O que você precisa saber para a sua primeira vez na Europa

paris golpes mais comuns Fortaleza e Paris primeira vez na Europa

Se você está aí sonhando com a sua primeira vez na Europa e não sabe o que fazer para começar a se organizar, eu vou te ajudar. Neste post eu resolvi fazer um apanhado geral com tudo o que você precisa saber para a sua primeira viagem para a Europa.

Mas antes de entrar no post, quero deixar aqui embaixo uma lista de posts fundamentais para organizar e planejar a sua viagem.

Guia completo de planejamento de viagens
O que pode e o que não pode levar na mala de mão
Primeira viagem de avião: passo a passo no aeroporto
O que pode e o que não pode levar na mala de mão
Dicas para passar pela imigração na Europa sem medo
Onde vou fazer a imigração na Europa


Primeira vez na Europa


Visto

Vamos começar com uma ótima notícia? A primeira coisa que você precisa saber é que brasileiros não precisam de visto para entrar na Europa, independente do país. Mas vamos entender algumas coisas?

Dentro da Europa existe um conjunto de 28 países que formam a União Europeia. Dentro da Europa existe o Acordo Schengen, que é um tratado que permite que com apenas um carimbo de entrada, o visitante possa transitar por todos aqueles países da Europa continental sem passar novamente pela imigração por até 90 dias a cada 6 meses. Os países são estes do mapa abaixo:

O Reino Unido e a Irlanda não fazem parte do Acordo Schengen, sendo assim, é necessário fazer o processo de imigração novamente ao entrar nesses países. O Reino Unido permite a permanência de brasileiros como turistas por até 180 dias e na Irlanda por 90 dias.

primeira vez na Europa

Primeira vez na Europa: o que você precisa saber


Autorização de viagem

O chamado ETIAS (Sistema Eletrônico para a Autorização de Viagem) é um mecanismo de controle e pré aprovação de visitantes para o Espaço Schengen, que compreende todos os países da União Européia e outros países que fazem parte do acordo, onde não existe controle de fronteiras para circular entre os países membros. A regra passa a valer a partir de 2021 para cidadãos de 61 países que hoje são isentos de visto para visitar a Europa.

Quando estiver funcionando, o passageiro deverá preencher um formulário no site do ETIAS e pagar uma taxa de 7 Euros. Menores de 18 anos e maiores de 70 anos estarão isentos. Caso o visitante seja aprovado, um documento será enviado por email. Mas isso não é um visto e só o oficial de imigração vai determinar se você estará autorizado ou não para entrar na Europa. A autorização vai ter validade de 3 anos, ou seja, você não vai precisar fazer o procedimento e pagar os 7 Euros toda vez que for viajar dentro desse período de 3 anos.

Leia mais sobre a autorização de viagem aqui


Passaporte

O único documento válido e obrigatório para entrar na Europa é o passaporte. E ele precisa ter validade de até 3 meses a contar da data do fim da sua viagem. Exemplificando: se você vai ficar 20 dias na Europa, o seu passaporte precisa ter a validade de 3 meses e 20 dias.

Além disso, é interessante levar algum outro documento com foto, pois se algum oficial de imigração suspeitar que o seu passaporte seja falso, ele vai pedir para ver algum outro documento seu com foto. Não é obrigatório, mas é importante.

Além disso você precisa levar documentos que comprovem que tem onde se hospedar, que pode se manter na Europa pelo tempo da viagem, que tem vínculo com o Brasil e claro, a passagem de volta. Aqui eu falo de toda documentação necessária e explico ponto a ponto. 

Imigração portuguesa: primeira vez na Europa

O passaporte é o documento obrigatório para a sua viagem


Moeda

A moeda mais usada na Europa é o Euro, mas ele não é a única moeda do continente. Os países onde o Euro é a moeda oficial são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda e Portugal.

O Euro pode ser encontrado facilmente nas casas de câmbio no Brasil, ele é a moeda indicada para você levar, mesmo se o país visitado não faça parte da zona do Euro.

No Reino Unido a moeda é a Libra Esterlina, que também é encontrada facilmente nas casas de câmbio no Brasil. E se você for visitar o Reino Unido, o recomendado é já levar as Libras.

primeira vez na Europa

O Euro é a moeda oficial da maioria dos países


Cartão de crédito

Para usar o seu cartão de crédito no exterior, ele precisa ser desbloqueado para tal função. E o desbloqueio pode ser feito pelo site do banco, app ou na central de atendimento. Mesmo que você não tenha a intenção de usar o seu cartão, eu acho importante ter o cartão desbloqueado para alguma emergência pelo caminho.


Internet e celular

Usar o seu telefone no exterior pode ser muito caro, tem operadora que cobra a partir de 40 reais por dia pelo roaming internacional. Vale a pena comprar um chip pré-pago na Europa e como a União Europeia derrubou o roaming, o mesmo chip funciona em vários países. 

Em alguns países a internet é muito barata. Na Polônia eu comprei um chip com 10GB de dados 4G por 5 reais. SIM, amigos, 5 reais.

Eu também já usei o chip de viagem da Yes Brasil e foi ótimo, o serviço deles funcionou de forma impecável. Veja como o chip funciona aqui.

celular no exterior primeira vez na Europa

Internet e celular


Seguro viagem

O seguro viagem é obrigatório para a sua entrada na Europa, o valor de cobertura exigido é de 30 mil Euros. Nunca me pediram a apólice do seguro viagem na imigração, mas eu não viajo sem o seguro viagem. Veja como fazer o seu seguro viagem com desconto.


Clima

Existe aquela ideia formada de que na Europa é sempre frio, puro mito! O verão Europeu (de junho a agosto) pode ser tão quente como o verão do Rio de Janeiro. Eu estive no ano passado em Portugal no mês de agosto e a temperatura chegou aos 45 graus. 

Já no inverno é totalmente o oposto, o frio toma conta e em alguns lugares como a Rússia, a temperatura vive abaixo de zero. Eu já peguei -18 graus em Moscou. No inverno, quanto mais ao norte, mais frio. 

Por que eu estou dizendo isso? Pra que você possa levar roupas adequadas para qualquer estação.

primeira vez na Europa

Rio congelado em Moscou


Idioma

Falando em idiomas, a Europa é uma verdadeira torre de babel, onde praticamente cada país tem o seu próprio idioma. Se você tem um inglês básico, já dá para se virar muito bem. Quer dizer, se o inglês que você aprendeu é o americano, certamente vai estranhar bastante o inglês britânico. Mas depois do segundo dia e com uma dose de boa vontade você vai se virar bem.

Se você já viajou pelos países da América Latina e acha que entende bem o espanhol, não se engane, na Espanha eles falam muito rápido e com bastante sotaque. Entender o espanhol dos espanhóis é mais difícil em comparação com o que é falado na América Latina.

Mas se você realmente não se sente confortável com outros idiomas, pode escolher Portugal para a sua primeira vez na Europa.

***

Bom amigos, espero ter ajudado a organizar a sua primeira vez na Europa, se tiverem alguma dúvida, podem postar aqui nos comentários que eu responderei assim que possível.


Reserve a sua hospedagem aqui




Booking.com


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder julho 31, 2019

    Paulo Sousa

    Muito bom o post. Para quem vai sair do Brasil, seja para onde for, sempre tem aquelas dúvidas que às vezes não se encontram fácil na internet, de cunho mais prático, tais como: Uber é melhor que taxi? Quais tomadas aquele país usa? Quais macetes deve-se observar no dia-a-dia naquele país?
    Essas coisas sempre tomam boa parte do planejamento na hora de compor o roteiro.
    Pretendo ir para a Europa em 2020 e certamente utilizarei essas dicas!

    • mm
      Responder julho 31, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Paulo, obrigado pela mensagem. Que bacana que o post vai ser útil para você. Vou ficar de olho nessa viagem aí, heim?!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.