Como é voar na classe executiva da Qatar para Paris (Boeing 777-300ER)

Qatar para Paris

Depois de voar de Singapura para Doha na fantástica QSuite da Qatar, post que vocês podem ler aqui, eu esperei por longas horas no lounge Al Mourjan para passageiros que voam na classe executiva antes de seguir para Paris.

Eu fiquei aproximadamente 7 horas no lounge, tempo de sobra para trabalhar, descansar, almoçar e tomar um belo banho antes de seguir viagem. O lounge estava vazio, mas ele é tão grande que acho que dificilmente ficaria cheio.

Dessa vez eu usei o business center, que tem uma estrutura fenomenal para a gente trabalhar. Inclusive eu precisava imprimir alguns documentos e impressora e computadores é algo que não falta. Vou deixar fotos do longe no fim do post.

O famoso urso amarelo do aeroporto de Doha

Mas voltando ao assunto do post, quando eu reservei o trecho de Singapura até Paris, eu escolhi a dedo de modo que os dois trechos fossem operados por aeronaves com a QSuite.

Esta nova classe executiva está instalada em toda a nova frota de Airbus A350-1000. A empresa também está equipando a sua frota de Boeings 777-300ER com a cabine e os Boeing 777-200LR, aeronave que voa para o Brasil. E a boa notícia é que desde dezembro de 2018 a Qatar vem oferecendo a Qsuite nos voos de São Paulo para Doha e Buenos Aires.

Mas para a minha surpresa, houve uma troca de aeronave e o segundo trecho foi operado por um dos Boeings 777-300ER que ainda não tiveram seu interior reformado. Fiquei um pouco desapontado, mas nem por isso deixei de curtir o meu voo, afinal, estava voando na classe executiva da Qatar indo para Paris. Não dá pra ficar mau humorado.

Eu já escrevi várias avaliações da Qatar e vocês podem ser todas elas aqui.

Leia outras avaliações aqui

Boeing 777-300ER da Qatar


Como é voar na classe executiva da Qatar para Paris


O embarque começou pontualmente, primeiro os passageiros voando em cabine executiva, membros elite dos programas de fidelidade da Qatar e da Aliança OneWorld tiveram prioridade de embarque.

Eu fui o primeiro passageiro a embarcar, mas não corri para fazer fotos pois já tinha voado nessa cabine e tem um post aqui no blog sobre esse voo e um vídeo onde eu mostro essa executiva em detalhes. Vale dar uma conferida.

A aeronave

Como disse, o voo foi operado por um Boeing 777-300ER, equipado com 24 poltronas na classe executiva, no layout 2-2-2. Todas as poltronas são total flat bed, ou seja, viram cama. Esta configuração é ruim pois se você estiver viajando sozinho, não tem muita privacidade pois só existe uma micro divisória separando você do passageiro ao lado. Por sorte não tinha ninguém do meu lado. Esse tipo de cabine já está um pouco ultrapassada e por conta disso que a Qatar vem substituindo esse formato de poltrona pela nova QSuite na classe executiva.

A cabine executiva no 777

Posição cama

Controle da poltrona

Compartimento com garrafinha de água

Compartimento com o controle remoto

Detalhe das luminárias

Nas poltronas tinha um travesseiro grande, um cobertor, no compartimento uma garrafa de água Evian e fones de ouvido com a função noise-cancelling de ótima qualidade. O amenity kit também já estava na poltrona, a bolsa é da marca Nappa Dori e nele veio meia, máscara, protetor de ouvidos, creme anti idade, spray facial e lip balm todos da marca italiana Castello Monte Vibiano Vecchio. A Qatar deixa os kits com escova e creme dental, barbeador e creme de barbear nos banheiros. Além de hidratantes e perfume da Rituals, uma marca holandesa que tem produtos muito bons.

Amenity kit

Welcome drink

Os cardápios

As poltronas têm tomadas elétricas, portas USB, controle remoto da TV, luz de leitura individual e alguns compartimentos para guardar os sapatos e coisas menores. Todas as poltronas tem uma tela de 21 polegadas touch-screen com a última versão do Oryx One, o sistema de entretenimento da Qatar.

Telas do Oryx One

Fones de ouvido

Após eu me instalar na poltrona uma comissária se apresentou, ofereceu os drinks de boas vindas, toalhas quentes para a higiene das mãos e deixou o menu e a carta de vinhos. Alguns minutos depois ela veio perguntar se eu já tinha decidido o que pedir para o almoço e quando eu queria comer. Acho bacana que na Qatar você escolhe em que momento do voo quer comer, é o dinner on demand.

Voo e serviço de bordo

Decolamos do Aeroporto Internacional Hamad em Doha dentro do horário. Enquanto esperava o serviço começar, fui explorar o sistema de entretenimento. O Oryx One tem uma infinidade de filmes, séries, documentários, jogos e claro, os mapas de voo. Mas por alguma razão os filmes travavam e não eram exibidos.

Sobrevoando o Irã

O sistema teve que ser reiniciado pelo menos umas 3 vezes até que funcionasse. Se isso acontecer com vocês, peçam com educação, a tripulação está sempre atolada com mil coisas acontecendo ao mesmo tempo. E o serviço da executiva é puxado, amigos.

Como entrada eu pedi um arabic mezze, prato que eu amo mas que já tinha acabado quando chegaram na minha poltrona. Mas como eu sou um bom passageiro, a comissária conseguiu pra mim, provavelmente sobrou em algum outro setor da executiva. Gentileza gera gentileza, nunca se esqueçam disso.

Entradinha

Gente eu não me lembro o que era

E aí veio uma entradinha, o arabic mezze que por si só já é uma refeição, o prato principal foi um cordeiro. Seguido do prato de queijos e a sobremesa. Meu deus, eu cheguei em Paris cheio e só fui comer no dia seguinte. Na próxima vou ter que voar de cargo hahaha. Nem preciso dizer que estava tudo muito gostoso, olha só essas fotos.

Vinho e cesta de pães

Arabic Mezze

Arabic Mezze

Prato principal

Queijos

Sobremesa

Para fechar o serviço, eu pedi um café, que na Qatar é servido com uma caixinha de chocolates Godiva. Como não amar esses árabes?

Chocolates Godiva

Pôr do sol em um lugar muito frio que eu não faço ideia de onde era

Depois de comer até não poder mais, eu coloquei a poltrona na posição cama e dormi por umas 4 horas seguidas até que iniciamos os procedimentos de pouso no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris.

Pouso tranquilo, na porta da aeronave foi distribuído o cartão do fast-track para acesso a um setor exclusivo de imigração para passageiros voando em classe superior. Nenhuma pergunta na imigração, retirei a minha mala, peguei o trem e segui para Paris.

Conclusão

Apesar dos pontinhos negativos como a troca de aeronave, o sistema de entretenimento que não funcionava e a “falta” do arabic mezze, que é o carro chefe da Qatar, o voo foi excelente. Para mim tudo isso não fez muita diferença, mas fico imaginando quem escolheu voar com a Qatar, naquela viagem dos sonhos e ficou esperando uma QSuite e feio essa business das antigas, pode ser bem decepcionante.


Sala vip da Qatar em Doha


Lounge da Qatar

O lounge é um luxo

Não faltam lugares para descansar

Espaço para dormir

Esses negócios pretos são tablets, só não entendi porque tem dois

Jornais e revistas

Uma das muitas baias do Business Center

Um espelho d’água dentro do lounge

Lounge em Doha

Imagem de capa: Flickr


Leia mais


Varsóvia x Doha – Qatar Airways (Classe Executiva) – Airbus A330-300
Doha x Hanoi – Qatar Airways (Classe Executiva) – Boeing 787-8 Dreamliner
Hanoi x Bangkok – Qatar Airways (Classe Executiva) – Boeing 777-300ER
Singapura x Doha – Qatar Airways (Qsuite) – Airbus A350-1000

Eu já fiz alguns voos na Qatar em classe econômica, vou deixar os links dos posts anteriores aqui embaixo para vocês:

Como é voar de São Paulo para Doha no Boeing 777 da Qatar
Como é voar para a Ásia no Airbus A380 da Qatar
Como é voar para a Ásia no Boeing 777 da Qatar


Reserve a sua hospedagem aqui




Booking.com


Resolva a sua viagem


Reserve a sua hospedagem pelo Booking.com

Faça aqui o seu seguro viagem internacional

Compre aqui os ingressos para os seus passeios

Consultoria de viagens e roteiros personalizados

Ebooks e guias para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram

mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.