As 5 piores companhias aéreas que eu já viajei: tinha até barata

piores companhias aéreas

Poltronas apertadas, comida ruim ou até mesmo a falta de comida e baratas a bordo. Conheça as 5 piores companhias aéreas que eu já viajei.

***

Houve o tempo em que viajar era puro glamour, hoje em dia – a não ser que você esteja voando em uma classe superior – é provável que você passe longas horas em uma poltrona apertada, grudado no vizinho e comendo mal. Isso se tiver comida.

Eu falo do pesadelo que a classe econômica pode ser em algumas companhias aéreas. Voar na cabine mais barata do avião – que nem é tão barata assim – pode ser até uma experiência agradável em algumas companhias como a Qatar, Emirates ou Turkish Airlines. Entretanto, na maioria das empresas menos prestigiadas, voar na classe econômica pode ser um pequeno pesadelo. Pois bem, neste post eu vou contar para vocês, as 5 piores companhias aéreas que eu já viajei.


As 5 piores companhias aéreas que eu já viajei


Alitalia

Eu voei para Roma com a Alitalia duas vezes, e em todas as ocasiões as viagens foram ruins. Seja pela falta de conforto das aeronaves, quanto o serviço muito abaixo do esperado. Eu já contei sobre esses voos aqui no blog, mas vamos focar nos voos operados pelo Boeing 777-200ER, que são na minha opinião as piores aeronaves da Alitalia.

Por que a Alitalia é ruim?
Para começar, as poltronas eram apertadas. O apoio de cabeça era solto, e mais atrapalhava do que ajudava. Chegava a machucar o pescoço. Embaixo das poltronas da janela tem uma caixa de metal do sistema de entretenimento, algo que reduz muito o seu espaço. É simplesmente impossível esticar as pernas.

A comida era ruim, principalmente nos voos saindo do Brasil. Uma gororoba sem sabor e que não dava vontade de comer. Além do sistema de entretenimento que mais parecia uma televisão dos anos 80, cheia de chuviscos. Ah, e a tripulação é sempre pouco amigável.

Review: Como é voar para Roma no Boeing 777 da Alitalia


Ethiopian Airlines

Voar com a Ethiopian Airlines tinha tudo para ser uma ótima experiência, afinal, a empresa opera com aeronaves ultramodernas como o Boeing 787 Dreamliner e o Airbus A350. Mas não foi bem assim. 

Por que a Ethiopian é ruim?
Embora eu tenha voando em um avião considerado novo, ele estava em um estado deplorável. A cabine estava muito suja, as poltronas tinham muito cheiro de mofo. O odor era tão forte que eu tive crises de espirro a viagem toda. Havia restos de comida e palitos de dentes nos cantos e aparentavam estar ali por muito tempo. 

Além da sujeira, a conservação da aeronave era péssima, a minha poltrona não tinha mais o botão que aciona o reclino, imagina o azar de quem se sentar ali para um voo de longa distância? O revestimento das poltronas estavam soltos e para completar o cenário, a minha poltrona tinha uma goteira do ar condicionado bem em cima.

A comida não tinha sabor de nada, parecia que eu estava comendo papel. Coloquei meio sachê de sal para tentar trazer um pouco de sabor.

Review: Como é voar com a Ethiopian Airlines


Copa Airlines

Eu voei com a Copa Airlines em duas ocasiões. Na primeira viagem foi um pesadelo, na segunda – acho que eu já estava acostumado com o cenário – foi menos ruim. Mas foi aquele tipo de viagem relativamente curta que parecia durar para sempre.

Por que a Copa Airlines é ruim?
Um dos problemas da Copa são as refeições fracas. Para um voo de mais de 7 horas, eles servem apenas uma refeição (café da manhã, almoço ou jantar) e um pacotinho com 2 biscoitos Oreo. Mas até aqui, tudo bem, a gente se adapta e leva alguma coisa na bolsa.

No voo da Cidade do Panamá para São Paulo a aeronave estava suja. Na minha poltrona tinha restos de arroz seco e comida respingada. O corredor estava cheio de migalhas do meio do avião para trás. Embarcamos com atraso e ficamos dentro da aeronave em solo por mais 1 hora. Era um calor insuportável, tanto que houve uma emergência médica e um passageiro precisou ser desembarcado. Nosso voo saiu com quase 3 horas de atraso.

A refeição servida foi o jantar, a comida estava boa, mas faltou comida! Provavelmente por um erro de logística, não tinha comida para as duas últimas fileiras de assentos. Doze pessoas ficam sem comer. 

Para piorar ainda mais a experiência, não tinham cobertores para todos os passageiros, os que estavam sentados do meio do avião para trás (incluindo eu) sofreram com aquele ar condicionado gélido durante as 7 horas de viagem. E os poucos cobertores estavam sujos, eram retirados de um saco de lixo e entregue aos passageiros. As pessoas comentavam que tinha fios de cabelos nos cobertores.

Review: Como é voar com a Copa Airlines


Avianca Airlines

Recentemente eu voei com Avianca Colombiana – que agora se chama Avianca Airlines – para Quito no Equador com conexão em Bogotá. Eu não achava que a viagem seria tão ruim, mas eu estava enganado.

Por que a Avianca Airlines é ruim?
Todos os voos que eu fiz com a Avianca tiveram atrasos, o pior de todos foi na volta para o Brasil, que eu já contei tudo como foi neste vídeo aqui no canal do Vou na Janela no YouTube. Chegamos a ficar na pista, dentro de um ônibus sem ar condicionado pois o pessoal de solo liberou o embarque sem o avião estar pronto. Quando chegamos lá, o A330 que cumpriria a rota estava trancado!

Um dos problemas da Avianca é o mesmo da Copa, as refeições fracas para uma viagem de 6 horas. Na real, a Avianca entrega um serviço ainda pior que a Copa. Se você não for preparado, com algum lanchinho na bolsa, vai passar fome. O sistema de entretenimento não é dos melhores e muitas, mas muitas telas estavam quebradas. Assim como muitas poltronas, a minha depois de reclinada não voltava a posição vertical nem por reza.

E depois do almoço, eles não servem nem água até o fim da viagem. Como disse um amigo que viajou comigo: “A Avianca consegue fazer um voo de 6 horas parecer que durou 12”. E foi isso mesmo.

Review: Como é voar com a Avianca


Aerolineas Argentinas

Eu voei com a Aerolineas Argentinas de Buenos Aires para Ushuaia no extremo sul da Argentina. Eu sabia da má fama da empresa argentina quando comprei a passagem e ela fez valer a péssima reputação.

Por que a Aerolíneas Argentinas é ruim?
A fama da empresa não é boa por diversas razões, como aeronaves antigas (algo que felizmente está mudando), falta de conforto, atrasos recorrentes e serviço ruim.

Meu voo deveria sair de Buenos Aires às 2h da tarde, mas depois de diversos cancelamentos e remarcações, ele deixou a capital portenha às 4h da madrugada! Isso mesmo, eu e os demais passageiros ficamos 16h no aeroporto de Ezeiza sem nenhuma assistência. Nem mesmo um voucher para um café a empresa providenciou.

Minha vontade era cancelar a viagem toda e voltar para o Brasil. Mas o atraso não foi a pior parte. O voo estava programado para ser em um Boeing 737-800, mas a empresa alocou um Airbus A340 antigo. Tão velho que tinha apenas uma TV de tubo no meio do corredor e um projetor, que exibiu um filme por 15 minutos até travar e não funcionar mais.

As poltronas eram sujas e estava cheias de mofo, eu nunca vi um avião tão nojento. A impressão que eu tive era que esse avião estava parado há muito tempo e foi colocado na ativa para atender ao nosso voo. Quatro banheiros estavam interditados para o uso, e os que funcionavam estavam impregnados de mofo.

O voo de 4 horas não teve serviço de bordo, acho que nem arriscaria comer nada esquentado nos fornos daquele avião. Mas estava tão cansado que eu me estiquei em 3 poltronas vazias e dormi no meio do mofo. Quando eu acordei antes do pouso, eu percebi a cereja desse bolo: duas baratas andando desorientadas pelo teto do avião.

***

O trauma de voar com essas empresas foi tão grande que eu nunca mais pretendo sequer cogitar a possibilidade de voar com eles.


Reserve a sua hospedagem aqui




Booking.com


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

4 Comentários

  • Responder agosto 8, 2019

    Rogerio Souza

    Obrigado por compartilhar suas experiências!

    Das que você relatou, já voei com a Copa [2019] (Manaus – Panamá) e Aerolíneas Argentinas [2017] (Buenos Aires – Mendoza).

    No geral, gostei do serviço da Copa nessa rota. O café da manhã da ida e lanche da volta estavam bons e o atendimento também foi bem legal. Todavia, no voo de ida também rolou essa questão de não ter manta para todos. Como estava sentado no fundo da aeronave, passei um pouco de frio.

    Com a Aerolíneas, meu voo atrasou umas 2 horas. Pelo menos a aeronave era nova e o serviço de bordo foi bom para um voo curto como esse: alfajor, mix de castanhas e bebidas.

    Voarei com a Alitalia em novembro (Warsaw – Roma – Santiago) e confesso que estou apreensivo com o que vou encontrar visto que a aeronave utilizada na rota Roma – Santiago é essa mesma do seu review.

    • mm
      Responder agosto 8, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Rogério, tudo bem? Cara, as Aerolineas estão melhorando, felizmente. Essa viagem que eu relatei, eu fiz em 2014 se não me engano, naquela época eles ainda tinham 737-200 e A340-200. Já a Alitalia é um pesadelo mesmo, pra mim, nunca mais.

  • Responder agosto 8, 2019

    Alex

    Alitalia é de fato bem ruim… Ao menos os 777-200… Só se o preço valer muito a pena!

    • mm
      Responder agosto 8, 2019

      Fabricio Moura

      Alitalia nos A330 muda muito a experiência, já fiz um SP x Roma nos A330 e foi outra coisa. Mas nos 777 é um pesadelo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.