Como é voar para a Europa com a KLM

KLM

A KLM é a companhia aérea de bandeira da Holanda e liga o Rio de Janeiro e São Paulo a Amsterdã, na Holanda. A partir de 2018 também voará direto de Fortaleza para sua base no aeroporto Schiphol em Amsterdã e de lá para mais de 130 destinos em todo mundo.

A empresa é famosa pela cordialidade e qualidade do serviço de bordo oferecido, o que rendeu a ela 4 estrelas no ranking da Skytrax, consultoria britânica que avalia as empresas aéreas de todo mundo.

Eu voei com eles no trecho São Paulo x Amsterdã x Londres, ida e volta e a minha avaliação não poderia ser mais positiva.


Como é voar com a KLM


Checkin

A empresa oferece o check-in online, nos totens localizados nos aeroportos e da maneira tradicional, no balcão. Eu fiz o procedimento em um dos vários terminais espalhados pelo aeroporto e Guarulhos. É tudo muito simples, o check-in pode ser feito com o código da reserva, número do cartão fidelidade do grupo Air France-KLM, o Flying Blue, ou pela leitura do passaporte. São poucas telas de confirmação, escolha de assentos e pronto! Em 2 minutos eu já estava com meu cartão de embarque nas mãos, inclusive do segundo trecho que eu voaria entre Amsterdã e Londres.


A aeronave

Os aviões usados nos vôos entre o Brasil e a Holanda são os Boeings 777-200 ou 777-300 dependendo da demanda. Meus vôos foram todos realizados com o modelo maior, o 777-300 na configuração 3-4-3 na classe econômica. A aeronave estava muito limpa e parecia nova, depois descobri que ele tinha pouco mais de 3 anos de uso.

Classe econômica dos Boeings 777-300 da KLM

Classe econômica dos Boeings 777-300 da KLM

Na poltrona tinham cobertores, travesseiros e fones de ouvido descartáveis. Sobre a qualidade, é a mesma da classe econômica de todas as empresa aérea: travesseiros sofríveis e cobertores mais ou menos. Os fones eram até razoáveis, mas para mim não faz tanta diferença pois eu sempre prefiro usar os meus.

Logo após o embarque e antes mesmo do push-back, os comissários passaram servindo um welcome drink, que tinha suco ou água e um pacote com um mix de nozes. Uma das coisas que eu mais gostei na KLM e que descobri nesse momento é que nada é contado, tudo é servido com fartura e você sempre pode repetir.

Suco e mix de nozes de boas vindas

Suca e mix de nozes de boas vindas

O speech e todos os avisos foram em inglês e holandês, com exceção de uma rápida mensagem de boas vindas pré gravada em português.

O push-back começou 12 minutos após o previsto, nada preocupante já que é um atraso perfeitamente administrável quando o avião entra em altitude de cruzeiro e às 20h35 estávamos deixando o solo brasileiro.


Vôo e serviço de bordo

Logo após a decolagem a KLM me surpreendeu novamente. Como o vôo não estava lotado, a tripulação começou a realocar alguns passageiros que estavam na poltrona do meio para outros lugares, de modo que todos tivessem um pouco mais de espaço e conforto. Alguns passageiros foram convidados para a Business Class, eu vi uma grávida e um casal de idosos. Achei muito bacana a preocupação da KLM com o conforto dos passageiros.

Jantar servido a bordo

O jantar servido a bordo

Cerca de 1 hora após a decolagem o jantar foi servido. Entre as opções, os tradicionais frango ou massa. Optei pelo frango com legumes e arroz e não me arrependi. Estava realmente ótimo e vinha acompanhado de salada, pão e uma torta de banana de sobremesa. Entre as opções de bebida tinha água, sucos, refrigerantes, cervejas e vinhos branco ou tinto em garrafas individuais. Ponto para a KLM e claro, dava para repetir.

Vinho em mini garrafinhas, a vontade.

Vinho em garrafinhas, a vontade.

Após o jantar, a tripulação passou servindo café ou chá. Confesso que já tomei cafés melhores, mas honestamente, está para surgir um café de companhia aérea que seja realmente bom.

Após 3 horas de vôo, quando estávamos saindo do território brasileiro por Fortaleza, as luzes foram apagadas e eu fui explorar o entretenimento de bordo. O sistema deles é muito bom, achei melhor e com mais opções que o da LATAM e TAP, mas inferior a companhias como Emirates e Qatar. As telas individuais tinham boa qualidade, não eram touch-screen, e tinham o controle remoto acoplado do lado delas. O fato de não ter porta USB ou tomada elétrica deixa um pouco a desejar.

12 Anos de Escravidão no sistema de entretenimento. O filme ainda estava em cartaz.

12 Anos de Escravidão no sistema de entretenimento. O filme ainda estava em cartaz.

O sistema tem muitas opções de filmes, séries, documentários, programas jornalísticos, mapa de localização e vídeos informativos sobre o aeroporto de Amsterdã e como fazer sua conexão, caso seu destino final não seja a Holanda.

Pouco antes do pouso eles informam também o portão que iremos desembarcar e como seguir dali até o desembarque ou portões para conexão. Mais um ponto para a KLM, não é nada legal ficar perdido nesses aeroportos enormes.

Lanchinho da madrugada

Lanchinho da madrugada

Durante a madrugada as comissárias passam servindo lanchinhos para quem não conseguia dormir, como eu. Água e um muffin de chocolate e pouco tempo depois serviram sorvete e biscoitos. No fundo da aeronave fica uma cesta com várias coisas para beliscar durante o vôo. Ninguém sente fome nos vôos da KLM.

O café da manhã foi servido faltando pouco menos de 2 horas antes do pouso em Amsterdã. Este eu esqueci de fotografar, mas veio uma omelete, pão francês, bolo e salada de frutas. Além de manteiga e geléia. Entre as opções de bebidas tinham sucos, água, café (com ou sem leite) e chá. A omelete estava ótima, parecia ter sido feito na hora.

Iniciando a descida até Schiphol

Iniciando a descida até Schiphol

Após recolhidas as bandejas do café da manhã, estávamos sobrevoando o norte da França e iniciamos a descida até o Aeroporto Schiphol em Amsterdã. Pousamos na capital holandesa com 20 minutos de antecedência. O pouso foi extremamente tranquilo e bem suave.

O desembarque foi rápido e organizado, já na porta do finger alguns oficiais de imigração conferiam os passaportes de todos os passageiros, nunca passei por esse procedimento antes. Acho que eles estavam procurando alguém que estaria naquele vôo.

Como as minhas malas seguiram direto para Londres,  não posso dizer como foi o tempo de restituição de bagagens em Schiphol, um aeroporto gigantesco que vale um review a parte.


Vôo de volta

Na volta o vôo foi diurno, saímos de Amsterdã às 10:30, com um atraso de 35 minutos. A razão? Alguns passageiros se distraíram no free-shop. O vôo foi tranquilo, a aeronave usada era o mesmo modelo da ida.

O Triple Seven em Schiphol

O Triple Seven em Schiphol

O embarque em Amsterdã foi muito rápido, dois fingers foram acoplados à aeronave. Um para a Business Class e primeira seção da classe econômica e o segundo finger na porta logo atrás a asa para o embarque das duas últimas seções da classe econômica.

Bom espaço para as pernas

Bom espaço para as pernas

O serviço de bordo também foi bem semelhante ao voo da ida. Frango ou massa no almoço, acompanhado de salada, pão e torta de chocolate como sobremesa.  Para beber as mesmas opções: água, sucos, refrigerante, cervejas e vinho. Desta vez eu repeti o vinho duas vezes.

O lanchinho generoso da volta

O lanchinho generoso da volta

Pouco antes do pouso em São Paulo um lanche generoso foi servido, com pizza, macarrão com molho bolonhesa, salada de frutas e biscoito holandês de sobremesa.

Pousamos em São Paulo no horário. O desembarque foi no antigo Terminal 1 de Guarulhos, hoje a KLM está operando no novo Terminal 3.

Conclusão

Voar pela KLM foi ótimo. Na época em que eu comprei as passagens, foi o melhor custo-benefício que eu encontrei. Em geral eles tem preços bem atraentes e horários decentes. Se eu voaria novamente com eles? Com certeza!

Leia também:
Como é voar dentro da Europa com a KLM Cityhopper


Procurando o que fazer na Holanda?


O que fazer em Rotterdam
O que fazer em Amsterdã
Keukenhof: o jardim de tulipas mais bonito da Holanda
Museu Madame Tussauds em Amsterdã
Red Light District em Amsterdã
Jordaan, o bairro mais legal de Amsterdã
A parada das flores na Holanda
Já ouviu falar de Rosendaal, na Holanda?


Programe sua viagem


Chegando em Amsterdã por Schiphol: imigração e transporte
Como ir de trem de Amsterdã para Bruxelas


Procurando hospedagem em Amsterdã?


Olha a nossa lista de sugestões no Booking.com. Reservando um hotel pelo Booking, você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso. Clique aqui


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram.


 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestPrint this page
mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em São Paulo, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

10 Comentários

  • Responder janeiro 28, 2016

    Franciele

    Vou viajar SÃO PAULO x AMSTERDAM X ROMA, O PAINEL DE ENTRETENIMENTO (FILMES) SÃO LEGENDADOS EM PORTUGUÊS? AS COMISSARIAS FALAM PORTUGUÊS, NESSE TRAJETO?

    • mm
      Responder janeiro 28, 2016

      Fabricio Moura

      Legendas em português só no trecho Brasil x Holanda. Os vôos dentro da Europa não tem sistema de entretenimento. Os comissários não falam português, só inglês e holandês.

      • Responder janeiro 28, 2016

        Franciele

        obrigado, pela ajuda

  • Responder março 6, 2016

    Sheila Oliveira

    Boa noite Fabricio muto bom seu post a respeito da klm, gostei do serviços deles viajei em junho do ano passado e tive a sorte de ter um comissário que falava português. Estou viajando no meio do ano mais uma vez, só que desta vez acompanhada da minha filha e como ficarei na europa por três meses e ela vem antes terei que optar pelo serviço de acompanhamento de menores desacompanhados. Eis que me surge uma dúvida a lufthansa (por ter uma tarifa mais atrativa). Vi alguns depoimentos em outros sites e nada que consegui-se sanar essa minha grande dúvida.

    • mm
      Responder março 6, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Sheila, tudo bem? Pode confiar na Lufthansa de olhos fechados, o serviço deles é impecável e sempre tem tripulantes que falam português.

  • Responder março 21, 2016

    Janaina

    Bom dia Fabrício!
    Vi que você considerou bom o espaço entre as poltronas. Você pode dizer qual é sua altura? Rs
    É que meu marido tem 1,85m e sempre se queixa do espaço. Como estou procurando uma viagem minimamente confortável, queria ter uma noção…

    • mm
      Responder março 21, 2016

      Fabricio Moura

      Oi Janaina, tudo bem? Eu tenho 1,77m. Para o seu marido, acho que vale pagar um pouco mais e comprar a Economy Comfort da KLM que tem 10cm a mais de espaço e não custa uma fortuna.

  • Responder setembro 5, 2016

    eder sampaio

    O blog está cada vez melhor Fabrício! Estamos lendo mesmo sobre a KLM e essa matéria bateu em cheio no nosso foco! Obrigado por compartilhar!

    • mm
      Responder setembro 5, 2016

      Fabricio Moura

      Opa, super obrigado Eder! =) Que bom que estão gostando.

  • Responder dezembro 2, 2016

    Sheila Oliveira

    Fabricio, deixo aqui meu feedback quanto ao serviço da lufthansa, realmente tão bom quanto a KLM. Dessa vez viajo pela TAP, mas estou um pouco aterrorizada com os comentários que estou lendo, espero que eu possa ter a sorte de ser uma daquelas que acabam gostando do voo. Enfim vamos lá.

Deixe uma resposta