porém, o documento precisa estar em bom estado de conservação, não pode estar rasurado e de preferência, que tenha sido emitido nos últimos 10 anos. Essa última regra não é aplicada em todos os países, mas a razão dela é que o passageiro precisa ser identificável pela foto, por isso, a foto em um RG emitido há 30 anos vai ser bem diferente da fisionomia atual do passageiro.

Eu li que o Certificado Internacional de Vacinação emitido pela Anvisa era obrigatório para entrar no Equador, mas em nenhum momento me pediram. Na dúvida, é melhor ter o documento.

Antes de passar pela imigração eu não precisei preencher nenhum formulário, ao sair do avião eu fui direto para o setor de imigração.

Chegando na imigração, o oficial foi muito simpático, algo bem raro hoje em dia. Ele fez as perguntas de praxe, como o motivo e duração da viagem e se eu ficaria só em Quito. Eu fui para o Equador com um amigo e passamos juntos pela imigração. Foi tudo muito tranquilo.

Logo em seguida passamos pelo free-shop, que tinha preços muito bons e em frente já ficava a restituição de bagagens.

Centro histórico de Quito


Transporte de Quito até o centro da cidade


Não existe nenhum meio de transporte em massa como trens ou metrô ligando o aeroporto a cidade, de modo que as opções são o táxi, uber ou ônibus.

Táxi

É a maneira mais cômoda, o preço é tabelado e os táxis são operados pela Cooperativa Aeropuerto, a cooperativa de táxi do Aeroporto de Quito. A viagem custa 25 dólares a ida e eles dão um cartão com 5 dólares de desconto para a volta. Para pagamento em cartão de crédito é acrescentado 1 dólar.

Não é exatamente barato, especialmente se você estiver viajando sozinho, mas a gente entende o custo quando vê a distância do aeroporto até o centro da cidade.

Ao sair do desembarque, o balcão da cooperativa fica do lado esquerdo e a viagem dura de 50 minutos a até 1h30, dependendo do trânsito.

Uber

Outra opção é o Uber, mas eu não sei explicar e ninguém soube me dizer, porque o Uber para o aeroporto de Quito é mais caro que o táxi. Talvez seja alguma tarifa cobrada a mais para favorecer os taxistas. Mas para você ter uma ideia, em uma simulação que eu fiz, a viagem do aeroporto até a cidade custava 31 dólares.

Ônibus

Uma boa opção é o ônibus, a Aeroservicios liga o aeroporto a cidade e faz diversas paradas. O preço varia de acordo com o destino, mas custa de 8 a 18 dólares. A viagem até o centro histórico, por exemplo, custa 13,50 dólares. Pode ser uma boa economia para quem viaja sozinho, mas se você está em pelo menos 2 pessoas, o táxi já é mais interessante.

Veja aqui as tarifas para todos os bairros de Quito


Onde se hospedar em Quito


Aqui no blog tem um post super completo onde eu explico os melhores lugares para ficar em Quito, recomendo a leitura aqui. Ou você pode conferir a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.

Ou confira as promoções na caixa aqui embaixo:



Booking.com


Reserve um passeio em Quito



Mais posts sobre o Equador


Planejando a sua viagem

Dicas para planejar a sua viagem para o Equador
Chegando em Quito: visto, imigração e transporte até a cidade
Onde ficar em Quito, dicas de hospedagem
Efeitos da altitude no Equador: o que fazer para combater

O que fazer no Equador

O que fazer em Quito (roteiro de 4 ou 5 dias)
Vulcão Quilotoa, como visitar e o que fazer
Cotopaxi, a experiência no terceiro maior vulcão ativo do mundo
5 vulcões para visitar perto de Quito
Como visita a Linha do Equador e a cidade da metade do mundo


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.