O que fazer em Paris pela primeira vez (roteiro de 4 dias)

O que fazer em Paris

Depois de tanto viajar mundo afora, eu resolvi dar uma chance a Paris. Chega a ser irônico, pois já estive tantas vezes na Europa e nunca tinha visitado a cidade. Em se tratando de um lugar com tanto o que ver e o que fazer, eu queria saber o que fazer em Paris pela primeira vez e eu vou reproduzir aqui o mesmo roteiro que eu fiz.

Durante essa viagem, eu fiquei 4 dias cheios em Paris, isto é, descontando o dia da chegada e o dia da partida. A verdade é que 4 dias em Paris é pouco para tudo que a cidade tem para mostrar, mas eu pretendo voltar e certamente escreverei outros roteiros alternativos para complementar este roteiro aqui.

Eu mapeei durante algumas semanas o que existe de essencial para ver em Paris e que desse para fazer sem pressa nesses 4 dias. Então, vamos lá!

Atenção: O Seguro viagem é obrigatório para viajar para a Europa. Faça seu seguro viagem aqui com desconto.

Leia mais:
Onde ficar em Paris: dicas de hospedagem econômica
Como usar o metrô de Paris

Como visitar o Arco do Triunfo

Arco do Triunfo


O que fazer em Paris


Primeiro dia

Minha sugestão para o seu primeiro dia em Paris é ir direto para o cartão postal mais famoso, a Torre Eiffel. Não dá para ignorar o monumento mais fotografado e mais visitado do mundo.

A torre foi construída por Gustave Eiffel para a grande Exposição Universal de Paris de 1889 e a ideia era que e ela fosse desmontada no fim da exposição. Dizem até que os franceses não gostavam da torre, achavam que ela destoava da arquitetura clássica local. Mas o tempo foi passando e ela caiu no gosto dos parisienses e ficou eternizada no Champ de Mars.

O que fazer em Paris: Torre Eiffel

Depois de ver ou de visitar a torre, vale um passeio pelas margens do Rio Sena, pelo Champ de Mars de um lado da torre e pelos Jardins do Trocadero do outro lado do Sena e de onde a gente tem a melhor vista da torre.

Vale muito a pena voltar ao Trocadero no fim do dia pare ver o anoitecer e o show de luzes da torre. É realmente emocionante.

Siga pela Avenue de New York, passe pelo meio do Jardim de Erivan, do lado esquerdo você vai ver um monumento que é uma réplica da tocha da Estátua da Liberdade (que foi um presente da França para os Estados Unidos), em 1987 os americanos deram a réplica da tocha como presente aos franceses. Curioso e triste, é que no túnel embaixo do monumento foi onde a Princesa Diana morreu em 1997 e a tocha acabou virando um monumento para Diana. Até hoje as pessoas acendem velas e depositam flores lá.

O túnel onde a princesa morreu

 

O monumento

Mais a frente, se você virar a esquerda, vai sair na Avenida Champs-Élysées, mas calma! No seu primeiro dia, eu recomendo virar a direita, atravessar o Sena novamente pela belíssima Ponte Alexandre II, a mais linda de Paris e que sai em frente a Esplanada dos Inválidos (Les Invalides). Lá, vale visitar o Museu des Invalides, oficialmente chamado de Musée de l’Armée (Museu das Forças Armadas).

Ponte Alexandre II

É um museu que conta a história das guerras francesas, o prédio é lindo e o acervo também. Mas se você quiser algo mais leve, do lado esquerdo do museu fica o Museu Rodin, que fica em um prédio lindo, com jardim enorme e cheio de belíssimas obras de esculturas do mestre Auguste Rodin.

E para finalizar o dia, como eu disse lá em cima, corre para o alto do Jardim do Trocadero para ver o pôr do sol e o show de luzes da Torre Eiffel.

visitar a Torre Eiffel

O que fazer em Paris: A torre no fim do dia vista do Trocadero

Segundo dia

No seu segundo dia em Paris, recomendo ir correndo para o Museu do Louvre, outro lugar que não pode ficar de fora de qualquer roteiro em Paris.

Gente, o Louvre é muito grande e não é brincadeira não, a gente precisaria de pelo menos uns 3 dias para visitar todo o museu com calma. Por tanto, a minha primeira dica é saber exatamente o que você quer ver. Claro que todo mundo que vai lá quer ver a Monalisa, mas o museu é um imenso universo que merece atenção e respeito.

Museu do Louvre sem filas visitar o Museu do Louvre

O que fazer em Paris: Museu do Louvre

Eu recomendo que você chegue cedo e passe o dia no museu, aqui embaixo tem dois posts onde eu explico como entrar no Louvre sem filas e um post com dicas para a sua visita:

Leia mais:
Como visitar o Museu do Louvre sem pegar filas
Dicas para visitar o Museu do Louvre pela primeira vez

Olha a multidão

Fique no museu até umas 15h-16h, saia do museu, faça a clássica foto nas pirâmides de vidro do Louvre e siga reto pelo Carrossel do Louvre, o Jardim das Tulherias, que é lindo! No fim dele você vai encontrar a famosa Praça da Concórdia, atravesse a praça e entre na Avenida Champs-Élysées.

Faça um belo passeio pela avenida mais charmosa de Paris e termine o dia vendo o pôr do sol do mirante do Arco do Triunfo, é lindo! Olha as fotos abaixo.

Champs-Élysées e o arco

 

O que fazer em Paris: Vista do Arco do Triunfo

 

A vista de cima do Arco do Triunfo

Terceiro dia

Hoje é dia de conhecer a Île de la Cité e a Île de St-Louis, que são duas ilhas que ficam no Rio Sena e que abrigam a parte mais antiga da cidade.

É lá que, além da Catedral de Notre Dame, fica a Sainte Chapelle e La Conciergerie. E além desses monumentos lindos, andar pela ilha é um programa muito gostoso para um dia em Paris. Especialmente em um dia de sol, explorando as ruelas com pouco trânsito e descobrindo vários lugares legais.

Catedral de Notre Dame

Notre-Dame

Explore todos os cantinhos e finalize a sua visita na Catedral de Notre Dame, para entrar não paga nada, mas não deixe de visitar o mirante das torres da igreja, a vista é linda.

Lembra da Ponte dos Cadeados de Paris? O nome dela é Pont des Arts, por motivo de segurança os cadeados foram retirados dela e colocados em uma das extremidades da Île de la Cité. Agora eles ficam do lado da Pont Neuf, pertinho da estátua de Henri IV.

Os famosos cadeados de Paris

 

Conciergerie

Saia da Île de la Cité, siga pela Quai François Mitterrand e mais adiante, atravesse a Pont des Arts, agora sem os cadeados, mas que continua linda.

Um pouco mais a frente fica um dos meus museus favoritos de Paris, o Museu d’Orsay. Ele fica no prédio lindo onde funcionou uma estação ferroviária em 1900. A estação foi abandonada durante a Segunda Guerra Mundial, quase foi derrubada e só em 1977 que resolveram restaurar o prédio e transformá-la em museu.

O que fazer em Paris: Museu d’Orsay e os passeios de barco pelo Sena

O acervo do Museu D’Orsay é dedicado às artes plásticas do século XIX e complementa as obras expostas no Museu do Louvre e do Centro Pompidou.

Quarto dia

O meu quarto dia foi bem tranquilo, eu queria explorar o bairro de Montmartre com calma, andar pelas ruas, um almoço gostoso e passar a tarde em um café charmoso. Eu me hospedei no bairro, mas deixei para aproveitar melhor a região no meu último dia.

Turistando em Montmartre

Bom, e eu comecei esse último dia visitando a famosa Basílica de Sacré-Coeur. O cartão postal mais famoso do bairro. Depois fui andar pelas ruas, visitar o Café que serviu de cenário para o filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, e descobrir cada cantinho do bairro.

O que fazer em Paris: Montmartre

 

Ruas de Montmartre

Inicialmente eu tinha pensado em passear por Montmartre pela manhã e a tarde ir para o Palácio de Versalhes, mas para ser bem honesto, a atmosfera do bairro era tão gostosa que eu deixei Versalles para a próxima paradinha em Paris.

Se você tiver um dia a mais, aí sim eu recomendo ir para Versailles, mas eu não gosto de fazer nada correndo e Paris, vai continuar lá, fazendo a gente querer voltar mais vezes.


Sugestões de passeios alternativos em Paris


Cemitério Pére-Lachaise

Na minha segunda viagem a Paris eu procurei lugares mais alternativos e um lugar que eu queria muito conhecer era o Cemitério Pére-Lachaise. Um dos cemitérios mais famosos do mundo e lar de muita gente famosa.

Cemitério do Père-Lachaise

Cemitério do Père-Lachaise


Opções de bate volta saindo de Paris


Disneyland Paris

A vista a Disneyland de Paris é outro passeio muito procurado por quem vai a capital francesa. Eu nunca fui, mas a Angie do blog Apure Guria conta tudo o que você precisa saber para organizar a sua visita.

Disneyland Paris (imagem: Depositphotos)

Para quem tem um tempinho a mais, existem diversos passeios e pequenas viagens que você pode fazer a partir de Paris.

Entre eles temos o Châteaus de Versailles, Chantilly, Fontainebleau. O Vale do Loire, o Jardins de Giverny e Casa de Monet entre muitos outros lugares. O blog Fui ser viajante tem uma ótima lista com 16 opções de bate-volta saindo de Paris.


Leia mais sobre Paris


Chegando em Paris: como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris
Chegando em Paris por Orly e como ir de um aeroporto ao outro
Como é passar pela imigração em Paris.
Como usar o metrô de Paris
Conheça os 5 golpes mais comuns em Paris


Planejando a sua viagem


calendario

Quando ir

A gente consegue visitar Paris na maior parte do ano, só vale lembrar que no auge do inverno (fim de dezembro a fevereiro) é bem frio e pode nevar, e claro, nem todo mundo gosta desse clima. A primavera e verão são lindos e o outono super charmoso.

carro

Como chegar

Existem voos diários e diretos do Brasil para Paris, operados pela Air France (Rio e São Paulo), Latam (São Paulo) e em breve da Joon (Fortaleza), que é a nova empresa do grupo Air France-KLM. Além disso, você pode fazer conexão e qualquer grande cidade europeia.

icon1

Visto

Brasileiros não precisam de visto para entrar na França, o país faz parte da União Européia e sendo um país Schengen, o visto de entrada vale para a visitar o país e os países membros por 90 dias. Veja como é passar pela imigração em Paris.

icon2

Quanto custa

Paris é uma cidade cara, mas a boa notícia é que tem opções para todos os bolsos e isso foi algo que me surpreendeu muito em Paris. Dá para se divertir muito sem gastar rios de dinheiro.

 

icon3

Como se locomover

A melhor forma de andar por Paris é de transporte público e nesse ponto o metrô deles, combinado com o trem (RER), chegam em todos os pontos da cidade e região metropolitana. (veja aqui como usar o metrô de Paris)



Se você estiver procurando onde ficar em Paris, aqui no blog tem um post bem completo explicando os melhores bairros e onde você deve evitar. Veja aqui. Mas deixo algumas dicas abaixo.

Na minha primeira vez em Paris me hospedei no hotel Bonséjour Montmartre, que tinha nada menos que 4 estações do metrô perto e ficava a uns 15 minutos de caminhada da Gare du Nord. Eu paguei o equivalente a 280 reais na diária com café da manhã.

Já na minha segunda vez em Paris eu fiquei no sensacional Hotel Saint-Louis Pigalle. O hotel também fica em Montmartre, coladinho na estação Pigalle do metrô. Entretanto o que eu mais gostei nesse hotel, é que os quartos tem uma atmosfera de casa. 

Tem hotéis que não tem como errar e o Mercure Paris Pigalle Sacre Coeur é certamente um deles. O hotel fica coladinho na Basílica de Sacré-Coeur e com estação de metrô ao lado. 

A rede Novotel não tem como errar, são hotéis confortáveis e com preços acessíveis. A dica aqui é o Novotel Paris Les Halles, que fica pertinho do Louvre e tem instalações modernas e muito confortáveis.

Hotel Opera Maintenon é um verdadeiro achado, um hotel duas estrelas, mas com conforto de hotel 4 estrelas e ótimo preço. 

Já pensou, ficar hospedado do lado da Torre Eiffel em Paris e sem pagar uma fortuna? A dica é o Hotel Royal Phare, um hotel super charmoso e confortável localizado a uma quadra da Champ de Mars e a uns 700 metros da Torre Eiffel. 

Outro hotel que é um pequeno achado em Paris, o Hotel De Suede Saint Germain é pequeno, aconchegante e fica em uma rua bem tranquila de Paris.


Como ir do Aeroporto Charles de Gaulle até o centro de Paris
Como ir do aeroporto de Orly até o centro da cidade
Como é passar pela imigração em Paris
Como usar o metrô de Paris
Conheça os 5 golpes mais comuns em Paris


O que fazer em Paris em 4 ou 5 dias
Como visitar a Torre Eiffel
Como visitar o Museu do Louvre sem pegar filas
Dicas para visitar o Museu do Louvre pela primeira vez
Como visitar o Arco do Triunfo
Île de La Cité e Catedral de Notre-Dame
O que fazer em Montmartre
Cemitério do Père-Lachaise










Reservando um serviço com um dos parceiros do blog, você ajuda o Vou na Janela a produzir mais conteúdo e não paga nada a mais por isso. O Vou na Janela só recomenda empresas e serviços em que confia.


Compartilhe este post:
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

12 Comentários

  • Responder fevereiro 21, 2018

    Eliana C. Pereira

    Adorei esse roteiro!!! Para a quantidade de dias, ficou excelente… Porque Paris, não importa a quantidade de dias que você tem, é uma cidade que sempre se quer voltar…

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2018

      Fabricio Moura

      Eu tô louco pra voltar, mas aí penso em tantos lugares que ainda não foram explorados né?

  • Responder fevereiro 21, 2018

    Jair Prandi

    Excelente roteiro Fabrício! Não é a toa que é uma das cidades mais visitadas do mundo!
    gostei muita da vista do Arco do Trinfo, nem sabia que dava para subir nele!

    • mm
      Responder fevereiro 21, 2018

      Fabricio Moura

      Eu amei a vista do Arco do Triunfo, é mais bonita que a vista da Torre Eiffel, acredite!

  • Responder fevereiro 23, 2018

    Itamar Japa

    Excelente roteiro! Paris de fato é uma cidade incrível e repleta de atrações. Seu roteiro está demais.

  • Responder fevereiro 24, 2018

    Andrea

    Paris, cidade linda por todos os cantos…não tem como estar por lá e não se apaixonar por tudo e essas dicas que você dá no post são, sim, indispensáveis num roteiro pela cidade. Muito legal você compartilhar com todos.

  • Responder fevereiro 26, 2018

    Cristina A

    Eu também demorei para dar uma chance à Parri. Contudo, acho que não fiz nem metade do que você listou! Estamos pretendendo voltar e, agora sim, curtir a cidade com outros olhos! Vou salvar esse seu roteiro, achei leve e tranquilo, bem do jeito que eu gosto! Lindas fotos viu?! Adorei!

    • mm
      Responder fevereiro 26, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Cristina, que bom que curtiu. Obrigado pela mensagem.

  • Responder junho 10, 2018

    Flávia

    Olá Fabricio! Parabéns pelo roteiro, achei incrível! Dá pra fazer o roteiro do 4º dia até 17h mais ou menos? Assistirei um ballet às 18h.

    • mm
      Responder junho 11, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Flávia, bom dia! Pode fazer sim

  • Responder novembro 12, 2018

    Lorena Fernandes Lemos

    Oii.. acha que compensa ir na Disneyland? Já conheço a de Orlando e sou super fã, mas não sei se vale a pena perder um dia indo lá.. o que acha?

    • mm
      Responder novembro 13, 2018

      Fabricio Moura

      Oi Lorena, tudo bem? Eu nunca fui na Disney, não curto. Passei na porta da Disney de Paris e na de Hong Kong mas nunca me apeteceu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.