15 coisas que você precisa saber antes de visitar Cuba

saber antes de visitar Cuba

Cuba esteve isolada do mundo ocidental e de suas evoluções durante décadas, hoje o país começa a se abrir para o mundo em um processo lento e burocrático. Por conta disso, a realidade na ilha socialista é difícil e cheia de limitações, mas já vemos pelas ruas carros modernos ao lado de antigos Thunderbirds dos anos 50.

Eu sempre tive curiosidade para saber como é visitar a ilha dos irmãos Castro e poder contar tudo isso do meu ponto de vista. Nesse post eu vou dar uma pincelada com as 15 coisas que você precisa saber se pretende visitar Cuba.


15 coisas que você precisa saber antes de visitar Cuba


1 ) Brasileiros precisam de visto para entrar no país, não é caro e tão pouco complicado. Basta preencher um formulário, levar no consulado e pronto.  (Saiba como)

2 ) O país já recebe voos diários de várias cidades americanas e de outras partes do mundo, ou seja, chegar em Cuba é super fácil. Do Brasil as melhores opções são com a Copa Airlines via Cidade do Panamá, LATAM via Lima e Avianca, via Bogotá ou Lima

3 ) O processo de imigração e chegada não foi nada amigável comigo, mas pode ter sido azar meu. Os oficiais fazem cara feia, te enchem de perguntas e podem te fazer passar por situações constrangedoras. (Saiba mais)

4) Existe transporte público, mas os ônibus são caindo aos pedaços e os trens piores ainda. A Cubana de Aviación usa aviões de fabricação russa dos anos 80 e 90 e a manutenção não inspira confiança.

Um dos vários tipos de transporte público na ilha

Um dos vários tipos de transporte público na ilha

5 ) Não existe internet grátis, nem em hotéis e resorts. A internet na verdade é precária e cara, um dia chuvoso e a internet da cidade inteira pode cair. Custa 2 dólares por 1 hora de conexão com velocidade de internet discada e administrada por uma estatal, a Etecsa – Empresa de Telecomunicações de Cuba. Ah, e comprar o cartão é bem chato, os caras fazem um cadastro com seus dados para vender um simples cartão de 2 dólares e tenha seu passaporte na hora de comprar.

6 ) Faz calor no ano todo, mas no inverno no hemistério norte deixa o clima mais ameno, nada de calorão, mas a água do mar pode ficar fria, mas o mar é sempre lindo, o mais lindos que eu já vi.

A versão cubana da Coca-Cola

A versão cubana da Coca-Cola

7 ) Muitas marcas que nós conhecemos já desembarcaram em Cuba, mas é muito comum só ter uma marca cubana para a maioria dos produtos, como a cerveja ou refrigerantes, por exemplo.

8 ) O povo é muito gentil e amigável, os funcionários do governo são truculentos e com cara de poucos amigos, mas acho que faz parte do “papel” deles serem assim.

9 ) A TV estatal se refere aos americanos como “os invasores” que tomaram Guantanamo e “ameaçam” a soberania Cubana com a presença da base militar que eles tem em Cuba.  Na verdade o que eu vi na TV foi uma espécie de lavagem cerebral para convencer as pessoas diariamente que a revolução foi um sucesso e o melhor para o país, e claro, criticam o embargo diariamente.

10) O atendimento é ruim, em geral. Nos hotéis, bares e restaurantes. Como pedir um café e esperar por mais de 15 minutos, ou acenar para o garçom várias vezes e ele fazer cara de paisagem. Tem que ter paciência para não deixar o mau humor tomar conta.

11) A melhor maneira de andar por Havana é de taxi, mas os caras enfiam a faca. Os preços são extremamente abusivos, uma corrida de aproximadamente 3 quilômetros custa o equivalente a 10 dólares. Já os carros tem de todo jeito, desde antigos Thumderbirds, Ladas apodrecidos ou Hyundai novinhos.

Taxista que me levou de Varadero a Cuba, uma figura o cara

Taxista que me levou de Varadero a Cuba, uma figura o cara. Olha o carrão!

12) As pessoas fumam em qualquer lugar, mesmo! E o pior é que turistas onde provavelmente seria proibido fumar dentro de lugares fechados em seus países, não pensam duas vezes antes de fumar um cigarro ou charuto no lobby do hotel.

13) Poucos lugares aceitam cartões de crédito e cartões e bancos americanos não são aceitos.

14) Existe duas moedas no país e isso é bem louco. O CUC para os turistas que tem cotação bem semelhante ao dólar e o CUP só para os cubanos. O 1 CUC vale o equivalente a 1 dólar americano. Já o CUP vale o equivalente a 0,24 centavos de dólar.

15) Em qualquer lugar do mundo, quando você diz que é brasileiro as pessoas comentam de futebol, correto? Mas eu Cuba os caras puxam assunto sobre as novelas brasileiras. Como o motorista do transfer que me levou de Varadero a Cuba que não parava de falar de Avenida Brasil, que lá, obviamente tem outro nome.


Leia mais
Visitar Cuba é caminhar por seus dois mundos paralelos
Como conseguir o visto para Cuba
Como é passar pela imigração em Cuba


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder janeiro 18, 2017

    Emmanuel Schurmann

    Que legal! Estou indo para Cuba Neste ano e voce ja deu bastante dicas, Tinha como trocar Dollar ou Reais la? Ou voce ja foi com dinheiro local? Valeu novamente!

    • mm
      Responder janeiro 21, 2017

      Fabricio Moura

      Oi Emmanuel, para trocar dólar tem uma taxa de 10% e cartões de crédito de bancos americanos não são aceitos. Eu levei Euro.

Deixe uma resposta