Istambul: Passeio de barco pelo Bósforo entre europa e ásia

Passeio de barco pelo Bósforo

Basta caminhar pela região do terminal de balsas de Istambul para ouvir o mesmo som em looping: “Bósforo, bósforo, bósforo…” Uma dezena de homens anunciando o passeio de barco pelo Bósforo em uníssono, quase hipnótico. Cada um querendo conquistar o máximo de passageiros para uma das atrações mais bacanas de Istambul.

Navegar pelo estreito que separa a Europa da Ásia já seria interessante só pelo contexto histórico e geográfico. Mas o passeio de barco pelo Bósforo é bonito, interessante e até mesmo necessário para entender essa metrópole que se espalha por dois continentes.

Um dos muitos barcos que fazem o passeio

O Bósforo é um estreito que liga o Mar Negro ao Mar de Mármara, uma extensão de 30 kms que marca o limite geográfico entre os continentes europeu e asiático. Bósforo significa “passagem do boi” e a lenda conta que Zeus transformou uma jovem que ele amava em um boi (ou seria uma vaca?), mas aí Hera ficou enciumada e mandou uma mosca sanguessuga perseguir o tal boi, que saiu desesperado pela terra seca abrindo o estreito entre os dois mares. Que imaginação, heim?!

O Bósforo

Mesquita Molla Çelebi

Palácio Dolmabahçe

O fato é que o Bósforo é um importante elo de ligação entre os dois mares, e conecta a Turquia ao mundo por via oceânica. Navegando por ele, a gente percebe como essa cidade é grande, eu diria até gigante.

Durante o passeio de barco pelo Bósforo a gente vai ver um número incontável de mesquitas e vai se acostumando, são muitas e uma mais bonita que a outra. Além de palácios, templos, mansões de um lado e casas mais modestas do outro. Além da companhia constante das gaivotas.

Passeio de barco pelo Bósforo

Um dos bairros da parte asiática de Istambul

Sai o frenesi de carros e gente pelas ruas de Istambul e entram o vai e vem de barcos de todos os tamanhos percorrendo o estreito de um lado para o outro. A minha direita um casal faz um ensaio fotográfico de recém-casados no convés de uma embarcação. Do outro lado um grupo de chineses fotografam até possível e imaginável.

O melhor é sentar ao ar livre, curtir o vento, o sol e admirar essa experiência que você só vai ter em Istambul.

A companhia constante das gaivotas

As gaivotas acompanham o passeio de barco pelo Bósforo


Como fazer o passeio de barco pelo Bósforo


O Bósforo é um lugar democrático, com todo tipo de gente e para todos os bolsos. O passeio de 2 horas pode custar mais de 100 reais ou apenas 12 reais. A minha dica é não contratar os passeios oferecidos em hotéis, nas esquinas ou pelos vendedores gritando em looping. Não precisa ser muito esperto para perceber que são armadilhas para turistas.

O terminal de balsas é um grande píer que fica ao lado da Ponte Gálata (parada Eminönü dos bondes). Neste ponto que eu marquei no mapa abaixo saem barcos a cada 30 minutos para o passeio. Compre o passeio direto no barco, ou no funcionário que fica controlando a entrada, que vai custar aproximadamente 12 reais. O melhor horário é depois do almoço, lá pelas 13h-14h, por conta da posição do sol.

Ponto de onde saem os barcos

Todos os barcos fazem o mesmo roteiro, eles saem do pier, seguem pelo Bósforo até a ponte 15 July Martyrs, fazem a volta, passam por baixo da Ponte Gálata e param no lado oposto da ponte por onde acontece o embarque.

Barcos seguindo para o desembarque

No fim das contas, o estreito é o mesmo, o passeio é o mesmo e todos seguem o mesmo roteiro. Não tem razão para pagar tão caro por esse passeio.



Se você estiver procurando onde ficar em Istambul, aqui no blog tem um post bem completo explicando os melhores bairros e onde você deve evitar. Veja aqui.

Veja também onde se hospedar perto do Novo Aeroporto de Istambul.

Na minha última passagem por Istambul eu fiquei no Dosso Dossi Hotels Old City. O Hotel fica no Sultanahmet, colado na Mesquita Azul e na Hagia Sofia. O hotel tem um café da manhã fantástico, além de alguns mimos como chá da tarde e sopa no fim da noite como cortesia.

Na minha primeira viagem eu fiquei em Yenikapi, e essa região é cheia de boas opções de hospedagem e eu escolhi o Marmara Place Old City Hotel e gostei muito desse hotel. A localização era perfeita, a poucos metros do metrô e apenas 2 quadras curtas do ponto de onde passam os trams em direção ao centro histórico.

Pertinho dele, e ainda mais perto do ponto dos trams, tem o Eskar Hotel, que falaram super bem dele pra mim e também é uma ótima opção de hospedagem em Istambul.

Outro hotel nessa região que estava entre os meus favoritos era o Eternity Hotel, com decoração super clean e vista incrível do salão de onde é servido o café da manhã.

Quer ficar hospedado em um hotel no melhor estilo palácio vitoriano e pagando pouco? A dica é o Deluxe Golden Horn Sultanahmet Hotel e como o nome diz, ele fica no Sultanahmet, colado nas grandes atrações de Istambul.

Agora, se você não quer arriscar e prefere ser conservador na hora de escolher onde ficar em Istambul, a dica é o Eurostars Hotel Old City. Ele fica pertinho da Ponte Galata e do Sultanahment.

Outras opções no Sultanahmet, dá uma olhada no Optmist Hotel, que tem uma vista linda da Mesquita Azul, o principal ponto turístico de Istambul. Outro hotel lindinho é o Coliseum, que fica praticamente dentro do Hipódromo e com uma vista perfeita da Mesquita Azul, Hagia Sofia e do Bósforo.


Dicas da Turquia para organizar a sua viagem
Como ir do novo aeroporto de Istambul até a cidade
Com ir do aeroporto Sabiha Gökçen até o centro de Istambul
Como usar a rede de metrô e bondes de Istambul
Imigração em Istambul
Golpes na Turquia


O que fazer em Istambul
Os bazares de Istambul
Passeio de barco pelo Estreito do Bósforo










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

6 Comentários

  • Responder agosto 31, 2018

    walter

    e permitido mergulhar no passeio de bosforo?

    • mm
      Responder setembro 1, 2018

      Fabricio Moura

      Não, ali é uma via movimentadíssima de barcos de todos os tamanhos.

  • Responder setembro 23, 2019

    Cláudia

    Oi Fabrício. Gostei muito do seu blog.. muito informativo.! Parabéns! Estou indo no início de outubro a Turquia. Sei que será outono. Gostaria de saber se chover com mais frequência nesse período em Istambul. Pretendo ficar de 5 a 6 dias em Istambul mesmo. Ainda estou nem dúvida de vou a Capadócia..seria então mais uns 2 dias. Bom, parabéns mais uma vez pelo seu blog e dicas.. pesquisei demais aqui! Abraços Cláudia.

    • mm
      Responder setembro 24, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Cláudia, tudo bem? Os melhores meses são de março a outubro (incluindo a Capadócia). Novembro já começa a fazer bastante frio e pode chover com frequência.

  • Responder outubro 30, 2019

    Cristina Carmo

    Bom dia, Fabrício.
    estou indo para Turquia agora 02 de novembro.
    você disse que neste mês faz bastante frio.O quanto seria esse bastante?
    Estou com muita dúvida apesar das pesquisas.
    Obrigada.

    • mm
      Responder outubro 30, 2019

      Fabricio Moura

      Oi Cristina, no começo de novembro ainda não é tão frio, mas a noite a temperatura pode cair para uns 12-14 graus. A medida que vai aproximando de dezembro vai ficando bem mais frio, com temperatura em torno dos 5-10 graus.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.