Como usar a rede de bondes e metrô de Istambul

metrô de Istambul

O transporte público de Istambul é a melhor maneira de se locomover pela cidade, pois é eficiente, prático e barato. Nesse post eu vou explicar como usar a rede de bondes e metrô de Istambul e quais linhas usar para acessar as principais atrações turísticas.


Entendendo a rede


Istambul tem uma rede de metrô e trams (bondes), o metrô é identificado pela letra M e são 6 linhas (M1, M2. M3, M4, M5 e M6). Os trams que são identificados pela letra T e são 4 linhas (T1, T2, T3 e T4). Além disso existem os trens suburbanos, identificados pela letra B e alguns teleféricos e funiculares identificados pela letra F.

As linhas de metrô ligam as regiões mais afastadas, como o Aeroporto Ataturk, enquanto as linhas de bonde circulam pelos bairros e pela região central da cidade.

É bem provável que você só use o metrô para ir para o aeroporto e a linha T1 (azul escuro) do tram para circular nas áreas turísticas.

Mapa da rede de bondes e metrô de Istambul


Como usar a rede de bondes e metrô de Istambul


A primeira coisa a fazer é comprar o bilhete. Até pouco tempo, o bilhete de metrô e trams de Istambul era uma moeda de plástico chamada Jetons. Agora as moedas foram substituídas por um cartão eletrônico e todas as catracas e máquinas de vendas foram trocadas para o novo sistema, que é mais prático e fácil de usar.

Máquina de venda da passagem de bonde e metrô de Istambul

Comprando o bilhete do metrô

Tanto nas estações do metrô, quanto nas paradas dos trams, existem máquinas de vendas  chamadas Biletmatik que vendem o bilhete que vale para os dois meios de transporte.

Primeiro, selecione o idioma. No meu caso, o inglês. Depois escolha a primeira opção para o bilhete único, válido para uma viagem e custa 5 Liras Turcas (4 reais).

Faça o pagamento, que pode ser feito em moedas e notas e em seguida a máquina devolve o troco, caso tenha, o recibo e o bilhete, semelhante esse da foto abaixo.

Bilhete do metrô de Istambul

No metrô

Chegando no metrô, basta passar o bilhete pelo leitor eletrônico da catraca e pronto. Localize a sua plataforma e embarque. As estações são muito bem sinalizadas, com placas e adesivos indicativos no piso.

Metrô de Istambul

Metrô de Istambul

Interior dos vagões

No bonde

No tram a coisa é um pouco diferente, primeiro você precisa identificar o sentido que precisa embarcar antes de passar na catraca, pois se você embarcar do lado errado, terá que comprar outro bilhete para embarcar no sentido correto. Em alguns lugares dá para atravessar a linha, mas você pode ouvir um grito dos guardas, além de ser perigoso.

Os trams são iguais ao VLT Carioca do Rio de Janeiro, para servir de comparação. Vai ser comum encontrar os vagões bem cheios no horário de pico. Depois de embarcar, basta ir acompanhando o itinerário pelos painéis indicativos.

Bondes de Istambul

Observações importantes

  • Não existe integração do metrô com os trams. Algumas estações são ligadas, mas você precisa comprar um bilhete para cara viagem.
  • As linhas de metrô não são interligadas e cada uma atende uma região. Só a linha M6 que vai ter integração com a M1.
  • A linha T1 (azul escura) é a principal linha dos trams e certamente a que você mais vai usar, pois ela passa pelas principais atrações turísticas, além de ser a linha que cruza para o lado asiático.
  • Para chegar ao aeroporto, você vai usar a linha M1 (leia aqui o post completo).
  • A rede funciona de 6h da manhã até a meia-noite.

As estações dos principais pontos turísticos:

Grand Bazar – Estação Beyazit (T1)
Mesquita Azul, Basílica de Santa Sofia e Cisternas da Basílica – Sultanahmet (T1)
Palácio Topkapi – Estação Gülhane ou Sultanahmet (T1)
Gálata Bridge, Bazar Egípcio e passeios de barco no Bósforo – Estação Eminönü (T1)
Gálata Tower – Estação Karakoy (T1)
Palácio Dolmabahce e Praça Taksim – Estação Kabatas (T1) + Funicular (F1)



Se você estiver procurando onde ficar em Istambul, aqui no blog tem um post bem completo explicando os melhores bairros e onde você deve evitar. Veja aqui.

Veja também onde se hospedar perto do Novo Aeroporto de Istambul.

Na minha última passagem por Istambul eu fiquei no Dosso Dossi Hotels Old City. O Hotel fica no Sultanahmet, colado na Mesquita Azul e na Hagia Sofia. O hotel tem um café da manhã fantástico, além de alguns mimos como chá da tarde e sopa no fim da noite como cortesia.

Na minha primeira viagem eu fiquei em Yenikapi, e essa região é cheia de boas opções de hospedagem e eu escolhi o Marmara Place Old City Hotel e gostei muito desse hotel. A localização era perfeita, a poucos metros do metrô e apenas 2 quadras curtas do ponto de onde passam os trams em direção ao centro histórico.

Pertinho dele, e ainda mais perto do ponto dos trams, tem o Eskar Hotel, que falaram super bem dele pra mim e também é uma ótima opção de hospedagem em Istambul.

Outro hotel nessa região que estava entre os meus favoritos era o Eternity Hotel, com decoração super clean e vista incrível do salão de onde é servido o café da manhã.

Quer ficar hospedado em um hotel no melhor estilo palácio vitoriano e pagando pouco? A dica é o Deluxe Golden Horn Sultanahmet Hotel e como o nome diz, ele fica no Sultanahmet, colado nas grandes atrações de Istambul.

Agora, se você não quer arriscar e prefere ser conservador na hora de escolher onde ficar em Istambul, a dica é o Eurostars Hotel Old City. Ele fica pertinho da Ponte Galata e do Sultanahment.

Outras opções no Sultanahmet, dá uma olhada no Optmist Hotel, que tem uma vista linda da Mesquita Azul, o principal ponto turístico de Istambul. Outro hotel lindinho é o Coliseum, que fica praticamente dentro do Hipódromo e com uma vista perfeita da Mesquita Azul, Hagia Sofia e do Bósforo.


Como ir do novo aeroporto de Istambul até a cidade
Com ir do aeroporto Sabiha Gökçen até o centro de Istambul
Como usar a rede de metrô e bondes de Istambul
Imigração em Istambul
Golpes na Turquia


O que fazer em Istambul
Os bazares de Istambul
Passeio de barco pelo Estreito do Bósforo










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

5 Comentários

  • Responder julho 18, 2019

    Gerson

    Fabricio,

    O mesmo bilhete pode ser usado por duas pessoas? ou cada pessoa precisa comprar um bilhete de transporte?

    • mm
      Responder julho 18, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Gerson, não, os bilhetes são individuais.

      • Responder julho 19, 2019

        Gerson

        Fabricio, muito obrigado.

  • Responder setembro 8, 2019

    Monica

    Boa Tarde Fabrício, irei para Istambul em janeiro e gostaria de saber se existem bilhetes de turista par usar por dia.

    • mm
      Responder setembro 9, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Monica, até a última vez que eu fui (dezembro passado), não tinha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.