Passeios fluviais em Belém do Pará: qual vale a pena?

Assim como em Manaus, Belém vive em torno de seus rios, eles são como grandes avenidas que ligam a cidade a outras capitais ou cidades importantes da região. Os passeios fluviais em Belém também são muito procurados e existe uma boa oferta de passeios, mas será que todos eles valem a pena?

Na minha passagem pelo Pará, eu fiz dois passeios de rio e um bate-volta até a Ilha do Marajó, que também é vendido como passeio por algumas agências. Vamos a eles!


Passeios fluviais em Belém


Orla ao entardecer

Esse foi o primeiro passeio que eu fiz, o barco sai de um pier na Estação das Docas, percorre e orla de Belém pela Baía do Guajará e Rio Guamá passando pelo Ver-o-Peso, Forte do Presépio, Casa das Onze janelas, Cidade Velha, Porto do Sal, além da Estação das Docas. O barco sai às 17h30 para que a gente possa ver o pôr-do-sol a bordo e tem duração de 2 horas.

Passeios fluviais em Belém: Orla ao entardecer

Passeios fluviais em Belém: Orla ao entardecer

Durante o passeio, uma banda toca músicas típicas do Pará e um casal de dançarinhos apresenta as danças da região, como o Carimbó, entre outras.

O passeio custa R$50,00 e eu gostei bastante, acho que vale a pena. A saída é da Estação das Docas e é operado pela Valeverde Turismo, o ingresso pode ser comprado lá mesmo.

passeio2

Passeios fluviais em Belém: Orla ao entardecer

 

passeio3

Passeios fluviais em Belém: Orla ao entardecer

 

passeio4

Passeios fluviais em Belém: Orla ao entardecer

 


Furos e Igarapés

Esse passeio percorre um trecho do Rio Guamá, contorna a Ilha do Combu e passa pelo “furo Benedito” que é uma passagem de água pelo meio da ilha. Parte do passeio é uma caminhada na mata em uma pequena comunidade ribeirinha.

Passeios fluviais em Belém: Furos e igarapés

Passeios fluviais em Belém: Furos e igarapés

Na caminhada, visitamos uma família que vive de uma forma bem simples, comemos castanhas colhidas e descascadas na hora e conhecemos algumas plantas medicinais.

O passeio tem aproximadamente 3 horas de duração e tem dois horários de saída: às 9h e às 14h. A tarde a chance de chuva é maior, o que pode estragar o passeio.

Sr.Ladir com seus 76 anos subindo em uma castanheiro como um garoto de 12 anos

Sr.Ladir com seus 76 anos subindo em uma castanheiro como um garoto de 12 anos

 

Sr.Ladir abrindo as castanhas

Sr.Ladir abrindo as castanhas

Este passeio custa R$170,00. Não que seja ruim, mas achei bem caro pelo que é. O tour inclui transfer ida e volta do hotel, o que ajuda a dar uma amenizada no bolso, já que o pier de onde sai o barco fica em um bairro bem afastado.

Papagaios do Sr.Ladir

Papagaios do Sr.Ladir

 

Papagaios do Sr.Ladir

Papagaios do Sr.Ladir

 

Árvores exuberantes

Árvores exuberantes

 

Passeios fluviais em Belém: Furos do Benedito

Passeios fluviais em Belém: Furos do Benedito

 


Ilha dos Papagaios

Eu tentei fazer esse passeio, mas a lotação mínima eram de 6 pessoas e não tinha mais ninguém interessado. Pode ser um sinal de que não vale a pena ou simplesmente porque o passeio sai às 4h30 da manhã para assistir a revoada de papagaios ao amanhecer do dia.

Lendo alguns comentários em outros sites, as opiniões são bem diversas. Tem quem amou e tem quem se decepcionou. Na dúvida, vale pensar se os R$180,00 cobrados vale a pena.



Se você está procurando onde ficar em Belém, mas ainda não faz ideia de qual região da cidade ou bairro escolher, eu tenho algumas dicas.

Eu me hospedei no Mercure Belém Boulevard que fica em Umarizal. Um bairro super gostoso, perto dos principais pontos turísticos, porém um pouco afastado do centro. Que é uma região a ser evitada. O Mercure Belém Boulevard é sensacional e tem um preço excelente!

Nesta mesma região eu recomendo o Bristol Umarizal Belém, muito confortável e com ótimo café da manhã.

Outro bairro ótimo é Nazaré, onde fica a icônica Basílica de Nazaré. Neste bairro eu recomendo o sensacional Radisson Hotel Belém e perto dele o Hotel Marajoara e o Belém Soft Hotel.


O que fazer em Belém do Pará
Como é a visita ao mercado Ver-o-peso em Belém
Passeios fluviais em Belém do Pará: qual vale a pena?
Bate-volta de Belém a Ilha do Marajó e Praia do Pesqueiro










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.