O que fazer em Luang Prabang no Laos (roteiro de 3 dias)

O que fazer em Luang Prabang

O Laos foi uma grata surpresa na minha última viagem pela Ásia, eu não fiz muitas pesquisas e deixei o país me surpreender e me surpreendeu de verdade: o Laos é lindo, de natureza impecável e povo super gentil. Para que você não vá “às cegas”, resolvi escrever esse post com o que fazer em Luang Prabang, a cidade mais bonita e interessante do Laos.

Mas antes de se aprofundar nesse roteiro, vale ler alguns posts que eu já escrevi sobre o Laos:

O Laos foi além das minhas expectativas e me conquistou
O que você precisa saber antes de visitar o Laos

O segundo post tem várias dicas importantíssimas e de “sobrevivência” no Laos, com dicas de hospedagem, preços, clima, vacinas, como chegar e um panorama geral para te ajudar a planejar a sua viagem.

Lugar de gente feliz e sorridente

Lugar de gente feliz e sorridente

Também vale ler o post abaixo com todas as informações de como conseguir o visto para o Laos:

Como conseguir o visto para o Laos: imigração e transporte do aeroporto até a cidade

Agora que você já está devidamente preparado, vamos começar o nosso roteiro por Luang Prabang, que pode ser feito em 3 dias com calma.

Os tradicionais barcos do Rio Mekong

Os tradicionais barcos do Rio Mekong


O que fazer em Luang Prabang


Luang Prabang é uma das maiores cidades do Laos, e que tem apenas 22 mil habitantes. Daí você pode imaginar que é uma cidade pequena, e de fato é, mas cheia de coisas pra fazer.

Monte Phousi

No centro de Luang Prabang fica o Monte Phousi e no seu topo o templo budista That Phousi a uma altura de 150 metros, é um excelente lugar para começar a sua viagem pela cidade.

A escadaria tem 355 degraus, em zig-zag, no calor quente e úmido do Laos, é um esforço e tanto, mas lá em cima a vista compensa com uma visão praticamente em 360 graus de Luang Prabang.

Vista do Monte Phousi

Vista do Monte Phousi

Luang é cidade pequena, tem cara de interior, não tem prédios, só casas baixas e sobrados que compõem uma atmosfera calma e pacífica, uma joia perdida. Do alto do Monte Phousi a gente vê o Rio Mekong de um lado – um dos principais rios do Sudeste Asiático – e o do outro lado o Rio Nam Khan, a cidade é cercada pelos dois rios.

Templo budista do Monte Phousi

Templo budista do Monte Phousi

Os melhores horários para visita são as primeiras horas da manhã e no fim da tarde para ver o pôr do sol, que é realmente lindo lá de cima. O problema é descer as escadas no escuro, pois não existe iluminação no caminho.

Para subir até o topo, é cobrada uma entrada de 10.000 KIPs, aproximadamente 4 reais.


Wat Pahouak

Esse é um pequeno templo que fica nos pés do Monte Phousi, o que faz dele interessantíssimo são as pinturas nas paredes que datam de 1861 e que nunca foram restauradas e que só existem em Luang. Uma verdadeira viagem no tempo.

O que fazer em Luang Prabang

O que fazer em Luang Prabang

Interior do templo

Interior do templo


O despertar dos Monges (ronda das almas)

Sair da cama antes das 5h da manhã pode dar uma preguiça, mas depois de ver o ritual do despertar dos monges de Luang Prabang certamente terá valido a pena.

O que fazer em Luang Prabang

O que fazer em Luang Prabang

São centenas de monges que saem dos templos às 5h da manhã para recolher doações pelas ruas da cidade. A cerimônia é centenária, em silêncio eles chegam em fila, de cabeça baixa e em silêncio. Os moradores e alguns visitantes os aguardam pelas ruas limpas – algo bem comum em Luang Prabang – com suas doações. Essa foi uma das experiências mais legais e gratificantes que eu já tive na Ásia.

Aqui no blog tem um post completo sobre o despertar dos monges: clique aqui

Despertar dos Monges

Despertar dos Monges


Morning Market

O Morning Market é um mercado local de rua de Luang Prabang, onde é vendido de tudo,  de artesanato a comida, passando pelas coisas mais absurdas, como pequenos caranguejos vivos, que são comidos como lanchinhos (socorro!) e algumas coisas que eu nem faço ideia do que sejam.

O bacana do Morning Market é que apesar de aparecer nos roteiros, é um mercado local e frequentado pelos laosianos que fazem as suas compras diariamente. É uma maneira muito bacana de conhecer um pouco mais dos hábitos dos habitantes e do país.

O que fazer em Luang Prabang: Morning Market

O que fazer em Luang Prabang: Morning Market

Larvas e pimenta

Larvas e pimenta

Comida viva: caranguejos e pato

Comida viva: caranguejos e pato


Museu Nacional

O Museu Nacional fica do lado do Morning Market e em frente ao Monte Phousi, ele funciona no antigo Palácio Real do Laos, da época em que Luang Prabang era a capital do reinado.

O palácio foi construído entre 1904 e 1909 pelo Rei Sisavang Vong e serviu como residência real até 1975.

O museu preserva impecavelmente todas as salas, móveis e artigos da época em que ele era a residência da monarquia. Destaque para a sala de recepção do rei, sala do trono e os aposentos reais.

O que fazer em Luang Prabang: Museu Nacional do Laos

O que fazer em Luang Prabang: Museu Nacional

Eu fiquei muito impressionado com a riqueza de todos os ambientes e todas as peças, pena que não podia fotografar para poder mostrar aqui, mas certamente é um lugar que merece a visita.

O Museu Nacional de Luang Prabang funciona das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 15h. A entrada custa 30.000 KIPs (12 reais).

Do lado de fora do museu tem um jardim enorme, não deixe de visitar e ali fica também o Prabang Temple, o templo budista mais importante de Luang Prabang.

Jardins do Palácio Real, onde fica o Museu Nacional e Prabang Temple

Jardins do Palácio Real, onde fica o Museu Nacional e Prabang Temple

Prabang temple

Prabang temple


Night Market

Na rua em frente ao Museu Nacional de Luang Prabang funciona o Night Market, um mercado de rua enorme, cheio de boas ofertas de souvenir, artigos típicos e comida de rua.  Ótimos pães, bolos e doces, uma herança da época em que o Laos foi colônia francesa.

Night Market

Night Market


Pôr do sol no Rio Mekong

Outra experiência incrível que eu tive no Laos foi o passeio de barco para ver o pôr do sol no Rio Mekong.

O passeio dura 2 horas, primeiro o barco sobe 1 km pelo Rio Mekong até um pouco além de onde ele se une ao Rio Nam Khan. Um trajeto calmo e no som uma excelente playlist que tinha até Adriana Calcanhoto.

O que fazer em Luang Prabang

O que fazer em Luang Prabang

Depois o barco desce 2km em busca do pôr do sol, passamos novamente por Luang Prabang e a medida que o sol ia baixando, as águas do rio mais douradas ficavam. Um espetáculo lindo da natureza.

O passeio custa 65.000 KIPs (R$26,00) e inclui um mojito e sai às 17h de um ponto na margem do Rio Mekong.

Leia mais

Mojito <3

Mojito <3

Rio Mekong

Rio Mekong


Cachoeiras de Kuang Si

Certamente o lugar mais procurado do Laos e também o cenário que me motivou a incluir o país no meu roteiro pela Ásia.

Kuang Si é um conjunto de cachoeiras com cores que vão do azul turquesa ao esmeralda e a beleza realmente impressiona. Elas tem essa cor em razão da grande quantidade de minerais suspensos na água, o calcário é o principal deles.

A última e a mais bonita

A última e a mais bonita

Kuang Si fica dentro de um parque com o mesmo nome, é tudo muito bem sinalizado e com boa estrutura. A gente faz uma trilha por dentro da mata passando por todas as piscinas e cachoeiras até chegar a última, a maior delas e de onde tem uma queda d’água de mais de 60 metros.

As piscinas naturais são lindas, mas a água é muito gelada e só os mais corajosos se aventuram. Eu entrei e fiquei sentindo frio por horas! Mentira, mas senti frio por uns 10 minutos, sim.

As cachoeiras de Kuang Si ficam distante 30km de Luang Prabang, a entrada custa 20.000 KIPs (8 reais) e o transporte até lá custa 50.000 KIPs (20 reais) ida e volta em van compartilhada.

Leia mais

Cachoeiras do Laos

Cachoeiras do Laos

 


Não deixe de fazer em Luang Prabang


Além de todos esses lugares acima, não deixe também de atravessar a ponte de bambu sobre o Rio Nam Khan. É bacana e onde mais você atravessaria uma ponte dessas? Só na Ásia mesmo. Uma curiosidade é que a ponte é reconstruída todos os anos, pois como ela é muito leve, é facilmente carregada pelas águas na temporada das chuvas.

Pontes de bambu

Pontes de bambu

Na margem do Rio Mekong tem ótimos restaurantes locais, não deixe de provar a Beerlao, a cerveja local e também comer um prato típico, a linguiça de sangue de búfalo é ótima! Não curtiu? Os pratos de arroz também são excelentes.

Comida e bebida

Comida e bebida


Sugestão de roteiro


Dia 1: Monte Phousi, Wat Pakouak, Museu Nacional, Night Market

Dia 2: Despertar dos Monges, Morning Market, Pôr do sol no Rio Mekong

Dia 3: Cachoeiras de Kwang Si e Pôr do Sol no Monte Phousi.


Como andar em Luang Prabang


A cidade é pequena, dá para fazer tudo a pé, mas você pode alugar uma moto ou uma bicicleta, a cidade é plana e super fácil de andar, mas é quente e pedalar no sol pode ser um pouco cansativo. Para percursos mais longos os tuk-tuks são uma boa opção.

O que fazer em Luang Prabang

O que fazer em Luang Prabang


Mais posts sobre o Laos


Pôr do sol no Rio Mekong no Laos, uma experiência única
O despertar dos monges em Luang Prabang
Como conseguir o visto para o Laos
O que você precisa saber antes de visitar o Laos

Postado em:
Quinta-feira, 22 de junho de 2017


Procurando hospedagem em Luang Prabang?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar