Internet em Cuba: como funciona a conexão e como usar

chip da EasySIM4u Internet em Cuba

Nos últimos anos vimos uma abertura de Cuba para o mundo, o país recebe voos diários dos Estados Unidos, Canadá e de vários outros países europeus e latinoamericanos. Mas em um país que ficou tantos anos parado no tempo, a internet em Cuba é um caso bem delicado e que não foge da regra.

Primeiro, vamos entender que não existe internet gratuita em Cuba, por mais luxuoso que seja o seu hotel, ele vai cobrar pelo acesso da internet, é uma regra do governo da ilha. Mesmo que ele tenha wi-fi, esse acesso é controlado pela Etecsa, a empresa estatal de comunicações de Cuba.

Em geral, os pontos de acesso ficam nos hotéis e em alguns hotspots espalhados pelas cidades, eu vi apenas dois em Havana, todos em Habana Vieja, o centro histórico da cidade. E estava lotado de pessoas tentando usar a internet.

Atenção: Seguro viagem é obrigatório para visitar Cuba. Faça o seu aqui com desconto


Como usar a internet em Cuba


Primeiro você precisa comprar os cartões de acesso da Etecsa, o cartão tem uma parte que você raspa (tipo raspadinha) e que revela uma sequência numérica, é a sua senha para se conectar. Alguns hotéis tem um balcão de venda dos cartões, ou você pode comprar nos pontos de venda da Etecsa na rua.

Para comprar nesses pontos de vendas, é preciso fazer um cadastro com todos os seus dados e número do passaporte, e o procedimento é um pouco demorado e com isso a fila para comprar as trajetas só vão aumentando. Para vocês verem como as comunicações são controladas em Cuba.

No hotel em que eu me hospedei em Varadero tinha um balcão de vendas mas eu não precisei fazer o cadastro, a vendedora só anotava num caderno o meu nome e a data da compra, mais rudimentar impossível.

Internet em Cuba: Cartão com 1 hora de conexão

Existem cartões de 30 minutos, 1 hora ou de 5 horas de conexão. O preço é salgado, 30 minutos custa 1 CUC; 1 hora custa 2 CUCs e o de 5 horas é vendido por 7,50 CUCs. Aqui vale usar a conversão de 1 CUC para 1 Dólar americano.

Uma dica importante: mesmo que você não use todo o tempo de conexão disponível no cartão, você pode se desconectar da rede wi-fi e conectar em outro momento com o mesmo cartão, até que a sua franquia de dados acabe.

Internet em Cuba: O verso do cartão com os dados de acesso

A velocidade da internet é péssima, para servir de comparação, se você já usou internet discada na sua vida, é exatamente essa a velocidade lá. Outro problema é a dificuldade de se conectar quase sempre. Eu cheguei a ficar 2 dias sem conseguir me conectar e vou confessar, foi um ótimo detox. Mas se você não consegue ficar longe da internet, vai sofrer em Cuba.

Quando conectado eu usava normalmente o Instagram, Facebook e Whatsapp. Quer dizer, naquela velocidade sofrível. Sites de notícias são bloqueados, como podemos imaginar e sites de instituições financeiras americanas também.

Em Cuba existe telefonia celular, a estatal da ilha é a Cubacel, mas que só pode ser usada pelos cubanos e mesmo assim, somente pessoas selecionadas e autorizadas pelo governo tem acesso a internet nos telefones celulares. Cuba realmente é um mundo a parte, amigos.


Procurando hospedagem em Havana?


Aqui no blog tem um post com todas as dicas de onde se hospedar em Havana e também onde evitar. Clique aqui

Ou você pode olhar a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui.


Booking.com


Reserve um passeio em Havana



Mais sobre Cuba


Planejando a sua viagem

Que moeda levar para Cuba
15 coisas que você precisa saber antes de visitar Cuba
Visitar Cuba é caminhar por seus dois mundos paralelos
Como conseguir o visto para Cuba
Como é passar pela imigração em Cuba
Quando visitar Cuba
Onde se hospedar em Havana
Como se locomover por Cuba
Como usar a internet em Cuba

Mais coisa para fazer em Cuba

O que fazer em Havana (Roteiro completo)
Fortaleza de La Cabaña
La Bodeguita del Medio
Museu da Revolução Cubana
Varadero e as praias cubanas


Guia de Havana para download


Guia de Havana para download


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

Seja o primeiro a comentar