O que fazer em Amsterdã, Holanda: roteiro compacto

O que fazer em Amsterdã

Amsterdã é uma daquelas cidades que não dá para determinar quantos dias serão suficientes para a conhecer bem. É um lugar de muitas faces e lugar certo para agradar todos os gostos. 

O que você precisa saber é que, mesmo sendo uma cidade liberal e vanguardista, onde a maconha é liberada nos cafés e a prostituição é legalizada, Amsterdã não é essa zona que muitas pessoas imaginam.

Os Trams te levam a todos os canto

Mas você também pode alugar uma bike

Mas você também pode alugar uma bike

Amsterdã não é muito grande e tem uma população de menos de 1 milhão de habitantes. Eles tem uma ótima rede de transporte, os Trams cortam a cidade de ponta a ponta, mas é uma cidade plana e de fácil locomoção mesmo para quem pretende fazer tudo a pé ou alugando uma bike e fazendo como os holandeses.

Se você vai a Amsterdã e tem poucos dias, vou listar aqui o que fazer em Amsterdã:

O letreiro famosão e o Rijksmuseum ao fundo.

O letreiro famosão e o Rijksmuseum ao fundo.

A cidade tem museus que não podem ficar de fora da sua lista, a “Museumplein” ou Praça dos Museus é aquele lugar famosão que tem o letreiro “I amsterdam”, ali ficam o Rijksmuseum (nunca consegui falar esse nome), o Museu Van Gogh e perto também fica o Stedelijk e a Concertgebouw, uma casa de espetáculos. Curte ópera? Lá sempre tem espetáculos com preço bem amigo.

Museumplain

Museumplein

Não distante da Museumplein, fica o Vondelpark, o maior e mais famoso parque público de Amsterdã. É aquele lugar para fugir do barulho, sentar na grama e tomar um sol ou fazer um piquenique com os amigos.

Vondelpark

Vondelpark

Também por estas bandas fica o Heineken Experience, um dos passeios mais populares em Amsterdã e muito procurado pelos fãs da breja. É um grande museu da Heineken com muitas instalações interativas.

Uma das filiais do Museu de Cera Madame Tussard fica na Dam Square, na parte mais histórica da cidade. Eu já fiz um post aqui no blog falando sobre o museu, dá uma olhada. Também na Dam fica o Palácio Real de Amsterdã. Quando eu estive lá, estava acontecendo uma série de reuniões e encontros da União Européia, no sábado a tarde o Presidente da China visitou o Palácio e no domingo eles receberam o Obama. Podem imaginar o nível da segurança, né?

Vista de dentro do prédio do Madame Tussard. Essa é a principal rua de Amsterdã e a fundo a estação central

Vista de dentro do prédio do Madame Tussard. Essa é a principal rua de Amsterdã e a fundo a estação central

Não distante dali, na Prinsengracht, nº 263, fica o Museu Anne Frank, que funciona no prédio onde a Familia Frank e outras pessoas se esconderam por mais de 2 anos da caçada dos nazistas pelos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Uma dica: chegue cedo e se prepare para longas filas.

Anne Frank se escondeu aqui

Anne Frank se escondeu aqui

Do outro lado do canal, fica o Cafe Wester, um ótimo lugar para almoçar ou para tomar um belo café e mesmo sendo um lugar turístico, o preço é bem honesto. Eu comi um sanduíche de peito de frango com purê de abacate, cheesecake de frutas vermelhas de sobremesa, um refri e um café por menos de 10 euros.

Pausa pra comer

Pausa pra comer

Ir a Amsterdã sem visitar o Red Light District é como ir a Londres e não ver o Parlamento e o Big Ben. O bairro onde a prostiuição é legalizada é bem mais do que um lugar onde as moças de vida nem tão fácil assim atendem a sua clientela, eu fiz um post aqui dizendo como é o lugar, dá uma olhada. Pelas redondezas também fica o Museu do Sexo, vale dar uma conferida.

Red light district: Nunca fotografe as moças.

Red light district: Nunca fotografe as moças.

Outro passeio clichezão mas impedível, é o tour de barco pelos canais. Mas não se assuste, os canais não são tão limpos como imaginamos. Tem uma boa quantidade de lixo circulando por eles e os holandeses culpam os turistas. O passeio noturno tem um charme especial, quando a cidade fica iluminada com pequenas luzes, quase uma penumbra. Alguns barcos oferecem jantar e degustação de vinhos. Eu recomendo a Amsterdam Canal Cruises.

am5

Passeios de barco =)

Para finalizar, você não pode deixar de fazer um passeio a pé pelo Jordaan, o bairro operário que foi revitalizado e virou um charmoso espaço cultural, cheio de bons restaurantes, lojas, cafés e muitas galerias de arte.

Procurando o que fazer na Holanda?


O que fazer em Rotterdam
O que fazer em Amsterdã
Keukenhof: o jardim de tulipas mais bonito da Holanda
Museu Madame Tussauds em Amsterdã
Red Light District em Amsterdã
Jordaan, o bairro mais legal de Amsterdã
A parada das flores na Holanda
Já ouviu falar de Rosendaal, na Holanda?


Programe sua viagem


Chegando em Amsterdã por Schiphol: imigração e transporte
Como ir de trem de Amsterdã para Bruxelas


Procurando hospedagem em Amsterdã?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar