Meus 10 lugares favoritos para ver Lisboa de cima

Santa Justa

Eu adoro ver as cidades de cima, em Lisboa então é tudo mais bonito. Os telhados vermelhos das construções antigas, as ruas estreitas, os bondes subindo e descendo as ladeiras, as pessoas caminhando calmamente. A capital portuguesa pode ser apreciada de diversos ângulos, são vários mirantes ou miradouros para ver Lisboa de cima e nesse post vou mostrar a lista dos meus 10 lugares favoritos.


10 lugares para ver Lisboa de cima


Elevador da Santa Justa

Ele é um dos cartões postais de Lisboa, o Elevador da Santa Justo foi inaugurado em 1902 para facilitar o acesso das pessoas da parte baixa do centro da cidade ao bairro alto. O projeto neogótico do engenheiro Raoul Mesnier du Ponsard por muitas vezes foi associado a Gustave Eiffel, mas historiadores defendem que nunca existiu nenhuma ligação entre a construção do elevador lisboeta com a famosa torre parisiense.

Elevador da Santa Justa

Elevador da Santa Justa

Boato ou não, o elevador é lindíssimo, todo em ferro com duas cabines de madeira que fazem o trajeto em poucos segundos. No topo do elevador, fica um mirante e que na minha opinião, tem a melhor vista da cidade e o melhor pôr do sol de Lisboa.

A viagem ida e volta com acesso ao mirante custa 5 euros, você pode até achar caro, mas a vista compensa e o melhor é que ele não fica abarrotado de gente. Só o acesso ao mirante custa 1,50 euro.

Só a subida do elevador por ser paga com os cartões Viva Lisboa e Lisboa Card, mas não dão acesso ao terraço, que é onde está a graça.

O elevador da Santa Justa funciona todos os dias das 7h30 às 23h (de março a outubro) e 7h30 às 21h (de novembro a fevereiro). Já o mirante funciona das 9h às 23h (de março a outubro) e das 9h às 21h (de novembro a fevereiro).

Leia o posto completo aqui

E a melhor vista do Castelo de São Jorge

LISBOA3

O mais bonito pôr do sol de Lisboa

LISBOA2

A vista é incrível


Castelo de São Jorge

Do Castelo de São Jorge a gente consegue ter várias vistas de Lisboa, por ele estar localizado num ponto bem alto da cidade, a gente tem uma visão incrível da baixa e até de Belém, também vemos o bairro alto e na parte de trás do Castelo, a gente ainda consegue ver a Mouraria e a Graça.

Praticamente vemos a cidade em 360 graus e caminhando pelas pontes, muros, passarelas e pátios, é um novo panorama a cada metro.

A entrada custa 8,50 euros (adultos), 5 euros (crianças) e 20 euros (famílias) e funciona das 9h às 18h (de novembro a fevereiro) e das 9h às 21h (de março a outubro)

Leia mais:

Pelas vielas de Lisboa e Castelo de São Jorge

Vista do Castelo de São Jorge

Vista da parte de trás do castelo


Mirante da Graça

Esse mirante fica perto da Portas do Sol, na Graça ao lado de Alfama. É o preferido dos casais, por ter uma atmosfera mais romântica, ele era o lugar favorito da poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen, tem até um poema dela no lugar e pra completar o cenário, a belíssima Igreja da Graça atrás.

Mirante da Graça

Mirante da Graça


Largo das Portas do Sol

Esse lugar foi uma das minhas novas descobertas em Lisboa, só nessa última viagem (novembro de 2016) que eu fui conhecer em uma das paradas do Eléctrico 28.

Das Portas do Sol a gente tem uma visão completamente diferente da cidade, mais voltada para o lado sul de Lisboa, Alfama, Igreja da Graça e lá longe, a famosa Ponte Vasco da Gama.

O lugar tem vários bares, restaurantes, quiosques e de bandeja, mais um pôr do sol cinematográfico da cidade.

Para chegar é fácil, só pegar os Eletricos (bondes) 28 ou 12 e quer uma boa notícia? Como o mirante fica em um calçadão, não paga nada. É só chegar.

Portas do Sol

Porta do Sol


Parque Eduardo VII

Diferente da Porta do Sol, o mirante do Parque Eduardo VII foi o primeiro lugar que eu conheci em Lisboa, lá na minha primeira visita anos atrás. Ele fica na Marquês de Pombal, de frente para a famosa Avenida Liberdade e tem uma vista panorâmica da baixa, de um lado o bairro alto e do outro lado o Castelo, Alfama e ao fundo, o Rio Tejo.

Além da vista incrível, o parque tem uma área super agradável e nos meses quentes fica lotado e para entrar não paga nada.

Meu primeiro fim de tarde em Lisboa alguns anos atrás

Meu primeiro fim de tarde em Lisboa alguns anos atrás


Mirante São Pedro de Alcântara

Outro mirante ótimo e de graça, é uma alternativa ao Mirante do Elevador da Santa Justa, pois dele a gente tem uma visão parecida da cidade. Ele fica ao lado do ponto final do Elevador da Glória, tem um jardim lindo, vários quiosques e nos finais de semana acontece ali uma feira de artesanato e com muitas comidas típicas.

A vista é linda, só o tempo que não colaborou muito

A vista é linda, só o tempo que não colaborou muito


Senhora do Monte

O Miradouro da Senhora do Monte fica no bairro de São Vicente, pertinho de Alfama e do Castelo. Ele não é dos mais conhecidos, por isso está sempre mais vazio, mas nem por isso tem uma vista que deixa a desejar.

Dele conseguimos ver a parte sul da cidade, um pedacinho da parte norte e toda a baixa com uma visão bem privilegiada do Castelo de São Jorge.

Senhora do Monte

Senhora do Monte


Terraço do MAAT

O mais novo ponto de observação para ver Lisboa de cima não é dos mais altos, mas tem uma ótima visão em 360 graus de Belém. Ele fica em cima do MAAT – Museu de arte, arquitetura e tecnologia de Lisboa, para subir não paga nada e ele fica aberto 24 horas.

Como o MAAT tem um desenho arrojado, do terraço a gente tem a sensação de estar flutuando no Rio Tejo e logo atrás, uma ótima visão da parte mais residencial de Belém.

Leia mais:

Lisboa na rota dos museus de arte moderna com o novo MAAT

Quando estiver todo funcionando será visita obrigatória

Quando estiver todo funcionando será visita obrigatória

MAAT6

Padrão dos Descobrimentos ao fundo

Vista de Belém ao fundo

Vista de Belém ao fundo

 


Arco do Triunfo Rua Augusta

Esse mirante ficou para uma próxima viagem, não deu tempo. Mas pesquisando no mestre Google eu vi que ele tem uma visão super bacana da tradicional Rua Augusta de Lisboa, da Praça do Comércio e do Rio Tejo.

Ele foi inaugurado em 1875 e fica de frente para um dos lugares por onde os barcos com mercadorias chegavam a Lisboa, não à toa que ele tem a inscrição em latim que significa: Às Virtudes dos Maiores, para que sirva a todos de ensinamento. Dedicado a expensas públicas”. Uma homenagem ao então Império Português e as suas descobertas mundo afora.

O mirante fica aberto todos os dias das 9h às 19h e a entrada custa 2,50 euros.

Arco do Triunfo

Arco do Triunfo


Padrão dos Descobrimentos

O Padrão dos Descobrimentos fica em Belém, ao lado da Torre de Belém no exato ponto de onde partiam as caravelas portuguesas para conquistar novos mundos, a nossa história está muito ligada a esse lugar e quem acha que ele é um monumento novo, foi inaugurado em 1940. Ok, em se tratando de Europa ele realmente é novo.

Lá de cima a gente tem uma visão bacana de Belém, especialmente do marina, Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém. São 56 metros de altura, para mim, é o monumento moderno mais bonito da cidade.

A entrada custa 4 euros (adultos) ou 10 euros (família), ele fica aberto todos os dias das 10h às 19h (de março a setembro) e das 10h às 18h (de outubro a fevereiro), de terça a domingo.

Padrão dos Descobrimentos

Padrão dos Descobrimentos

A vista é bem bacana

A vista é bem bacana


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar