O que fazer em Siem Reap no Camboja além de Angkor Wat

Siem Reap

Siem Reap é a principal porta de entrada do Camboja para quem deseja visitar o complexo de templos de Angkor Wat e todo mundo que vai a cidade, obviamente, vai para visitar os templos, mas a cidade também tem outros lugares bem interessantes para serem visitados.

Rua típica do Camboja

Uma das poucas ruas pavimentadas de Siem Reap


O que fazer em Siem Reap


A razão desse post é mostrar que existem coisas legais em Siem Reap além do complexo de templos de Angkor Wat, claro, nada se compara a grandiosidade daquele lugar, mas se você está chegando aqui no blog agora, veja que eu já publiquei um post com roteiro super completo dos templos:

Roteiro em Angkor Wat e templos de Angkor Thom

Siem Reap é uma cidade grande, tem um movimentado aeroporto internacional, mas que tem muitas características de cidade pequena, daquelas que a gente passa no interior do Nordeste do Brasil, com muitas ruas de terra, casas humildes e gente simples.

Apesar da importância turística da cidade, estamos falando de um dos países mais pobres do mundo, que muitas ruas são de terra, onde não existe saneamento básico e o esgoto corre a céu aberto e um lugar que falta luz em média dez vezes ao dia. Tem até um post que fala de curiosidades sobre o Camboja, recomendo ler antes e visitar.

15 coisas que você precisa saber antes de visitar o Camboja

Passado o choque, Siem Reap é uma cidade muito interessante e com lugares bem legais. A cidade é cortada pelo Rio Siem Reap, nas margens dele ficam as ruas principais da cidade e as mais movimentadas.

Templo budista e hindu

Ali ficam bons hotéis e restaurantes ao longo da Avenida Pokanbor. Também ficam muitas lojas de artesanato local, alguns só de móveis e outros só de cerâmicas. Muitas dessas peças são feitas por pessoas que sofreram mutilações por minas terrestres, um problema que até hoje faz parte do dia a dia do Camboja. Muitas áreas afastadas dos centros urbanos possuem minas ativas desde a Guerra do Vietnã.

Nessa mesma avenida fica o Wat Preah Prom Rath, um templo meio budista e meio hindu muito visitado, ele não é dos maiores, mas incrivelmente ornamentado.

Old Market

Old Market

Old Market

Old Market

Pertinho dele fica o Psar Chaa, o Mercado Antigo de Siem Reap, outro lugar muito visitado. A gente encontra de tudo: artesanato local, muita buginganga chinesa e claro, alimentos. As vendedoras fazem de tudo para te vender alguma coisa, se você passar olhando as bancas elas vão correndo atrás de você. Para quem estiver interessado em comprar alguma coisa, esse é o melhor momento para negociar e elas são ótimas de negociação.

Apesar de ser um ponto turístico, o mercado ainda é muito usado pelos cambojanos, como as duas amigas dividindo o peixe apoiado na calçada. É, como já comentei em outros posts, a higiene não é o forte deles.

camboja6

Bugingangas e insetos

camboja5

São centenas de barraquinhas e quase todas vendas as mesmas coisas

camboja4

Um pé pra cada um

camboja3

Mercado dos peixes

No entorno do mercado ficam os melhores bares e restaurantes da cidade. E falando em comida, ali pertinho fica o The Sun, um restaurante que é famoso por ter o melhor hamburguer da cidade. E como meu organismo não estava se dando muito bem com a comida apimentada do Camboja, eu comi esse hambuguer aí com muita felicidade.

Lindo e delicioso

Cerveja cambojana, excelente!

Cerveja cambojana, excelente!

O lugar é bem agradável

Fica a dica

Fica a dica

O The Sun também é um ótimo lugar para tomar uma cerveja gelada, usar e abusar do wi-fi deles e se refrescar um pouco antes de voltar pra rua.

Depois desse passeio no centro da cidade, vale pegar um tuk-tuk e ir visitar o Museu Nacional de Angkor. Ele fica na estrada a caminho dos templos, acho que ninguém faz isso mas o interessante é visitar o museu antes de visitar os templos, pois o museu explica muito bem a história de Angkor Wat.

Sem dúvida, ele é o melhor museu temático que eu já visitei. No acervo eles tem milhares de peças que pertenciam aos templos e foram levadas para o museu para evitar o roubo e vandalismo. Existe um mercado negro de peças dos templos que colecionadores pagam verdadeiras fortunas por uma estátua, muitas vezes, de poucos centímetros de tamanho mas de importância e valor histórico incalculável.

Uma das salas que mais chamam atenção é a sala dos mil Budas e sim, amigos, tem mil estátuas de Buda ali dentro, todas originais dos templos.

Angkor National Museum

Angkor National Museum

O Museu Nacional e Angkor não permite fotografias, por isso, vou ficar devendo imagens lá de dentro, mas vale muito a pena a visita. Só achei a entrada bem salgada, 12 dólares americanos. Mas é uma oportunidade única.

Mais informações aqui: http://www.angkornationalmuseum.com/

Outro museu bem visitado é o Museu das Minas Terrestres e o Museu da Guerra, que fica no caminho para o Aeroporto. Eu até pensei em visitar um deles, mas o dia estrava muito quente, batendo os 45 graus e achei que seria um passeio muito triste e declinei.

Tuk-Tuk

Tuk-Tuk

Pesquisando na internet eu vi que eles tem helicópteros, aviões, taques de guerra e muitas armas da Guerra do Vietnã e da época do Kmer Vermelho, o partido comunista que espalhou o terror pelo país nos anos 70 e 80.

Como você pode ver, o turismo em Siem Riep sempre gira em torno de Angkor Wat, mas para quem tiver um dia livre depois de visitar os templos, vale a pena dar uma passeada pela cidade.


Onde ficar em Siem Reap


Aqui no blog tem um post completinho com todas as dicas de onde ficar em Siem Reap. Você pode ler esse post aqui

Lá no post tem também algumas dicas bem importantes. E eu vou deixar aqui embaixo a lista de alguns hotéis que eu fiquei nas minhas duas viagens e outros que eu recomendo.

  • Koulen Hotel – Onde eu fiquei na minha primeira viagem. É um 5 estrelas com preço de Ibis. Recomendo muito esse hotel.
  • Victoria Angkor Resort & Spa –  Eu fiquei nesse hotel na minha segunda viagem. Também é um 5 estrelas mas com preço muito baixo para o padrão dele.
  • Angkor Holiday Hotel – Ótima opção com diárias por menos de 200 reais o casal.
  • Shinta Mani Angkor – Hotel 5 estrelas onde a Angelina Jolie fica quando vai ao Camboja.
  • Lavender Angkor Boutique – Excelente hotel 3 estrelas com preço de hostel. Esse é imbatível!

Koulen Hotel


Reserve aqui os seus passeios em Siem Reap



Leia mais


Roteiros
O que fazer no Camboja
O que fazer em Siem Reap (fora Angkor)
Roteiro em Angkor Wat e Angkor Thom

Para organizar a sua viagem

Como conseguir o visto para o Camboja
Como é passar pela imigração no Camboja
15 coisas que você precisa saber antes de visitar o Camboja
Como se locomover por Siem Reap


Sigam o Vou na Janela no Facebook e no Instagram


mm

Fabricio Moura

Meu nome é Fabricio, moro em Bangkok na Tailândia, sou designer e apaixonado pelo mundo. Descobri que viajar é se perder e se encontrar. Se conhecer melhor e se amar mais. Acumular histórias e experiências. Vamos?

2 Comentários

  • Responder julho 31, 2018

    Cristiane

    Olá Fabricio, meu nome é Cristiane. Estou viajando por 2 meses pela Ásia e tenho pego muitas dicas no seu blog. Obrigada.
    Apenas pra atualizar, o The Sun não existe mais. Fechou! Mas no mesmo lugar tem um restaurante muito bom – Design Restaurant.
    Abs

    • mm
      Responder agosto 1, 2018

      Fabricio Moura

      Ahhhhh sério? Adorei aquele restaurante! Que pena! Vou atualizar o post.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.