Ir a Paris e não visitar a Torre Eiffel é como não ir a Paris

visitar a Torre Eiffel

Não faltam credenciais para apresentar a Torre Eiffel: é o monumento mais famoso e fotografado do mundo, o principal cartão postal da França e o principal símbolo de Paris. A sua silhueta icônica é reconhecida facilmente por qualquer pessoa nos quatro cantos do mundo e visitar a Torre Eiffel é programa obrigatório para quem vai a Paris.

A torre foi construída por Gustave Eiffel para a grande Exposição Universal de Paris de 1889 e acreditem, ela seria desmontada no fim da exposição. Rola uma lenda que no começo os franceses torciam o nariz para a torre. Mas o tempo foi passando e ela caiu no gosto dos parisienses e ficou eternizada no Champ de Mars.

Atenção: Seguro viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Faça o seu aqui com desconto

Nem o tempo cinza deixa a torre feia

A vista de cima do Arco do Triunfo

A construção dela durou 2 anos e Gustave empregou mais de 200 trabalhadores para erguer o maciço de ferro fundido de 300 metros de altura. Depois da exposição ela ficou sem uso, chegou a abrigar antenas de rádio durante as duas guerras mundiais e hoje é o monumento mais visitado do mundo, 7 milhões de pessoas sobem na torre por ano. Fora o número imensurável de pessoas que a vistam sem subir.

Quando eu cheguei em Paris, meu primeiro programa oficial foi visitar a Torre Eiffel, claro. Eu cheguei aos pés dela em um dia frio de outono, mesmo estando parcialmente encoberta pela densa neblina da manhã, estar cara a cara com este ícone impressiona e emociona.

Vista de cima

A torre é linda e pode ser vista de vários pontos da cidade, do alto do Arco do Triunfo, das ladeiras de Montmartre e até mesmo na aproximação para o pouso no Aeroporto Charles de Gaulle. É como um farol, iluminando a cidade luz naquele começo de noite quando eu pousei na cidade.

Mesmo sendo o programa mais turistão do mundo, não dá para ignorar essa bela senhora de quase 130 anos de idade.


Como visitar a Torre Eiffel


A primeira dica valiosa é comprar o bilhete pela internet e poupar um bom tempo de filas, que são constantes e enormes em qualquer época do ano. Não existe baixa temporada na Torre Eiffel.

http://ticket.toureiffel.fr/

Com ingresso na mão, basta procurar uma das entradas correspondentes. Lembra da minha dica de como entrar no Louvre sem filas? Para visitar a Torre Eiffel não tem muito como evitar algumas filas. Garantindo o seu ingresso antecipadamente já vai te ajudar muito, mas vai ter fila pra entrar, pra subir, para andar e para descer.

A Torre Eiffel tem três andares que podem ser visitados, os ingressos são vendidos de acordo com o tipo de visita e a forma com que você vai subir. Todos os três pisos podem ser alcançados com elevador, sendo que os dois primeiros podem ser acessados de escada, mas tenha em mente que são 719 degraus até o segundo piso. Claro que para subir de escada é mais barato, mas honestamente, não vale a pena o esforço.

Os três andares

Para visitar os 3 pisos:

Adultos: 25 euros
Jovens (12 a 24 anos): 12.50 euros
Crianças (4 a 11 anos): 6.30 euros

Para visitar os 2 primeiros pisos:

Adultos: 16 euros
Jovens (12 a 24 anos): 8 euros
Crianças (4 a 11 anos): 4 euros


Vale a pena visitar a Torre Eiffel?


Foi justamente uma pergunta que eu fiz quando estava planejando a minha viagem. Eu li diversos relatos das filas enormes, da dificuldade de pegar os elevadores e casos de pessoas que compraram o ingresso para subir de elevador e desistiram de tanta dificuldade.

Eu acho que quem pretende visitar a Torre Eiffel na altíssima temporada (verão europeu) isso acontece mesmo. De acordo com o Guia da Publifolha, em média os visitantes demoram até 2 horas para conseguir chegar no terceiro andar. No outono as filas eram enormes mas a coisa fluía.

Vista do último piso da Torre Eiffel

Visitar a Torre Eiffel é obrigatório mesmo? O bacana é ver a torre em si, e poder admirar a sua beleza de diversos ângulos. Eu acho que só vale a pena se você tiver muita vontade e se o tempo estiver aberto, pois com toda aquela neblina você não vai ver nada.

Se você for a Paris no outono ou inverno, prefira visitar a torre no período da tarde, as chances de nevoeiro são menores.

Algumas curiosidades sobre a Torre Eiffel

– A trama de barras de ferro fundida do desenho que Gustave Eiffel fez, ajuda a estabilizar a estrutura. Pode ventar a vontade que ela só se desloca no máximo 7cm.

– No primeiro piso tem um pequeno museu, com filmes que mostram os visitantes famosos, incluindo Charles Chaplin e Adolf Hitler, de quando os nazistas invadiram Paris.

– O mirante do terceiro piso tem 276 metros de altura e suporta até 800 pessoas de cada vez. Lá de cima dá para enxergar a uma distância de até 72km em dias claros.

– No segundo piso funciona o Restaurante Jules Verne, a vista é incrível, mas a comida é cara e ruim. Fujam!

– Melhor lugar para ver a torre é do Trocadéro, vá no fim da tarde e fique até o anoitecer e se apaixone pelas luzes.



Se você estiver procurando onde ficar em Paris, aqui no blog tem um post bem completo explicando os melhores bairros e onde você deve evitar. Veja aqui. Mas deixo algumas dicas abaixo.

Na minha primeira vez em Paris me hospedei no hotel Bonséjour Montmartre, que tinha nada menos que 4 estações do metrô perto e ficava a uns 15 minutos de caminhada da Gare du Nord. Eu paguei o equivalente a 280 reais na diária com café da manhã.

Já na minha segunda vez em Paris eu fiquei no sensacional Hotel Saint-Louis Pigalle. O hotel também fica em Montmartre, coladinho na estação Pigalle do metrô. Entretanto o que eu mais gostei nesse hotel, é que os quartos tem uma atmosfera de casa. 

Tem hotéis que não tem como errar e o Mercure Paris Pigalle Sacre Coeur é certamente um deles. O hotel fica coladinho na Basílica de Sacré-Coeur e com estação de metrô ao lado. 

A rede Novotel não tem como errar, são hotéis confortáveis e com preços acessíveis. A dica aqui é o Novotel Paris Les Halles, que fica pertinho do Louvre e tem instalações modernas e muito confortáveis.

Hotel Opera Maintenon é um verdadeiro achado, um hotel duas estrelas, mas com conforto de hotel 4 estrelas e ótimo preço. 

Já pensou, ficar hospedado do lado da Torre Eiffel em Paris e sem pagar uma fortuna? A dica é o Hotel Royal Phare, um hotel super charmoso e confortável localizado a uma quadra da Champ de Mars e a uns 700 metros da Torre Eiffel. 

Outro hotel que é um pequeno achado em Paris, o Hotel De Suede Saint Germain é pequeno, aconchegante e fica em uma rua bem tranquila de Paris.


Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris
Como ir do aeroporto de Orly até o centro da cidade
Como é passar pela imigração em Paris
Como usar o metrô de Paris
Conheça os 5 golpes mais comuns em Paris


O que fazer em Paris em 4 ou 5 dias
Como visitar a Torre Eiffel
Como visitar o Museu do Louvre sem pegar filas
Dicas para visitar o Museu do Louvre pela primeira vez
Como visitar o Arco do Triunfo
Île de La Cité e Catedral de Notre-Dame
O que fazer em Montmartre
Cemitério do Père-Lachaise










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder julho 17, 2019

    Carolina Fracaro

    Muito obrigada pela dicas de Paris, foram muito boas para montar meu roteiro.

    Estava na dúvida se iria na torre e com seu post decidi que devo ir até o topo dela.

    • mm
      Responder julho 17, 2019

      Fabricio Moura

      Opa, que bom Carolina. Fico muito feliz.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.